aki

cadastre-se aqui
aki
Recomendo
18-02-2019, 20h01

Assista “Brasil em Transe”

Versão em português do documentário feito para BBC World News
40

Kennedy Alencar
CARAÍVA (BA)

Atendendo aos pedidos, apresento “Brasil em Transe” _versão narrada em português do documentário “What Happened to Brazil”, produzido pela K.doc para a BBC World News.

Trata-se da mesma série exibida no mundo todo e no Reino Unido ao longo do mês de janeiro pela BBC World News e pela BBC News. É uma tradução quase literal da versão inglesa. Há leves diferenças, próprias para os brasileiros que viveram a crise dos últimos cinco anos.

O conturbado período de 2013 a 2018 mudou a história do Brasil. A ascensão da extrema-direita não veio do nada. Tem tudo a ver com as manifestações de 2013, com o controverso impeachment de Dilma, com o impacto da Lava Jato sobre o prestígio dos políticos e dos partidos tradicionais e, sobretudo, com a reação da opinião pública à inédita exposição da corrupção endêmica entre o poder e o empresariado.

Compreender o que aconteceu é fundamental para evitar o aprofundamento da crise e um retrocesso civilizatório. Uma grande inspiração para mim foi “Roda Viva”, do Chico Buarque, que abre e encerra os três episódios. Essa canção representa o turbilhão de esperança e desalento no qual o Brasil mergulha ciclicamente.

Episódio 1 – O sonho acabou

Episódio 2 – A Lava Jato e “o golpe”

Episódio 3 – Nação dividida

Comentários
40
  1. Clayton Nascimento disse:

    O episódio 2 fez referência ao grande acordo nacional, conversado pelo Romero Juca e Sergio Machado, que de fato acabou acontecendo porque grandes politicos como Aécio, Serra, Gedel e Temer estão saindo impunes. Não teria como acabar a Lava a Jato sem mais nem menos, por isso mudaram o foco desviando para outros politicos e deixando os que lideraram o golpe fora de punição mesmo com muitas provas incriminatórias. Eu gostaria de ver episódio 4 poderia mostrando isso.
    No mais, parabenizo o material, roteiro e conteúdo jornalistico!

  2. walter disse:

    Trazer mais uma vez Kennedy, a versão do Brasil, no linguajar da BBC News, onde só destoem a imagem desgastada, por governos capengas e corruptos, anteriores ao atual, que mal assumiu, é no mínimo tendencioso; não deve ser confundido, que os últimos 5 anos, estávamos transitando, por um desgaste, causado por um ex presidente, que agora esta preso, que indicou uma substituta, sem qualquer condição para governar, pelo antes e pelo não que fez depois…não esquecer jamais, que o temer tão criticado pela esquerda, era vice escolhido, pelo PT, por seu maior aliado, o MDB…a LAVA JATO, surgiu, por excessos da corrupção, continuou, e perdurará, por muitos crimes, ainda não esclarecido, ou não desvendados…não há previsões claras, sobre um futuro promissor, nesta série, só condenam a Extrema direita, que nem mostro de fato, o que fará; construiu seu futuro, encima da derrocada construída, pelo PT…podemos tudo, mas não podemos nos iludir, nada poderia ser melhor, do que qualquer mudança…

    • Wellington Alves disse:

      Quer tanto defender a extrema direita que fica até feio.

    • dalmo lucena disse:

      E necessario que fique bem claro que não foi o PT que escolheu O Temer como Vice na chapa da Dilma e sim foi uma exigencia da cupula dp PMDB que caso o PT aceitasse não haveria a coligação.O resto é pura desinformação e temos o dever de evitar Fake News.

    • Essa é a sua opinião sobre os governos de Lula e Dilma, mas não é a minha. Antes de formar a minha opinião, eu procurei me informar da história política do Brasil, e a conclusão que cheguei, foi que PT (através dos seus erros, mas muito mais através dos seus acertos) foi o melhor partido que governou o Brasil após a ditadura. Então, repense nas suas ideologias e passe a se preocupar com os seu semelhantes.

