aki

cadastre-se aqui
aki
Economia
28-01-2015, 11h18

Ao defender empresas, Dilma pressiona por acordo na Lava Jato

Planalto já cogita derrota para Cunha na disputa na Câmara
41

KENNEDY ALENCAR
SÃO PAULO

Ao defender pela primeira vez as empresas acusadas de corrupção na Operação Lava Jato, a presidente Dilma Rousseff buscou influenciar a Justiça e o Ministério Público a realizar algum tipo de acordo com as companhias. Na reunião ministerial desta terça, Dilma disse que as pessoas acusadas deveriam ser punidas, mas empresas preservadas.

Não está sob o controle da presidente nem do governo federal o poder de realizar algum tipo de acordo com as empresas acusadas de corrupção na Lava Jato que permitisse a admissão de culpa em troca de algum tipo de limitação a punições às companhias. O Executivo até poderia participar de um entendimento desse tipo, mas ele só seria realizado com as palavras finais da Justiça e do Ministério Público.

O discurso da presidente é uma manobra arriscada de tentar influenciar a Justiça e o Ministério Público a realizar um acerto que permita que as empresas saiam desse episódio com saúde financeira para tocar obras e evitar demissões em massa. Dilma teme a eventual quebra de empresas, por exemplo.

O efeito econômico da Lava Jato preocupa muito a presidente. As expectativas econômicas já estão ruins para 2015. Há uma série de notícias recentes que alimentam uma visão negativa dos próximos meses, o que inibe a retomada da confiança da parte dos empresários, algo necessário para que invistam e o país volte a crescer. Ou pelo menos, que o Brasil não sofra uma retração econômica como está sendo prevista para este ano.

As empresas da Lava Jato são grupos empresariais complexos e que empregam muita gente, direta e indiretamente. Defender companhias acusadas de corrupção é uma tarefa inglória, difícil e impopular, mas a presidente avaliou que precisava fazer uma distinção entre as empresas, que deveriam sofrer menos, e os executivos, empresários, políticos e operadores partidários acusados de corrupção, que devem pagar por seus eventuais crimes.

Dilma fez isso porque sabe que o sucesso do seu segundo mandato só acontecerá se consertar a economia e o Brasil voltar a crescer de modo significativo em 2017 e 2018.

*

Recados na economia

Na primeira reunião ministerial do segundo mandato, Dilma deu dois principais recados na economia. A decisão de ajuste é dela e vai ser bancada. Ou seja, afastou a dúvida de que poderia recuar e desistir de implementar a mudança na política econômica do primeiro para o segundo mandato. Fortaleceu o ministro da Fazenda, Joaquim Levy.

Outro recado é a preocupação de responder às críticas de estelionato eleitoral, de que ganhou a eleição com um discurso e está governando com outro. Daí ter insistido na expressão ajuste gradual e na preservação das políticas sociais. Depois de um período de silêncio, Dilma voltou ao embate político.

*

Eleições no Congresso

O Palácio do Planalto fez as contas e acha que será difícil derrotar Eduardo Cunha (RJ), o líder do PMDB. O governo ainda tenta emplacar Arlindo Chinaglia, mas está preparando uma operação para tentar perder de pouco e forçar algum tipo de negociação para o dia seguinte.

Na avaliação do governo, uma coisa é ser derrotado por mais de 300 votos. Outra seria uma derrota apertada, por volta dos 270 votos. De ontem para hoje, aumentou o pessimismo do governo sobre esse assunto.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

 

Comentários
41
  1. Frederico Gosling disse:

    Eu acho que esta Operação LAVA JATO, já extrapolou a lógica, se é para apurara corrupção, vamos apurar, se é para punir, vamos punir, mas hoje a Operação está parecendo um Circo, cada um querendo aparecer mais que o outros, o Sigilo foi uma Piada, todos sabiam, mais que o próprio Juiz, acho que está na hora de fechar as cortinas, a DIREITA já colheu todos os frutos desta incompetência, e roubo, perpetuado contra a Petrobrás, agora é hora da ESQUERDA dar um basta e pedir soluções rápidas e eficientes para os problemas, chega de estrelismo.

