aki

cadastre-se aqui
aki
Política
21-05-2019, 5h26

Ao demonizar instituições, Bolsonaro ameaça democracia

Messiânico, presidente ataca Congresso, STF e imprensa
10

Kennedy Alencar
LONDRES

No final do dia de ontem, o presidente Jair Bolsonaro recuou de uma série de ataques ao Congresso Nacional, ao Supremo Tribunal Federal, à imprensa e corporações que o impediriam de governar o Brasil. Essa estratégia de morde e assopra é uma tentativa de emparedar o Congresso pelo fracasso de ter desperdiçado o período de lua de mel para aprovar projetos no Legislativo.

Demonizar a política é um gesto autoritário. Trata-se de ameaça à democracia. Ontem, Bolsonaro afirmou que “o grande problema do Brasil é a classe política”. Ora, só na família presidencial há quatros políticos.

Bolsonaro é o que sempre foi: um autoritário despreparado para exercer a Presidência. Recorre a teorias conspiratórias para vender uma mentira à população, a de que seria impedido de governar em benefício do povo.

O presidente simplesmente mente. O Congresso, o STF e a imprensa não são obstáculos a nada. Mas, sim, a fábrica de crises que é a gestão Bolsonaro.

Na última sexta, o presidente compartilhou no WhatsApp um texto que leu e não entendeu. A análise política e econômica de quinta categoria, rasa até para o que se costuma ler dos ideólogos do bolsonarismo, terminava com uma dica para que agentes financeiros vendessem suas posições no mercado. Isso não é atitude de presidente da República.

No sábado, chamou a imprensa de mentirosa por que foi informado que ele sancionaria anistia a partidos políticos. Logo se soube que o mentiroso era outro. Será que ele confundiu sanção com veto, já que parece ter tirado zero em nota de interpretação de texto?

Para piorar as coisas, o presidente divulgou no seu Facebook um vídeo no qual um pastor congolês que vive na França diz que “Deus o escolheu [Bolsonaro] para um novo tempo, para uma nova temporada no Brasil”.

Esse discurso estimula o fundamentalismo político-religioso, numa perigosa atitude divisionista e messiânica. O governo mistura visão autoritária com manipulação política.

É injusto demonizar a classe política, a Nova República e a Constituição de 1988. O Brasil tem tradição autoritária e populista. Existem problemas no sistema político-partidário do país, mas a nação avançou no período democrático.

No futuro, brasileiros sentirão saudade dos 16 anos de FHC e Lula no poder. Ambos fizeram bons governos, mas o Brasil se perdeu em algum ponto do tempo e espaço ali por volta de 2013 e, desde então, não consegue sair dessa realidade paralela em que se meteu.

*

RIP

Niki Lauda foi um dos maiores pilotos de Fórmula 1. Fez corridas incríveis nos anos 70 e 80. É inspiradora a sua história de desafio, tragédia e superação.

Ouça o comentário feito no “Jornal da CBN – 2ª Edição”:

Comentários
10
  1. Walter Alberto Monzon disse:

    Kennedy, eu até entendo que o Presidente exagerou em sua declaração e que não é a pessoa indicada para falar sobre os Políticos do Brasil. Cabe aos jornalista e politólogos fazer esses comentários que não o fazem por medo a represálias. Entretanto caro jornalista, nossos políticos são muito ruim desde Vereador,Deputado Estadual, Deputado Federal e Senador. Todos entram na política para arrumar a sua vida com conchavos, falcatruas e bandidagem. E muitas vezes os Líderes do Poder Executivo nos três níveis ficam com as mãos amarradas com as atitudes destes políticos incompetentes e inconsequentes. Esta é a realidade do Brasil, faltam opções visto que gente do bem não entra na politica para ser candidato. A grande maioria dos candidatos são pessoas sem qualificação moral e social, e ainda sem valores. Uma pequena parte é gente do bem e são isolados pela gente do mal. Realidade cruel que comento por experiência própria.

    • walter disse:

      Kennedy e Walter, a democracia esta sendo ameaçada, por inescrupulosos de plantão; querem manobra la, a bel prazer, com terceira quartas intenções; não engolem a falta do toma lá dá cá; o vulgo centrão, anteriormente, os anões do congresso, estão tentando forçar a barra, de qualquer maneira; esqueceram que a reforma, não tem espaço, para manobras, segundo seus próprios governadores; velhos caciques e manobristas, estão se aposentando, ou processados, não fazem parte, das negociações, com parcimônia…a falta de maturidade, em negociações, atingem o presidente; graças ao senso do Olavo, vai evitar em interferir, no dia a dia…teremos um novo governo no segundo semestre, com a reforma, bem adiantada, isto vai melhorar muito.

