aki

cadastre-se aqui
aki
Política
30-11-2017, 8h13

Temer deve fazer apelo a Alckmin pró-reforma da Previdência

Presidente e governador devem se encontrar no sábado
6

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

O presidente Michel Temer deverá fazer um apelo ao governador Geraldo Alckmin para vencer as resistências do PSDB à nova proposta de reforma da Previdência. Os dois têm encontro marcado para depois de amanhã, sábado, em São Paulo, num evento de entrega de moradias populares.

Há na bancada do PSDB da Câmara um segmento contrário a esse novo texto da reforma. Temer espera que Alckmin, como futuro presidente do partido, consiga convencer a bancada da Câmara a votar a nova proposta. Se isso der certo, ajudaria o Palácio do Planalto a vencer resistências em outras legendas, como PSD e PR, partidos do Centrão.

Temer terá um jantar com aliados no domingo para tratar da reforma. Está complicado conseguir votar o texto na semana que vem, no dia 6, quarta-feira, como aventado pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). O governo ainda não reuniu apoio suficiente.

A convenção do PSDB acontecerá no sábado, 9 de dezembro. Alckmin tentaria convencer tucanos a votar o texto. O governador tem dito que sempre defendeu que o partido não deveria ter cargos no governo, mas apoiar as reformas econômicas. Por uma questão de coerência, Temer espera que Alckmin se comprometa a trazer os votos do PSDB para a reforma da Previdência e, assim, levar o texto ao plenário da Câmara em 13 de dezembro.

Se a votação da reforma for adiada para 2018, será ainda mais difícil aprová-la por causa do ambiente de campanha eleitoral que tende a ficar mais forte. No cenário atual, a reforma da Previdência corre risco de morrer na praia novamente.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

Comentários
6
  1. walter disse:

    Toda esta conversa mole, caro Kennedy, com uma reforma fatiada…o Alkimin demonstrou em conversas anteriores, que não concordava com a participação do PSDB no governo; esta claramente do outro lado da cerca no partido…o Temer precisa ter segurança de um grupo parlamentar, para propor uma aliança deste porte; até então o partido estava do seu lado, e mesmo assim até aqui, não consegue agregar adeptos suficientes nesta decisão…esta certo em tentar, mas terá que trazer mais que um pedido, e não são cargos…

  2. Paulo Rogerio disse:

    Só se o Geraldo Alckmim quiser colocar toda a bancada do PSDB na mira do POVO, nas eleições de 2018, pois deputado que votar a favor da reforma da previdência não se elegerá!
    EM DEPUTADO QUE VOTAR A FAVOR DA REFORMA DA PREVIDÊNCIA EU NÃO VOTO!!!

  3. José Luiz Carlotti disse:

    Acredito que o governador Alckmin será um apoio importante para levar essa reforma, indiscutivelmente tão necessária, adiante. Ele já se posicionou favoravelmente, é um homem responsável, respeitado e reconhecidamente honesto.Tenho comigo que sua voz será ouvida mesmo por aqueles que julgam que sua reeleição depende de seu posicionamento contrário. Os eleitores conscientes, assim como o governador, sabem dessa necessidade para assegurar um Brasil melhor para todos nós. Esses eleitores, que na verdade são os que procuram saber com se posicionou o seu representante na câmara, não vão respeitar a demagogia de posicionamentos de falsos defensores de direitos dos trabalhadores. Chegou o momento da verdade e os falsos e corruptos serão expurgados pelos eleitores conscientes no processo de limpeza nas próximas eleições.

    • juscelino gama disse:

      A tua afirmação: “…apoio importante para levar essa reforma, indiscutivelmente tão necessária, adiante.” é muito precipitada, principalmente por causa do “indiscutivelmente tão necessária”; quer dizer então que não se pode nem mesmo discutir? De onde você tirou isso? Voce consultou todas as planilhas envolvidas ou apenas ouviu falar e agora repete?

      • José Luiz Carlotti disse:

        Sou economista formado em 1971. Sei o que falo e sou um estudioso de contas públicas. Não sou o único. Todos os economistas que elaboraram o melhor plano econômico deste país, o plano REAL, também defendem esta tese. Se você tem dúvidas sobre a necessidade da reforma da previdência, é melhor começar a dar ouvidos a quem entende do assunto.

  4. renata vieira disse:

    Meus Deus, este país esta cada dia pior. O que será de nós?

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2017-12-17 22:59:27