aki

cadastre-se aqui
aki
Política
11-08-2017, 21h04

Temer se equilibra entre PSDB e centrão

Presidente retalia infiéis em nome de votos para reforma da Previdência
5

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

Surtiu efeito a pressão dos partidos do chamado centrão, grupo de legendas conservadoras que foi a âncora do salvamento do presidente Michel Temer na votação na Câmara que barrou a denúncia do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra o peemedebista. O centrão ameaçou não dar votos à reforma da Previdência se não tivesse seus pleitos por cargos atendidos.

O presidente está se equilibrando entre o PSDB e o centrão. Não demitiu ministros tucanos, mas está tomando cargos de segundo e terceiro escalão de deputados infiéis a fim de agradar aos aliados do centrão.

Mesmo assim, o governo sabe que hoje teria energia para aprovar uma reforma da Previdência desidratada, com foco na instituição da idade mínima de aposentadoria de 65 anos para homens e de 62 anos para mulheres.

*

Flechada a caminho

A transferência de Lúcio Funaro da carceragem da Polícia Federal em Brasília para o presídio da Papuda (DF) é um indicador de que o doleiro concluiu os depoimentos da delação premiada que negociou com a Procuradoria Geral da República.

Integrantes do Ministério Público dizem que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, deverá apresentar nas próximas duas semanas uma nova denúncia contra o presidente Michel Temer e que a delação de Lúcio Funaro forneceu elementos novos. Há quem diga que Janot pode apresentar a denúncia já na semana que vem.

Hoje, Temer teria força para barrar nova denúncia na Câmara, mas a consistência da acusação será importante para medir a capacidade de resistência do presidente.

Assista aos temas do “SBT Brasil”:

Comentários
5
  1. walter disse:

    Vamos ver caro Kennedy, quando o presidente equilibra seu apoio, entre Centrão e PSDB, para votar a reforma da previdência, vem o Janot que sabe que não vai emplacar com nova denuncia contra o temer, sem se preocupar com o País…só tem uma explicação plausível; “esta a serviço de quem”?, para não permitir qualquer avanço, o sujeito esta com os dias contados para sua saída…se pretende ser candidato a governador de minas, será bancado?, esta fazendo um trabalho para atrapalhar o Brasil com muita empolgação…fica a pergunta, este tipo de papel tem sentido a um PGR, fazer um papel tão mesquinho e baixo; se este cidadão se candidatar, o povo precisa ignora lo, ou fará pior que o atual, vai fazer lambança no governo…

  2. mano disse:

    prezados: O Brasil é um país dominado por corruptos de várias espécies: os que saem correndo com mala de dinheiro, os que recebem propinas vultosas e superfaturam contratos, os malandros, os que julgam os ricos de uma forma e os pobres de outra, os que perseguem, os que aplicam a Lei de Gerson, os que legislam em causa própria e garantem benesses, os que exploram o povo em geral, os que desrespeitam a constituição, os que retiram dos pobres e beneficiam os ricos, os que se locupletam do poder, os que promovem Refis e fazem reforma da previdência. Enquanto essa espécie de político se perpetuar, o Brasil é um país sem esperança e amaldiçoado.

  3. marina p g disse:

    Até prova em contrário, considero que o Brasil é um dos países mais
    injustos, mais desiguais, mais corruptos, mais cheio de castas privilegiadas
    (parlamentares, políticos, magistrados, empresários sonegadores, herdeiros
    indolentes, banqueiros sem escrúpulo, titulares de contas secretas em
    paraísos fiscais…e também muitos vagabundos de todas as classes sociais,
    Temos uma Legislação Tributária infame (nossos impostos, aqui, recaem
    sobre os assalariados e os consumidores mortais – são os impostos indiretos.
    Os impostos diretos – sobre lucros e dividendos, sobre grandes heranças e
    grandes fortunas, praticamente não existem. E nossa alíquota máxima sobre o
    IR é uma das mais baixas do mundo, privilegiando os rendimentos milionários
    e imorais).
    Temos leis que consolidam privilégios absurdos, escandalosos e
    indecentes; temos um Congresso imoral e corrupto, colocado lá pelo dinheiro
    de empresários interessados em eternizar a corrupção e obter benefícios em
    licitações fraudulentas;

  4. AEXANDRE disse:

    Se conheceres a verdade verdadeiramente sereis livres, Maldito o Homem que confia no homem, como pode as trevas ter comunhao com a luz, como um pastor pode aceitar que um Presidente corrupto seja absolvido de um processo criminal, que seria a verdadeira justiça , se ele fosse condenado e respondesso pelos seus crimes, fica ai a indagação será que o pastor M Feliciano não esta macomunado com isso !

  5. Ronaldo disse:

    Clamando pela validade do dito bíblico,”Quem com ferro fere, com ferro será ferido”, minha expectativa é que o mesmo congresso que num afã de mudança sem propósito definido e chefiado por um dos mais venais políticos que a república gerou, retirou do cargo uma pessoa até então sem mácula política ou moral comprovada, venha a voltar a uma atitude moral e retire ou permita que seja legalmente retirado do mesmo, alguém que nunca teve cacife político para sequer aspirar o cargo que ocupa e que ao contrário do que se preocupa em divulgar, tem feito o pior, tanto para o país e mais ainda para os anseios da população, dos governos de que se tem memória em todo o período republicano, afinal, sem apoio do parlamento, comprovadamente nem governante eleito pelo voto popular consegue governar com eficácia, o que apesar de não ser a meta de quem aí está, poderá ser a condição para manutenção do “status quo” do mesmo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2017-10-21 04:28:49