aki

cadastre-se aqui
aki
Política
03-01-2018, 8h27

Alfinetada de FHC em Alckmin alimenta Huck e Parente

Ex-presidente abre possibilidade de Plano B para PSDB
28

KENNEDY ALENCAR
SÃO PAULO

Em entrevista ao jornal “Estado de S. Paulo”, publicada ontem, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso falou claramente a respeito da possibilidade de o PSDB abrir mão da eventual candidatura de Geraldo Alckmin. Segundo FHC, se o governador paulista não demonstrar viabilidade eleitoral, o PSDB deveria dar apoio a um nome “com mais capacidade de juntar”.

Nos bastidores do PSDB, do PMDB e do Palácio do Planalto, a entrevista foi interpretada como um movimento do ex-presidente para viabilizar um Plano B no PSDB se Alckmin continuar a ter desempenho ruim nas pesquisas.

As declarações de FHC surpreenderam tucanos, peemedebistas e ministros do Palácio do Planalto porque, neste momento, o ex-presidente deveria ter depositado mais fé em Alckmin, que enfrenta, inclusive, um embate interno com o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio.

Alckmin é o favorito para ser escolhido como candidato do PSDB a presidente. Na máquina tucana, o governador paulista é forte. Mas FHC apontou a fragilidade eleitoral que essa escolha pode representar para o PSDB.

Sem meias palavras, FHC abriu a possibilidade de cristianização de Alckmin. Na política, o termo cristianização foi cunhado na eleição de 1950. Naquele ano, o antigo PSD (Partido Social Democrático) lançou Cristiano Machado à Presidência, mas ele foi abandonado por líderes do partido, que embarcaram na candidatura de Getúlio Vargas, do PTB, que foi eleito.

FHC cogitou “cristianizar” Alckmin já na largada, antes mesmo de o PSDB escolhê-lo para disputar o Palácio do Planalto. O ex-presidente foi cristalino ao falar na necessidade de Alckmin mostrar viabilidade eleitoral para ser o candidato tucano à Presidência. Nem os adversários do governador paulista fizeram crítica tão dura a ele. A entrevista de FHC provocou um estrago nos planos eleitorais de Alckmin.

*

Huck e Parente

Na entrevista, FHC disse que não via qual nome poderia substituir Alckmin. Mas, nos bastidores do PSDB e do Palácio do Planalto, a leitura foi a seguinte: o Plano B de FHC poderia ser a volta de Luciano Huck ao xadrez eleitoral ou o lançamento de um novo balão de ensaio, o presidente da Petrobras, Pedro Parente.

Num artigo na “Folha de S.Paulo” no final do ano passado, Huck anunciou que não pretendia ser candidato, mas deixou a porta aberta para eventual recuo. O prazo de filiação partidária vai até 7 de abril. Portanto, ainda haveria tempo para uma mudança de planos.

FHC é um dos maiores incentivadores da eventual entrada de Huck na política. O ex-presidente crê que ele poderia crescer nas pesquisas e fazer frente às pré-candidaturas do ex-presidente Lula e do deputado federal do PSC Jair Bolsonaro.

Parente não tem filiação partidária. Em entrevista no ano passado, o presidente da Petrobras negou a intenção de ser candidato. No entanto, FHC sugeriu essa possibilidade a ele. Parente seria um balão de ensaio, mas também um nome mais consistente administrativa e politicamente do que Huck.

Parente foi ministro da Casa Civil no governo FHC, gerenciou a crise do apagão em 2001, tem experiência na iniciativa privada e na burocracia pública e está descascando o abacaxi da Petrobras em plena Lava Jato.

FHC não crê na viabilidade do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, do PSD. Acha que falta estrada ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia, do DEM. Não acredita numa tentativa de reeleição do presidente Michel Temer pelo PMDB. Tem dúvida sobre a viabilidade eleitoral de Marina Silva, da Rede. E avalia que o prefeito de São Paulo, o tucano João Doria Jr., perdeu o bonde.