    • walter.nobre disse:

      CALMA CARO, A OPERAÇÃO ESTA SENDO TOCADA POR VARIAS MÃOS DE ESPECIALISTAS; TUDO O QUE A DEFESA E O SUPREMO QUEREM; INTERDITAR O JUIZ POR FALTA DE COMPETÊNCIA.
      NINGUÉM DE FATO QUER JUSTIÇA, TODOS OS ENVOLVIDOS, SÃO POLÍTICOS DE PESO, E EMPREITEIRAS QUE CONTINUAM COM SUAS OBRAS; SÃO A FAVOR DE UM ACORDAM, COMO NA MÁFIA; PAGAM O QUER QUISEREM, PARA LIVRAR A CARA DOS PODEROSOS.
      O BRASIL PRECISARIA FAZER JUSTIÇA,QUANDO CHEGAR AO SUPREMO, SERÁ MAIS UMA NOVELA MEXICANA; DIFICILMENTE CASSARÃO OS MANDATOS DOS POLÍTICOS ENVOLVIDOS, MUITO PROVAVELMENTE, QUASE UM 1/3 DA CÂMARA E SENADO.

  2. Nilson disse:

    Como brasileiro que faz parte da outra metade que queria mudanças e não votou nela tenho que concordar com o ponto de vista desta senhora, pois as empresas detem uma grande maioria de empregados sérios, honestos e trabalhadores e nada tem a ver com os canalhas dirigentes que emporcalharam o nome da empresa com esta deslavada corrupção e roubalheira.

    • WILLIAN disse:

      NOS ESTAMOS FALANDO DOS DONOS DAS EMPRESAS DOS DIRETORES NÃO DE UM SIMPLES FUNCIONARIO QUE COMETEU UM DESVIO DE CONDUTA, TEM QUE IR ATÉ AS ULTIMAS CONSEGUENCIAS SE TIVER QUE QUEBRAR POR MA ADMINISTRAÇÃO QUE QUEBRE COMO QUALQUER EMPREENDEDOR BRASILEIRO SO NÃO QUERO PAGAR MAIS ESSA CONTA.

    • Francisco Miranda disse:

      E ninguém fala do LULA. Coitado. Sumiu…

    • "UM PROFETA CHAMADO 'JOÃO BATISTA'... FIGUEIREDO"! disse:

      Discordo, pois a lei tem que ser para todos!
      Não importam as consequências, o país não vai quebrar por causa de algumas empresas estarem sendo punidas, bem como seus proprietários e (ou) dirigentes corruptos.
      Abram as portas para empresas estrangeiras, se for o caso, que muitos empregos serão proporcionados por elas.
      A livre concorrência é a melhor arma para o desenvolvimento, é a mola mestra do regime democrático – empresário corrupto, político corrupto, governante corrupto, quando pegos, têm todos que devolver o que roubaram e irem todos para a cadeia, como acontece nas melhores democracias!
      Não é assim quando um ladrão “pé de chinelo” é pego roubando margarina num supermercado?
      Por que tem que ser diferente com o ladrão “padrão Fifa”?
      O que está havendo é que o governo está morrendo de medo das consequências de tudo isso, com impeachment (que se tivesse havido no escândalo do Mensalão talvez não se tivesse chegado ao ponto em que se chegou com o Petrolão).
      É o cúmulo do absurdo a presidente da República vir com tal ideia, de se punir o indivíduo para preservar a empresa, para se protegerem os empregos que essa empresa produz.
      Tal argumento é similar ao de que não se deve punir a Presidente do Conselho da Petrobras que concordou com o absurdo da compra da Refinaria de Pasadena, porque ela foi induzida a não conhecer detalhes importantes referentes à compra que provocou um prejuízo de 792 milhões de dólares ( 1 bilhão e seiscentos milhões de reais) aos cofres públicos – “porque tal punição causaria transtorno nacional”, com um impeachment que abalaria a “magnífica” imagem do país!
      O país já está em decadência econômica por má gestão e muita corrupção, principalmente nesses últimos anos.
      O caos está em áreas importantes como Saúde, Educação, Segurança Pública, Saneamento Básico, Malha rodoviária nacional, transportes urbanos, corrupção incontrolável etc.
      Não há um setor elogiável, é a verdade. Há muita propaganda mentirosa dos governos federal, estadual e municipal, em todo o Brasil.
      A falta de vergonha na cara foi institucionalizada oficiosamente a partir de uma frase maldita, quando em seu lugar deveria ter ecoado o pedido de “impeachment”: “Eu num sabia di nada”!
      Hoje é a frase mais pronunciada nos três poderes, no meio político, no meio empresarial, enfim,
      toda vez que um ladrão é detectado!
      Ninguém roubou, ninguém fez nada errado, ninguém tem culpa, ninguém sabe de nada!
      E os cofres públicos estão sendo minados cada dia mais!
      E as medidas para cobrirem os rombos já estão sendo tomadas… em cima do povão!
      “VOCÊS AINDA VÃO SENTIR SAUDADES DE MIM”… DISSE UM DIA, QUEM DIRIA, O “PROFETA JOÃO BATISTA”… FIGUEIREDO!

