aki

cadastre-se aqui
aki
Economia
08-09-2015, 21h27

Aliados resistem a maior cobrança de Imposto de Renda

Governo estuda criar faixa mais alta de tributo
12

Postado por: Daniela Martins

Repercutiu mal entre os aliados do governo a afirmação do ministro da Fazenda, Joaquim Levy, de que o governo pode elevar o Imposto de Renda das Pessoas Físicas.

A ideia em estudo no governo é criar uma nova faixa, para cobrar 30% ou 35% de quem tem renda mais alta. Hoje, quem ganha acima de R$ 4.664,68 paga 27,5% de Imposto de Renda. A nova faixa seria fixada para quem recebe um valor bem superior a esse _o dobro ou até mais.

Já há resistência no Congresso. Aliados do governo dizem que dificilmente a medida seria aprovada na Câmara e no Senado. A equipe econômica estuda elevar outros tributos para tentar fechar as contas públicas.

*

O vice-presidente da República, Michel Temer, está reunido com os sete governadores peemedebistas e com os presidentes da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Temer, que é presidente do PMDB, quer tentar unir o máximo possível o partido, que é dividido em muitos grupos.

O jantar no Palácio do Jaburu nesta terça tem o objetivo de buscar apoio para tapar o buraco de mais de R$ 30 bilhões no Orçamento da União do ano que vem. Além dos governadores, há outros integrantes da cúpula peemedebista no encontro.

O vice-presidente defende corte de gastos, mas sabe que talvez isso tenha de ser combinado com algum tipo de aumento de imposto.

Uma ideia dada pelo ex-ministro e economista Delfim Netto será discutida no encontro peemedebista. Delfim propôs elevar um tributo que incide sobre a gasolina, a Cide. A sugestão agrada aos governadores, pois haveria uma divisão de receita entre a União e os Estados.

*

Confira os temas de hoje no “SBT Brasil”:

Comentários
12
  1. Heitor pr disse:

    Acho prudente o governo jogar esses balão de ensaio como: volta da CPMF, aumento do IR para as maiores rendas. Tanto a CPMF quanto o IR são impostos mais democrático quem ganha mais paga mais, isso acontece na maioria dos países mais desenvolvidos.
    A CPMF é um tiro no pé dos sonegadores. O problema do IR são as famigeradas PJ que só existem para os donos que na verdades são Pessoas Físicas não pagarem o IR.
    A classe alta é que tem que pagar a conta. Eu sou dessa classe e acho melhor pagar mais imposto e ao mesmo tempo ter mais renda. O pior para mim é pagar menos imposto e ver a minha renda diminuir porque o Brasil não cresce.
    O pobre não tem mais como contribuir. Os juros são maiores para os com menos renda, no banco o juro para o pobre e o rico é bem diferente.
    Agora o que me prejudica é a sonegação de imposto porque fica difícil de competir de igualdade com sonegadores. Quando o Brasil crescia essa disputa não era tão prejudicial mas agora a disputa por mercado é maior e quem sonega tem grande vantagem. O pior é que o sonegador também via de regra é um corruptor. Ai que a CPMF e o IR poderiam corrigir em parte essa distorção.
    O governo esta certo, só que tem que ter jogo de cintura, em colocar a questão dos imposto na pauta.
    Ficar falando como a oposição em ter que cortar despesas, aumentar investimentos, reduzir imposto, a conta não fecha.
    A oposição tá no direito de falar asneira mas a mídia que se diz especializada tem que filtrar os discursos vazios das propostas concretas.
    A oposição fala do governo federal, mas em seus estados governados pelo seus partidos a situação esta no geral pior que no governo federal. E é bom lembrar que parte do roubo fiscal é de responsabilidade dos municípios e estados.
    Quem for contra ao aumento do IR para as rendas maiores esta agindo em causa própria e deixando o coletivo de lado. Sei que é difícil você pagar impostos mas é muito melhor você ter o que pagar do que ganhar um salário mínimo e não precisar pagar IR. Pense nisso. A grande maioria dos brasileiros não paga o IR porque não tem renda.

