aki

cadastre-se aqui
aki
Política
06-08-2018, 20h04

Articulações de Lula devem levar PT ao 2º turno

Alckmin ganha musculatura para enfrentar Bolsonaro
31

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

As articulações do ex-presidente Lula devem levar um nome do PT ao segundo turno da eleição presidencial. No cenário em que Lula consiga ser candidato, algo improvável hoje diante dos problemas que ele enfrenta na Justiça, o petista teria vaga assegurada. No entanto, mesmo fora da disputa, o ex-presidente tem potencial para colocar o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad na segunda fase.

Na prática, o Plano B do PT foi antecipado em mais de um mês. O PT esperava registrar a candidatura de Lula com Manuela D’Ávila, do PC do B, na vice em 15 de agosto. Então, travaria luta na Justiça para indicar um eventual substituto de Lula em setembro. Agora, o substituto já está claro: é Haddad.

Isso vai dar mais tempo para que haja a transferência de votos de Lula para Haddad, apesar de o partido oficialmente ainda manter o ex-presidente na cabeça da chapa. Ao desistir de um recurso apresentado ao STF que pedia a sua liberdade, Lula mostra que a estratégia jurídica está obedecendo à tática eleitoral. Ele quis evitar declaração de eventual inelegibilidade pela Suprema Corte.

Na pesquisa Datafolha realizada no início de junho, 30% dos eleitores disseram que poderiam votar com certeza num candidato indicado por Lula. E 17% afirmaram que talvez o fizessem.

Há uma avaliação interna no PT de que seria possível levar Haddad para a casa dos 20% de intenção em duas ou três semanas com o horário eleitoral gratuito no rádio e na TV martelando que ele seria o candidato de Lula.

Nesse contexto, ficou mais complicada a tarefa de Ciro Gomes (PDT) e de Marina Silva (Rede), candidatos que, nas pesquisas anteriores, eram os maiores beneficiados com a ausência de Lula. O mote “Lula é Haddad, Haddad é Lula” tem força para assegurar uma das duas vagas no segundo turno.

*

Desconstrução é a palavra

A outra vaga no segundo turno deverá ser disputada por Geraldo Alckmin (PSDB), Jair Bolsonaro (PSL) e Marina Silva. É muito difícil que Ciro Gomes e um petista se enfrentem na segunda fase. O pedetista brigará com o nome do PT para tentar chegar lá.

Por isso, será importante acompanhar o ataque de Alckmin a Bolsonaro. Além de baixar a intenção de voto em Bolsonaro, Alckmin precisará capturar eleitores do candidato do PSL de modo a superar Marina, que está na faixa dos 15% nas pesquisas. O PSDB terá uma imensidão de tempo no rádio e na TV para se dedicar à tarefa de passar o trator sobre Bolsonaro, mas o candidato do PSL tem demonstrado, até agora, uma sólida intenção de voto na casa dos 18% aos 20%.

Alckmin ganhou musculatura para enfrentar Bolsonaro, mas terá de lidar com os ataques de ligação com o atual governo, seja pelo apoio do Centrão, seja pelo aval ao impeachment e à gestão Temer.

Será uma enorme surpresa se Alvaro Dias (Podemos) ou Henrique Meirelles (MDB) conseguirem entrar no primeiro pelotão da disputa presidencial.

O resumo do final da temporada de convenções partidárias é o seguinte: PT e PSDB saem mais bem preparados do que os demais partidos para a batalha presidencial que começará no horário eleitoral gratuito no rádio e na TV no final deste mês.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN – 2ª Edição”:

Comentários
31
  1. Filipe disse:

    Concordo e discordo.O candidato do PT deve sim encostar nos 20% (15% herdados de Lula). Arrisvo a dizer que os outros 15% serão divididos majoritariamente por Ciro (10%) e Marina (5%). Só que Ciro vai fácil pegar uns 5% do eleitorado de Bolsonaro, portanto vai ao segundo turno.

    Resta saber se o PSDB vai conseguir pegar eleitores de Bolso e de Marina.

    Final Ciro com uns 23% no primeiro turno e uns 52% no segundo. Tudo chutes, mas com fundamento.