Para tucanos e ministros palacianos, a entrevista ao “Estadão” mostrou que FHC tampouco bota fé em Alckmin e busca uma novidade para se contrapor a Lula e Bolsonaro.

*

O pessoal tá meio perdido

Nessa busca, políticos do PSDB, do PMDB e de partidos da base do governo têm falado num nome que represente o centro. O que isso significa na atual conjuntura?

O centro na política brasileira pode ser entendido como um segmento decisivo do eleitorado que ora pende para a direita, ora para a esquerda.

Se há um partido que representa o centro político, ele é o PMDB, que esteve em todos os governos desde a redemocratização do Brasil em 1985. No entanto, o PMDB não tem um nome forte e tampouco possui ideologia firme.

O PMDB oscila para abraçar o poder de plantão. Já foi bem estatizante. No governo Temer, encampou bandeiras do liberalismo econômico que rejeitou no passado a fim de se credenciar perante o mercado financeiro para substituir a administração Dilma.

Quando políticos como FHC falam num nome de centro para disputar a Presidência, isso significa, em última instância, que o campo político de direita e centro-direita está à procura de um candidato para enfrentar Lula que não seja Bolsonaro.

O deputado federal do PSC ocupou um espaço importante nesse campo político, tirando voto do PSDB. A ascensão de Bolsonaro nas pesquisas coincide com a queda de tucanos nesses levantamentos.

A política econômica de Lula quando ele governou o Brasil foi de centro. Não teve nada de radical. Os que buscam um nome de centro tentam carimbar o petista como se ele fosse um extremista. Isso é falso.

Bolsonaro, sim, é um extremista, mas já está buscando pontes com o mercado financeiro e moderando opiniões. No entanto, Bolsonaro não é considerado confiável. É visto como um Donald Trump piorado.

Lula é um político de esquerda que se mostrou moderado no exercício do poder. O petista está fazendo um ajuste no discurso, buscando a moderação que o levou a conquistar o Palácio do Planalto na eleição de 2002.

Portanto, essa conversa de candidato de centro é uma fórmula de dourar a pílula para achar uma alternativa eleitoral a Lula e Bolsonaro. Mas o pessoal está meio perdido.

*

Correção

O presidente da Petrobras não é filiado ao PSDB. Essa informação foi corrigida no texto acima. Por meio da assessoria, ele diz que não é nem “plano Z” para a eventual disputa presidencial deste ano.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

Comentários
28
  1. ALEXANDRE OLIVEIRA disse:

    O desespero bate à porta da Direita. Se não derem outro “golpe”, impedindo a candidatura do Presidente LULA, nem precisa ter eleição. Dá LULA na cabeça. Quem viver, verá.

    • Helio Sindo disse:

      Não esqueça que nem no auge do populismo Lula, ele teve maioria dos votos. Só ganhou no segundo turno e apertado. Em 2016 perderam a maioria dos votos nas prefeituras, hoje as prefeituras petistas não chegam a 10% dos municípios que é a base dos votos. O lula deixou esta lambança toda no País, privatizou a Petrobrás em favor dos amigos, protegeu os banqueiros e as construtoras, tornou a JBS a maior do mundo mas com a maior dívida do mundo junto ao BNDS, comprou o Panamericano falido e faliu a CEF, tornou os amigos ricos mais ricos, ao contrário do que prega, apoiou o Hugo Chaves e Maduro a implementar o terrível plano que se encontra a Venezuela, é um ladrão e condenado de fato. Não pela direita e sim pela Justiça. Até fundadores do PT notórios criticam o populismo que se tornou o Lulopetismos, se ajuntou com Sarney, PMDB, Sergio Cabral e outros ladroes, é este o cara? Criou a maior dívida pública da história do Brasil, provocou os maiores crescimentos negativos da história -7% 2015/6

  2. Paulo disse:

    Meio perdido? Estão mais perdidos que cego em tiroteio. Especular com Parente ou, pior, Huck, demonstra o menoscabo dessa gente para com o povo brasileiro. E a humilhação da própria classe política. Falta-nos estadistas.