  3. Reinaldo disse:

    Parabéns Kennedy!! Excelente Trabalho. Um retrato fiel dos fatos ocorridos na época.

  4. Sidney Pinho Junior disse:

    A visão do jornalista Kennedy é perfeita e, ainda que algumas pessoas, claramente alienadas e vendidas ao canto da sereia ultra direitista não reconheça, a matéria é perfeita e mostra com quase exatidão cirúrgica tudo que aconteceu em nosso país a partir de 2013, quando a direita conservadora e “neo-liberal” (leias-se entreguista…), começou a tramar um golpe para reassumir os controles do país, quase que definitivamente perdida para o poder popular representada pelo PT de Lula, visto que ainda que a corrupção endêmica e in sanável continuasse, o Brasil havia alcançado um status jamais sonhado por qualquer brasileiro… Claro, as elites vendidas ao “american way of life” jamais poderiam aceitar um Brasil forte, pujante, independente e com uma economia poderosa, rumo a um futuro que não interessa aos poderosos que querem manter nosso país como colônia do Tio Sam! Fizeram o golpe, impuseram Temer, destruíram-se e criaram o monstro Bolsonaro que agora ameaça à todos!!!

    • César disse:

      Caro Sidney, a sua opção por um governo chamado de esquerda, respeita-se! Mas dizer: “Brasil forte, pujante, independente e com uma economia poderosa, rumo a um futuro…” É muito! para com isso!… O que dá sustentabilidade econômica a um país é a sua produção em tecnologia!… Pergunto: quantas patentes (propriedade intelectual) internacionais o Brasil tem?…

  5. André Tinoco disse:

    Acho até engraçado algumas passagens que são tratadas de forma superficial e sem as devidas explicações dos seus protagonistas. No caso do grampo, de divulgação questionável na interpretação jurídica, o narrador fala em “suposta” proteção ao ex-presidente e a cidadã não explica pra qual finalidade servia o documento do “Bessias”, valendo ressaltar que quem estava grampeado era o Lula que estava sendo investigado naquele momento. Quando o ministro Lewandovski fala, não menciona que durante o processo que ele presidiu, o próprio rasgou a constituição brasileira em favor da presidente dissociando o impeachment da inelegibilidade. Depois vem um estudante e o próprio narrador dizendo que ela foi eleita democraticamente sendo que sua campanha foi inundada de dinheiro sujo fruto do roubo às empresas estatais e o achaque a empresários do setor privado para a manutenção de um projeto de poder.
    TRiste constatar que com tantos fatos e evidências ainda existam defensores deste tipo de prática.

  6. Renato Sérgio Borges disse:

    Não há nada de tendencioso no documentário. É um “documentário” e, como tal, exauriu todos os fatos para registrar um fenômeno, um acontecimento histórico. Exibiu, sem filtros, várias passagens do que acorreu no Brasil a partir de 2013. Se há algo mais, e certamente há, ficará a cargo do distanciamento histórico e dos historiadores.

    Preocupante é o fato de presenciarmos, sem ação, a grande influência do exército e do judiciário na política e nos movimentos sociais. Foi necessário? Foi justo? Quem sabe? Acho que ninguém conseguiria responder essa pergunta hoje. Só o tempo…

    O que é possível afirmar é que ainda somos um país do passado, com grandes injustiças sociais, uma política antiga e retrógrada e instituições frágeis. Sem maturidade não é certo que teremos Democracia por muito tempo porque instituições de fachada a Venezuela também tem.

