aki

cadastre-se aqui
aki
Política
24-09-2013, 9h50

Bolsonaro merece punição

13

O bom de viver numa democracia é constatar com alegria como Jair Bolsonaro (PP-RJ) virou um tigre de papel. O deputado federal se transformou naquele tipo de bufão que tem medo de comunista que come criancinha.

As palavras e ações de Bolsonaro são uma forma eficiente de atacar a ditadura militar de 1964. Ontem, segunda, 23/08, ele deu outra contribuição à causa. Tentou participar, sem ser convidado, de uma visita da Comissão da Verdade e de outros congressistas ao 1º Batalhão da Polícia do Exército no Rio de Janeiro, onde funcionou um centro de tortura da ditadura (Doi-Codi).

Além de não ter sido convidado, ele também não integra a comissão. Era a pessoa errada no lugar errado. Bolsonaro é o tipo que conta mentiras para justificar crimes da ditadura.

Ontem, foi acusado pelo senador Randolfe Rodrigues, do PSOL do Amapá, de agresssão. Pelo vídeo, nota-se um deslocamento súbito do tronco do senador, como se tivesse ocorrido um solavanco na linha da cintura, o que combina com o relato de Randolfe de um soco, até meio de leve, no estômago. Tá errado. Não pode. É  violência.

Agora, o Senado vai encaminhar à Câmara um pedido de quebra de decoro, o que poderia resultar em cassação do mandato. Não é a primeira vez que Bolsonaro tenta atrapalhar um trabalho esclarecedor para a sociedade.

Centro de torturas mundo afora viraram centros de memória. Aconteceu com a antiga sede do Doi-Codi em SP. Aconteceu com campos de concentração na Europa. Transformar o quartel do Rio numa instalação desse tipo seria uma boa medida.

Como o nome diz, um centro de memória é importante para não esquecer. É importante para que as novas gerações saibam o mal que acometeu o país entre 1964 e 1985. É importante para valorizar a democracia.

Não existe uma medida boa que a ditadura militar de 64 tenha feito que se justifique perante o sacríficio e as dores, pessoais e institucionais. Há pessoas que até hoje não sabem como morreram ou desapareceram os seus entes queridos, torturados e mortos pelo Estado.

O Brasil perdeu tempo. O país seria muito melhor hoje sem a ditadura, tanto que avançou bem mais no seu período democrático. Apesar de Bolsonaro ter virado um personagem folclórico algo asqueroso, a liberdade de expressão de hoje não deve servir de escudo para que ele cometa crimes. Se tiver quebrado o decoro, como parece ser o caso, merece punição.

Comentários
13
  1. RGS(PESQUISADOR) disse:

    O deputado federal Jair Bolsonaro,no episódio da visitação de comissão parlamentar ao prédio do antigo DÓI-Codi – Fora impedido de entrar juntamente com os demais parlamentares – Reagindo,com um certo nervosismo provocado por membro de partido dito de “esquerda”.Na minha modesta opinião,nada que mereça punição.

    • Danilo Perez disse:

      Poderia ser… Se fosse a primeira vez que esse fascista aprontasse. Desrespeito e agressões gratuitas viraram rotina. Bolsonaro envergonha nosso país.

  2. RGS(PESQUISADOR) disse:

    Concordo em que ” o país seria melhor hoje, sem a ditadura”.Inclusive,não teríamos tanta gente despreparada para assumir o comando do Brasil Como , infelizmente,temos hoje.E também, um povo tão DESPOLITIZADO”.Acreditando em tudo,em todas, em propagandas e em pesquisas-propagandas.

  3. JORGE JUCÁ disse:

    ” O PAIS SERIA MELHOR SEM A DITADURA”.. LAMENTÁVEL… ONDE VC ESTAVA EM 1964? O QUE SABE DA ÉPOCA? OS DOIS LADOS ERRARAM. NÃO EXISTIAM ” SANTINHOS” DO ” OUTRO LADO”… BASTA VER OS ” J, DIRCEUS” DE HJ…QUE PAÍS TEMOS HOJE COM ESSES MARAVILHOSOS BRASILEIROS???
    COM CERTEZA NÃO CABE PUNIÇÃO…ACORDE!

  4. Flavio disse:

    Engraçado todas as pessoas acima dos 50 anos que ja conversei não tem nada contra o periodo da Ditadura Militar, pelo contrário.

  5. Genilson disse:

    Acho que esse Blog deu a noticia de uma forma extremamente parcial, o autor do texto acima nem sequer se deu ao trabalho de esconder sua determinação contra Dep. Federal Jair Bolsonaro, é deprimente ver jornalistas se bandeando pra esse ou aquele lado da noticia, espero que um dia os jornalistas do Brasil possam ver em suas profissões algo acima do certo ou errado e exerçam de forma imparcial a divulgação da noticia pois essa a minha maior expectativa quando leio qualquer noticia seja em jornal ou internet, espero que ao ler não tenha que ter o trabalho de filtrar a o intenção do jornalista por tras da noticia, se todos fossem integros a verdade sem ser parcial com certeza seria mais facil ler noticias nesse pais e com certeza formar opinião.

  6. Damata disse:

    O Sr. Bolsonaro coleciona episódios q já poderiam tê-lo levado a cassação! Não apenas com outros parlamentares, mas contra civis! Uma pessoa q não reconhece o direito de seus oponentes, age com a máxima truculência, veicula discurso de ódio a diferentes minorias, representando o q há de mais retrógrado no cenário político…JAMAIS DEVERIA ESTAR DENTRO DE UMA CASA DE LEIS!!!! PUNIÇÃO E CASSAÇÃO, JÁ!!

  7. JOSE MARQUES disse:

    Eu acho essa comissão uma verdadeira cortina para cobrir outros crimes que acontece no Brasil, se essa comissão for mesma da verdade ela já se debruçou sobre o processo do mensalão?
    eles investigaram as contas publicas dos governos fendereis já passaram pelo planalto?

    Eu acho que essa comissão esta atrás de chifre em cabeça de gato.

  8. roberto disse:

    Esse cara já deveria estar fora há muito tempo…É um espertalhão e oportunista político que sobrevive na política com atitudes como essa.O que ele fez pelos militares nesse tempo todo em que ele é deputado? Fez nada,mas tenho certeza que a renda dele é muitas vezes maior que o soldo de capitão,que é a patente dele… Obs: Encaminhou td a família na política também.

  9. Bolsonaro, intrometido e violento; certamente pensa que ainda estamos em plena ditadura militar.

  10. Emilson Nunes Costa disse:

    Se a formação de jornalismo no Brasil fosse como nos EUA, o curso de jornalismo, em muitos casos, se daria através da pós-graduação em Direito. Portanto, alguns jornalistas, mesmo em militância política de esquerda, teriam pudor em não defender o desrespeito às leis; como defender que duas moças se beijassem em meio a um culto evangélico; que manifestantes se manifestem no anonimato com mascara; que se barre o acesso do deputado Bolsonaro em uma unidade militar. Isso colabora com a desordem.

  11. Valdivan Milici disse:

    Os fatos comprovam: Esteja onde estiver e na hora que for, Bolsonaro sempre estará errado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-22 11:58:20