aki

cadastre-se aqui
aki
Política
10-03-2015, 18h59

Barusco fragiliza tentativa do PT de igualar corrupção

22

Postado por: ISABELA HORTA

O depoimento de Pedro Barusco à CPI da Petrobras inviabilizou a estratégia do governo de igualar a atual corrupção na estatal com os desvios que, eventualmente, ocorreram durante o governo FHC.

Segundo o ex-gerente da Petrobras, o esquema investigado pela operação Lava Jato foi institucionalizado a partir de 2003. Isso tira do PT um argumento de luta política. Foi, inclusive, o discurso que a presidente Dilma Rousseff usou em uma entrevista após 60 dias de silêncio sobre o caso. Politicamente, o depoimento de Barusco é uma derrota para o PT.

O relator da CPI, Luiz Sérgio (PT-RJ), fez perguntas ruins e de maneira insegura. Não conseguiu trazer nenhuma novidade à comissão. Os parlamentares petistas ficaram na defensiva. Tentaram extrair de Barusco alguma informação que pudesse igualar a atual corrupção da Petrobras à que teria existido em governos passados. Essa estratégia não funcionou. A corrupção pode até ter acontecido, mas o delator afirmou que não tinha conhecimento disso.

Barusco detalhou encontros que teve com João Vaccari, tesoureiro do PT. Isso reforça a tese de que havia um representante partidário lidando com a estatal, o que é errado. Lugar de tesoureiro de partido não é dentro da Petrobras conversando com gerente ou com diretor da companhia. A declaração é, portanto, ruim para o PT, o governo e a presidente Dilma.

O delator da Lava Jato não deu, no entanto, nenhum detalhe de como Vaccari teria administrado esses recursos da Petrobras. É um pouco inverossímil, uma vez que ele, supostamente, se reunia com Vaccari e era uma pessoa de confiança do ex-diretor Renato Duque.

Barusco é um criminoso que está confessando para diminuir sua pena. Deve ser vista como conversa para boi dormir ele ter dito que, quando se começou a roubar, isso virou uma espada sobre sua cabeça. Ele amealhou recursos durante muito tempo. Como acusado, tem direito de usar essa estratégia de defesa. Mas é estranho que alguém que esteve no centro desse esquema de corrupção e tenha arrecadado milhões de dólares só tenha informações até determinado ponto.

É preciso mais investigação para detalhar a corrupção na Petrobras em um período amplo. A CPI não parece ser o palco ideal para isso. A comissão é um espaço político que está a reboque da investigação realizada em Curitiba pelo juiz federal Sérgio Moro, o Ministério Público Federal e a Polícia Federal. Continuará dependente da investigação que será feita pelo Supremo Tribunal Federal.

O deputado Ivan Valente (PSOL-SP) disse que apresentará um requerimento para acareação de Barusco, Duque e Vaccari. Esse procedimento já foi feito em outras CPIs. No fundo, produz mais fumaça do que fogo. Fica a palavra de um contra a do outro. É preciso, como disse Moro em uma palestra, seguir o caminho do dinheiro.

Ouça o comentário na CBN:

Comentários
22
  1. Pedro Amaral disse:

    Só lembrando, a frase “follow the money” ficou famosa após ser atribuída ao Garganta Profunda, no escândalo Watergate (vide o filme “Todos os homens do Presidente).

  2. Celio Jorge Lasmar disse:

    Conversa fiada, a corrupção é estruturada neste País desde a Proclamação da República, e não salva nenhum partido, o que acontece atualmente com o PSDB é que ele está fora do governo federal desde a eleição de Lula, e portanto é de se esperar que não tenha tantos envolvidos, mas se levantar a lebre nos Estados governados por ele aí a coisa engrossa como para qualquer um. E tem mais são golpistas baratos, querem destruir empresas e instituições para ver se retomam o poder para seus financiadores descontentes com o governo Dilma, que aliás são os mesmos que financiaram 90% das campanhas de políticos neste País, e com dinheiro da mesma fonte ou estou errado? O que está errado é deixar que obras paralisem, pessoas fiquem sem salários, empresas construídas a custo de muito suor sejam penalizadas por questões de polícia, o País tem que funcionar e as instituições devem ser respeitadas. Ta faltando Juízo e compromisso com a sociedade que lhes paga o salário a um monte de parlamentares e não são somente do PSDB.

