aki

cadastre-se aqui
aki
Política
29-11-2017, 8h15

De novo, reforma da Previdência pode morrer na praia

Setores do PSDB e do Centrão boicotam nova proposta
25

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

A nova proposta de reforma da Previdência corre o risco de morrer na praia. O PSDB está reticente. Setores do Centrão também.

O Congresso se comporta de forma irresponsável. O país precisa de uma reforma da Previdência. A atual proposta é razoável. Até a oposição sabe disso. Ela será cobrada pela História por se opor a uma mudança necessária neste momento. Mas não cabe a ela arrumar os votos. Cabe ao governo.

Nesse contexto, está em cartaz o velho filme fisiológico misturado a oportunismo político. Setores do Centrão querem mais benesses oficiais, num quadro de extrema penúria orçamentária e alto deficit público.

Segmentos do PSDB estão sendo oportunistas. O partido faz o discurso de defensor das reformas, mas muitos tucanos agem contra a proposta de mudança na Previdência por cálculo político e eleitoral. Tiraram proveito do governo Temer até agora, ocupando ministérios, mas querem romper para tentar melhorar a imagem.

Há um claro fator eleitoral, que é o boicote tucano a um projeto que possa trazer ganho político ao presidente Michel Temer e ao ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. Também pesa a defesa do corporativismo. Tucanos reforçam o lobby de setores do funcionalismo público contra a reforma.

A janela para votar essa proposta de mudar a Previdência está se fechando. Se não passar na Câmara na primeira quinzena de dezembro, será mais difícil votá-la em 2018, que é ano eleitoral.

Sem a reforma, o próximo governo terá um quadro fiscal ainda mais complicado. Isso sempre prejudica com mais força os mais pobres, porque ricos e privilegiados conseguem marcar com facilidade café da manhã com autoridades para defender os seus interesses.

Comentários
25
  1. CARLOS AUGUSTO DA SILVA SOARES disse:

    O Brasil não vai acabar se a reforma não for aprovada agora. Vamos deixar essa mudança tão brusca e séria na vida dos brasileiros a cargo de um governo que tenha legitimidade para tal.

    • walter disse:

      Esta muito claro Carlos Augusto, o PT continuará por tabela, nos fazendo muito mal; abriu a porteira aos infelizes “malacos” do PMDB; estão manobrando conforme as ondas, não estão nem aí, não foram eleitos para presidir o País…pior, se o temer realmente achar que não tem chances de indicar, ou ser o candidato a reeleição…será o pior dos piores, vai abrir a porteira, para todos os oportunistas disponíveis…não tem compromisso com a lisura; se a reforma da previdência sair, será a forceps; estará toda deformada, sem clareza de proposito; estamos vegetando, sem justiça de fato…

      • Luis Claudio disse:

        Nada a favor do PT, que tem sim culpa e responsabilidade pela crise ética, moral e política que se instalou no país. Mas querer fazer crer que foi só o PT quem colocou o PMDB no governo é faltar com a verdade. Quais eram os partidos que apoiavam os governos Sarney, Collor, Itamar, FHC, Lula, Dilma e Temer? Em qual desses governos essa laia do PMDB foi oposição? Todas essas grandes legendas têm culpa no cartório, mas tem gente que ainda quer fazer crer que os “seus” bandidos são melhores que os bandidos “dos outros”.

        • FABIO disse:

          Walter, seria bom que todos os culpados por desmandos fossem punidos, mas por enquanto isso não tem ocorrido. Há um lado que sequer é investigado (pelo jeito para sua alegria).

          • walter disse:

            Caro Fabio, sem qualquer dúvida, mas o poder esta concentrado em muitos canalhas, que se aproveitaram, com a abertura promovida pelo lula e seus pares incompetentes, permitindo que o PMDB mantivesse, o poder que sempre teve; com a destituição da dilma, a cama já estava armada. Nossa ansiedade neste momento, é de justiça a qualquer custo, mas o melhor que podemos, é acreditar que as forças do bem, surgiram de onde menos esperamos; nem todos são totalmente isentos, mas poderão sim, fazer diferença, diante de um NOVO possível eleito que tenha sangue nos olhos…não podemos acreditar em velhas raposas; vamos arriscar com sangue novo de verdade, já que não tem partido velho, que não tenha rabo preso; como pode um político estar milionario, com o salário de parlamentar; precisamos mudar certas regras, a crimes contra o País…desta forma enquadraremos quem conseguiu dinheiro fácil, diante dos escambos comprovados.

          • FABIO disse:

            Walter, quem é o novo com sangue nos olhos e competência para mudar o Brasil?