  3. roberto disse:

    Como disse o Deputado Magno Malta a Aécio Neves na Câmara Federal: “o Sr. não perdeu a eleição. Ganhou um livramento.”

  4. CARLOS disse:

    No mínimo é ridículo e preocupante a posição do governo PT em interferir na justiça… isso é medo de IMPEACHMENT…

  5. Anafilófio disse:

    Estas empresas roubam o país a décadas, não devem ser poupadas. Há inúmeras empresas que podem suprir a falta que fariam. Toda a cadeia que alimenta estas empresas pode alimentar novas empresas. Desempregados destas empresas podem trabalhar nas que as substituirão.

    O volume de faturamento destas empresas em relação PIB não é tão significativo. O que querem é um acordão para salvar a pele de todos, principalmente dos políticos corruptos e dos partidos envolvidos, principalmente o PT e o PMDB.

    • Antonio Celso Alencar disse:

      Eu acho que você está certo.
      Estas empresas devem ser fechadas, acabadas – Todos os empregados demitidos e as máquinas e todos os ativos vendidos para pagar o prejuízo.
      Os diretores, donos e gerentes devem ser poupados afinal, a corrupta é a empresa.
      Adorei seu comentário.

      • Anafilófio disse:

        Obrigado, mas aparentemente você respondeu a algum outro comentário, ou não leu o meu. Me aponte onde escrevi que os “graúdos” devam ser poupados. Não sabe certo? É porque não escrevi isso. Não perca o seu e o nosso tempo comentando o que é incapaz de interpretar.

        • Antonio Celso Alencar disse:

          Não seja tão agressivo.
          Não fui eu não.. Foi outro.
          Quando você diz que “há inúmeras empresas que podem suprir a falta…” você demonstra uma limitação digna da forma como me respondeu.
          Ouça não existem no Brasil empresas que possam suprir uma Camargo Correa, uma Norberto Odebrecht, e muito menos todas elas de uma vez.
          Você não tem a menor noção do que sejam estas grandes empreiteiras. Nem a menor noção.

          • jose eduardo sallum disse:

            As empresas devem ser punidas, e seus dirigentes presos> No mercado internacional existem empresas sérias, querendo vir investir no Brasil, mas são proibidas pelos corruptores. Em tempo cobram por obras preços mais baratos que os cobrados pelas nacionais, inclusive com tecnologia avançada.

  6. saturnino ribas disse:

    acho que a presidente Dilma, deveria ficar calada,ao defender os empreiteiros corruptos ela acaba influenciando ainda mais a corrupção, esses empreiteiros vem saqueando o brasil a quase um século.se o brasil fosse um país sério, eles já estavam na cadeia a muito tempo.

    • Adamastor Xexéu disse:

      Acho que você não entendeu nada…Ela defende a punição dos empreiteiros, diretores, donos e a preservação das empresas .
      Empresa é: Ativos, empregados, obras em andamento e etc., etc.,…
      Entendeu?

