aki

cadastre-se aqui
aki
Política
18-09-2013, 21h30

‘Aceitar recurso não significa absolvição’

3

Comentário, ao vivo, na RedeTV!, logo após a decisão de Celso de Mello a respeito dos embargos infringentes.

Comentários
3
  1. CASEMIRO disse:

    “Justiça
    Vitória dos corruptos: mensaleiros podem se livrar da condenação por quadrilha – e da cadeia
    Celso de Mello, decano da corte, desempata votação a favor da validade dos embargos infringentes, o que adia indefinidamente o desfecho do julgamento
    Laryssa Borges e Daniel Jelin

    Com o voto decisivo do ministro Celso de Mello, a sessão desta quarta-feira no Supremo Tribunal Federal (STF) expôs a face mais perversa da Justiça brasileira: a infinidade de recursos que, a pretexto de garantir amplo direito à defesa, fazem a delícia dos criminosos e a fortuna dos criminalistas. Devido às omissões e incongruências da legislação, mensaleiros obtiveram no plenário uma decisão que, na prática, desautoriza sentenças emitidas pelo próprio colegiado. Passadas 64 sessões, 11 delas dedicadas à análise dos recursos, a maioria dos ministros aceitou uma certa modalidade de apelação, chamada embargo infringente, que leva ao reexame das condenações – e, na prática, a um novo julgamento. Com isso, fica indefinidamente adiado o desfecho do processo. Condenações poderão ser comutadas em absolvições, penas em regime fechado poderão ser abrandadas, crimes poderão prescrever e – mais grave – o simbolismo do julgamento, que pareceu inaugurar um tempo de maior rigor no combate aos crimes contra a administração pública, será diluído ou mesmo anulado”.

  2. Leonardo disse:

    Tá na hora da gente parar de chamar o que temos no brasil de justiça. Esse é um dos piores erros que são cometidos diariamente por todos os cidadãos. Vivemos num circo enrrustido, somos todos palhaços e ponto final. VERGONHA!

  3. Cocadinha de Sal disse:

    Kennedy,te respeito por você ser muito Inocente,realmente o Ministro poderia votar contra ou a favor,como fez! mas um Pequeno detalhe: Com a nova Composição do “CORTE”,OS NOVATOS já mostraram que não concordam com a exasperada dosimetria aplicada aos nobres Parlamentares Revolucionários! Então caro,com certeza teremos Prescrição de Penas,diminuição da dosimetria,etc..Já dizia um Grande Jurista do Uruguai,lá pelos Anos 50:”Teu Dever é Lutar pelo Direito,mas se um Dia encontrares o Direito em conflito com a justiça,luta pela Justiça”Eduardo Juan Couture!

Deixe uma resposta para Leonardo Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-08-04 11:59:11