aki

cadastre-se aqui
aki
Política
12-09-2019, 19h37

Apesar de tardio, é correto alerta de Dodge sobre democracia

Na saída, procuradora-geral da República alfineta Bolsonaro
3

Kennedy Alencar
São Paulo

Apesar de tardio, é salutar que Raquel Dodge tenha feito um discurso de alerta sobre a importância do respeito à democracia na sua última participação como procuradora-geral da República no STF (Supremo Tribunal Federal).

“Faço um alerta para que fiquem atentos a todos os sinais de pressão sobre a democracia liberal, uma vez que no Brasil e no mundo surgem vozes contrárias ao regime de leis, ao respeito aos direitos fundamentais e ao meio ambiente sadio também para as futuras gerações”, ela disse hoje no Supremo.

Foi óbvia alfinetada no presidente Jair Bolsonaro, que tem adotado uma linha populista e autoritária.

Dodge tentou ser reconduzida ao cargo, mas Bolsonaro não topou. Isso explica a crítica que ela faz no momento de saída, mas, como dito, não desmerece o alerta.

O ministro do STF Celso de Mello também mandou mensagem clara a Bolsonaro quando falou que o Ministério Público não deve servir a governos, partidos ou pessoas.

O presidente da República indicou o subprocurador-geral Augusto Aras para substituir Dodge. Bolsonaro agiu de acordo com a Constituiçaão, mas desrespeitou tradição que teve início no governo Lula de indicar para a PGR um dos nomes da lista tríplice da eleição interna da ANPR (Associação Nacional dos Procuradores da República). Bolsonaro preferiu firmar um compromisso político com o novo chefe do Ministério Público Federal.

Ouça este comentário a partir dos 5 minutos e 40 segundos no áudio abaixo:

Comentários
3
  1. NSK disse:

    Too little, too late…

    A dona Raquel passou o mandato inteiro não fazendo nada ou apoiando coisas “estranhas” quando convinha. Agora avisa que isso é errado e pode dar ruim…?

  2. walter nobre disse:

    Kennedy, o sentimento geral é péssimo sobre a Dodge, acabou com o álibi da procuradoria sobre a lista tríplice, deixando uma sobra negra em sua saída, pelas suas últimas tacadas; veio pela sombra, poderia ter sido ma contundente diante da nomeação temer, mostrou o tamanho do abismo que este judiciário tem em todos os níveis…com o Aras terem,os uma postura teoricamente isenta, só o tempo dirá, já que a mania destes nomeados, é se envolver com as entranhas ruis dos vícios e tendencias políticas…quem apostar que o presidente vai ter qualquer benesse perderá, apenas não quis o ditame da lista tríplice viciada, com motivos piores para ser seguida..

  3. augusto disse:

    Ô Kennedy, não chega a ser correta a fala não, exceto no territorio estritamente acadêmico, não é?
    So se for para reafirmar a voce mesmo, mas nao precisa: todos sabem que és democrata faz tempo.
    Ali no STF, todo o mundo e mais seu cachorro- sabia porque e com que finalidades a “Aras’ de saias dizia aquilo naquele momento.
    Platitudes de ultimo minuto do tempo já nos acréscimos.
    Alias as ultimas de ontem, palavras de um certo apoio curitibano a Aras me colocam definitivamente contra ele.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2019-10-19 04:14:55