  3. Flávio Crespo disse:

    Kennedy, o Barusco não retificou a resposta, falando: “não foi que houve a institucionalização, mas quando eu entrei, em 2004, quando eu percebi, já vi que era institucionalizado, porque nos contratos sempre havia um percentual destinado à propina. Tinha na área do Paulo Roberto, na do Renato Duque”. – Pela minha interpretação, isto não quer dizer uma institucionalização por partido, mas uma norma interna. Mesmo que não escrita, que as pessoas seguiam na Petrobras.

  4. roberto disse:

    Cada vez mais difícil para Dilma/PT. Deputados do PT tentaram de todas as maneiras, as vezes tresloucadamente como Maria do Rosário, que aos berros, insistia em colocar palavras na boca de Barusco. Vã tentativa. Ele foi sereno e disse com todas as letras que em 97/98 agiu sozinho sem ligação a qualquer esquema. Deixou claro que a partir de 2003 o pagamento de propina se tornou endêmico e sistemático. Falou que se reunia com o tesoureiro do PT João Vaccari e Renato Duque para determinar a partilha das propinas. Ta ficando feio.

  5. Ana Beatriz disse:

    Mas começou em 97 não foi? quais os interesses que vcs tem em deixar barato tudo o que acontece no governo FHC? Assim é difícil da gente acreditar na mídia. O delator teve SÓZINHO a grande ideia de roubar a petrobras…coitadinho….ele foi e perguntou para o primeiro que passou COMO É AMIGO, QUE TAL A GENTE METER A MÃO NA GRANA DA PETROBRAS?Tenha a santa paciência kennedy…vc é ou não um cara inteligente?

  6. pedro oliveira disse:

    Essa quadrilha só falta indicar o chefão, o grande vagaba que permitia o roubo, pessoa que todos sabem quem é, sempre na moita bancando o coitado que não sabe de nada.

  7. jmaz disse:

    Esse Barusco merece crédito, o que não pode é muita fumaça para o lado de Dilma e dizerem que não tem nada contra ela.

  8. Willo63 disse:

    Acho que vcs tem toda razão em estarem desapontados com o PT eu tambem estou, gente essa robalheira já vem a ano em todos os governos PT, PSDB, e todos os partidos que já passaram pelo governo.
    Isso é uma pratica antiga, desde a ditadura.Mas isso vai acabar, tem que acabar.
    Eu como antigo petista, militante, estou decepcionado e mudando minhas convicções, mas acho que tem muita gente honesta no PT.

  9. Sam Dias disse:

    Não acho que o depoimento dele seja válido para desqualificar a tese do pt, como vc mesmo disse mais a frente, ele é um criminoso que está confessando pra diminuir a pena. O título não condiz com o texto. Vlw

  10. Marcos Ribeiro disse:

    A Dilma declarou inúmeras vezes que não dá para comparar o ‘Bolsa Família’ do PSDB com o do PT, que tem uma escala, um quantitativo, muito maior.

    Parece que o mesmo ocorre com a corrupção dos 2 partidos no Governo Federal, ao menos na Petrobrás: que a do PT tem uma escala, um quantitativo, muito maior.

  11. Rogerio disse:

    Mesmo com 01 dedo de desvantagem, Lula é mais rápido que Dilma e aperta primeiro o botão: Dias Toffoli ocupa a quinta cadeira da segunda turma do STJ e presidirá o julgamento dos políticos envolvidos na Lava Jato. Dilma, aprenda com o mestre.

  12. Isabel disse:

    Oi, estou achando você muito ingênuo (ou se faz de ingênuo) para ser comentarista político. Ora, se Barusco agiu sozinho de 1997 a 2002, no governo FHC e não foi descoberto, temos que exaltar a presidenta Dilma, pois é no governo dela que os desvios estão vindo à tona. Proporcionalmente, 01 sozinho roubou por 05 anos nas barbas do governo tucano e os honestíssimos sequer notaram. Pois em menos de 05 anos de governo Dilma, foi descoberto a participação de quarenta e tantos políticos e mais outro tanto de envolvidos. Fragiliza quem, cara pálida? E no governo Lula? Lula preparou o terreno com lei anticorrupção e independência da PF e MP para investigar tudo. Se a imprensa for honesta e realmente isenta, vai perguntar para o FHC como foi que não conseguiram pegar um só ladrão no governo de 08 anos da oposição sem mácula (será?). Não é por nada que a imprensa brasileira é considerada uma das piores do mundo.