  7. Susane Neves de Souza disse:

    Não existe justificativa para tanta corrupção – esta terrível aliança entre políticos e empresários corruptos demonstrada no documentário. Também não há como defender os erros de Dilma e nem do PT. Entretanto, triste mesmo é ver que não “alçamos voo” rumo ao desenvolvimento – pior! retrocedemos. Neste triste episódio ficou claro que nosso judiciário é justiceiro e agiu de maneira política. Quero crer na ingenuidade do taxista que tem o juiz como herói, mas o Estado e Exceção que se mostrou neste episódio teria consequências ainda mais terríveis se vertesse todo seu ódio sobre o cidadão comum. Queiram ou não, temos o verdadeiro mito preso e seus direitos civis e políticos cerceados! E se fosse o José da esquina?

  8. Elaine Alves disse:

    Obrigada pela tradução

  9. mano disse:

    prezados: o primeiro coxinha decepcionado e traído é Bebianno. Aguardem, a família real Bolsonaro traírá outros, aliás por onde anda Magno Malta? Torço para economia melhorar e criar muitos empregos, mas com o clã Bolsonaro dando pitaco o tempo todo, a burguesia coxinha vai entrar em depressão. O resto não tem expressão e o da justiça já perdeu a credibilidade e tá padecendo de anosognosia. Paulo Guedes é o único ministro que pode salvar esse governo.

  10. Marcelo de Souza disse:

    Estou nos 05:30 do primeiro episódio… Fiz parte…

  11. Luiz Roberto Portela e Silva disse:

    Muito bom. Espero, ansiosamente, o 4o episódio.

  12. José de Arimateas Sousa Nunes disse:

    Conteúdo muito bem roteirizado e bastante esclarecedor. Eu recomendo. Ah, e quero tê-lo disponível para futuras discussões democráticas.

  13. José Garcia disse:

    Parabéns Kennedy por este brief, revelando para o mundo e deixando as conclusões para que aqueles que pensam possam chegar as suas conclusões. Resta esperarmos o futuro para vermos as consequências de todos estes fatos e manobras. A história verdadeira sempre vem à tona quando os poderes são alternados, hoje vivemos a “estória” dos ganhadores da batalha.
    Ah! Não posso deixar de parabenizá-lo pela sua sensatez.

  14. Denize Lial disse:

    Parabéns! Kennedy. Retrato triste de nosso país. Um trabalho jornalístico maravilhoso.

  15. Maxswell disse:

    Parabéns Keneddy, como sempre um trabalho isento e retrato fiel da notícia.

  16. Tito Oliveira disse:

    Já conhecia o seus comentários sobre política, porém escutei a sua participação na Fim de expediente e tomei conhecimento do seu documentário, Procurei ver no youtube e achei fenomenal,
    É um retrato mostrando o por que surgiu o tsunami do capitão.
    Parabéns ! !
    Saravá

  17. Luiz Gustavo Amorim disse:

    Eu o respeito, Kennedy, o acompanho na CBN e ouvi atentamente às suas colocações no programa Fim de Expediente sobre o documentário e sobre como você tenta dissociar suas convicções pessoais da sua atuação. Entretanto o resultado final ficou um pouco aquém da minha expectativa, apesar da pluralidade dos entrevistados. Concordo com a visão de que não há lado isento nessa história – todas as forças do executivo, legislativo e judiciário são passíveis de críticas – mas vejo uma suavização das tintas sobre episódios marcantes da gestão petista nas políticas artificiais para o consumo em detrimento não enfrentamento das grandes questões, a real extensão do aparelhamento da Petrobras, o estelionato eleitoral de Dilma 2, o apoio suícida à Venezuela e o óbvio projeto hegemônico do partido,. Não se trata de invalidar o resultado final do trabalho, mas a isenção que poderia deixa-lo como uma peça histórica relevante desse período, é algo que ele não logra a atingir na minha avaliação.

  18. José Carlos disse:

    Parabéns pelos registros que narram e salvam para memória este importante período do Brasil.
    Senti falta de comentários que mostrassem um contraponto ao que foi apresentado pela ex-presidente, pelo ex-presidente do STF e pela economista da USP.
    Sem estes contrapontos, para quem não acompanhou estes episódios, pode parecer que a ex-presidente não teve responsabilidade pela destruição feita na economia do país e que o processo de impeachment fique sendo considerado como “golpe”.

