aki

cadastre-se aqui
aki
Política
28-04-2017, 18h32

Nos bastidores, governo acha que greve foi expressiva

Temer não tem como recuar de agenda de reformas no Congresso
10

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

Nos bastidores, o governo tem uma avaliação diferente da feita publicamente. Acha que a greve geral desta sexta-feira, 28 de abril, foi um movimento expressivo, como já era esperado pelo próprio Palácio do Planalto. A paralisação se espalhou por todo o país e teve foco na oposição às reformas trabalhista e previdenciária.

A preocupação do presidente Michel Temer é dar argumentos para a base de apoio no Congresso de que, mesmo diante da oposição de parte da sociedade, é fundamental para o governo votar as duas reformas.

Temer não tem como recuar, apesar de estar ciente de que as dificuldades estão crescendo. O governo avalia ainda que a violência de parte dos manifestantes ajuda no discurso contra os opositores das reformas. É necessário registrar, porém, que houve excessos policiais.

*

Jogo de pressões

Numa reação aos aliados infiéis na votação da reforma trabalhista, articuladores políticos do governo dizem, reservadamente, que era preciso transmitir uma mensagem de endurecimento. Daí ter demitido indicados de deputados. No entanto, a intenção é tirar os cargos de alguns poucos parlamentares.

O governo não pode abrir mão de tentar convencer deputados reticentes. Não é prudente brigar com deputados que votaram contra a reforma trabalhista e que serão necessários na previdenciária, batalha ainda mais dura. Dado o recado, o governo mantém aberto o balcão para negociar cargos e emendas.

Assista aos temas do “SBT Brasil”:

Comentários
10
  1. walter disse:

    Caro Kennedy, o governo tem problemas com seus aliados; esta “greve”, não existiu, o que se viu foi vandalismo…a surpresa foi a adesão dos professores públicos e particulates; fica muito claro, como a Educação é tratada, neste País, cada vez pior…sujeitarem se a baderna promovida, por estas centrais sindicais, é muito triste para os professores.As reformas devem sair, para o bem e sobrevivência deste governo; falta pulso e isenção ao Temer como presidente; esperava se muito, afinal sua experiência de palanque, é maior que a dilma…enfim, esta muito prejudicado, sua avaliação só cai…Vão trazer o jogo de azar para o plenário, é uma saída…
    Os deputados indecisos, querem mais verba, o senadores da base, estão nas mãos do Renan, e Jucá, vão chantagear o governo, por verbas e benesses individuais…

  2. Andre disse:

    Meu caro Kennedy, se a greve foi um fracasso, como alarda o governo, então ele e o Doria não precisa se preocupar com as outras que virão, se estas paralisações todas que ocorreram no Brasil não os afetou. Ótimo. Nos deixem em paz então, para continuarmos a exercer o direito de greve e manifestação contras estas duas reformas, enquanto vemos a popularidade do Temer rumo a zero %. Aos parlamentares, lembro que em 2018, ocorre uma segunda manifestação da democracia, a maior de todas, o voto, e quando não forem eleitos, não poderão dizer que foi um fracasso o esforço dos opositores da reforma, pelo menos nisto.

  3. Andre disse:

    Duas respostas para dois comentários infelizes:
    Para o Arthur Maia, que disse que não vê nada de mais em se trabalhar até os 65 – Maia, você no seu mundo político, perdido em seu mandato de parlamentar, não sabe o que é trabalhar, tem um noção totalmente distorcida do que é trabalho. Faça uma experiência e trabalhe como estivador ou como um atendente de callcenter, vá para uma sala de crianças e tente alfabetiza-las, ou vá em uma viatura junto com um policial atrás de um bandido,talvez mude sua ideia.
    Para o Dória, que chamou manifestantes de vagabundos – Dória, vá trabalhar um pouco, para de gastar o seu tempo todo dizendo este comentários infelizes, destilando ódio, querendo aparecer, esta versão que você se transformou de um Trump piorado, não vai levar você a nada.
    Para vocês deixo a música palpite infeliz do Noel Rosa.