    • Saulo de Souza disse:

      Perfeito Carlos Augusto, a reforma deve ser proposta por um governo, que tenha legitimidade para propor, com ajustes no judiciário, nos militares, no legislativo e no setor público, mas ela tem que ser debatida com todos os seguimentos da sociedade!

  2. Joel disse:

    Primeiro quanto ao déficit, ele não existe, pq na verdade quando se olha as tabelas de arrecadação e gastos Seguridade Social, que engloba Previdência Social, Saúde e Assist. Social, temos várias outras formas de arrecadação que são simplesmente suprimidas, como por exemplo: Cofins, Pis/Pasep e CSLL.

    Se considerar os anos de 2013, 2014 e 2015, através de dados do governo, ocorreu um superávit de mais de 140 Bilhões.

    Outro ponto, o governo promove renúncias, isenções e desonerações fiscais, o que retirou mais de 230 bilhões da Seguridade Social de 2010 a 2015. Ou seja, o dinheiro é movido para atender outros interesses.

    Ainda temos que considerar a dívida que em 2015 ultrapassava 350 bilhões e da falta de eficácia na cobrança.

    Agora prejudicar as pessoas físicas que contribuem, não resolve nada, pois os verdadeiros problemas vão continuar.

  3. PROBLEMA DA PREVIDÊNCIA É FÁCIL RESOLVER: VERGONHA NA CARA NOS SENADORES E DEPUTADOS FEDERAIS! disse:

    PROBLEMA DA PREVIDÊNCIA É FÁCIL RESOLVER: VERGONHA NA CARA NOS SENADORES E DEPUTADOS FEDERAIS!

    Seu Temer, o problema da previdência se resolve com a “equiparação das aposentadorias do funcionalismo público e da iniciativa privada”! Mexa nas aposentadorias do funcionalismo público e acabe com todas as mordomias do Executivo, Legislativo e Judiciário e estarão resolvidos os problemas da Previdência! Acabe com todas as mordomias, fazendo todos “serem iguais perante a lei”! O resto é conversa fiada e acordão com corruptos travestidos de deputados e senadores!

    • Vânia Zani disse:

      Então os empregados da iniciativa privada devem contribuir pelo teto de seus salários. Que justiça é essa: querem recolher menos e ganhar a mesma aposentadoria de quem paga muito mais? Além de que os servidores públicos continuam pagando previdência depois de aposentados e os empregados da iniciativa privada não. Ah! Eles também ganham FGTS e os servidores públicos não. De onde vem tanta opinião absurda?

      • p/Vânia Zani. disse:

        Com todo o meu respeito, Vânia Zani, os da iniciativa privada não contribuem pelo teto de seus salários? Eu não sabia. Sei que a média das aposentadorias da iniciativa privada SIC é de 1200 reais… quanto é a dos funcionalismo público? SIC é de 9000 mil! Eu falei “média”… é mais do que sabido que a “maioria” do funcionalismo público não tem salário astronômico e mordomias absurdas, mas a parcela que tem, afeta muito a Previdência. Ninguém deseja prejudicar ninguém, Vânia, apenas precisamos iniciar um tempo de mais igualdade social. É a lei que diz que todos são iguais… é a nossa Constituição! Quem deturpou isso, bagunçou tudo, foram os corruptos governantes e políticos, durante décadas. Mas nunca é tarde para se consertar… que bom seria um “concerto” formado pelos salários da iniciativa privada e funcionalismo público, não?

      • Alex disse:

        Os trabalhadores privados, mesmo contribuindo com o teto, se aposentam com no máximo 5mil e uns quebrados, sendo que na sua grande maioria, acredito que 90%, se aposentam com no máximo 2 salários mínimos. por outro lado, os funcionários públicos se aposentam com 5, 10, 15,20,30 ou até mais, fora as mamatas (vide nossa ministra escrava!!!…Ohhh coitada!!!!). A diferença é ABSURDA!!! Tem que igualar sim!!! Outra coisa…o FGTS sai do bolso do trabalhador e do empregador e fica rendendo miséria a vida inteira na CEF. Seria muito melhor esta grana no meu bolso e eu decido como e onde aplicar ou o que fazer com ela.

  4. Luis Schmidt disse:

    Não, Kennedy.
    O Congresso não se comporta de forma irresponsável.
    A atual proposta não é razoável.
    Vejamos, o projeto de reforma está sendo feito à toque de caixa, por um governo que não foi eleito e ela não foi discutida com a sociedade.
    É um projeto ruim.
    Não acaba com os privilégios do funcionalismo pré-2003.
    Sacrifica enormemente os servidores que tomaram posse depois de 2003.
    Piora a situação para todos do regime geral. Por quê? Hoje, a regra do benefício é a média dos 80% maiores salários. Pela proposta o benefício será resultado da média geral, o que vai diminuir a aposentadoria de todos. Ou seja, não acaba com privilégios, nivela todos por baixo.
    Prejudica as pensionistas. Em suma, não é uma proposta boa.
    O pior é que grande parte da mídia defende a aprovação açodada do projeto. O parlamentar não pode emendar a proposta? O governo está de braços dados com o mercado e com parte da imprensa.
    Sim, a previdência precisa mudar, mas com mais debate e por um governo eleito.