  3. walter disse:

    Este FHC caro Kennedy, demonstra, que a idade não o fez sábio; até outro Dia, nem lembrado era pelo partido, graças as suas lambanças, no segundo mandato forçado e inaugurado por ele, foi possível o crescimento do lula; por esta e por outras, joga para a plateia, defendendo o lula em certas questões; um sujeito que deveria respeitar o presidente do partido; esta retaliação, é a cara dos poderes negros que existem dentro do psdb; são todos os citados na lava jato…não há plano B…quem tem a maquina nas mãos, é o Alkimin…se viessem a cogitar tal fato, o melhor de votos no partido HJ e por enquanto, é o Dória, que vem pisando na bola…os mortos vivos do partido, não se conformam em perder o poder para os mais jovens…

  4. BRAGA BH disse:

    Todas as candidaturas, de todas as legendas giram em torno do nome de Lula. É aquele que precisa ser batido, necessita ser vencido. Se não for no tapetão (TRF4) que seja com a união de todas as forças possíveis e imaginárias para derrotá-lo. A Jararaca ainda deixa muitos sem dormir..!!

    • Carlos Printel disse:

      Com o estrago que o governo lulista fez? Lula deixou a boa parte do povo brasileiro , sem dormir, sem emprego, sem empresa, sem pagar as contas e sem esperança.

      • BRAGA BH disse:

        É meu amigo me desculpe a réplica mas você é um doutrinado da mídia tupiniquim!! Qualquer argumento que possa usar com vc, não terá efeito algum!!

  5. JESSÉ DE MOURA ROCHA. disse:

    Que saudades de alguns fundadores tucanos dos primórdios da agremiação. Freitas Nobre,Franco Montouro,Mario Covas, Camilo Calazans, dentre outros. FHC também é uma lenda viva e cacique do partido, mas, tem deixado o ninho do tucanato e a política brasileira com saudades de vozes coerentes. Ele (FHC) comandou esta nação por dois mandatos. O povo não esquece do Salário mínimo de 64 dólares, a despeito de ser ele um sociólogo. Acho que não faltam nomes no partido, falta sim, coerência entre as letras mortas da lei interna com a verdadeira intenção dos atuais caciques que têm demonstrado escancaradamente, falta de pudor político e principalmente, falta de comando no partido para encontrarem um nome que una o PSDB e encontre uma saída para o país que ressente muito de estadistas que já não se vê mais neste país. Ver Luciano Hulk como saída é o fim da picada.

    • Sebastiao Augusto Canabrava disse:

      Comentario lucido, Sr Jesse.
      Quando vemos um comentario assim, da’ vontade de nunca ter lido um comentario escrito pelo SR Walter. Quanta asneira.

  6. PAZRPF disse:

    jair Bolsonaro, caro Kennedy, é o único confiável de todos os nomes citados por sua coluna. Defende ideias liberais quanto a questões econômicas e ortodoxas no que tange aos costumes de uma sociedade corrupta como a nossa. Ele sim é o nome dessa próxima eleição. Patriota e honesto, tem sido acompanhado e aclamado por onde anda, muito diferente de todos os outros candidatos. jair Bolsonaro não é voto de protesto, é a oportunidade de mudanças de paradigmas políticos de venda de cargos de primeiro, segundo, terceiro e tantos outros escalões de incompetentes cabos eleitorais que inflam as estatais.
    É melhor jair se acostumando!

    • Sebastiao Augusto Canabrava disse:

      Cara, procure se informar. Leia mais. Mas nao beba somente numa fonte (nao leia apenas um jornal, visite todas os sites de jornais), pesquise mais. Certifique-se da sua escolha agora para nao se arrepender no fututo. Leia a historia da eleicao de Fernando Collor, o ultimo salvador da patria que chegou ao poder. Tente tirar alguma licao daquela eleicao.
      Sem ressentimentos, por favor.