  19. Demora mas até os ignorantes no Brasil um dia vai entender essa realidade hoje, as milicias no poder.

  20. Mariza disse:

    Kennedy, faltou entrevistar a Janaina Paschoal. Você falou do impeachment mas não entrevistou a autora do pedido.

  21. ANA PAULA TEIXEIRA disse:

    Um resumo curto, mas muito bem elaborado, um importante relato dos fatos e que deve ser consultado sempre que as fake news tentarem alterar a história. Parabéns!

  22. […] em português do documentário feito para BBC World News, indicação feita pelo blog do Kennedy Alencar este documentário mostra capítulos importantes da história recente do […]

  23. Francisco costa leite soares disse:

    Quero parabenizar o jornalista Kennedy Alencar , pela iniciativa de apresentar esse Documentário.
    Que na verdade é de extrema importância para todos nos Brasileiros.

  24. José Jorge D'Almeida Marques disse:

    Esqueceu de falar do estratégico grampo da NSA estadunidense na Petrobras e todo o governo Dilma que, provavelmente, deu o caminho das pedras para o Moro e Dallagnol se tornarem os heróis do apocalipse.

  25. Romanelli disse:

    parabens Kennedy por estar associado a este DOCUMENTO histórico

  26. Renata Cid disse:

    Excelente documentário, obrigado pela indicação Kennedy

  27. Sonia Montenegro disse:

    Senti falta da interferência externa, como foi denunciada pelo Snowden e Wikileaks, sem o que essa lamentável história não teria acontecido. Os EUA queriam o petróleo, nossa tecnologia de extração, os aquíferos, acabar com a defesa do Brasil e fazer do nosso país uma colônia. Queriam o Brasil governado pelos tucanos entreguistas, mas na impossibilidade, apoiaram o Bolsonaro.

    • Geraldo disse:

      Fomos parte de um experimento de guerra psicológica com uso de redes sociais. Esse tipo de experimento é considerado arma de guerra pelo governo dos EUA. Eles sabem muito bem que isso pode ter consequências devastadoras.
      Se o combate à corrupção fosse o motivo principal não haveria um partido impune no Brasil. Penso eu…

  28. Alisson Gomes Callado disse:

    Bota o episódio 4 com a entrevista de Lula

  29. Geraldo disse:

    O Kennedy disse bem: Moro COMANDOU a Lava-Jato !!
    Minha pergunta é : juíz deve comandar algo ??

  30. Antonio Morais disse:

    Valeu muito, Kennedy. Você orgulha nossa Belzonte.

  31. Antonio Morais disse:

    Esqueci, vai ter o quarto episódio?

  32. […] Agiu ilegalmente, segundo opiniões dadas por Rodrigo Janot e Ricardo Lewandowski ao documentário “Brasil em Transe”, produzido para a BBC World News. O ex-procurador-geral da República e o ministro do […]

  33. […] Agiu ilegalmente, segundo opiniões dadas por Rodrigo Janot e Ricardo Lewandowski ao documentário “Brasil em Transe”, produzido para a BBC World News. O ex-procurador-geral da República e o ministro do STF não […]

  34. Juliano disse:

    Finalmente assisti tudo, já estava aberto aqui faz muito tempo, achei muito bom, parabéns!
    Mas acho que ficou estranho a montagem sem perguntas e follow up, pois alguns afirmações dos entrevistados era mentiras ou no minimo um sofismo bem mixuruca, para mim imparcialidade não é mostrar os dois lados e ficar no meio falando que um disse isso e o outro disse isso, por isso chegamos onde chegamos, com pessoas que são anti vacinas, etc

Deixe uma resposta para ATÉ ESTUDO DA LAVA JATO VÊ INTERFERÊNCIA POLÍTICA DE MORO NO GRAMPO LULA-DILMA – VISÃO PLURAL Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-07-07 06:44:08