aki

Kennedy Alencar

cadastre-se aqui
aki
Recomendo
20-12-2014, 9h49

A História do Mundo em 100 Objetos

Daniela Martins
Brasília

“A História do Mundo em 100 Objetos” é um livro que parte de uma ótima ideia: contar a trajetória da civilização humana por meio de seus artefatos. Poderiam ser quaisquer objetos, mas os cem selecionados para esta edição fazem parte do acervo do British Museum (Museu Britânico), que abriga uma das maiores e mais diversificadas coleções do planeta.

Neil MacGregor, o diretor do museu, explica que o projeto nasceu como um programa para a rádio BBC. Ele teve dúvidas, a princípio, sobre a eficácia de falar sobre objetos numa rádio, onde eles não poderiam ser vistos, apenas imaginados. Mas a iniciativa foi um sucesso. E acabou transformada em livro.

O texto é acessível e instigante. Os objetos escolhidos são variados em procedência e ilustrados em ótimas fotografias. Passamos por uma machadinha africana de 2 milhões de anos, por uma múmia egípcia de 240 AC, por um cinturão cerimonial mexicano feito entre 100 e 500 DC, por fragmentos de pintura mural de um harém iraquiano de 900 DC, por um prato de porcelana de 1921 que celebra a Revolução Russa e até por um cartão de crédito emitido no ano de 2009 nos Emirados Árabes Unidos.

Todos estes objetos, que podem dar a sensação de estar desconectados pelo tempo e pelas diferenças culturais e tecnológicas, acabam por nos fazer perceber o que temos em comum. Mesmo vivendo em épocas distintas e em diferentes lugares do planeta, somos os mesmos. Somos humanos. Nossa produção sobre a Terra, os vestígios que deixamos, contam nossa história e servem de cápsulas do tempo para as gerações que nos sucedem.

MacGregor observa a importância de toda a pesquisa acadêmica e das técnicas científicas que nos ajudam a decifrar essas mensagens de nossos antepassados. Mas ressalta que a ciência, sozinha, não seria capaz de dar conta de toda a interpretação. É preciso também ler os objetos com imaginação e poesia. É preciso compreender as pessoas que os fizeram e que os utilizaram. O que sentiam? Como viviam? Por que gastariam tempo entalhando finamente duas renas em uma presa de mamute? Aí está a chave que nos identifica e que nos une.

Lançado no Brasil pela editora Intrínseca em 2013, “A História do Mundo em 100 Objetos” é um livro para ler aos pouquinhos, nos intervalos da vida cotidiana. Uma boa recomendação de presente de final de ano.

Fotos: http://www.britishmuseum.org/explore/a_history_of_the_world.aspx

mosaic

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-12-03 10:37:03