aki

cadastre-se aqui
aki
Política
12-07-2017, 8h02

Maia erra e implode acordo trabalhista de Temer

Gesto mostra mais descolamento de Temer e fragiliza governo
18

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, implode um acordo político feito pelo governo ao dizer que engavetará futura medida provisória de Michel Temer que suavize pontos da reforma trabalhista aprovada ontem no Senado.

Maia também comete um erro político, porque quebra um entendimento que viabilizou a aprovação da reforma. Isso é mau sinal na política.

Também é mais um indicativo de que o presidente da Câmara se movimenta de forma independente do governo e abraça uma agenda própria, de quem se candidata indiretamente ao lugar de Temer. Maia fez mais um gesto de descolamento de Temer.

A reforma trabalhista foi aprovada rapidamente e com o texto integral da Câmara, sem mudanças pelo Senado, porque o governo se comprometeu a editar a medida provisória alterando pontos do projeto, como proibir a liberação para que grávidas e lactantes trabalhem em locais insalubres e flexibilizar o imposto sindical, deixando de torná-lo obrigatório.

Engavetar a medida provisória agradará ao lobby empresarial, que foi o grande vencedor ontem, mas renderá contestações políticas a Maia. Ele dá um passo para se colocar como um fiador radical de reformas desejadas pelo mercado financeiro e o empresariado. Pode buscar uma candidatura presidencial como um candidato de direita que não tenha a inconsistência de Jair Bolsonaro e que seja menos dúbio do que os tucanos. Esse posicionamento vai atrair aliados, mas também inimigos.

Maia (DEM-RJ) alega que não participou do acordo para suavizar a reforma e que seria preciso parar de mentir no Brasil e aprovar projetos de mudança. No entanto, ele deveria ter dito isso antes da votação no Senado, já que invoca o argumento de que não se pode mentir mais no país. O partido dele, o DEM, também deveria ter abraçado essa posição publicamente.

O líder do DEM no Senado, Ronaldo Caiado (GO), criticou Maia. Disse que é inadmissível o presidente da Câmara ter dito isso após a aprovação do projeto. Até agora, pelo menos publicamente, o DEM faz parte da base de apoio do governo.

Mais: a trabalhista é uma reforma delicada. Os defensores afirmam que gerará emprego. Os críticos dizem que prejudicará os trabalhadores, porque direitos conquistados há décadas foram extintos e flexibilizados. Obviamente, é uma reforma que fragiliza os empregados na negociação com os empregadores.

A declaração de Maia mostra que as senadoras que protestaram ontem tinham razão. Um argumento apresentado por elas é que Temer não teria condição política de aprovar via medida provisória, por exemplo, a mudança em relação a grávidas e lactantes. Sem o apoio de Maia, que controla a pauta de votação da Câmara, vai vigorar a versão mais draconiana da reforma. Obviamente, é pior para os trabalhadores.

*

Descolamento

A aprovação da reforma trabalhista ajuda a estratégia de Temer para sobreviver no cargo, mas não resolve o problema. Teria sido um desastre para o presidente a rejeição da reforma, porque equivaleria a um diagnóstico de fim da força congressual, de fim de governo. Nesse sentido, a aprovação dá fôlego a Temer para continuar lutando.

Mas a decisão de Maia de engavetar a futura medida provisória do presidente, se for mantida, vai deixar Temer mal politicamente. Maia também tem sido um apoiador da agenda de reformas de Temer. Sinalizava ter compromisso com o presidente. Essa decisão de engavetar a MP enfraquece Temer.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

Comentários
18
  1. Wellington Alves disse:

    Essa direita é terrorista e não pode ter sossego. Heroínas foram as senadoras que tentaram impedir a votação dessa proposta demoníaca.

    • walter disse:

      Caro Wellington, as senadoras foram infelizes do começo ao FIM, em primeiro lugar, não representam as Mulheres de verdade deste País…não conseguiram gerar nada de novo, salvo a baixaria visível ontem…nada tenho contra o direito ao protesto, mas não é licito impedir o senado a FORÇA…isto não é democracia!!! Quanto a “Viva Alma” foi condenado, a pena deveria ser por 18 anos, já que o sitio que diz não ser dele, também tem suas impressões digitais…a bolsa subiu, e a manobra par incriminar o temer, esta caindo pelas tabelas…a reforma saiu, para o bem do País e as jogadas agressivas caro, não levam a nada…esta na hora de voltarem p/ as pranchetas…

  2. MARCELO ARIAS disse:

    Perguntas a Sergio Moro
    – Dr. Moro, como explicar que, em 27 audiências, nenhuma das 73 testemunhas disse que o Lula é ladrão?
    Serão todas imbecis ou elas são também corruptas?
    E as testemunhas da acusação também são idiotas ou cúmplices?
    – Dr. Moro, o Lula chegou a ter as chaves do triplex?
    – Dr. Moro, a Defesa provou documentalmente, extensivamente que esse apartamento não estava à disposição da OAS para dar ao Lula – o senhor levou em conta essa prova ou não veio ao caso?
    – Dr. Moro, em 2010 a Petrobras fez a maior emissão de valores na História das Bolsa de Valores do mundo.
    Para que isso acontecesse, suas contas foram examinadas por mais de vinte bancos, auditorias internacionais e escritórios de advocacia.
    O banco líder do lançamento foi o DONO do Itaú, do Dr. Roberto Setubal!
    E não encontraram nenhum ato irregular.
    Dr. Moro, estão todos esses – com o Dr. Setubal à frente! – o Dono do Banco ITAU e todos ou outros bancos não serão investigadoS?