  7. Edmilson disse:

    Se não derrubarem o LULA na justiça, não tem jeito na urna só dar LULA.
    Lula tem a carta na manga a justiça não pode derrubá-lo, lembram quando ele falou que o STF era acovardado que os ministros do STF calaram, nenhum comentário foi feito.

  8. Leticia Nunes disse:

    Como diz o ditado: os que virão depois de mim, me farão melhor.
    É isso que vai acontecer com o Alckmin, um exemplo de politico.
    Estado de SP é um dos poucos que esta com as contas no azul, tudo controlado, e se desenvolvendo.
    Vai ser igual a prefeitura de SJC – tinha um prefeito otimo… ai tiveram que eleger um cara que deixou a cidade com 200Milhoes de divida, para lembrar como o outro era bom.
    Alckmin seria um excelente presidente… mas os vagals nao querem.. porque sabem que Alckmin vai apertar o cinto e fazer a coisa certa.
    E nesse país, quem quer fazer a coisa certa?

  9. alex disse:

    Inacreditável o que Aecim fez neste partido… Jesus! Acabou com a sigla. Estão mais perdidos do que cachorro em dia de mudança! Dá pra entender pq PSDB, direita, parte da “justissa”, setores da mídia etc estão desesperados com a ascensão so Sapo Barbudo. O PSDB, o DEM e o próprio PMDB não têm quadros hoje para destruir a candidatura do PT. Só no Golpe, na porrada etc. Democraticamente, o próximo presidente é o Lula. Pode chorar, reclamar, vociferar, brigar etc. Na Urna é Lula!

  10. ANDRE disse:

    Já algum tempo no Brasil está muito difícil delimitar quem é centro, quem é direita ou quem é esquerda. O PSDB que outrora erá centro, tem um discurso muito próximo da direita (as vezes até da extrema direita), não vejo muita diferença entre Bolsonaro e Dória por exemplo. O PT que outrora era esquerda, nos mandatos de Lula e Dilma, foi centro, fato claramente comprovado pelas suas alianças e política econômica. O PMDB, este não mudou, continua amórfico, um amontoado de políticos com interesses diversos, construído no fisiologismo. Claro mesmo só os extremos de esquerda e direita, (Bolsonaro como representante desta), que não fariam bem ao país.

  11. Marcus disse:

    “FHC é um dos maiores incentivadores da eventual entrada de Huck na política.”

    Ou seja: Não importa se o cabra tem capacidade administrativa/política, o que importa é que angarie votos. Essa é a política nacional,esse é o país do Tiririca.

    Mas palhaços, realmente, somos nós.

  12. Fabio disse:

    Não voto em nenhum tucano e quando ao Parente, esse deveria estar preso por ser um traidor da Patria.

  13. Leonardo disse:

    Estamos diante de uma catástrofe, que chamamos de política neste país, com um poder de retrocesso, que jamais conseguirei entender, na minha humilde existência de brasileiro comum.
    Uma democracia anarquista, onde beneficia uma classe medíocre de falsos líderes, travestidos de políticos, brincando com o poder para benefício próprio, sem se quer sensibilizar com a carência de uma população ao seu redor.
    O passado já se foi…
    O presente nos roubaram, como pirulito na mão de uma criança…
    O futuro nos aguarda, sem esperança, nenhuma perspectiva…
    Ao Lula os parabéns, por ter feito um governo, pior que o FHC.
    Ao povo, que já está com o resultado das urnas apurados com tanta antecedência, vai o recado da bola de cristal:
    – O que tem de ser ajustado neste país, é o voto popular…

    Abçs!

  14. Hercílio Neto disse:

    O PSDB semeou uma tempestade para tirar do poder a Presidente Dilma. Para que a tempestade fosse forte o suficiente, não tiveram pudor em aliar-se com a políticos da pior espécie, como Eduardo Cunha e Michel Temer. A tempestade foi forte suficiente para derrubar Dilma mas simplesmente arrasou o com próprio PSDB, que agora, foi descartado solenemente pelas forças de direita.
    O PSDB idealizou o golpe. Agora está pagando a conta.

