aki

cadastre-se aqui
aki
Economia
16-07-2014, 9h32

Aposta dos Brics é contraponto a EUA e Europa

11

Daniela Martins
Brasília

O comentário no “Jornal da CBN” analisou a criação do banco dos Brics. O acordo foi firmado ontem, durante a reunião entre os presidentes do Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, em Fortaleza. O banco, que vai financiar projetos de infraestrutura, dá densidade política ao grupo. Será possível fazer frente aos Estados Unidos e à União Europeia, que controlam o Banco Mundial, o Fundo Monetário Internacional (FMI) e a Organização das Nações Unidas (ONU). Juntos, os Brics representam quase 30% da economia mundial. O Brasil abriu mão da presidência porque entendeu que a disputa entre Índia e China pelo controle poderia colocar tudo a perder. Agiu certo, porque era mais importante assegurar a criação do banco. A China ficará com a sede e a Índia com a presidência. O Brasil tem sido criticado pela falta de acordos comerciais relevantes com Estados Unidos e União Europeia. A aposta do governo petista foi conquistar mercados na África, Ásia e América do Sul. O banco dos Brics cria um fato político relevante no âmbito internacional e dá mais força aos 5 países para se contrapor aos Estados Unidos e para pressionar por reformas no Banco Mundial e na ONU.

Comentários
11
  1. José Bezerra Sampaio disse:

    A consolidação dos BRICS com a criação do Banco de Desenvolvimento e do Fundo de Seguridade tem importância não só para GRUPO mas também para o mundo todo pois os países pobres não tinha como superar o Protecionismo das Nações ricas que ao taxarem os produtos importados do terceiro mundo, impediam o seu crescimento mantendo-os na miséria e na instabilidade econômica. Outra importância dos BRICS para o mundo é a Independência do FMI, com a extinção do Risco País que eleva brutalmente a dívida dos países mais pobres, criando uma dependência da qual dificilmente sairiam.

    • Ricardo disse:

      Para que o país, que já tem seus banco de desenvolvimento, precisa de um novo banco para financiar projetos de infraestrutura? Capital inicial: 50 bilhões? Só para se contrapor ao EUA, fins políticos? E o povo sofrendo sem os bilhões da copa e agora mais essa. Explica isso aí rapaz e todos abaixo com suas opiniões meramente políticas.

  2. Euris Morato Economista disse:

    A união de interesses políticos e econômicos dos países emergentes formadores dos BRIGS, hoje responsáveis por grande parte do PIB mundial e de sua população, é um passo de independência fundamental ao desenvolvimento dessas nações. Tal fato tem repercussões mundiais. A Organização deverá envolver também ajudas financeiras e estruturais a países africanos, asiáticos e latino-americanos. A criação do Banco dos BRIGS representa realmente o primeiro grande passo de libertação econômica mundial, das políticas ortodoxas impostas pelas nações ricas. Essas políticas econômicas de controle, lideradas principalmente pelo FMI, Banco Mundial e outras Instituições, em seu histórico, vem mantendo ações comprovadas que limitam o comércio, a produção e o desenvolvimento mundial.

  3. Antonio Carlos disse:

    Notícia muito boa para Mundo,já possibilita a divisão do poder. Gostaria muito ouvir a opinião dos opositores do Governo.

  4. gesiel disse:

    O BRICS TRARÁ ALÉM DA CONSOLIDAÇÃO ECONOMICA ao Brasil, com o livre comercio entre grandes mercados consumidores e com potencial para serem OS MAIORES DO MUNDO; A CONSOLIDAÇÃO MILITAR, pois certamente SE ALGUMA VEZ PASSOU PELA CABEÇA DOS ESTADOS UNIDOS ATACAR O BRASIL POR CONTA DO OLHO GRANDE NO PRÉ SAL, como JA FEZ COM O IRÃ, O IRAQUE E O AFEGANISTÃO; pensará duas vezes, porque ALÉM DA SOCIEDADE ECONOMICA, o Brasil contará com a COOPERAÇÃO TECNOLOGICA E BÉLICA, da China, India e Russia; que são POTENCIAS MILITARES, e no maximo em cinco anos o Brasil terá condições de ser uma potencia nessa area também. Ninguém pensa em guerra é claro, mas sim em SOBERANIA NACIONAL.

  5. Pasquale disse:

    Antonio Carlos,o que os BRICS tem haver com os opositores do governo????????
    Ou será que foi o PT que fundou os BRICS e eu não sabia???????
    Aqui dentro do País,não muda nada.Continua a mesma roubalheira eterna,essa não é a minha opinião…é a realidade.

    • Antonio Carlos disse:

      Você não entendeu Pascoal. Eu não falei do PT, estou falando do Governo do Brasil que faz parte dos BRICS, cujo Presidente mediou, brilhantemente, a reunião que tratou do assunto. Quanto ao Banco criado, temos que elogiar a participação deste Governo, que tem reservas cambiais de 370 bilhões de dólares, tirou 22 milhões de pessoas da miséria absoluta, mantem a inflação dentro da meta, tem o menor índice de desemprego da história do País, etc. Agora, apesar da saúde ter melhorado muito, não chega aos pés do Governo do PSDB, quando o País tinha uma qualidade de vida igual a da Dinamarca.

  6. João Bosco Rcoha disse:

    Excelente! Um grande passo em relação à dominação imposta pelo sistema finaceiro internacional.

  7. Carlos Eduardo D. Almeida disse:

    Bem lembrado, o BNDES. Então porquê disso? Apenas para fins políticos aplicando-se bilhões, sem falar no prazo e o povo segue vaiando e fica na insatisfação. Não dá para entender.

  8. Pasquale disse:

    Antonio,a diferença entre o que eu falei e vc falou é a seguinte:
    Eu falei sério e falei a verdade,eu quero saber de hoje e não ficar vivendo de ontem e fazendo comparações.Até porque não sei se estarei vivo amanhã.
    Eu quero como cidadão brasileiro uma saúde digna,depois uma educação digna e depois um País com vergonha na cara.
    O cidadão Antonio, tem direito de manifestar a sua opinião,mesmo que esteja totalmente equivocada.
    Apoiar um partido em que a cúpula se encontra cerceada de sua liberdade,eu jamais apoiaria.
    É apenas uma questão de princípios e para servir de exemplo para a geração que esta se vindo.Caso contrário irão achar que é normal,e aí amigo o País fica sem futuro.

  9. Juvencio disse:

    A China está entupida de títulos públicos da divida americana. Vamos supor que os EUA dessem um calote na dívida ; quem sairia quebrada era a China . Partindo dessa premissa os chineses não tem a menor intenção de se contrapor aos EUA.

Deixe uma resposta para Euris Morato Economista Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-10-29 22:30:31