    • Pasquale disse:

      Argumento fraquíssimo e dissimulado,então a Dilma que estava lá dentro não sabia de nada?
      Quanta ingenuidade,quanta cara de pau,quanto cinismo.
      Quanta falta de respeito, com a inteligencia de um povo.

  13. Afonso Celso de Oliveira disse:

    Eu também só contaria 1/2 verdade,pois a outra parte me manterá vivo.caso contrario não sirvo para ninguém.

  14. Arnaldo Probo disse:

    Nada se compara à corrupção do PT Nunca , em nenhum pais do mundo , seja na Roma antiga ou nos dias de hoje algum grupo saqueou os cofres públicos em escala parecida !

  15. Antenor disse:

    O tiro saiu pela culatra, PT.
    Isso é o que dá quando se tem uma incumbência que se exige isenção partidária e imparcialidade e tais pré-requisitos não são levados em conta.
    O representante do PT, na CPI, queria era incriminar loguinho a gestão FHC e, com isso, quebrou a cara.
    Depois ficou com cara de quem soltou “pum” no elevador.
    É ridícula a postura dessa turba.

  16. Argos disse:

    Eu só quero saber é quando que o Lula e a Dilma serão presos.

  17. Roberto disse:

    Se gritar ” Pega Ladrão” , não fica ninguém!!!!!!!….

  18. Martins disse:

    O PT rouba e quer se esconder na sombra dos outros. Ele não muda é sempre o mesmo.

  19. emi disse:

    Estamos chegado no poderoso chefão.

    Não precisa fazer nada com ele; a sua desmoralização total me basta.

    … e devolver o que roubou, também, né!

  20. Marco Túlio Castro disse:

    Isto Kennedy é que chamamos de Golpe, a população já está convencida de que o PT desviou recursos de projetos (inclusive projetos sociais), de empresas publicas, de orgãos públicos para financiar um projeto de poder que de democrático não tem nada.
    Foi muito engraçado var aquela petista quase surtando de tanto gritar na CPI

  21. gesiel disse:

    1997,1998, 1999, 2000, 2001 e 2002. SEIS ANOS que o Pedro Barusco, confessou que RECEBEU DINHEIRO DE CORRUPÇÃO DA PETROBRAS durante o governo do FHC do PSDB. Depois desses 6 anos FAZENDO CORRUPÇÃO NA PETROBRAS durante o governo FHC do PSDB, ele resolveu “”MONTAR UMA EMPRESA”” de corrupção dentro da Petrobras, à partir de 2003 no governo Lula do PT; onde disse também que: A PRESIDENTE DILMA AO ASSUMIR A CASA CIVIL NO GOVERNO LULA, QUIS DEMITIR DE IMEDIATO O PAULO ROBERTO COSTA, MAS POR PRESSÃO DO PP, NÃO CONSEGUIU DEMITI-LO. Então fica a pergunta: SE AQUELE DONO DAQUELA “”FAMOSA FABRICA DE ‘SHOWCOLATE’ e bombons””, disser que ele começou a viver de chocolate, fazendo chocolates e bombons, NA COZINHA DA PROPRIA CASA, isso não deve ser considerado, e só deve ser considerado, quando ELE MONTOU a empresa de “SHOWCOLOATE?” Então, a Dilma TEM RAZÃO, quando disse que SE O PSDB TIVESSE COMBATIDO A CORRUPÇÃO, a corrupção não estaria deste tamanho no Brasil. Sem contar, que não se pode esquecer, que a trilogia dos mensalões começou num governo do PSDB em Minas Gerais, com o MENSALÃO MINEIRO, que até hoje não foi APURADO. O Resumo da CORRUPÇÃO NO BRASIL É O SEGUINTE: Os dois maiores protagonistas de corrupção no Brasil ALBERTO YOUSSEF e o MARCOS VALERIO; “”NASCERAM NOS GOVERNOS DO PSDB””; pois o MARCOS VALERIO INICIOU A TRILOGIA DOS MENSALÕES, com o mensalão Mineiro, durante o governo mineiro do Eduardo Azeredo do PSDB e do presidente FHC do PSDB; e o ALBERTO YOUSSEFF, da corrupção da petrobras, iniciou sua carreira de corrupção NO ESCANDALO DO BANESTADO, durante o governodo presidente FHC do PSDB e do DEMO no Paraná.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-28 19:10:13