aki

cadastre-se aqui
aki
Política
01-01-2019, 22h07

Bolsonaro dispensa tom conciliador e difunde 1ª fake news como presidente

Ele disse que sua posse liberta povo do socialismo
19

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

O presidente Jair Bolsonaro dispensou o tom conciliatório tradicional dos vitoriosos em discursos de posse e difundiu hoje a primeira fake news de sua administração. Numa fala típica de campanha eleitoral, ele disse que a sua posse foi o “dia em que o povo começou a se libertar do socialismo”.

Nunca houve socialismo no Brasil. É uma mentira dita pelo presidente no primeiro dia no cargo.

Bolsonaro não desceu do palanque nos dois discursos de hoje. No primeiro, na posse oficial no Congresso, falou em combater a “ideologia de gênero”, responsabilizou “inimigos da pátria” pelo atentado que sofreu na eleição, defendeu maior liberdade para posse de armas e repetiu bordões de campanha. No segundo discurso, no parlatório do Palácio do Planalto, adotou tom agressivo, afirmando que implementaria a agenda aprovada pela maioria na eleição.

“É com humildade e honra que me dirijo a todos vocês como presidente do Brasil e me coloco diante de toda a nação neste dia como um dia em que o povo começou a se libertar do socialismo, se libertar da inversão de valores, do gigantismo estatal e do politicamente correto”.

Segurando a bandeira do Brasil com o vice, Hamilton Mourão, ele disse: “Nossa bandeira jamais será vermelha… só será vermelha se for preciso nosso sangue para mantê-la verde e amarela”. Foi ovacionado por um público aguerrido, mas que compareceu em número bem inferior ao projetado por seus aliados.

A imprensa recebeu tratamento desrespeitoso, com confinamento de jornalistas durante horas, impedimento para deslocamentos, ameaças de ser alvo de atirador de elite e restrições para alimentação e até idas ao banheiro.

No primeiro dia de governo, Bolsonaro deu mostra de que a sua relação com a imprensa continuará ruim e dispensará prestação de contas por meio do jornalismo.

A agenda econômica não ficou clara em nenhum momento. Falta estratégia para aprovar a reforma da Previdência, por exemplo. Sobra improviso. Nos discursos do presidente, houve mistura nociva e excessiva de religião com assuntos de Estado. Em resumo, Bolsonaro é o político mais despreparado a se sentar na cadeira presidencial.

Comentários
19
  1. CELINA MARA SOARES disse:

    Dá-lhe Kennedy! Que bom que você existe!

  2. walter disse:

    Kennedy, nada de Novo, na posse do presidente eleito, em suas promessas; suas falas são promessas durante a campanha…não há o que comemorar, esta recebendo, um país destroçado, do sucessor da dilma, que só se preocupou em defender se, dos maus feitos, comprometendo possibilidades reais, em recuperar, o lixo herdado…quanto ao discurso de libertação do Bolsonaro, dependerá de suas vitórias, diante de um Povo sofrido, desempregado e desacredita…com muitas perdas ao longo do tempo, diante das manobras contra o Brasil…os cem dias, transferidos, as pastas, podem ser uma surpresa, caso seus comandados, consigam enxergar, a importância destas conquistas; deverão superar se, diante de vários obstáculos que encontrarão pelo caminho…O Presidente de todos, deve adotar um tom sereno, para não parecer outro fanfarão, que já governou este País, e deu no que deu…

    • Ricardo Augusto dos Santos disse:

      Sem promessas porque nao tem nada a oferecer, quer dizer ele espera o Paulo Beto Guedes falar e o pagagaio repete…
      Não é possível que ele não tem plano de governo?
      vou mudar tudo isto ai…
      Mudou, os nomes.

  3. Eduardo Adauto da Costa disse:

    Exato Kennedy, ele não saiu do palanque, aliás muito parecido com o Aécio, só que esse perdeu para a Dilma. Esperava-se que na posse, o discurso desse vez à conciliação como é de praxe, como fez Lula, Obama, FHC, Macron, os exemplos são vários. Bolsonaro, ao contrário parte para o confronto, imitando Trump. Se o original já é patético, a cópia é ultrajante. Os primeiros atos já corroboram a fala agressiva. A imprensa é seu primeiro alvo, os indígenas e quilombolas já pagam a primeira fatura. E assim vai ser até o fim.