  4. Helio Lopes disse:

    Este governo e ilegal porque e corrupto , e tenta pressionar a justiça com suas manobras políticas pra alterar leis pra se safar de investigações que prova crimes cometidos pelo governo temer …as reformas propostas so prejudicam o trabalhador , diz que a previdencia tem um rombo enorme mas nunca propos uma auditoria pra divulgar o total que e arrecadado , mas pode ser mais de 400 bilhoes pra onde esta indo todo este dinheiro? E justo o trabalhador pagar pagar por isso?…

  5. mano disse:

    prezados: o governo errou na prioridade das reformas. Em primeiro lugar deveria jogar todas as fichas na reforma da previdência porque é esta que gera impacto de caixa mais rápido. A reforma trabalhista é mais polêmica e o pior, não se sabe o resultado que ela vai trazer no curto prazo. Do ponto de vista de arrecadação pode até ser negativa e quanto a criação de emprego tenho as minhas dúvidas. Os empresários querem pagar menos impostos e dinheiro barato para investir. Mão de obra barata por si só não aumenta produtividade, aliás pode até reduzir produtividade e qualidade. Lembando que este é um governo de curto prazo.

  6. Sinceramente, acho que quem promove badernas nas manifestações são infiltrados do próprio governo para desacreditar e desestimular participantes. Cai fora, Temer golpista e corrupto!

  7. mano disse:

    prezados: O Brasil quer ser país de primeiro mundo no papel (editando lei). Aqui tá faltando política de bem estar social para nivelar com o primeiro mundo. Desde 1988 só quem tem retorno no Brasil é BANQUEIRO, GRANDES EMPRESAS E POLÍTICO, que são contemplados com generosidades do governo e muita corrupção. Depois debita na conta da população trabalhadora. Na verdade, o governo acha que o povo brasileiro é ignorante, manipulável, imbecil e vagabundo. E aí, alguns “intelectuais” da mídia e do mercado tentam transformar movimento popular em ação populista. “Coisa de paízeco de terceiro mundo”. É importante viabilizar um debate sério!

  8. Ricardo disse:

    Eu NÃO confio nos deputados federais e senadores para fazerem qualquer reforma. Eu sou a favor de algumas reformas, PRINCIPALMENTE a política, tributária e penal (aqui no Brasil, até ASSASSINO fica pouco tempo na prisão, imaginem então corrupto), mas este Congresso obsoleto já deu provas que não está a altura da tarefa. Por exemplo, a reforma da Previdência, o cidadão pensa que a economia será revertida em investimentos em educação, segurança ou saúde, mas imediatamente os “políticos” já pensam em triplicar o fundo partidário. Que País é Este? Quem paga pra gente ficar assim?

  9. Sula Villela disse:

    Kennedy,
    Gostei muito da entrevista sua com o Lula.
    O Lula precisa voltar logo. O povo está precisando muito dele.
    Foi o melhor presidente que tivemos, principalmente para os pobres.
    LULA 2018!!!!!

  10. Ray Magno disse:

    Concordo em gênero, número e grau com o amigo Marco Túlio.
    .
    O que se viu não é exatamente o que se comenta. É necessário uma investigação para identificar quem realmente cometeu ou começou com os excessos.
    .
    E é muito fácil falar sobre violência policial. Claro, ninguém quer levar cacetadas na cabeça ou no corpo, balas de borracha e gás de pimenta. Mas é muito simples concluir que passeatas pacíficas não podem ter indivíduos mascarados e armados com paus, pedras e armas letais.
    .
    Policial é gente comum, estejam treinados ou não, e reações de defesa e contra ataques é de se esperar por parte deles. Seriam os baderneiros idealistas, trabalhadores e desejosos somente de protestar? Isso também merece investigação severa, pois eles estimulam o inconsciente coletivo e dai ninguém mais segura quando o arsenal psíquico reprimido extravasa.
    .
    Não precisa ser nenhum Freud para entender isso…
    .
    Saudações

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2017-07-24 17:35:09