aki

cadastre-se aqui
aki
Política
31-01-2019, 22h40

Aliados de Renan preveem vitória apertada para comando do Senado

Guedes acha amadora articulação política de Onyx
4

Kennedy Alencar
BRASÍLIA

Aliados de Renan Calheiros preveem uma vitória apertada dele nesta sexta na disputa pela presidência do Senado, com um placar entre 42 e 45 votos num pleito secreto.

Como comentado no “Jornal da CBN – 2ª Edição” antes do resultado da reunião da bancada do MDB do Senado, ele obteve vitória no partido por margem estreita _7 votos contra 5 de Simone Tebet (MS).

O presidente Jair Bolsonaro ligou para Renan após ele ser indicado pela bancada. A assessoria de Bolsonaro informou que ele também telefonou para outros candidatos.

No entanto, o gesto político que tem mais valor é a ligação do presidente para Renan. O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, articula abertamente a favor de Davi Alcolumbre (DEM-AP).

Ao congratular Renan, Bolsonaro diminui a chance de Alcolumbre. Onyx corre o risco de ser um dos maiores derrotados amanhã nas disputas pelas duas Casas do Congresso. O ministro da Casa Civil era contra a candidatura de Rodrigo Maia (DEM-RJ) à presidência da Câmara e luta arduamente para derrotar Renan, que tem a simpatia nos bastidores de Paulo Guedes (Economia).

Aliás, o ministro da Economia acha amadora a articulação política feita pelo colega da Casa Civil. Guedes crê que a dupla Maia-Renan tem mais chance de entregar a reforma da Previdência do que Onyx e seu time de auxiliares políticos colhidos no baixo clero parlamentar.

*

Caceteado

Vazamento de conversas telefônicas de Renan prejudicam o emedebista numa hora decisiva. O senador creditou o fato, em conversa reservada com colegas, a uma tentativa de intervenção política do Ministério Público Federal na disputa interna do Senado.

*

É grave

Reportagem da revista “Época” traz acusação de indígenas do Xingu contra Damares Alves, ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. De acordo com os kamayurá, ela teria sequestrado uma menina da aldeia e a criado como filha. No entanto, a hoje jovem de 20 anos não foi adotada.

Se for provada a acusação, é crime. A ministra nega a acusação, mas ela deve mais explicações sobre o caso.

*

Demagogia pós-Brumadinho

Mais produtivo do que criar um “observatório” de tragédias nacionais, seria uma ação efetiva do presidente do STF, Dias Toffoli, para fazer o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) funcionar de verdade. O mesmo vale para a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, em relação ao CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público).

O CNJ e o CNMP são, respectivamente, os órgãos de controle externo do Judiciário e do Ministério Público. Mas, na prática, sofrem ao sabor de conveniências políticas de integrantes do Supremo Tribunal Federal, Superior Tribunal de Justiça e Procuradoria Geral da República.

Ouça os comentários feitos hoje no “Jornal da CBN – 2ª Edição”:

Comentários
4
  1. walter disse:

    Infelizmente, o indigno Renan, tem a primazia caro Kennedy; somente uma reviravolta, pode afasta lo deste comando; pelo visto o governo terá que tolerar o MDB tentando extorquir o governo de alguma forma; tomará, a decisão seja totalmente inusitada…A ministra Damares, é inocente, esta na mira da oposição, quiçá da Imprensa; na sua biografia, deveria estar tudo regular; uma hora vai cansar o presidente, com seus descompassos…o Supremo e Dna Raquel dodge, estão atirando “pedra na cruz”, pelo mesmo motivo, querem manter se em evidência; os órgão do Judiciário, a começar pelo STF, tem sido uma vergonha; não falam a mesma língua, todos fazem o que bem entendem; a pauta do Supremo, deve ser por sorteio manjado, ninguém sabe como funciona aquilo…

  2. Decepção prematura: Bolsonaro e Guedes apoiando o símbolo maior atual da corrupção? disse:

    Política pode ser política, porém ver Bolsonaro “ligando” para Renan Calheiros e Paulo Guedes “simpatizar” com Renan, põe em dúvida toda a confiança no governo que diz que tem como uma de suas metas principais, o combate à corrupção. Alinhamento com Renan é alinhamento com a corrupção, disso ninguém pode ter dúvida. Um sujeito com seu histórico político, com a quantidade de investigações, inquéritos etc, muitos “prescrevendo” por ineficiência, compactuação ou mesmo proteção de membros corruptos dentro do Judiciário, impedido de participar da sucessão presidencial, não pode ter apoio em hipótese alguma de um governo que promete combater a corrupção: Renan é o símbolo da corrupção. Infelizmente, minha esperança começa a desmoronar. Com lula durou mais – só caiu a ficha com o Mensalão. Dessa vez a ficha está caindo antes do governo começar. Desisto?!!!

  3. “OBSERVATÓRIO DE TRAGÉDIAS NACIONAIS, DE VERDADE”! disse:

    Sugiro aos Exmos. Ministro Toffoli e Procuradora Geral da República, Raquel Dodge, que incluam no “OBSERVATÓRIO DE TRAGÉDIAS NACIONAIS” as tragédias que são as “prescrições” de inquéritos e (ou) processos, por interferências de “chicanas” envolvendo advogados, membros do MP e (ou) Judiciário – com punição “efetiva” (como as que sofrem os brasileiros “comuns” que cometem crimes – cadeia e prejuízo no bolso), para os responsáveis por tais fatos. É uma vergonha o que a nação vê acontecer com inquéritos e processos “prescrevendo”, beneficiando notórios corruptos ladrões de cofres públicos! Sem minimizar a importância de maior efetividade no combate às tragédias provocadas pela irresponsabilidade de empresas, ávidas exclusivamente de ganho financeiro, indiferentes à segurança pública, cortar na própria carne as vergonhas é mais do que simplesmente dar um bom exemplo: é demonstração de integridade total no exercício da função pública.

  4. Miguel Ângelo disse:

    Reconheço que paira no ar coisas ruins sobre o Renan. Não vamos mentir que não há. Não vamos dizer que Maia é um Santo. Não é. Mas, me perdoe Kennedy, será que o governo na figura de Bolsonaro, teria como indicar alguém que conhecesse tanto os erros e más condutas dos representantes da Ditadura que se camuflaram como representantes civis? Duvido! Pode ser uma representação pecadora? Pode! Mas, estes dois, mais alguns perdidos no monte de senadores e deputados federais, sejam a melhor referência para que o povo entenda que não se repetirá no Congresso Nacional, bem como STF, aquelas mesmas mentiras do passado, onde eles fingiam fazer alguma coisa, e o povo fingia que acreditava. Para nós, tanto faz. Mas para o Brasil, quem mais lá conhece o que já era feito? Amigos de Bolsonaro? Tenhamos dó!

Deixe uma resposta para walter Cancel reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2019-04-24 00:54:35