  7. carlos z disse:

    SE ELA DEFENDE AS EMPRESAS, TEM DE APONTAR O DEDO PARA O CORRUPTOR MAIOR, SEU PRÓPRIO PARTIDO O PT E PUNIR, “DOA A QUEM DOER”.

    • Zaqueu Mathias de Lara disse:

      Concordo plenamente com Carlos Z, tem que apontar o dedo mesmo, desta vez para o Planalto, porque tudo sai de lá, e você acha que ela e os companheiros não sabia de tudo que estava acontecendo, principalmente ela que foi Presidente do Conselho da Petrobrás. É uma Vergonha.

  8. edmilson disse:

    SE, ela estivesse com as duas mãos limpas, a consciência tranquila e fosse uma pessoa honesta e tivesse o bom senso do que é justo, jamais tocaria nesse assunto envolvendo quadrilhas de estelionatários do dinheiro do povo. Agora, sim, ela pôs-se no seu devido lugar. Resta, pois, o Ministério Público e a Magistratura mostrarem, demonstrarem e exemplarmente condenarem esses bandidos, não se esquecendo que estão sob os olhares e sentidos não só do povo brasileiro, como também do Mundo.

  9. Michel AG disse:

    As Empresas menores do setor, não cresceram devido ao tal clube. Enquanto esses Corruptos continuarem com o monopólio da obras públicas nada muda. Em fev sai o nome dos articuladores reais de toda essa roubalheira, nossos ilustres representantes, vamos ver se o STF tem autonomia.

  10. ANTONIO ELIAS disse:

    É AGORA QUE É A OPORTUNIDADE DE ENTRAR EMPRESAS SÉRIAS NESTE PAÍS, QUANTO A INTENÇÃO DA PRESIDENTA ELA NÃO FOI FELIZ EM SUA DECLARAÇÃO POIS CABE A JUSTIÇA FAZER O SEU PAPEL, PENA QUE O JOAQUIM BARBOSA APOSENTOU ESPERO QUE TENHA OUTROS.

  11. Preservar o caráter, a honra, e a dignidade é um direito de todos, tanto das pessoas físicas como jurídicas e cumprir a lei, também, é um dever delas, portanto quem não andou na linha, independentemente de pessoa física e/ou jurídica devem pagar pelos seu atos. Não cabe ao poder executivo esta tarefa de defender empresas ou pessoas e sim o poder executivo.
    A presidenta Dilma deve ficar calada, pois ela já falou muita merda em toda sua carreira de presidente.

  12. Hugo. disse:

    Tem é que escandalizar mesmo, tem é que falar mesmo e continuar divulgando tanta malandragem, tem que escrever todos os dias, tem que apertar o cerco e deixar de sigilos, o povo precisa saber e ser lembrado a toda hora que estamos sendo governados por uma grande quadrilha.
    Não pode deixar escapar nenhum malandro e quem fica bravo com isso e pensa ao contrario ou está se locupletando também do erário ou é algum simpatizante do banditismo.

  13. marco alves disse:

    esse é o jeito PT de lidar com os escândalos, como sempre, foi assim no mensalão e agora nessa vergonha também

  14. José Procópio disse:

    Nas vésperas da eleição, ouvia-se dizer: cortar na carne. Naquela época o discurso era um, porque o interesse também. Agora que a eleição passou e parte do que se veio a publico, mostra a podridão que ela já sabia. A senhora Graça Foster, fazia o que? a Presidenta Dilma, fazia o que? agora pede-se compreensão em nome dos funcionários destas empresas. Vamos colocar mais uma vez o narizinho de palhaço, pois o que tem que vir a publico é o nome dos políticos envolvidos e que o povo brasileiro, crie vergonha na cara nas proximas eleições

  15. Ricardo disse:

    Essas empresas de grandíssimo porte e não são facilmente substituíveis como muitas pessoas pensam. Para tocar uma obra de uma hidroelétrica, por exemplo, só uma empresa muito grande pra conseguir fazer, e os empregados, aqueles que realmente trabalham não devem pagar com seus empregos. Os diretores dessas empresas e os funcionários da Petrobras e e políticos envolvidos, estes sim devem ser punidos e não as empresas. Essas empresas também pagam propinas em outras obras, não só na petrobras, como nas obras do metrô de São Paulo, pois são as mesmas que fazem.

