aki

cadastre-se aqui
aki
Política
11-01-2018, 11h13

Temer explica a Maia “piscadinha” para Alckmin

Uip promete vacinar população de SP até fim do ano
4

KENNEDY ALENCAR
SÃO PAULO

O presidente Michel Temer telefonou nesta manhã para o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) a fim de jogar panos quentes em relação à entrevista da jornalista Eliane Cantanhêde com o peemedebista, publicada hoje pelo jornal “O Estado de S. Paulo”.

Na entrevista, com foto na primeira página na qual Temer dá piscadinha (trabalho do André Dusek), houve um aceno para o governador Geraldo Alckmin. O peemedebista disse que o governador paulista, provável candidato do PSDB à Presidência, transmite “segurança e serenidade”. O presidente afirmou que o eleitorado votará em outubro em busca desses atributos.

Ao mesmo tempo, Temer disse que seria melhor para ele que Meirelles ficasse no Ministério da Fazenda e que, no seu entender, a movimentação política de Maia teria mais foco na disputa para se reeleger deputado federal do que para conquistar o Palácio do Planalto.

Temer telefonou para Maia hoje a fim de deixar claro que não pretende atrapalhar o sonho presidencial do deputado federal. Em relação a Meirelles, o peemedebista reitera a avaliação de que acha que o ministro daria um bom presidente da República.

Ao falar que o eleitor buscará “serenidade e segurança” na eleição, Temer também alimenta a leitura de que ele poderia tentar se reeleger. O peemedebista disse que a sucessão presidencial só começa a partir de março. O governo tem a expectativa de que a população sentirá uma melhora da economia real nessa época.

Faz parte do papel do presidente vender o peixe dele e defender a sua gestão. Mas a marca da corrupção colou na imagem do governo. Na campanha, a ligação com a atual administração, poderá ser mais um passivo do que um ativo eleitoral.

Vale ler a entrevista de Temer a Eliane Cantanhêde.

*

Febre amarela e reforma da Previdência

Durante o “Jornal da CBN”, houve entrevistas com o secretário de Saúde de São Paulo, David Uip, e com o diretor-geral da Polícia Federal, Luiz Fernado Segóvia.

Uip disse que pretende vacinar toda a população do Estado contar a febre amarela até o fim deste ano. Ele também respondeu se teria haviado falha de planejamento, já que as doses das vacinas estão sendo fracionadas para um combate emergencial.

Segóvia declarou considerar que é seu papel, como diretor da PF, ter reuniões com outras autoridades, como o presidente da Câmara. Ele se encontrou com Maia em novembro com o objetivo de defender uma regra de transição para policiais no debate sobre a reforma da Previdência.

O diretor-geral da PF disse que não considerava inadequado se reunir com políticos que respondem a inquéritos no âmbito da Lava Jato, caso de Rodrigo Maia e do relator da reforma da Previdência na Câmara, Arthur Maia. Ressaltou a importância do princípio jurídico da “presunção de inocência”. Segóvia rebateu a ideia de que a regra de transição para aposentadoria de policiais seria privilégio.

Abaixo, ouça os dois comentários sobre a conversa de Temer com Eliane Cantanhêde e as entrevistas com David Uip e Luiz Fernando Segóvia.

Piscadinha presidencial

Telefonema para Maia

David Uip

Fernando Segovia

Comentários
4
  1. "E preciso manter isso, viu?" (Temer p o bandido Joesley, aconselhando-o a continuar a pagar propina a Cunha, na cadeia). disse:

    Alkmin, Maia, Meireles – todos seriam “bons” presidentes, na opinião de Temer. Um belo incentivo partidndo de alguém com 3% de aprovação! Será que esses “tontos” não percebem que elogio vindo de alguém que toda a nação viu “correndo junto, aconselhando um bandido”, é negativo?

  2. walter disse:

    É claro Kennedy que o temer deu uma de FHC e se posicionou atropelando; o Maia deveria avaliar sua real condição, para governador do Rio é possível, ou deputado mesmo; quanto ao temer e o Alkimin, nada de novo, já que o PMDB sempre preferiu apoiar alguém…a contenda será muito dura, e quem sabe o melhor trunfo do PSDB sejam as coligações; tempo de TV é muito importante ainda; o planalto vai articular até o fim a sucessão, por ter a maquina nas mãos…Quanto ao Segóvia gosta de holofotes, promete o fim da lava jato, até final do Ano, com mais de 100 processos caminhando, mais um bravateiro, não há condições para isso…Outra fragilidade que esta sendo apontada, são as urnas; ninguém atesta a segurança delas…

    • Analista Alpha disse:

      Vc acha que se as urnas não fossem confiáveis, o próprio PT em seus anos de governo já não teria tirado o PSDB de SP?

    • Sebastiao Augusto Canabrava disse:

      Ih! Esta desconfianca das urnas voce copiou do Aecio, nao foi? Ele quem contestou as mesmas na apuracao em 2014. Engraçado que o seu pupilo Aecio nao contestou as mesmas quando ganhou para governador de MG. E’! Voces se parecem.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2018-04-27 03:54:56