    • Pasquale disse:

      Então esta resolvido, vc paga sozinho ou com os simpatizantes do partido.
      Eu não pago nada e vou sonegar o que puder.
      Porque sou roubado diariamente,para manter salários nababescos.
      A minha paciencia acabou,eu sou um cidadão brasileiro,que não tem direito a nada.

  2. Efraim disse:

    Essa é a notícia mais óbvia do ano. A inépcia, o amadorismo e a desarticulação desse governo Dilma é algo inédito. Alguém acha que, num ambiente de tempestade em todos os setores da economia os parlamentares vão se queirmar dando um cheque em branco a um governo desmoralizado, mentiroso e c/ uma aprovação de 7%?

    Está na hora de começar a falar do futuro do Brasil sem Dilma, porque ela não tem mais espaço para dialogar politicamente. Game over.

  3. Reinon disse:

    Está um samba muito doido esse governo ! Dilma correndo do povo no dia 7 .., Vai entender

  4. César disse:

    Pedir ao cidadão comum, ao trabalhador assalariado, para dar mais uma parte dos seus ganhos, para o Governo Federal fechar as contas dos seus excessos de gastos? É inaceitável!!!!! Aumento de impostos, vai gerar mais inflação, menos consumo e mais desemprego. A única solução viável, é a redução do tamanho do “Estado brasileiro”. Corte de despesas do Governo Federal, privatização de estatais e abertura do mercado para a iniciativa privada. Desburocratizar e simplificar a forma de abrir e fechar empresas, agilizar uma reforma tributária e trabalhista. Uma reforma profunda no Estado e na maneira de se governar o país, não pode ser feita por estes governantes que estão no poder. Tem que ser feito por políticos sérios e que tenham “credibilidade”. Precisamos de novas eleições!

  5. César disse:

    Enquanto alguns receberam “Bilhões” em “pixulecos”…Nós, “os trouxas”, recebemos Bilhões em contas a pagar, Bilhões em dívidas, Bilhões em rombos, Bilhões em déficit público. Pagaremos a conta Bilionária desta roubalheira, com o aumento de impostos. E como premio por sermos tão trouxas, perderemos os nossos empregos, com o agravamento da recessão. Como diz o ditado: Quanto mais se abaixa a cabeça, mais a b…aparece!

  6. Renilson Tavares disse:

    Vagabundos esses aliados do Governo, gasta nosso dinheiro, rouba nosso dinheiro e vem com atitudes diferente.

  7. Edmir disse:

    Aumento no preço de combustíveis afeta diretamente a vida das classes mais baixas pois tem um impacto inflacionário muito alto: aumento no transporte de cargas e passageiros, gerando aumento no custo dos alimentos e dos ônibus.
    Péssima ideia !

  8. Joaquim disse:

    Fico impressionado como o Brasil e os brasileiros gostam de sofrer. Como um senhor como este ( Delfim Neto ) que fez tal mal a todos nós, ainda dá pitaco em economia e ainda tem gente de ouve.

    • Pasquale disse:

      Eu guardei a reportagem onde o Delfim,elogiava a queda de juros a 7 %.
      Dizia que o país estava no caminho certo..etc
      Algum tempo depois tem uma outra reportagem do Delfim,dizendo que o governo havia errado
      em diminuir as taxas a 7%.
      Conheço o Delfim desde a época da ditadura.
      ___
      Se alguem quiser ler sempre uma opinião de um profissional competente leiam
      LUIZ CARLOS MENDONÇA DE BARROS.

  9. pedro disse:

    Porquê não taxam em 60% os salários e comissões de todos os sanguessugas deste nefasto governo.Acho que acabaria o rombo e ainda sobraria algum $.

  10. Alberto disse:

    Favorável a aumento de impostos é aquela conversa fiada ideológica costumeira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-30 15:53:51