  4. Wellington Alves disse:

    É até melhor assim. Facilita nosso combate político. Fez o mesmo discurso de Collor. Acredito que terá o mesmo destino.

  5. BRAGA BH disse:

    Estive vendo o filme apocrifo sobre a facada e o que se sucedeu após ela! Mil dúvidas! Quem pagou? Quem planejou? Qual era o interesse real?
    Após os discursos de ontem na posse do novo presidente o que eu pude já ter a certeza é que, passados alguns meses de governo, estando ele ainda sobre o palanque (ele não desceu até agora), a economia engatinhando, sem nenhuma agenda sustentável de governo, com as investigações do TSE como uma lamina apontada em seu pescoço, acredito que a própria direita raivosa tira Bolsonaro do caminho e abre espaço para Mourão.
    Aí teremos que fazer como Nero: apanhar a Harpa, subir no alto de um morro e assistir o país pegar fogo!

  6. Sandra Rodrigues Garcia disse:

    O capitão não tem nada a dizer, como sempre, e a faixa presidencial não faz milagres. Ele continua o mesmo, por isso tenta se apoiar em fakes, lutando contra o socialismo que nunca existiu, por exemplo. Vai ser cansativo aguentar essa fala vazia. Quem mandou eleger o homem? Bom saber que os bons jornalistas, como você, Kennedy, estão atentos. Se não vai ser fácil para nós, também não será para um governante fraco! Quem mandou se candidatar?

  7. Tiago disse:

    Se elegeram um MEME para presidente, não poderíamos esperar nada diferente disso. O assunto agora são estratégias de resistência aos tempos sombrios vindouros.

  8. EDELSON J NICOLUZZI disse:

    CARO KENNEDY
    NEM EM MEUS ORRENDOS PESADELOS PUDE IMAGINAR Q VIVERIAMOS ESTE APICE DA TOSCA ESTUPIDES TRIUNFANDO SOBRE A INTELIGENCIA. VIVEMOS O AUGE DA COLHEITA MALDITA, UM POVO DE MENTES COLONIZADAS E DEPENDENTE DE pa$tore$, SE TORNOU A SOPA NO MEL PARA OS ESPERTALHÕES DA CAMBRIDGE ANALITICA, DA NSA(Q DEVE TER E MANTER GRAMPEADOS MEMBROS DOS 3 PODERES)E OBVIO COM A MÃO FORTE DA CIA, ESSA DIREITA BAIXO CLERO Ñ TEM COMPETENCIA E DOMINIO DA LAVAGEM CEREBRAL FEITA NESTE POVO SEM CULTURA E SEM ESCOLA, E COMO NEM RELOGIO TRABALHA DE GRAÇA, ROLOU MTA GRANA NA TAREFA DE DEMONIZAR LULA DILMA PT E PETROBRAS,COMO DEPOIS DO MAIOR CICLO DE DESENVOLVIMENTO E INCLUSÃO SOCIAL,NOSSO POVO ABRAÇOU ESSE ENRREDO TOTALMENTE MENTIROSO?? OBVIO Q FALTOU O PT FOCAR NA “PROPAGANDA”, DEIXOU ROLAR E DEU NO Q DEU. TEMO Ñ VER MAIS O BRASIL DOS TEMPOS DE BONANÇA PETISTA NUNCA MAIS. O ELEMENTO eduardo cunha AO VOTAR DURANTE O GOLPE,DISSE A FRASE Q DECRETA OS TEMPOS VINDOUROS: QUE DEUS TENHA PIEDADEDESTA NAÇÃO

  9. Everardo de S. Ferreira disse:

    Estamos na situação de quem jantou comida estragada e agora torce para que ela não faça mal.

  10. Marcio Arcirio disse:

    Como você avalia o discurso do Paulo Guedes? Para mim ele foi bastante claro na linha a ser adotada.

  11. […] Fonte: Bolsonaro dispensa tom conciliador e difunde 1ª fake news como presidente | Blog do Kennedy […]

Deixe uma resposta para walter Cancel reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2019-03-23 14:11:40