aki

cadastre-se aqui
aki
Política
30-01-2019, 22h44

Ao temer atos políticos, democracias começam a morrer

Quem aplaude crueldade contra Lula pode ser vítima amanhã
13

Kennedy Alencar
BRASÍLIA

Ao temer atos políticos, as democracias começam a morrer. O teatro protelatório da Justiça e da Polícia Federal para impedir Lula de velar e sepultar o irmão Vavá é um precedente perigoso que mancha a democracia brasileira.

Aqueles que aplaudem hoje a crueldade contra o ex-presidente podem ser vítimas no futuro de uma ação persecutória do mesmo tipo. O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Dias Toffoli, autorizou Lula a encontrar familiares e, eventualmente, o corpo do irmão numa unidade militar minutos antes de Vavá ser enterrado.

Isso é um absurdo, sobretudo se for levado em conta que a ditadura militar de 1964 permitiu, tempestivamente, a saída de Lula da prisão para comparecer ao velório e sepultamento da mãe, dona Lindu. A Justiça adotou procedimento protelatório para evitar contato de Lula com a imprensa, amigos e militantes do PT.

Será que a democracia brasileira é tão frágil que não pode ouvir o que Lula tem a dizer à imprensa? Ou será alquebrada por manifestações de militantes petistas num velório?

Há interesse público e histórico numa entrevista de Lula. Todos os jornalistas deveriam estar disputando esse furo. Mas parece que Lula morreu, não pode abrir a boca, não deve ser visto, precisa ser esquecido, é assunto proibido no debate público…

Não me parece que Lula seja tão perigoso assim. Ou será?

Na Antiguidade, havia tréguas para recolher mortos em batalha e permitir que parentes e amigos pranteassem entes queridos. No Brasil de 2018, isso não é possível. Tem algo errado rolando por aqui.

*

Outros temas

Os riscos e apreensões a respeito da barragem de Casa Pedra nas cidades mineiras de Belo Vale e de Congonhas do Campo, as incertezas na disputa pela presidência do Senado e a perseguição do regime de Nicolás Maduro a jornalistas foram outros temas do “Jornal da CBN – 2ª Edição”. Demonizar a Vale também não é o melhor caminho, mas a empresa precisa se reinventar.

Ouça abaixo:

Comentários
13
  1. Fabio disse:

    Kennedy, democracia no Brasil ruim quando derrubaram a Dilma sem provas, apenas para ascender um bando de corruptos ao poder.
    O judiciário já nao segue leis e nem normas.
    Estamos vivendo um caos, onde a bandidagem domina tudo.
    Um grande quadrilhão.

  2. BRAGA BH disse:

    No Brasil das contradições até o pensamento de Karl Marx está invertido: “A história se repete, a primeira vez como FARSA e a segunda como TRAGEDIA!!”

  3. Wellington Alves disse:

    Ditadura do Judiciário. Juiz e procurador podem ficar dando opinião política, mas Lula não. Até eu estou sendo atacado nas redes sociais.Era das trevas.

  4. VALDINEI DANTAS DA SILVA disse:

    Discordo totalmente de seu comentário, pois a razão dessa negativa são os próprios precedentes, uma vez que a lei diz que o preso poderá pedir permissão, cabe aos responsáveis pelo carcere, analisar os riscos, e assim o fizeram.
    Quem não se lembra da dificuldade de se cumprir um mandato de prisão, em abril de 2018?

    Temos que lembrar que Lula não é um preso comum, e sim um preso que pode por sua influencia oferecer riscos a ordem pública, aos agentes a até a si mesmo.

  5. […] Fonte: Ao temer atos políticos, democracias começam a morrer | Blog do Kennedy […]

  6. Augusto Cesar da Silva disse:

    Caro Kennedy, não me sinto vivendo em uma democracia. Estamos numa ditadura da toga. Nossos juízes nos deixam ruborizados a cada ato. O que forja uma nação são sonhos compartilhados, não temos mais sonhos, temos pesadelos.

  7. mariza disse:

    Kennedy, eu acredito que durante a Ditadura Militar o Lula não tinha nem 1/10 da popularidade que ele tem hoje. Lembre que naquela época não existia internet e nem redes sociais, assim, quantas pessoas você acha que souberam que o Lula estaria no enterro da Dona Lindu? Depois da terra, desde que a ditadura acabou no Brasil, ter dado mais de 30 voltas em torno do sol, as redes sociais mudaram a velocidade da informação, e os próprios advogados do Lula pediram para que o PT reduzisse a muvuca que estava fazendo no velório do irmão do Lula.
    Lula praticou o crime de corrupção, acredito que desde a prisão dele ele não tenha muitas novidades para que os jornalistas queiram tanto entrevistá-lo. O objetivo da entrevista é não permitir que Lula seja esquecido pela população.Infelizmente, a miséria no País é tão grande que o povo vota em quem aumentar ou melhorar a bolsa família. No final das últimas eleições foi possível perceber o leilão da bolsa família.

    • Wellington Alves disse:

      Não tinha 1/10? Lula havia sido preso por reunir 300 mil em uma greve.Foi eleito como deputado constituinte pouco tempo depois. O ódio bloqueia o estudo e compreensão da história.

  8. walter disse:

    Kennedy, vale apena a publicação dos comentários; por sua posição a favor do lula, sem considerar fatos capitais, que depõem contra a suposta inocência dele…não houve impedimento ao condenado, e sim ao ex presidente, por se tratar de uma exceção custosa, e totalmente fora da realidade prática…estão batendo bumbo agora, para a missa de sétimo dia…ele não quis prestar a última homenagem , mesmo na última hora, poderia…afirmar que este ato isolado, depõe contra a Democracia, é exagerado, já que as instituições foram consultadas, tanto é, que autorizaram, restrições ao preso, prevista em lei…Uma coisa, nada tem a ver com a outra, não poderia dar entrevistas, por não ser um cidadão livre…concordo porém, que sejam considerados, alguns pedidos por entrevista, como é seu caso, desde que sejam relacionadas, a sua vida atual…a situação do Lula, é dramática, por não ter outros caminhos, que pudessem agregar provas legitimas, em sua defesa…Quanto ao Maduro, esta num beco sem saída.

    • Fábio disse:

      Walter, a maior prova da seriedade e imparcialidade do profissional Kennedy é a presença de pessoas de visão totalmente reacionária e parcial como você.
      Ele com certeza não precisa da minha defesa, mas às vezes seus comentários são tão toscos quanto as entrevistas do seu “Mito”, que não dá para ficar quieto.

    • Wellington Alves disse:

      “Mesmo na última hora poderia…” Ah sim, desenterra o defunto para levar até uma unidade militar próxima, pq ele não foi autorizado a ir ao cemitério.
      Isso é ser desarrazoado.
      A ânsia de defender o indefensável alia-se com o ÓDIO, mesmo de forma polida.
      A que ponto chega a direita fétida.

  9. Ronaldo disse:

    Parabéns, KENNEDY, pelo seu posicionamento diante da situação vivida pelo Lula.

  10. Jorge disse:

    Kennedy, eu vejo que os atores, que estão envolvidos nessa questão triste de nossa história, ou seja, justiça, eleitores, alguns órgãos da imprensa, me faz acreditar que eles têm como objetivo principal desconstruir o Ethos dessa “ideia” pela a mais pura inveja. Pois o que está em questão é um estrondoso êxito de um homem simples das regiões menos providas de protagonismo de nossa história política, o que leva ao eterno inconformismo.

Deixe uma resposta para walter Cancel reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2019-04-24 01:32:51