  16. Jonas disse:

    Empresas são pessoas. Não tem que preservar nada e sim defender as leis e a constituição. Quebrou empresas?? e daí?? as demais empresas que herdarem tais obras absorverão os desempregados. Assim funciona um regime capitalista. Quem mandou se meter a fazer conchavos com políticos corruptos?? Arque com as consequências. Dilma administra muito mal e agora quer tapar o sol com a peneira. Não se meta com o Judiciário. Não é problema dela. A não ser que ela esteja envolvida nessa merda toda. Aí então…..

  17. Jose Maria disse:

    Defender as empresas em questão é o mesmo que passar cheque em branco a corruptos. Nesse imbróglio não tem santo. Governo, através do PT 3%, PMDB 2% e PP 1% recebiam propinas de contratos bilionários, mais os funcionários da Petrobras e os empresários, todos envolvidos. Ora, ora, cadeia pra todos os culpados. Assim o povo brasileiro espera.

  18. Luiz disse:

    Pena de Morte e prisão perpetua já ! Aí teremos outro país, outros governantes!

  19. Cesar disse:

    Não consigo ver nem na televisão mais algum comentário no que diz
    respeitos a todos escândalos que envolve o PT.
    Aqui se faz aqui se paga e isso se Deus quiser será válidos para todos esses
    malfeitores.

  20. Ricardo Campos disse:

    Não é possível separar as empresas dos corruptos já que estes, em sua maioria, são sócios e donos das empresas.

  21. José Eduardo Pires Manara disse:

    A que ponto chegamos!!! A presidenta defendendo empresas corruptas !!! Ora , deixa elas quebrarem, mas antes disto suguem até a última gota daquilo que foi roubado, não se esquecendo de colocar os arquitetos da roubalheira ( corruptos e corruptores ) na cadeia, providenciando que a chave seja jogada fora. A preocupação com as consequências da quebradeira deve ser menor que a necessidade de mostrar ao pais que estamos querendo um caminho novo, onde as pessoas tenham reconhecimento, tanto de mérito como de desmérito. A simples defesa destas empresas pela presidenta lança sobre ela a sombra de que esta fazendo isto para pressionar um acordo expurio – para salvar a própria pele ? -.
    Não fui partidário do movimento que apareceu na Internet solicitando o impeachment da presidenta, mas se este caso vier a dar em pizza, estarei na trincheira junto com os 51 milhões de brasileiros que souberam aquilatar este estado de coisa. O Brasil é muito maior que esta corja, que caso vivessem da Ilha de Cuba ( a que sempre se referem e auxiliam o mais que podem – Porto de Muriel ) já estariam no paredon.

  22. José Carlos Damaceno disse:

    para um bom entendedor um pingo é letra, a presidenta não defendeu nenhuma pessoa física o que ela quer é preservar os empregos das pessoas que não tem nada com isso.

  23. Daniel disse:

    Estamos em Guerra contra a corrupção. Infelizmente, na guerra inocentes acabam pagando junto.
    As medidas precisam ser drasticas para haver mudança de postura dessas empresas. Esse deve ser o começo de uma limpeza ética no sistema de grandes obras do Pais.
    Não deve ser feito acordo nenhum. Os diretores e proprietarios devem pagar pelos crimes. Tem que pregar na cruz os, até então, intocaveis, para servir de exemplo para os demais.
    No caso dos politicos corruptos, a pena de morte seria uma boa saída. Precisamos de uma nova geração de politicos não corropidos. Sumam velharada safada!