    • p/Hercílio Neto: Lula, Temer, Aécio, Renan, Jucá, Jader Barbalho, Marun, Cunha, Cabral... unidos para sempre! disse:

      Caro Hercílio, estava claro que com a retirada da quadrilha do PT do poder, entraria outra quadrilha! Os brasileiros conscientes sabiam que outra luta se iniciaria, contra outra quadrilha no poder, pois tanto PT, quanto PMDB, PSDB e a maioria dos outros “P” eram tudo farinha do mesmo saco. Mas era preciso um fôlego, por assim dizer. O primordial era a Lava Jato continuar até atingir todas as quadrilhas travestidas de partidos políticos. O que não se esperava é que os corruptos formassem um grupo de “disenterias verbais e decrepitudes morais” para proteção aos bandidos com foro privilegiado dentro do STF. É isso que tem retardado a cadeia da ladrãozada das outras quadrilhas. Mas a cadeia virá, não celeremente como deveria, mas virá: o estancamento da sangria, preconizado pelo corrupto Romero Jucá, não o livrará, nem a Temer, Aécio, Renan, Jader Barbalho, Marun etc etc etc, da justa cadeia que merecem. O início há de ser em 24 de janeiro, com Lula na cadeia!

  15. Gilberto disse:

    Pode escolher qualquer candidato, o resultado já estará programado nas urnas. Por isso não aprovam o voto impresso.

  16. Stanislaw: O “ÍNDICE DE REJEIÇÃO” É A PROVA DO ZELO QUE O ELEITOR TERÁ NAS ELEIÇÕES DE 2018! disse:

    Os partidos políticos penam para achar candidato a Presidente da República! E tal dificuldade (sabem, mas não confessam), é o envolvimento com corrupção e, ou, incapacidade para o cargo. Sabem que o povo vai pesar com zelo a “vida pregressa” do candidato. Não a vida pregressa aprovada com o carimbo dos corruptos, mas pelo eleitor. Observe-se o fato de Lula, o primeiro nas pesquisas (afinal em terra de cego quem tem um olho é rei), tem o maior “ÍNDICE DE REJEIÇÃO” – efeito claro do “zelo” carimbado pelo eleitor – zelo com claro reflexo do efeito “Mensalão e Petrolão”! Os cretinos sabem disso, mas não ousam “falar do assunto”. Ninguém exalta um candidato por vida ilibada, não comprometida com corruptos, roubalheiras e coisas afins! E há, no meio político, gente proba, não comprometida com a corrupção – por isso mesmo obscurecida por estar sempre em discordância com as quadrilhas de ladrões dos cofres públicos, travestidas de partidos políticos!

  17. Hermes Coelho disse:

    O Luciano Hulk nao e louco pra entrar no meio desses mafiosos, que perdem a familia, amigos e a dignidade por esse maldito pseudo poder

  18. Nidio disse:

    Todo brasileiro, trabalhador honesto, cumpridor de seus deveres como cidadão, patriota e que quer o bem para o nosso país, está aguardando o grande momento do ano de 2018, que é ver o sujeito Lula. ”NA CADEIA”

    • p/Nídio. disse:

      É isso mesmo, Nídio. E o Judiciário do país não poderia fazer melhor para o país, a partir de 24 DE JANEIRO DE 2018, do que, após colocar definitivamente Lula na cadeia, tomar as devidas providências, COM URGÊNCIA, para fazer o mesmo com Renan, Jucá, Temer, Aécio, Jader Barbalho, Padilha, Moreira Franco, Gleisi Hoffman, Paulo Bernardo e todos os semelhantes a esses, investigados, processados, réus, condenados, do cenário político nacional! O STF, principalmente, com tantos ladrões sob o foro privilegiado, não deveria continuar envergonhando a Justiça do país, mantendo tanto bandido solto!

  19. maiara santos disse:

    Contrariando a frase do Tiririca se o Lula ganhar, pior do que tá fica sim.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2018-07-19 04:40:53