    • Muchacho disse:

      Filipe, eu voto no Ciro, sou Brizola e Darcy Ribeiro na alma, mas não acredito no cenário que você desenha. O meu cenário é que não haverá eleição direta para presidente caso o picolé de xuxu não se viabilize, lembrando que ele é o candidato do stabilishment e do golpe. O cenário que vejo para o Ciro é de ser um super ministro caso o Haddad consiga se eleger, o que também não é garantido, pois se eleito ganha força a tese de liberdade do sapo barbudo, que poderia ocupar a casa civil e desfazer o que foi feito após o golpe, sendo assim, o stabilishment tentará impedir a eleição de Haddad a todo custo.

    • Andre disse:

      hahahahahahahahahahahahahahahahahahahahahaha

    • marilia campos disse:

      Ciro não cola. Fala demais. Briga demais.

    • Mané disse:

      Minha avaliação se baseia nos números de 2014.

      Dilma – 43% (Haddad + Ciro + Boulos)
      Aécio – 34% (Bolsonaro + Alckmin + Dias + Amoedo)
      Marina – 22%

      O que será decisivo é a capacidade da Marina manter esse percentual. E se perder, quanto perderá e pra quem. Se Marina tiver 12% (meu palpite), e esses 10% irem para o grupo daqueles 34% (também meu palpite), teremos um cenário em que 44% votam nos candidatos da esquerda (PT, PDT, PSOL) e 44% votam nos candidatos da direita (PSL, PSDB, NOVO e PODEMOS). As vagas no segundo turno (uma pra cada lado) vai depender da capacidade de um candidato tirar votos de outro no mesmo campo.

    • Leonardo Santos disse:

      Filipe, tem muita gente que começa a raciocinar e a ficar com vergonha de sustentar campanha para o PSL. Cada vez que o candidato abre a boca em entrevistas é uma queda nas pesquisas. Deve evitar debates para não ser exposto ao ridículo com tanta facilidade. Muitos dos seus eleitores devem migrar para o PSDB. O voto na REDE é meio messiânico. Pode ser que se percam alguns poucos para o PSDB e uma quantidade menor ainda para o PT. Suponho que a maior parte deva migrar para o PDT. O resto fica onde está por convicção.

      Pro campo dos chutes embasados, dou elementos para análise. Especulemos.

      • Roberto Printel disse:

        Sou mais essa tua linha… sou anti-lula, mas admito que ele é um mago da politica, pode sim empurrar (de dentro da cadeia) o Haddad pro segundo turno, mas perde contra quem quer que seja seu adversário, pois a rejeição do PT é o limitante. O duro é ficar entre Haddad e Bolsonaro, seria o pior dos mundos)

  2. walter disse:

    Fica claro, caro Kennedy, que todas as manipulações de última hora, a “melhor” de longe, foi a do Alkimin; no caso do PT, só conseguiu complicar em termos, para o Ciro; o caso do Ex governador, juntar se ao Centrão, por mais tempo de TV; criando uma falsa sensação, que esta manobras vão gerar votos, aos “bandidos unidos”; este candidato acabou com seu eleitorado, por todos já terem concluído, que o “mais do mesmo”, vai prevalecer; no segundo turno, caso passe, fará outra aliança espúria com o PMDB, confirmando o que todos já sabem; teremos outro governo morno, onde pouco se fará, para manter equilibrio minimo, com isso, a cantilena permanecerá a mesma…por isso, o novo nesta eleição, será o Bolsonaro, com todos os insatisfeitos, votando em massa nele…seja o que Deus quiser, não podemos ter a corja de volta; imaginar que o lula preso, posso eleger um idiota marionete, é demais; melhor chamar para ministro, o Marcola e o Fernadinho beira Mar caso se elejam, estaremos perdidos mesmo…

    • Sebastiao Augusto Canabrava disse:

      Jogou a toalha cedo demais, Sr Walter. Viu como o Sr e’ cego na politica? O Sr endeusava o Alckimin, o PSDB, o Temmer (antes do Joesley). E agora, analfabeto politico como e’, joga todas as fichas no BolsoBruto. E se ele nao for para o segundo turno? O Sr volta para os tucanos emplumados? RsRsRs.

    • BRAGA BH disse:

      Aceita Walter! Aceita que dói menos! Ou se quiser uma mais ‘moderna’, “relaxa e goza”!!!

    • Egberto de Morais disse:

      Bolsonaro vai ficar só nos seus sonhos. Compre uma casa e vá morar com ele.