  24. Roberto disse:

    A defesa da presidente em prol das empresas, é uma defesa de si e dos mentores dessa roubalheira que não são os donos das empresas. Os mentores não gostam das cores da nossa bandeira. Pra se perpetuar no poder usando a democracia e enriquecer as custas do dinheiro do povo, custa caro. Dai o mensalão, lava jato, tinha quem não concordava Celso Daniel, Toninho do PT. As ideias de Karl Max a pele de cordeiro e por baixo os ideais de Leni a mente e corpo. “Acuse-os daquilo que você é” Lenin.

  25. gesiel disse:

    Não creio que a Dilma vá defender EMPRESAS QUE ESTÃO SE DESFAZENDO POR CONTA DE CORRUPÇÃO OU DE INCOMPETENCIA DE SEUS ADMINISTRADORES; como fez o FHC quando CRIOU O “”BOLSA BANQUEIRO””” PROER, para SALVAR BANCOS PRIVADOS. Acho que quando a Dilma falou em punir PESSOAS E NÃO EMPRESAS, ela ESTAVA FALANDO UNICAMENTE DA PETROBRAS, que É UM PATRIMONIO do Brasil, e que POR MERA QUESTÃO POLITICA E IDEOLOGICA, politicos e a grande midia conservadora estavam destruindo; criando factoides. A ECONOMISTA Dilma, diferentemente do sociólogo FHC (professor de filosofia) que nunca havia administrado nada e sequer tido lições de administração; sabe que SE BANCOS PRIVADOS QUEBRAREM, isso JAMAIS AFETARÁ A ECONOMIA DE UM PAÍS, porque A MASSA FALIDA É ADQUIRIDA POR OUTROS BANCOS e a carteira de clientes e funcionarios são incorporados. Sabe também que ATÉ MESMO se a petrobras falisse, isso jamais afetaria o país, pois a petrobras rende apenas 12 bilhões ao ano, e o Brasil tem um PIB de 3 TRILHÕES. Portanto, essa empreiteiras envolvida no lava-jato, FALINDO OU NÃO FALINDO, não influirão em nada no crescimento do Brasil. Se não existirem mais as construtoras de Brasileiros, JAMAIS O BRASIL FICARÁ SEM REALIZAR SUAS GRANDES OBRAS. A China por exemplo, ESTÁ PROMOVENDO INUMERAS OBRAS EM SEU TERRITORIO, e EM OUTROS PAÍSES; inclusive “”””FINANCIANDO-AS””””, como o BNDES em muito menor escala faz aqui e em Cuba, por que não, ja que os Americanos já estão de olho no mercado cubano.

    • Ises Ramos disse:

      Essas empresas corruptas,sufocam as menores e bão as deixa crescer.Deveriam ir a leilão,pois
      assim seriam arrematadas por empresas sólidas e competentes (brasileiras ou não).
      Chega de panos quentes e baboseras.

  26. antonio Padovano disse:

    Eu acho que quebrar umas quinze empresas corruptas serah muito bom para a moral do pais; pois delas vai nascer cinquentas empresas saudaveis e com mais vigor que irao trabalhar com custo mais baixo.

  27. J.Carvalho disse:

    Quem furta neste país se dá bem, pois além de ficar com o produto do furto ainda é premiado com os acordos da “Delação premiada”. Vejamos o caso do sr.Youssef que será recompensado por cada R$ 50 milhões recuperados, ele terá direito a devolução do patrimônio adquirido com propinas, de R$ 1 milhão, uma espécia de comissão, só que desta vez é autorizado pela injustiça do Brasil. Aliás, devolução de que, se tudo continua como está. Os carrões ficam com a filha como “infiel depositária” e nenhum outro bem foi colocado a venda? Cara inteligente, esse Youssef. Só falta ele ser condecorado com uma dessas medalhas que a presidente distribui para as personalidades no final do ano. Vamos aguardar.

  28. RR disse:

    “Na reunião ministerial desta terça, Dilma disse que as pessoas acusadas deveriam ser punidas, mas empresas preservadas.” Avisem a ela que as empresas são compostas por estas mesmas pessoas que ela acha que deveriam ser punidas. Sai um mosquito e entra outro, igualzinho seu governo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-10-28 09:05:43