    • ADILSON SALVADOR disse:

      Errado teu comentario, bom ou pessimo o temer foi eleito sim como vice da dilmanta, porém a reforma e necessaria (embora eu com 52 tenha prejuizos COM ELA). nao se conserta erros de 100 anos na prmeira reforma o funcionalismo vai berrar eles sao fortes e organizados e te parentes no congresso entao pra nao sobrar para os demais tem de fazer aos poucos mesmo essa mudança e transformacao de publico e privado se tornar iguais perante o INSS.

    • Renato disse:

      Não meu amigo.. os de antes de 2003 não possuem privilégio nenhum.. é que eles, eu incluido, recolhem uma fortuna para sua (e minha) previdencia. Por tudo que contribui nos ultimos 24 anos, mais o que o governo deveria ter depositado num fundo como sendo o emnpregador, eu deveria ter uns R$ 4 milhoes de reais.É isso mesmo que vc leu.. 4 mjilhões em apenas 24 anos. Colocando num fundo de renda fixa e tirando 0,5% dos juros eu poderia viver com R$ 20 mil reais pelo resto da minha vida. E daria esta bela herança a meus filhos e netos. Vocês estão sendo enganados.. ou morrem de inveja de quem estudou muito para chegar onde cheguei

      • Sebastiao Canabrava disse:

        Nao. Eu nao vou morrer de inveja. Mas, voce e’ um privilegiado e os demais nao privilegiados querem tirar (ou pelo menos, diminuir seus privilegios). Voce acha que, por que passou num concurso (ou talvez nao: muitos funcionarios publicos assim se tornaram por apadrinhamento) adquire o direito de ter privilegios, sugando os menos favorecidos? Que egoismo e’ este? Eu tenho 51, trabalho desde os dezoito. Se usar os seus calculos, tambem tenho uma bolada de credito que daria para me aposentar com um bom salario (nao igual ao seu, logico), mas com uma diferenca: voce clama a parte que o governo teria que depositar no seu fundo e no meu caso, o governo nao deposita nada. Vejo que seu pensamento e’ muito justo, nao?

  5. Antonio disse:

    A verdade é que funcionalismo publico, sindicatos, judiciários etc. querem continuar se aposentado com 50 anos, salario integral (10, 20 30.000 reais) pois se acham acima dos seus escravos (trabalhadores privados) que terão que se aposentar com 65 anos, com salários minguados. Não têm consciência, pra mim, iguais a bandidos. Todos os animais são iguais, porem os porcos são mais iguais que os outros (George Orwell).

  6. Maria Fontana disse:

    Essa Reforma da Previdência não pode ser votada de maneira nenhuma por esse governo e esse congresso contra mais de 90% do povo. Não é necessária nenhuma reforma na previdência. É necessário isso sim fazer rico (banqueiro, grandes empresários e ruralistas, além de políticos corruptos) pagarem impostos e suas dívidas com a previdência, além de pararem de desviar recursos da seguridade fiscal para outros fins. Porque ao invés de superávit primário, não impõe um limite de gasto do orçamento com juros da dívida, que consome metade do que o Brasil arrecada todos os anos, porque cobra juros de agiota? Isso não é democracia. Nenhum desses deputados eleitos faz quase quatro anos defendeu arrebentar com a aposentadoria. Se tivesse defendido, não seria eleito.
    Votar essa reforma, além de ser mais uma mega transferencia de renda dos pobres para os banqueiros, é antidemocrático. Isso aí (esse Congresso) não devia representar o povo? Pois não representa. E o “mercado” exerce uma ditadura

  7. Elcio Ferreira disse:

    Prezado Kennedy,

    Enquanto o governo não divulgar a verdade dos números da previdência, esta reforma é uma afronta a quem trabalha, como já foi um crime a tal reforma trabalhista. Reforma é melhorar o que tá ruim, o que é prá destruir é demolição. Este desgoverno está fazendo demolição e não reforma. Quando mostrarem a verdade e cessarem as mentiras, debaterem com a sociedade, talvez saia alguma reforma, imposta pelos banqueiros ninguém apoia.