  2. Paulo Abrantes Neves disse:

    Tudo isto está “às escancâras” mas o que fazer se existem os turrões que não entendem de qualquer conclusão deduzida de uma simplória análise crítica, mesmo favorável ao ideário vencedor.
    Na tecla do anticomunismo primário tivemos Richard Nixon, Hitler, Pinochet “et caterva”. Teremos agora uma manifestação de “ofendidinhos” verde-amarelos (a cor nova da burrice) a qual será ressaltada das redes sociais como um GRANDE acontecimento de resposta…resposta ?

  3. Marcos Gomes disse:

    Ninguém é ou esta preparado para ser presidente. Por acaso LULA, Dilma eram??? O que esta acontecendo é que velhas manias precisam ser rompidas, o país parado pelo congresso e senado e o povo desinformado e também com muita pouca vontade de saber e preguiça de ler, acredita em quase tudo que se publica por ai. Simples assim.

  4. Carlos Augusto de Souza disse:

    Na minha humilde opinião, o texto que foi publicado na imprensa, e escrito pelo politico do partido NOVO, é o que é e o que sempre foi o congresso e a maioria das instituições publicas, só não ver que não quer. quase 100% do congresso hoje só trabalha em interesse e proveito próprio, do partido que representa e dos seus parentes e amigos. já a muitos anos o congresso brasileiro não produz nada de interesse do Brasil. Algum projeto que é colocado para tramitar em interesse do povo e do país, quando consegue ser aprovado é a base de muitas negociações com liberação de altas quantias de dinheiro publico para atender interesse dos deputados e senadores.
    As autoridades que querem manter a justiça funcionando no país, não conseguem porque os grandes ladrões estão no topo da piramide e são amigos da alta cúpula da justiça, por isso as leis e justiça não conseguem alcançá-los.
    Não diria que o Brasil hoje é ingovernável, mais tem muita gente querendo que país continue a bagunça que está hoje

  5. Magno da Silveira disse:

    Como eram Lula e Dilma, por exemplo. A diferença é que eles diziam o que o povo queria ouvir.
    Bolsonaro era ao dizer o que lhe vem à cabeça, sem filtro, o que não convém para um estadista.
    Se desgasta, e dá munição aos do contra. Paga um preço muito alto desnecessariamente. Com esse congresso e justiça atrelados as conveniências pessoais ele tem que fechar a boca e ser mais presidente do Brasil.

  6. walter nobre disse:

    Vamos combinar Kennedy, um congresso com terceiras intenções, não é novidade; aproveitar se da ocasião, para tentar impor ritmo, diante de uma reforma necessária, onde todos tem o dever de agilizar o processo, não vou nem citar o Maia, fraco na função…com relação ao STF, respondem por si só, com os últimos escândalos; um silêncio ensurdecedor dos Onze ministros, verbas para caviar, e vinhos importados, e premiados, não deveriam ser opção, numa hora destas na corte… se os governos FHC e LULA embora tenham seus méritos, perderam se por tabela; não podem esperar milagres instantâneos do Jair; este presidente veio para tentar mudar o que for possível, não enganou ninguém, em sua campanha, por isto foi eleito…quanto ao Lauda caro; tristeza em vida sofrida, por sequelas, resistiu como pode; grande exemplo…

  7. Santiago disse:

    Kennedy, você é um dos mais respeitados jornalistas desse país: imparcial, isento e absolutamente certeiro nos seus artigos. Parabéns! Se tivéssemos mais jornalistas e canais de comunicação como você, talvez estaríamos num país melhor, com a população mais bem informada e crítica ao analisar fatos políticos.

  8. ANDRE disse:

    De todos os problemas atuais, o pior e mais urgente é resolver a burrice que impregna o governo atual e para piorar parece que ela é contagiosa, basta ver o caso de se diminuir a carga tributária no cigarro.

  9. Olindo Souza Marques Neto disse:

    Eles perderam uma grande oportunidade de NÃO ter deixado a Dilma terminar o mandato dela em paz… ora, de quando eles NÃO deixaram mais a Dilma governar e depois culminando com a saída frustrante dela do poder até agora o Brasil só andou pra trás!!!! De 2014 até agora o Brasil teve prejuízos incalculáveis em seu desenvolvimento econômico… Lamentável!!!!

Deixe uma resposta para walter nobre Cancel reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2019-09-15 14:58:37