    • Miguel Angelo disse:

      Bolsonaro é novo em que? Pelo que seu vice disse, com todas as letras, ele e seu comparsa estão tão novos quanto a escravidão aos negros e a eliminação do índio. Você brasileiro quer errar mais quanto? No RJ elegeram um prefeito que administra o Município com um governo religioso. Prova que a bancada da fé, gosta mesmo é de um bom café, e muitos manés para pagar a conta. As medidas de proteção ao país independente pelo Bolsonaro e seu vice, parte de nós aceitarmos ser quintal de uma nação de poder bélico nuclear. Cara onde você que vai ter filhos, netos brasileiros, querem que isto vire realidade. Não temos militares com bagos para tirar os americanos de Alcântara. E como vamos tirar alguém que Bolsonaro colocar no Brasil. Com as Igrejas da Bancada da Fé? Com as viúvas milionárias dos militares que não casam, mas geram filhos? Nossa saída para acabar com estas aberrações é o Ciro. Ou uma chapa com a Marta Suplicy Presidente e Manuela D´Ávila. Alckmin/Bolsonaro/Marina perda de tempo.

  3. Jorge disse:

    Haddad não conseguirá nem 10% dos votos!
    É um ilustre desconhecido fora de SP!
    Só petistas acreditam nesse milagre!

  4. Jorge Pereira disse:

    Se o PT indicar uma pessoa qualquer votarei nela( no PT). PSDB nunca, JAMAIS. Quando no poder tiraram direitos dos trabalhadores. Bolsonaro eh piada de mau gosto. Um maluco, despreparado e bossal. Marina e Ciro sao aceitaveis.

  5. Mariza disse:

    Esta articulação parece coisa de Ditadura. Fidel nunca saiu do poder, o mesmo aconteceu na Venezuela e na União Soviética. Será que o Lula não vai dar oportunidade para outro candidato?

  6. Com essa perseguição jurídica-midiática descarada em cima de Lula, com condenação de Moro sem provas e sem crime, o Brasil abre mais uma dívida consigo mesmo. Lembrar que tudo começou quando Aécio não aceitou perder legitimamente para Dilma e ele mesmo disse a Joesley que Ação no TSE era para ‘encher o saco’ do PT; Cunha (preso) insatisfeito porque o PT votou contra ele compra deputados e acelera processo contra Dilma (honesta) e Temer (golpista) diz que o impeachment ocorreu porque o PT votou contra Cunha; a Janaina descabelada (vice) defendeu o impeachment e hoje diz que só uma pedalada fiscal de Temer não faz mais ela pedir de novo;a Câmara aprova o impeachment naquela sessão repugnante que Bolsonauro (candidato) invocou até Coronel Ustra; o presidente ilegítimo e golpista Michel Temer assume e confessa o golpe depois de um ano. Agora cabe descobrir como pagar todo esse desmando chancelado pelo STF, com tudo. De minha parte, já decidi: voto em Lula ou em quem Lula indicar.

  7. Manoel Josil Fabre disse:

    vejo a estrategia do PT, ganhando a eleição até no primeiro turno.

  8. A política brasileira supera Maquiavel. A união dos bandidos é impressionante. O ex governador de SP enlameado até o ultimo fio de cabelo, conhecido pelo cognome de Santo, mas também como Rei dos Cartéis montou a maior quadrilha para tentar assegurar a perpetuação no poder em Brasília. Ali está o time do Roberto Jefferson, Valdemar Costa Neto e o que pior existe no pais. Aliás, em São Paulo ele conseguiu superfaturar tudo Metro, Rodoanel, CDHU, Sabesp, DERSA e logrou se encastelar por mais de vinte anos no poder, sempre posando bonito para a foto da mídia que sempre maquiou o governo do estado, permitindo reeleições tranquilas. Nada de mau pega em São Paulo, talvez por montar suas secretarias e estatais com membros do MP, Judiciário, Imprensa, Maçonaria, Igrejas e outros meios de influência na opinião pública. Os outros candidatos a presidência seguem o relator.

  9. Marcílio disse:

    infelizmente é assim mesmo, chefe de quadrilha, exemplo, PCC, CV, de dentro da cadeia ficam dando ordens pra fazer isso ou aquilo, articulando pra coloca mais bandidos como candidato, e o pais assiste a isso infelizmente sem poder fazer muita coisa, Socorro Bolsonaro, tenta fazer algo durante seu mandato, se não conseguir devido a quadrilha ser muito grande alem da conta, quando tiver terminando seu mandato, entrega pros militares porque se você não conseguir vai ser so na base da força, infelizmente é a opção menos pior, ou seja com menos bandidagem, com menos assassinos genocidas, conforme maior parte da classe politica.

