aki

cadastre-se aqui
aki
Política
03-03-2014, 9h41

Atraso na reforma ministerial gera risco no Congresso

2

Após o Carnaval, a presidente Dilma Rousseff deveria priorizar o final da reforma ministerial, que se arrasta desde janeiro. Atrito com PMDB continua a ser o principal problema. Quanto mais adia a solução, maior é o risco que o governo corre de sofrer derrotas no Congresso.

Comentários
2
  1. Galego disse:

    Este é o mensalão da troca de ministérios por apoio às votações no congresso de projetos eleitoreiros e de interesse individual aos mandões deste governo.
    País rico é país sem analfabeto funcional.!!

  2. MINISTROS TAPA BURACOS SUJOS! disse:

    ENQUANTO VIGORAR O ” VOTO OBRIGATÓRIO ” QUE FORÇA TODOS OS ANALFABETOS FUNCIONAIS A VOTAREM, AS FIGURAS MAIS NOCIVAS À SOCIEDADE CONTINUARÃO SE BENEFICIANDO, ALCANÇANDO INCLUSIVE ALTOS ÍNDICES DE VOTOS.
    E AS RAPOSAS CORRUPTAS DA POLÍTICA CONTINUARÃO EM SUAS MANOBRAS ELEITOREIRAS, COMO AS TROCAS DE MINISTROS, FEITAS COMO SE FOSSE TROCA DE CUECA… OU DE CALCINHA…
    NOS MINISTÉRIOS, HOJE, TANTO FAZ UM CORRUPTO COMO OUTRO, NÃO HÁ NECESSIDADE DE PLANOS, COMPETÊNCIA, SER DA ÁREA: ESTÁ ALI SÓ MESMO PARA TAPAR BURACO SUJO!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-26 12:34:36