aki

cadastre-se aqui
aki
Política
20-12-2019, 12h42

Bolsonaros se complicam, mas parece que Moro vive em Marte

Casos Queiroz e Marielle assombram clã político
13

Kennedy Alencar
BRASÍLIA

São fortes as evidências de que Flávio Bolsonaro lavou dinheiro com sua loja de chocolates, por meio de conta de miliciano e compra de imóveis. A investigação do Ministério Público sobre o caso Queiroz vai mesmo dar problema para o presidente Jair Bolsonaro e o filho senador.

Bastou o Supremo Tribunal Federal liberar a investigação para que viessem público as evidências da rachadinha praticada pelo então deputado estadual Flávio Bolsonaro e Fabrício Queiroz, antigo homem da confiança do presidente da República.

O Ministério Público do Rio de Janeiro suspeita que Queiroz seja um caixa informal da família Bolsonaro.

Nesse ambiente, o ministro da Justiça, Sergio Moro, tem dito a interlocutores que não houve em 2019 caso de corrupção relacionado ao governo, como informou a coluna “Radar”, da revista “Veja”.

Moro não habita a Terra. Parece que vive em Marte.

*

Fugindo do essencial

O presidente da República adota estratégia diversionista para tirar do foco as acusações de corrupção contra o filho e ele próprio. É Jair Bolsonaro quem tem a ligação mais antiga com Queiroz na sua família.

Bolsonaro também dá corda à teoria de que o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, quer tirá-lo do páreo presidencial com investigações do Ministério Público sobre Flávio e com apurações da Polícia Civil a respeito da eventual participação de Carlos Bolsonaro no caso Marielle.

Ora, pode haver desavença política, mas o que importa é a consistência das provas que venham a ser apuradas tanto pelo Ministério Público como pela polícia.

*

Ruim de serviço

O ministro da Economia, Paulo Guedes, fez mais uma trapalhada com a tentativa de emplacar uma CPMF disfarçada ao defender um imposto sobre transações financeiras digitais.

Como se diz em Minas Gerais, esperteza quando é demais acaba engolindo o dono. A arrogância de Guedes leva o ministro a achar que pode iludir o país. Mas o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, furou o balão de ensaio do ministro da Fazenda.

O episódio mostra despreparo de Guedes, que está perdendo credibilidade com sua usina de balões de ensaio. Promete e não entrega.

*

Mais um absurdo

Defender criação de gado em terra indígena para baixar o preço da carne é um despropósito, mas funciona como estratégia diversionista para desviar o foco do caso Queiroz. O presidente falou uma besteira que vai prejudicar os exportadores e abalar ainda mais a imagem internacional do Brasil. Bolsonaro estimula desmatadores com esse tipo de declaração. Ele reforça a percepção de que é um destruidor do meio ambiente.

Em breve, Donald Trump vai dar uma mão a Bolsonaro. Ao fechar acordo com a China, os EUA vão competir com o Brasil no mercado de carne. Aí o preço poderá cair aqui.

*

Pastoral americana

Aprovado o impeachment de Donald Trump pela Câmara dos Deputados dos Estados Unidos, a batalha decisiva será no Senado. Os democratas querem desgastar o presidente a fim de diminuir sua chance de reeleição.

Trump crê que poderá ser um tiro pela culatra, porque a economia está bem e o Senado com maioria republicana deverá absolvê-lo. Essa briga será um dos grandes temas de 2020.

*

Boas festas

Feliz Natal e ótimo Ano Novo. Inté 2020.

Comentários
13
  1. Roberto disse:

    Como diria o saudoso PHA, a coisa já esteve melhor para o clã do capitão.

  2. walter nobre disse:

    Kennedy, a tentativa inútil em contaminar o presidente não pega, esta claro que o filho deve responder integralmente, como todos os deputados do RIO; quanto ao Dr Moro deve ser neutro até a pagina três, não deve dar munição ao plantão contra a família. Com relação ao Paulo Guedes, estão fugindo da realidade; esta tentativa no retorno da “CPMF”, podem mudar o nome a vontade não pega, depondo quanto aos planos positivos do governo. Quanto a exportação de carne para a China, continuaremos pressionados caro, já que este acordo com os EUA com o Trump não vai perdurar, por ter restrição a tecnologia, algo que a china não vai tolerar. O Trump joga xadrez o tempo inteiro, esta situação criada pelos democratas, vão promove lo nas eleições, já que os Americanos gostam e desejam manter as novas conquistas comerciais, com reticencias aos exportadores.

  3. Carlos Alberto Couto da Cunha disse:

    Do Sr. Moro, a partir das revelações do Intercept que colocou o rei nu, acabou a ilusão do cavaleiro da justiça. Se iguala às “sumidades” que compõem o ministério do atual Presidente. É da mesma forma. Ou do mesmo hospício.

  4. Miguel Ângelo disse:

    Kennedy, temos fortes evidências que as ações dos Bolsonaros e agentes diretos ligados as rachadinhas realmente existiram. O desvio do foco ainda é grande, não só quanto ao fato, mas sim dos resultados – “juntei os recursos para quê?”. Quando realmente provarem (e se provarem – se quiserem provar) ser crime. Manter o foco em só punir Flávio e os demais, não é, e não seria (será) a cereja do bolo. Afinal, sabemos que na outra ponta está o problema da eleição de 2018. Vamos dizer (o que não é impossível provar – se quiser) que esses recursos foram utilizados na campanha das fack news, ou foram gastos diretamente na campanha. Ou pior, que parte desses milhões foram parar em Curitiba, antes – durante – e depois da eleição. Não caberia a todos envolvidos cassação de mandato, impeachment do presidente, e “o prêmio” da aposentadoria de alguns do judiciário (se provada ligação – na bolsa por ex.)? Temo, se provada culpa deles, provar quanto estúpidos fomos todos nós brasileiros nessa mentira.

  5. jose disse:

    As descobertas e revelações sobre os Bolsonaro podem servir de preâmbulo ao ministro da fazenda, o doutor de Chicago, que quer criar a CPMF digital: os Bozzo usam dinheiro vivo, espécie, portanto, será injustiça ao dobro porque o governo vai criar imposto para os outros pagarem enquanto os do clã que se dizem dnos do país vão passar a ermo dessa tributação: emprestam dinheiro em espécie, não têm corpovantes… gente desligada com o dinheiro. Devem se ater ao interesses dessas legiões que gritam a cada resposta do (?) na porta do Alvaroda a cada manhã. Gentinha sem propósito de compostura de vida social. Os bolzonaro ficarão livres da CPMF digital porque só pagam e recebem em dinehiro vivo, em espécie. Nem passam recibos.

  6. Mariana Lobo disse:

    Bolsonaro quer tirar o foco das maracutaias do filho tentando queimar o Witzel. Tá se portando como uma criança e não como representante do nosso país.

Deixe uma resposta para Kennedy: corrupção do clã evidencia-se, mas Moro vive em Marte – OFOCO NEWS Cancel reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2020-01-18 20:39:58