aki

cadastre-se aqui
aki
Política
19-04-2017, 22h57

Temer mapeará bancadas para votar reforma da Previdência

Renan continua a ser fator de preocupação para aprovar projeto
3

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

O presidente Michel Temer pediu aos articuladores políticos para fazer um mapa de cada partido da base de apoio na Câmara a fim de votar o texto em maio. Haverá cobrança de fidelidade, mas também nova distribuição de cargos e emendas parlamentares.

No Senado, existe um acordo prévio com o presidente da Casa, Eunício Oliveira (CE), com parte do PMDB e com todo o PSDB. Mas o líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (AL), continua a ser um fator de preocupação, porque ele oscila entre crítica e apoio ao governo.

Já foram feitas muitas concessões, mas não é improvável que ocorram novas mudanças.

*

O outro tema o SBT foi a reação de políticos à força-tarefa que ajudará o ministro Edson Fachin a tocar os inquéritos da Lava Jato.

Assista aos temas do “SBT Brasil”:

Comentários
3
  1. em 2018 só votem num partido que se comprometerá de refazer a reforma da previdencia se ela for aprovada desse jeito,. pois não está sendo debatida com a sociedade de classes, sindicatos, oab,categorias de sindicatos de trabalhadores, pois reformas até precisa mas não dessa forma, tem muitas profissões insalubres, perigosas, que exige esforço fisico e boa saúde e não é justo trabalhar até os 65 anos,. caso cumpra o minimo de 35 anos de contribuição de fato, bem fiscalizado e se foi pago. Uma coisa é trabalhar numa sala com ar condicionado, sem pegar, chuva, sol em demasia. se não for assim anule seu voto, pois quem não representa as diferenças das profissões e aptidões não deve ficar no congresso para serem sustentados com altos salários. simples assim aperte as teclas com numeros inesxistentes e o voto será anulado. O POVO precisa cobrar mais dos vereadores, prefeitos, deputados estaduais e federais, do que só ficar assistindo só programas fantasiosos, para que votar?

  2. walter disse:

    caro kennedy, enquanto o Temer não colocar o Jucá e Renan, em seus devidos lugares, não governará plenamente…estes “paralamentares”, são tendenciosos; querem como sempre ganhar a qualquer custo com a benção do estado, e não querem ser punidos…são criminosos sim…estão lá para impor um ritimo de coronel ao governo…são lacaios do passado, legislando a favor de meia duzia…a lavajato jamais vai acabar, já que a corrupção, continuará a surgir em varios flancos…infelizmente, teremos muitos desfechos negativos e assustadores, com “foto” dos mesmos…

  3. A PREVIDÊNCIA PRECISA PRIMEIRO DE UMA CPI... DEPOIS, AS REFORMAS! disse:

    Essa cambada de caras de pau, roubam os cofres públicos ao ponto da Lava Jato estar sendo considerada um dos maiores escândalos de corrupção do mundo; aí a bandidada envolvida (políticos e governantes) começa a se articular, inclusive tentando mudar as leis, para evitar a cadeia e, ao mesmo tempo quer enganar a sociedade com as reformas da Previdência e Trabalhista! Outros bandidos querem pressionar a PF, MPF e Judiciário com lei de abuso de autoridade. É claro que ninguém admite que haja abuso de autoridade, mas mudar a lei num momento em que a classe política está vendo que finalmente suas roubalheiras estão sendo expostas? Por que nunca se preocuparam com isso antes? Enquanto só os cidadãos comuns sofriam abusos, seus “representantes” se omitiam, se calavam, agora estão esperneando: é que a água bateu na bunda desses bandidos!O STF não deixará passar mais essa vergonha que os bandidos travestidos de representantes do povo querem fazer…vão ter que pagar por seus crimes!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2017-06-25 17:38:02