aki

cadastre-se aqui
aki
Política
13-09-2017, 21h50

Janot ganha round, mas pode perder luta da JBS

Lula escorrega ao atacar pessoalmente Palocci, que antes elogiava
2

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, teve uma vitória dupla hoje no STF (Supremo Tribunal Federal). A corte não o considerou suspeito para investigar Temer. Também não impediu Janot de vir a denunciar o presidente, como queria a defesa do peemedebista.

O julgamento não terminou em relação a essa segunda parte, mas a maioria dos ministros tende a seguir a opinião do colega Marco Aurélio Mello, que disse que a Justiça não pode interferir no poder do Ministério Público de praticar um ato que é sua atribuição, como apresentar uma denúncia.

Ou seja, o STF pode averiguar se a denúncia é válida quando ela chegar ao tribunal, mas não pode suspendê-la, como queria a defesa de Temer.

Janot venceu o round, mas pode perder a luta da JBS. Houve más notícias hoje para o procurador-geral da República. O ministro Gilmar Mendes mostrou falhas do acordo de delação da JBS que podem, sim, levar ao questionamento da validade de provas.

A Polícia Federal encontrou mais evidências de que Marcelo Miller orientou mesmo a defesa da JBS quando ainda era procurador da República. Isso mostra que Janot foi enganado, o que o enfraquece na reta final do mandato na Procuradoria Geral da República.

As revelações sobre essa colaboração premiada têm aumentado a chance de uma rescisão, parcial ou total, do acordo. Descobertas indicam que Joesley Batista tem cada vez menos trunfos a negociar para tentar manter de pé algum acordo. Vai entregar quem? Donald Trump?

A futura procuradora-geral da República, Raquel Dodge, que sucederá Janot a partir do próximo dia 18, receberá um grande abacaxi para descascar.

*

Amadorismo

O ministro Henrique Meirelles (Fazenda) teve de negar numa rede social que seja pré-candidato à Presidência. Foi um gesto a fim de abafar a repercussão do almoço no qual foi convidado pelo líder do PSD para disputar o Palácio do Planalto.

O presidente Michel Temer ficou contrariado. Acha que Meirelles agiu de forma precipitada, porque, no almoço, sorriu diante do convite. Ou seja, estimulou uma especulação que é ruim para quem está no comando da economia.

Meirelles está preocupado com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o prefeito da capital paulista, João Doria, que já se movimentam para disputar um eleitorado do campo político governista. Com medo de ficar para trás, Meirelles cometeu um erro político e teve de recuar.

*

Escorregada e aspereza

Na CBN à noite, houve uma avaliação de trechos do depoimento de Lula. A impressão inicial foi de um duelo mais áspero tanto da parte de Lula como de Moro.

O ex-presidente escorregou ao chamar Palocci de dissimulado. Há pouco tempo o elogiava. Lula tem o direito de dizer que Palocci está mentindo para obter benefícios numa delação, mas entrar em considerações a respeito do caráter é contraditório com elogios que ele fazia ao ex-ministro.

Também é correto demandar provas. O PT faz esse discurso político, mas ele tem legitimidade num princípio do direito, o de que o ônus da prova cabe ao acusador.

Amanhã de manhã, no “Jornal da CBN”, será feito um novo comentário após todo o depoimento ser visto, a fim de tentar evitar cometer injustiça ou deixar de destacar aspectos mais relevantes.

Veja os temas do “SBT Brasil”:

Ouça o comentário na rádio CBN:

Comentários
2
  1. walter disse:

    Caro Kennedy, nenhum procurador da republica, seria prejudicado pelo supremo, por questões óbvias; melhor exemplo foi do Marco Aurelio, é evidente que o governo, esta exorbitando, contra a justiça; quanto ao Gilmar, o rei do contraditório, quer sempre melar qualquer ação da lava jato; sente se sub julgado, por defender os inimigos do estado; por ele mesmo, a possibilidade, de ter sido gravado, pelo JBS; contraria a justiça, encima de alternativas jurídicas velhas e descabidas, já que o caso dele, com relação a suspeição, esta na gaveta da Carmem lucia…o janot sai com a alma lavada, já que não seguirá depois desta semana, se perder depois, não é mais problema dele; quem terá que defender a causa, é a Dodge…com relação ao Lula, tentou ser ameno, com um tom mais duro sem se aceder, mas ali, não tem jeito; vai mentir assim no inferno; o sujeito quis desqualificar o Palocci, que até então, foi seu “pai e mãe”; só lhe resta apelar, será condenado mais uma vez, com menos Moral…

  2. BRAGA BH disse:

    Não defendo corruptos! Não defendo corruptores! Defendo o que está escrito na Carta Magna que diz que TODOS NÓS somos inocentes até que se PROVE o contrário. Acho que esqueceram de colocar um parentese na frente da frase (Não serve para o Lula!). O que estamos vendo e é isso que o jornalista também confirma é um disse que me disse. Qualquer um que esteja preso ou é investigado, se falar qualquer asneira que porventura o alvo seja Lula, já serve.
    Fico rindo até as orelhas quando acontece algo fora do script como a reporter da Venus Platinada pergunta a um Professor de Direito o que falta no Processo do Lula? Resposta curta, grossa e na lata: PROVAS!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2017-09-25 21:24:23