aki

cadastre-se aqui
aki
Política
04-01-2017, 18h24

Para Temer, Maia precisa reunir mais apoio para sua reeleição

Democrata concorre contra dois postulantes do centrão, Jovair e Rosso

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

Para que o governo dê um empurrão decisivo, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), precisa reunir mais apoiadores à sua pretensão de se reeleger para o comando da Casa. Essa foi a principal orientação do presidente Michel Temer, com quem Maia se reuniu hoje.

Oficialmente, os dois falaram da crise financeira do Rio e da tramitação da reforma da Previdência na Câmara. Nos bastidores, trataram da eleição para a presidência da Câmara, marcada para 2 de fevereiro.

Maia conta com o apoio informal de Temer, mas o presidente não pode assumir isso publicamente para não criar um racha na sua base de apoio no Congresso. Hoje já houve problema. Quando soube que Maia havia se reunido com Temer, Jovair Arantes, do PTB e também candidato à presidência da Câmara, pediu audiência com o presidente no final da tarde e foi recebido.

Temer aconselhou Maia a procurar os partidos políticos e mostrar musculatura política para concorrer contra Jovair e o outro postulante do chamado centrão, Rogério Rosso, do PSD. Além do PSDB e da maioria do PMDB, Maia precisaria reunir mais apoiadores para que o governo entre em campo.

Erro básico

Apesar de o massacre no presídio Anísio Jobim ter acontecido no domingo, o presidente Michel Temer marcou só para amanhã cedo, quinta, uma reunião com ministros para tratar do massacre.

Há uma razão administrativa, que foi aguardar o retorno do ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, que estava em Manaus e trouxe informações.

No entanto, integrantes do governo dizem que foi um erro o presidente não ter se manifestado sobre o assunto. Até o papa Francisco já se pronunciou.

O encontro desta quinta dá uma oportunidade para o presidente falar de um problema grave a respeito do qual ele já deveria ter dito algo. A alarmante superlotação dos presídios é o que mais preocupa o governo federal, porque não há solução fácil nem rápida.

Assista aqui aos temas do “SBT Brasil”.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2017-06-24 14:27:34