aki

cadastre-se aqui
aki
Política
27-09-2017, 21h10

Senado deve ter choque institucional com STF

Plenário pode desconsiderar decisão sobre Aécio
6

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

Mais uma vez, o Senado deverá entrar em choque institucional com o Supremo Tribunal Federal. No fim do ano passado, o então presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), não cumpriu decisão que previa o afastamento dele do comando da Casa.

Agora, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), vai aguardar a notificação oficial do Supremo sobre o afastamento do senador Aécio Neves. A tendência é levar a decisão da Primeira Turma do STF para exame do plenário da Casa.

Aliados de Aécio no PSDB e no PMDB avaliam que o espírito de corpo pode levar o Senado a considerar inconstitucional a decisão da Primeira Turma e não afastar Aécio de suas funções.

Senadores acham que acatar a decisão pode gerar um efeito dominó em relação a outros parlamentares no futuro.

*

Brasil está barato

O presidente Michel Temer disse hoje que o leilão de usinas da Cemig mostrou que houve resgate da “confiança do mundo no Brasil”. O leilão de quatro usinas da Cemig rendeu à União receita de R$ 12,1 bilhões.

A afirmação presidencial foi muito otimista, porque ainda há dúvidas em relação à economia brasileira. Mas ocorreu um sinal positivo, sim.

O governo arrecadou um valor acima da expectativa do mercado e esse dinheiro ajudará a tapar o rombo nas contas públicas. O Brasil está muito barato para investidores internacionais. Esse fator pesou.

Apesar da satisfação de Temer, políticos mineiros ficaram contrariados, por entender que a Cemig foi enfraquecida.

Veja os temas do “SBT Brasil”:

Comentários
6
  1. walter disse:

    Como sempre Kennedy, o senado pode sim, questionar até a pagina três o supremo, neste veredicto do Aécio; porem, o STF tomou os devidos cuidados, para não transigir; seguiram por caminhos seguros, eu diria, que nenhuma defesa salvará o “paralamentar”; fácil demais arrecadar de bandidos; usou a própria irmã; esta atitude se equipara ao lula, usando a falecida…trata se de uma postura lamentável, quando não há escrúpulos, nem com os seus familiares, como fez o Cabral…enfim, tem um número enorme de meliantes políticos, que não pensam nisso….Quanto as privatizações, tem seu mérito, por diminuir o deficit herdado de 159 BI; continuo a não acreditar, em gestão de estatais por qualquer governo; prova de tudo isto, que houve uma barulheira muito grande, da parte dos sindicatos, que para variar, perderam o prazo para recorrer…a CEMIG vai tentar, mais não terá qualquer beneficio; precisamos de mais ações deste tipo, como esta preparando o Dória em SP; acredito nestes benéficos…

  2. Carlos Fernandes disse:

    Há no Brasil uma grande união de bandidos e ladrões da politica, com o firme objetivo de se protegerem mutuamente, exemplo disso é a união do senado para defender essa criatura.

    Só o que não temos no Brasil, é uma união de políticos sérios, honrados e de caráter, para defender o povo brasileiro, que paga seus altos salários a custa de altos impostos, e ainda é obrigado a ter que presenciar essa roubalheira toda, sem que alguém faça alguma coisa para por ordem na casa (da Maria Joana) que virou nosso país.

  3. BRAGA BH disse:

    DOIS PONTOS: O Senado terá que resolver um problema que o Supremo e o próprio senado criaram. Quando da prisão de Elcídio do Amaral o Senado foi conivente com o Supremo abaixando a cabeça e acatando a prisão de um senador coisa que não existe na Constituição Federal. Esta balbúrdia que acontece na Republica de Curitiba é uma das pontas deste iceberg. Ninguém respeita a Constituição e cada um legisla da forma que acha conveniente ao sabor do vento que sopra do Norte ou do Sul.
    A Cemig foi ferida de morte! Perder suas melhores e maiores usinas, todas já amortizadas e sem passivo nenhum é algo surreal. Faltou CULHÃO ao nosso governador. Itamar por muito menos botou a polícia em Furnas e defenestrou a ideia de privatização na era FHC. Se não resolvesse colocar a PM dentro destas usinas pelo menos serviria para que o povo ficasse sabendo de uma forma ou de outra que SEU patrimônio estava sendo entregue de mãos beijadas para o capital internacional.
    Como mineiro estou me sentindo traído!!

  4. Joaquim disse:

    Kennedy o que realmente precisamos no Brasil é um choque de moral. Já passou da hora desta turma toda sair ou ser retirada de seus cargos. Como também já passou da hora de ministros do supremo pararem de questionar as descrições do próprio supremo, uma vergonha.
    O lugar para discutir voto é o plenário e não a televisão.

  5. mano disse:

    prezados: Em regra, o Congresso brasileiro zomba da população diariamente e, nos últimos tempos, também do STF, em nome do quê e de quem!? Pasmem! Eleitos para defender a democracia, se valem de foro privilegiado e corporativismo para corromper e praticar corrupção em todos os níveis do poder e ainda contam com parcela do STF para desmoralizar o próprio STF.

  6. Sebastiao Canabrava disse:

    Interessante e justo que todos que, COMPROVADAMENTE cometeram crimes, paguem por eles. E esta comprovacao nao pode ser apenas por delacao (sem provas) ou por deducao (Vide Deltan Dallagnol – Ministerio Publico, e republica de Curitiba – Sergio Moro – cuja esposa e’ filiada Tucana, alem de outras duvidas). Todos, ou seja, TODOS, independente de partido, devem satisfacao a justica. Mas, os opositores do PT, defendem a punicao primeiramente aos dirigentes petitas. Ora, por que? Por que o governo do PT emancipou boa parte da classe trabalhadora? Por que o PT elevou o salario minimo (que era abaixo de 100 dolares na era FHC e os governantes da epoca diziam que um SM acima de US$100 quebrariam prefeituras e empresas)? Que aperfeicou a renda minima para familias abaixo da linha da pobreza? Vejo isto como atitude de direitas, de pessoas que nao tem amor ao proximo, que nao teem piedade de quem sofre e passa necessidades basicas. Sim, vamos punir todos os politicos que infrigiram a lei, todos!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2017-12-17 23:10:14