aki

cadastre-se aqui
aki
Economia
15-08-2017, 21h02

Anúncio de metas parece vitória de Meirelles, mas não é

Novos objetivos fiscais são irrealistas para ala política do governo
3

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

Parece uma vitória da equipe econômica, mas não é. O anúncio de metas de R$ 159 bilhões negativos para 2017 e 2018 poderia ter sido feito na semana passada.

Houve atraso porque a ala política as considera irrealistas. Dependeriam de medidas que o Congresso dificilmente entregará e de cortes de gastos complicados de realizar ou que não terão impacto imediato.

O anúncio aconteceu hoje para não desmoralizar ainda mais a equipe econômica. As novas metas já nasceram sob o signo da desconfiança e refletiram bateção de cabeça no governo. Com essas metas, não houve nem haverá ajuste fiscal na administração Temer. A equipe econômica só conseguiu elevar a dívida pública.

*

A tendência é que seja aprovado o relatório de reforma política que saiu da comissão especial da Câmara. O presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), marcou votação para amanhã, mas, como se trata de emenda constitucional, será necessário quórum alto.

Há um interesse dos maiores partidos em criar um novo fundo público no valor de R$ 3,6 bilhões para financiar as campanhas políticas. Esse dinheiro vai fortalecer as cúpulas partidárias. Foi a forma que os políticos encontraram para substituir o financiamento privado, que caiu em desgraça por causa da Lava Jato.
Em relação ao Distritão, a tendência também é de aprovação. A oposição e uma parcela de deputados dos partidos do centrão resistem. Mas PMDB, PSDB e DEM querem o Distritão como forma de abrir caminho para tentar implementar o parlamentarismo no Brasil.

Assista aos temas do “SBT Brasil”:

Comentários
3
  1. Fabio disse:

    Resumo, o Temer e a quadrilha dele saquearam tanto o Brasil que o país quebrou de vez.

    • walter disse:

      Então caro Fabio, quando se fala de quadrilhas, tem que lembrar de todos; se o Temer esta lá deve se exclusivamente ao PT, estes comentários atravessados, que a dilma daria jeito, não é fato; estaríamos com um defict de 340 BI, ou seja; a meta estaria dobrada…havia incompetência e principalmente horizontes econômicos; no caso do Temer, as raposas felpudas, estão manipulando, com medo do temer salvar o Brasil…já existe uma correria silenciosa, para candidaturas, em 2018..estamos todos numa “canoa furada”, não tem partido hj, tem Brasil; temos que apontar para o lado certo; teremos em breve, nossas notas internacionais rebaixadas;estamos a beira do precipício isto sim é gravíssimo, precisamos unir forças..

  2. Francis disse:

    Acho injusta a colocação de que “A equipe econômica só conseguiu elevar a dívida pública”.

    Definitivamente eles (equipe econômica) são alguns dos poucos agentes públicos interessados no bem do país. Eles sozinhos tem que lutar contra o Poder Legislativo (só interessados em sangrar o país) e o Poder Judiciário (somente interessados em aumentos salariais acima da inflação).

    Os “heróis” aqui são execrados como vilões e os vilões são tidos como heróis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-29 18:38:13