aki

cadastre-se aqui
aki
Recomendo
30-12-2013, 12h40

“Brasil deve desculpas a Anderson Silva”

9

O jornalista Ricardo Melo tem um ponto de vista interessante sobre a violência das lutas do UFC e o que realmente é esporte. Bem legal a reflexão do Melo. Recomendo o artigo, publicado hoje na Folha. Leia aqui.

Comentários
9
  1. joao job disse:

    O Andersom não precisa pedir desculpas, porque ele tentou, como muitos outros tentam, quem não tem estudo ou profissão só resta tentar o esporte para ver se consegue enriquecer neste pais e por trás quem fica milionário são os apostadores, empresários e a mídia. Só quem batalha pra crescer nesta forma sabe o que é. Qualquer profissão assim o mma é um meio. O que vale no octógono é o extinto, qualquer animal tem extintos. O homem é um animal e o extinto o torna um guerreiro , seja para ganhar a vida ou para defender a família, quem se nega deixou o intelecto o transformar em outro ser , não homem,não animal.

  2. Sidneyc disse:

    O MMA é um esporte novo e algumas regras devem ser aperfeiçoadas com objetivo de proteger os lutadores. Esse comentário é típico dos intelectuais de esquerda no Brasil, novamente colocando uma suposta culpa na pobreza da população e nos empresários, esquecendo que esse esporte vem crescendo no mundo todo, em especial em países como Estados Unidos, aonde o wrestling é muito desenvolvido. Contusões sérias já ocorreram no judô e em outras lutas marciais em competições intercionais e nacionais e não deixamos de apreciar esses esportes. Daqui a pouco, dado o grau de intervencionismo que já temos do Estado em nossas vidas, vão querer proibir as lutas, as transmissões pela TV aberta e até fechada. É um esporte com regras claras e com profissionais capacitados, mas pode ser aperfeiçoado.

    • Paulo disse:

      Intelectual de esquerda?????? Você sabe o que é isto??? Sabe o que é ser civilizado? A comparação que foi feita é a correta, é uma briga de galos, uns coitados mentalmente lutando e outros coitados mentalmente pagando para assistir. E não tenho a menor dúvida que estas lutas só deveriam passar em TV fechada e de madrugada e ser proibida a divulgação ou reportagens. Não sou um intelectual de esquerda, sou só um ser civilizado, médico, preocupado com o ser humano, com medo da violência cada vez maior muito pelo pensamento de indivíduos como você e pai de dois filhos que são civilizados com 18 e 16 anos e que acham ridículas estas lutas (não esporte). Ah, a filosofia de outras lutas marciais é a de defesa e não ataque. E as que buscam o ataque merecem o mesmo comentário.

      • Sidneyc disse:

        Sim, intelectual de esquerda, que mais uma vez põe a ” culpa” na sociedade e despreza as escolhas individuais, feitas com sucesso pelo lutador que tornou-s referência mundial. Intelectual de esquerda que define o que é bom ou ruim e ponto final, dono da verdade e da virtude.Como médico você deveria saber que todo esporte de alto rendimento leva os seus praticantes ao limite e não é adequado para o bem estar. Novamente afirmo que esse esporte é novo e precisa de alguns ajustes em suas regras, mas sem ” papinhocabeça de bar por intelectualzinho de esquerda”.

      • Sidneyc disse:

        Sim,intelectual de esquerda que ” culpa” o sistema pela escolha de sucesso do indivíduo que tornou-se referência mundial no esporte. Intelectual de esquerda que julga-se dono da virtude e da verdade, assim como você, que se acha competente em definir quando e o que as pessoas devem assistir na TV. Você não gosta? Não assista, mas seja civilizado, respeite a vontade e os direitos de quem gosta, mas não me venha com esse papo cabeça de intectualzinho de esquerda no bar da faculdade.

  3. Anderson dos Santos Bernardes disse:

    Texto bem escrito. Regado com boa dose de hipocrisia ou demagogia, pois, embora o autor demonstre contrariedade total por conta da aludida violência, na opinião dele, disfarçada de esporte, esta violência e ou este esporte serviu de palanque para ele aparecer, ops, digo, escrever. Talvez ele devesse aparecer, ops, digo, ter escrito sobre qualquer outro assunto, na visão dele, mais relevante e menos violento. Pois, nitidamente, se aproveitou de assunto que o principal citado (Anderson Silva) ama e defende, para ele próprio defender o próprio pão. Bendita seja esta violência, não é mesmo Sr.Demagogia?

  4. Infelizmente o Brasil não é um país que projeta e muito menos promove intelectuais. Muitos ex Joaõs Ninguém e Marias Ninguém como: Dadá Maravilha, Garrincha, Romário, Maguila, Anderson Silva, são quem ganham destaques na mídia. Na Copa de 2010 fique impressionado com o enorme números de faltas que, em momento algum, tinahm a intensão de fazer parar a jogada e sim machucar o jogador da seleção adversária (como foi o caso do Elano que ficou sem jogar o restante do jogos da Seleção Brasileira, graças a uma torção no tornozelo provocada por um jogador de umas das primeiras seleções adversárias). Maguila, que veio do interior de Sergipe, sem alguma escolaridade, hoje está com o mau de Alzeimer e o Anderson Silva, que saiu da periferia de São Paulo e foi morar em Curitiba para treinar, nesse estado que todos vimos. Em se tratando desse ultimo, me coloco na posição de não consumidor da marca de materias esportivos, cliente da rede de fast food e das outras empresas que o patrocina pois assim, eu estaria sendo cumplice dessas pessoas que ficam famosas sem contribuir em nada de institucional para o Brasil e por outro lado, não aplaudo os mestres, doutores e pós doutores que o país onde eu moro ganha a cada semestre.

  5. Marks disse:

    Está sendo um prato cheio pra quem não gosta de MMA (aparecer.

  6. augusto disse:

    acho interessante como no brasil, as pessoas passam a prestar atenção no sofrimento das mesmas. querendo dar uma de solidários, com os mesmos, pura demagogia. todo esporte de alto nível tem seus riscos e qualquer esportistas sabe disso. ao proferir esse golpe Anderson silva, sabia quais poderiam ser as consequências. afinal são pessoas treinadas, que vivem disso, fazem isso para defenderem seu pão de cada dia. infelizmente aconteceu algo que ninguém gostaria, mas é algo que faz parte. concordo que é um “esporte” que tem de ser analisado suas regras, pois tem violência, mas a violência faz parte do ser humano. está em seu instinto. quanto aqueles que a condenam, não se preocupem, pois eles também ajudam a alavancar a audiência desse “esporte”.

Deixe uma resposta para Sidneyc Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-10-31 07:00:08