    • roberto disse:

      É sério isso que vc postou? Afff

    • Luiz Gustavo disse:

      Caro Marcelo Arias, de acordo com a Lei 9.613/98 que tipifica o crime de lavagem de dinheiro, este se configura em uma de suas modalidades com a mera “ocultação” da propriedade de bens provenientes de infração penal. Portanto, o agente criminoso não precisa ter a propriedade registrada e “passada em cartório” ou as “chaves do imóvel” para praticar o crime de lavagem. Basta que ele a oculte. E além disso, independe da condenação do crime antecedente para configurar a lavagem de dinheiro, no caso o de corrupção. São infrações penais independentes.

  3. Érico disse:

    Maia e Temer acabam de lançar o feto aprendiz…….

  4. Fernando M.A. disse:

    Não acho que o engavetamento deixaria o Temer mal politicamente, mas deixa o próprio Maia, pois demonstra que não é confiável politicamente para ser eleito indiretamente, mostra que pode simplesmente ignorar todos os acordos feitos para chegar ao posto e que o interesse dele sobressai sobre os acordos da maioria, ou seja, criando um hipotético governo dele sobre o congresso, não com o congresso.

    • Fernando gedeon de sousa disse:

      fernando, o temer está com denuncia de corrupção, prestes a perder o cargo, você ainda fala que ele não está mal politicamente? em que mundo você está?

  5. juliano disse:

    Antes da Revolução Francesa em 1789 foi assim, o povo era pisoteado, passava fome, não tinha direitos e ainda ouvia da rainha Maria Antonieta, “se não têm pão comam brioche” e o resultado foram mais de 40.000 de cabeças cortadas. Nossas elites são os aristocratas da atualidade, e se imaginam numa época pré Revolução Francesa, onde reivindicar direitos mínimo era traição e merecia a Bastilha que foi o primeiro alvo dos franceses revoltosos. O povo sofre, não entende mas esta situação não dura para sempre, em determinado momento a paciência se esgota.

  6. jonas disse:

    Foi para isso que os trouxas foram usados como massa de manobra. Nada a ver com “combate à corrupção”. Parabéns patos da paulista, agora vocês e a família de vocês irão pagar o pato sem direito nenhum, enquanto a Fiesp sorri feliz depois de ter usado vocês.
    E a condenação do Lula ocorreu justamente hoje para fazer uma cortina de fumaça sobre o fim da CLT, e fazer os patos voltarem felizes à escravidão.

  7. walter disse:

    Seja lá como for caro Kennedy, o temer superou as expectativas…quanto ao Rodrigo Maia, sem querer privilegia a sociedade…o temer não tem que flexibilizar a reforma trabalhista…já tem concessões demais…facilitar a sindicatos não esta no contexto que importa…precisa agora, passar pela primeira faze der seu julgamento que é a CCJ e depois plenário da câmara…em seguida providenciar a reforma da previdência…se conseguir chegar até lá…terá outras acusações, sem provas cabais, vai poder seguir em frente, até 2018…só depende dele…ninguém tem mais força…

  8. Ronaldo disse:

    Maia é o amigo que tipos como temer merecem. Está tentando assar a batata do “amigo” visando ocupar sua vaga e até tentar uma vitória nas urnas em 2018, já que o único invencível pelo eleitorado acaba de ser condenado por quem tinha seu destino nas mãos e de quem se esperava tal procedimento. Ou seja, com as bênçãos de um eleitorado limitado, inculto e sem visão que não sabe o que poderia conseguir para seu futuro, continuaremos a ser um país de desonestos e agora de direita radical, a qual acredita que lugar de pobre é no cemitério e de ladrão nos mais altos cargos do país, seja ou não eleito pela população.

  9. Aquiles Nereu disse:

    Já foi tudo combinado para enganar os Senadores e prejudicar os trabalhadores! As grandes empresas agradecem

  10. Andre disse:

    Kennedy, a reforma trabalhista passou porque não precisava de 2/3 do senado, era um resultado esperado, muito mais pela pressão das empresas que financiaram as campanhas dos senhores senadores, do que pelo poder do presidente. A previdenciária da forma que este governo queria, está morta, graças a deus. Alguém falou da postura das senadoras, pois bem acho muito mais indigna e vergonhosa o troca-troca que está ocorrendo na comissão de justiça, parece que naquela casa se perdeu qualquer resquício de vergonha e a postura de Rodrigo Maia em relação à reforma trabalhista, só confirma isto. Dois pusilâmines o presidente Temer e o presidente da câmara Rodrigo Maia, e entre eles um partido de bufões, o PSDB.

  11. Andre disse:

    Vamos fazer uma menção honrosa a alguns ilustres que decidiram a sorte de trabalhadores ontem no senado, é uma lista de doer:

    Aécio Neves, Romero Jucá, Zezé Perrella, José Serra, Ronaldo Caiado, José Agripino, Edson Lobão, Antonio Anastasia, Garibaldi Alves, José Maranhão, Marta Suplicy, Magno Malta, Jader Barbalho.

    Basta fazer uma pequisa pelo nome de cada um deles para vermos as credenciais que estes senhores carregam e que tipo de políticos estão decidindo nossas vidas.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2017-07-24 17:30:03