aki

cadastre-se aqui
aki
Geral
05-01-2017, 17h38

Temer atende cobrança por manifestação, mas escorrega

Após silêncio ter sido criticado, presidente comenta massacre em Manaus
2

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

Como havia pressão pública por uma fala de Michel Temer, aliados do governo avaliaram como positivo o discurso do presidente da República, mas houve repercussão negativa do escorregão verbal de chamar de acidente o massacre em Manaus. Afinal, a própria Polícia Federal já tinha desde 2015 a informação de que uma organização criminosa planejava matar integrantes de um grupo rival.

Para a oposição, o governo quis se eximir de sua parcela de culpa por uma tragédia anunciada e deixar na conta do Estado do Amazonas e da empresa que administra o presídio a responsabilidade pelo que aconteceu.

O anúncio de construção de novos presídios e de mais verbas de segurança pública para Estados ajuda, mas não resolve a crise do sistema prisional.

Há um deficit de vagas enorme no sistema prisional. Construir novos presídios é como enxugar gelo. Para especialistas, seriam necessárias diversas ações. Um exemplo: diminuir o número de presos, trocando a prisão por penas alternativas para criminosos de baixa periculosidade.

Ou seja, a solução passaria por um conjunto de medidas de um novo Plano Nacional de Segurança e pela cooperação entre diversos órgãos federais e estaduais.

Assista ao tema do “SBT Brasil”.

Comentários
2
  1. mano disse:

    esse governo veio para quê? Além de uma série de denúncias de corrupção oriundas das delações da odebrecht que atingem os principais membros do governo, incluindo o presidente, o comentário do presidente e o ministro da justiça sobre a chacina no presídio em Manaus é um verdadeiro deboche. Coisa de crápula!

  2. O CAOS DA FALTA DE VERGONHA NA CARA! disse:

    Por anos quadrilhas roubaram os cofres públicos, sob o engano de que o país crescia, a população comia carne e andava de avião.
    O caos no sistema penitenciário é mais um. Só que nas rebeliões morrem muitos de uma só vez, e a repercussão é maior – nas filas do SUS morrem um a um, e é menor. A verdade é: brasileiros estão sendo “assassinados” nas cadeias, nas ruas, nos hospitais, sem dó nem piedade.
    E nada é anormal: nem o impeachment de uma Presidente da República; nem o ex- Presidente da República que a antecedeu ser réu várias vezes; nem a cassação e prisão do Presidente da Câmara Federal; nem o Presidente do Congresso Nacional ser réu; nem ministro do STF pedir vistas de processo com votação definida para proteger político corrupto, réu; nem a nação, diante desse caos moral, político e econômico, ter ainda que assistir à luta de corruptos de todas as quadrilhas por cargos e eleições!
    E tudo isso sob as asas das instituições que os governos insistem na mentira de que funcionam bem.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2017-04-28 16:54:15