aki

cadastre-se aqui
aki
Política
05-08-2015, 21h35

Apelo de Temer é sinal de gravidade da crise

11

Postado por: Daniela Martins

A reunião desta tarde com os líderes partidários na Câmara foi tão ruim que Michel Temer, vice-presidente da República e articulador político do governo, fez um apelo ao Congresso para que não votasse projetos que aumentam os gastos públicos.

O gesto de Temer é sinal da gravidade da crise política. Mostra que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), acelerou ações para enfraquecer o governo e tentar viabilizar a abertura de um processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff.

Na reunião com Temer, aliados do governo fizeram queixas e disseram que não têm como segurar os deputados. Ou seja, o governo teria perdido o controle da sua base de apoio na Câmara. E a tendência é que sofra derrotas ao votar projetos da chamada “pauta-bomba”.

*

Como previsto, o atual procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ficou em primeiro lugar na eleição interna do Ministério Público Federal.

A presidente Dilma Rousseff está decidida a manter a tradição iniciada no governo Lula de respeitar a indicação do mais votado pela categoria.

Dilma sabe que sofrerá desgaste político no Congresso, mas pretende manter o discurso de que não interfere na Lava Jato e de que os governos do PT estimulam o combate à corrupção, ainda que petistas sejam investigados.

Por isso, a presidente deverá confirmar a nova indicação de Janot para o cargo. Ele também precisará ser sabatinado e aprovado pelo Senado.

*

Confira os temas do “SBT Brasil” desta quarta:

Comentários
11
  1. Jonas disse:

    Entendo que o governo Dilma acabou. Não há mais liderança política, por menor que seja, a serviço do governo. Temer fez um apelo de “unir” o País. PDT já abandonou o barco, PTB em vias de faze-lo. Acabou esse governo. O País não sai do lugar enquanto Dilma não renunciar. Acabou. A crise só se agravará enquanto Dilma lá continuar. Que vergonha. A que ponto chega um governo incompetente e arrogante.

    • walter disse:

      Acabou a guarida Kennedy…o governo ficar nas mãos dos inimigos; Renan e temer…a dilma deve fazer as malas; estes caras são “corvos”…o vice não vai fazer nada a favor; pilhagem quem sabe.
      Caro JONAS perfeito…a impressão que temos, que a dilma quer sair, enxotada…não tem qualquer Moral, e nem direção…
      Nesta hora, se fosse inteligente, chamaria pessoas de bom senso, como Kennedy e alguns que ainda esperam
      regularidade…para trazerem opiniões, e formas, de sair sem causar reboliços maiores. Sair com a cabeça erguida quem sabe.

  2. NETO DE PRESO POLÍTICO disse:

    Minguaram os recursos financeiros oriundos da corrupção generalizada – Fundos de Pensão, Petrobras, BNDES… – acabou a base de apoio político do governo.
    Aguardemos o pronunciamento de hoje da Presidente. Será?
    Preparem as panelas!

  3. Reinon disse:

    Kennedy mas você acreditava na crise … O bagulho está solto, os deputados da base aliada foram para seus estados e constaram o povo está ferrado,(**&¨%$$$%&* com PT .

  4. Marco Túlio Castro disse:

    Razoavelmente grave a crise ? E todos tem que trabalhar pelo país ? É impressionante o facto deles não reconhecerem nada ! Com esta gente não tem mesmo jeito.

  5. CBarros disse:

    Os 445 votos que ontem aprovaram a pauta bomba é a prova mais clamorosa que o congresso quer derrubar Dilma e ironicamente morre de medo da Lava Jato. Vão derrubar o Janot também. Tá tudo prontinho para justificarem o golpe. A mídia se encarrega de jogar gasolina na fogueira.

    • Edi Rocha disse:

      Eis o que estão fazendo com Dilma: “Amigo meu não tem defeito. Inimigo meu, se não tem, eu ponho”.
      Dilma (que não roubou nada) está para cair, para que quem roubou continue roubando, desta vez com discrição para que o povo não saiba, afinal “o que os olhos não veem o coração não sente”.

  6. Gustavo disse:

    Caro Kennedy,
    quem não sabia que o barco já estava fazendo água pela proa?????? Até os petistas sabiam, mas na ganância de se manter no poder investiram pesado em atos ilícitos e dolosos, contando com o “jeitinho brasileiro” na justiça para resolverem as coisas, não esquecendo de meter fundo a mão no cofre, rapar o caixa e depois preparar a frase que ninguém agüenta mais ouvir: TODAS AS DOAÇÕES DE CAMPANHA FORAM FEITAS DENTRO DA LEI….. Até eles já sabem que isso nâo “cola” mais. Ou seja, muita competência no social e nenhuma noção administrativa. Por sinal, essa esquerda brasileira se tornou nojenta e asquerosa. Ví esta semana uma fotografia de 1978, onde estão FHC e LULA, lado a lado fazendo campanha, em uma avenida em São Paulo panfletando e distribuindo jornais sobre democracia para os que por ali passavam. É pra isso que está aí que eles queriam a democracia??? Reclamaram da direita, dos militares, mas tem muita gente com saudade daqueles tempos…

  7. Stanislaw: DIRETO AO ASSUNTO! disse:

    Ele deveria é ter “articulado” para que não tivesse acontecido o Petrolão e tanto ministro demitido por “suspeita” de corrupção;
    deveria ter “articulado” para que não houvesse tanta mentira e desgoverno desse governo;
    deveria estar articulando para que o governo desse o exemplo nos “apertos fiscais”, eliminando pelo menos uns 20 ministérios (cabides de empregos políticos); diminuindo os salários dos políticos, governantes e funcionários públicos, do mesmo jeito que faz com os aposentados e com o miserável “salário mínimo”.
    Deveria articular para que, começando pela presidente e abrangendo todos os membros dos governos, fosse feito o que o ex-presidente Mujica fazia no Uruguai:dispensassem todas as mordomia e doassem 90% de seus salários!
    Deveria “articular” para que os “apertos salariais” não fossem aplicados somente ao povo assalariado e sim a todos, principalmente aos que são pagos com o dinheiro dos impostos do povo!
    Sem medidas assim, era melhor não articular nada, ficar calado demonstraria “sabedoria”… e outras coisas…

  8. Maria Aparecida Ramos Tinhorão disse:

    Temer está sinalizando claramente que quer assumir. Nas entrelinhas porém com letras maiúsculas, está anunciando o inevitável. Em política isto se chama “balão de ensaio”, é a forma de diagnosticar qual a forma de saída: renúncia ou impeachment !

  9. César disse:

    A arrogância daqueles que ganharam as eleições, comprando votos com bolsas, os levaram à queda. Acharam que manobravam as massas, ao seu bel-prazer, com seus discursos populistas e promessas vazias, calçando-se na ignorância dos menos favorecidos, para induzi-los ao erro. Eleitos, usaram os recursos do país, para repetir em toda a Amarica do Sul e Caribe o populismo que os elegeram. O país não suportou carregar o continente inteiro nas costas. Quebrou! Desemprego, as contas à pagar e os recursos que não chegam ao fim do mês corroídos pela inflação, deixaram as panelas vazias, que agora batucam o samba do impeachment. O povo reclama , porque foi enganado. O povo reclama porque é quem está pagando a conta. Michel Temer faz o seu papel de vice-presidente. O papel de quem apoiou e participou dos governos petistas. O PMDB, como partido base do governo Lula e agora do governo Dilma, tem muita culpa no cartório também. Venderam os seus votos em troca de cargos nos ministérios e nas empresas estatais. Agora, talvez já seja muito tarde, para fingir que pensa no país!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-30 07:09:16