  8. Paulo Yönten disse:

    Por essas e outras o ideal seria antecipar as eleições de 2018. Apenas um novo governo, saído da vontade das urnas após um debate sobre projetos para o futuro do Brasil pode fazer uma reforma que não precise ser remendada em pouco anos – como esse desgoverno já admitiu que precisará ser feita pois sua “reforma” não passa de um puxadinho.

  9. Reginaldo Silva disse:

    Se esse governo e outros que passaram, não fosse conivente com a corrupção dos empresários que sonegam a previdência, não precisaria agora dessas reformas.
    É simples resolver o deficit da previdência, cobra das altas empresas deste país as dividas com o INSS, que vai sobrar dinheiro pra Saúde, Educação, Segurança e muito mais.
    Agora um governo corrupto que só pensa em arrochar os mais pobres, não vai ter coragem de arrochar quem banca eles no poder( bancos, tv´s, grandes empresas, prefeituras, governos estaduais, etc ) É
    só o governo cobrar com juros e multa á quem lhe deve, é assim que o governo faz com os pequenos empresários (ME).

  10. Nelson Endo disse:

    Irresponsavel sim caso aprove desta maneira, sempre prejudicando o setor privado, aceitamos a reforma da previdencia, desde que nenhuma setor publico fique de fora, digo todos, judiciário, legislativo, executivo, militares, força armadas, estadual, municipal, estatais e assim por diante, a regra que valer para o setor privado vale para todas as demais, sem tirar ou acrescentar nada. Ou então fazer uma reforma da previdencia igualando os direitos do setor publico para os privados.Isso creio jamais aceitarão, imagine nós recebendo os mesmos privilegios do setor publico, que beleza.
    Esta reforma prejudica de forma cruel a classe trabalhadora, principalmente o trabalhador que iniciou no mercado de trabalho muito cedo. Não retirar privilégios e não fazer uma reforma justa. Prejudicando muitos e detrimentos de poucos.

  11. José Vidigal disse:

    Irresponsabilidade é fazer uma reforma de tal magnitude, que tanto afeta a vida dos trabalhadores brasileiros, de forma açodada e sem maiores discussões. A mídia promove apenas o discurso oficial, como se o Brasil fosse acabar ano que vem. O PSDB agiu mal foi quando ajudou a extinguir o fator previdenciário com intuito apenas de derrubar o Governo Dilma. Além disso, quem autorizou este governo corrupto e sem votos a fazer a reforma da previdência? Parem de anunciar o fim do mundo p enquanto, ao mesmo tempo, promovem refis escandalosos e desonerações indecentes, são lenientes para cobrar grandes devedores e para fiscalizar sonegadores. O Brasil está mudando, não somos mais como crédulos camponeses. O DISCURSO ÚNICO NÃO COLA MAIS.

  12. VIVA A LAVA JATO E VIVA A RESPOSTA DO ELEITOR AOS CORRUPTOS, NAS URNAS EM 2018! disse:

    Num país onde o salário mínimo é de 937 reais, um deputado, senador, juiz, promotor etc ganha 33 mil reais por mês (mais que 1 salário mínimo “POR DIA”); mais mordomias, prêmios, auxílios de todo tipo, chegando a triplicar o salário! Olha a quantidade de “cafés da manhã, almoços, jantares” que o presidente faz quase todos os dias, para fazerem “acertos”! Por que tais reuniões não são feitas com “cafezinho e água”? Esses corruptos não têm o menor zelo pelo dinheiro público, é só gastança de todo tipo para os contribuintes pagarem a conta, através dos impostos exorbitantes. Não bastasse tanta ignomínia ainda roubam os cofres públicos! Há países onde os ministros, deputados, senadores, andam de ônibus, têm apartamentos funcionais durante seus mandatos “E SE ROUBAM VÃO PARA A CADEIA”! Está faltando em nosso país “vergonha na cara”, a começar pelo povo, que aceita tanta vergonha! Precisamos dar o troco aos corruptos, pelas urnas, em 2018!

  13. Ângelo Albérico Alvarenga disse:

    Estou começando a perceber que a reforma da previdência está sendo o “Bode expiatório” para desviar a atenção de todos os brasileiros que vinham cobrando a moralidade dos nossos dirigentes, os quais estavam se sentindo muito ameaçados com todas as investigações e descobertas de roubos e falcatruas de toda natureza. Com a reforma da previdência os políticos estão fazendo um “joguinho” com a população, “os contras” x “os a favor”, ou seja, eles querem é que a população se divida e comece uma briga interna para deixá-los em Paz e que eles possam continuar fazendo bem o que sabem fazer: “Roubar a Nação”. PENSEM NISSO!!!!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2017-12-17 23:06:11