  10. Alberto disse:

    A única certeza é que não há certeza de nada.Suposições,suposições,suposições,…..

  11. Ricardo Magalhães disse:

    Não tenho como mostrar isso matematicamente, mas você não considerou os eleitores que tem vergonha de declarar um voto mais radical. Pessoalmente acho horrível o PT ir para o segundo turno, assim como o PSDB. Ouço aqui no centro oeste, assim como de amigos e colegas de trabalho do sudeste e do sul (de copeira, de zelador, de frentista, de garçom, de comerciantes, de servidor público, de empresários) outros posicionamentos, diferente da sua que já colocou o PT lá. Há uma rejeição ao PT muito grande e o PSDB não inspira confiança com as conexões que fez. Estamos bem desanimados com essa eleição pois vemos que o futuro do país pode ser bem comprometido por candidatos sem nada a oferecer ao país ou que querem se eleger para escapar da justiça. Sendo sincero, espero que sua opinião esteja errada e que nos permitam tentar algo diferente pelo menos! PT com essa turma aí, de jeito nenhum!!!

  12. ANTÔNIO PEREIRA DA CRUZ disse:

    Acredito que Bolsonaro e Geraldo Alckim irão para o segundo turno. Vamos esquecer o Lula Kennedy, sei que, pelas suas constantes colocações é um petista juramentado, mas vamos deixar quieto mofando da cadeira e cumprir o seu mandato de prisioneiro.

    • Tiago disse:

      Você não está expressando uma análise, mas apenas um desejo.
      Colocar Lula na cadeia foi o atalho que os adversários medrosos encontraram já que são incapazes de vencer Lula numa eleição limpa.
      Bolsonaro e Alckmin somam no máximo 25% em qualquer pesquisa. Os dois vão brigar por esse percentual e, provavelmente, vão perder parte dele durante a campanha. Sendo assim, será impossível que ambos cheguem ao segundo turno.
      Por sua vez Lula preso e sozinho possui mais de 30 em qualquer pesquisa e já possui um nome para canalizar esse potencial eleitoral. Racionalmente Haddad possui chances reais de estar no 2º turno.
      Aceitem.

  13. Marco Túlio Castro disse:

    Vai ser bacana o Brasil ser governado por um poste que é procurador de um presidiário.
    Vou jogar meu passaporte na privada. Não vai bastar abrir mão da cidadania

    • Sebastiao disse:

      Nao te entendi! Por que jogar o passaporte fora? So’ se tem passaporte para ir ao exterior. Talvez voce diz dizer “vergonha de ser brasileiro”, mas passaporte nao tem nada a ver com nacionalidade.

    • Tiago disse:

      Engraçado. Falam tanto na necessidade de “renovação na política”, mas quando se apresenta a chapa Haddad-Manuela dizem que é um “poste”. Renovação é o Luciano Huck então?
      Haddad é um intelectual, professor universitário, cientista político (é o verdadeiro político não profissional). Foi um revolucionário ministro da educação e já foi prefeito da maior cidade do país. É uma cara nova na disputa presidencial que somado a jovem e experiente Manuela representam uma renovação qualificada, como deve ser. Não é uma renovação condenada a tragédia feita por outsiders, como foi no caso de João Dória em SP, que só existe politicamente se alimentando de ódio.
      Haddad não tem vocação para poste. Possui identidade própria.

  14. Alonso disse:

    Excelente análise e um recado para golpistas e apoiadores insatisfeitos:
    Não se brinca com a democracia e a vontade popular prevalece nas urnas. Manobras não conseguem segurar a força do voto.

    • Roberto Printel disse:

      acorda meu filho, o PT tá se aliando ao MDB país a fora… o discurso de “górpi” já foi deixado de lado e pode até atrapalhar… teu dono não te avisou ainda?

  15. Jussara Pontes da Cruz disse:

    Não vai nenhum dos dois.

  16. J K disse:

    Dos 148 milhões de eleitores, 61 Mm ainda não definiram o voto. Eu acho que tentar colocar o pt no 2º turno tão cedo pode canalizar o voto de protesto, qual será uma massa de votos nunca vista antes, e eleger o candidato em1º turno, sem desprezar a possibilidade dessa mesma votação ir parar na conta de outro candidato. Historicamente, não se tem ganho tantas eleições em 1º turno, FHC fez isso, mas o eleitor tende a querer expor o mais forte aos debates cara a cara pra ver se é mesmo o que parece.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2018-11-19 20:21:33