aki

cadastre-se aqui
aki
Geral
23-02-2015, 9h19

Brasil deve ter ação mais dura em relação a Maduro

Itamaraty age nos bastidores, mas é necessária pressão pública
31

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

Já passou da hora de o Brasil mudar a sua atitude pública sobre a Venezuela. Desde o ano passado, quando houve manifestações na Venezuela com repressão do governo, a presidente Dilma Rousseff vem adotando o discurso de que se trata de uma questão interna. Está errado.

O governo de Nicolás Maduro tem usado desculpas políticas para mascarar erros econômicos. Essa é justamente a avaliação reservada feita pelo Palácio do Planalto.

Mais: nos bastidores, a presidente Dilma Rousseff já autorizou que fossem dados recados mais duros a Maduro de que ele está se isolando interna e externamente. O governo evita dar um recado público forte nesse sentido porque teme desestabilizar um governo fraco, mas ainda visto como amigo.

Acontece que Maduro não ouviu os conselhos do Brasil desde abril de 2013, quando foi eleito num processo relâmpago após a morte de Hugo Chávez. O Brasil aconselhou Maduro a criar um ambiente de diálogo com a oposição para enfrentar problemas econômicos. Mas Maduro apostou na radicalização, o que foi um erro.

O prefeito de Caracas, Antonio Ledezma, tem histórico de golpismo. A oposição na Venezuela tem currículo golpista e não é flor que se cheire. Mas o governo Maduro precisa agir dentro da legalidade democrática. Relatos mostram abusos políticos e jurídicos na prisão de oposicionistas, como Ledezma e Leopoldo López.

Fez sentido o Brasil atuar para que a Venezuela entrasse no Mercosul, sob o argumento de que se tratava de uma grande economia e que havia vários investimentos brasileiros no país. Outro argumento era que, no âmbito do Mercosul, a Venezuela seguiria o trilho democrático.

O Brasil precisa parar de agir apenas nos bastidores e atuar de forma mais dura, sob pena de que a situação na Venezuela se agrave. É necessária pressão pública mais dura da Unasul ( União de Nações Sul-Americanas).

Henrique Caprilles, principal líder oposicionista, aposta no chamado referendo revogatório, que poderia, na metade do mandato, tirar Maduro constitucionalmente do poder. Até Maduro cogita chamar o referendo para demonstrar poder.

Mas tal referendo, previsto na Constituição, só poderia acontecer em 2016. Até lá, é muito tempo para o Brasil continuar a tratar os problemas venezuelanos como questões internas.

*

O caso da Venezuela é um retrato dos erros da política externa de Dilma. Basta ver os resultados na comparação com o governo Lula.

O Brasil tinha maior prestígio na política internacional. Hugo Chávez, mais poderoso do que Maduro, ouvia mais o Itamaraty.

Não havia ameaça de fechar embaixadas e atrasos nos repasses de recursos para o custeio das missões do Brasil no exterior. Lula teve um ministro das Relações Exteriores durante os dois mandatos. Dilma já está no terceiro ministro, o que indica instabilidade numa área sensível e falta de continuidade de um plano.

Dilma dá pouca bola para política externa. Acha que basta uma reaproximação com os Estados Unidos, como tem feito desde o episódio de espionagem americana contra líderes de outros países. Mas é pouco.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

Comentários
31
  1. Marcelo Pierre disse:

    Eu desconfio que, na realidade, a presidente Dilma está conscientemente sabotando o próprio governo, para que o e-presidente Lula surja como uma espécie de “salvador da pátria” e consiga ser novamente eleito em 2018.

    Não dá para acreditar que a presidente Dilma seja tão leviana.

    • celso henrique disse:

      nÃO É levindade, pe falta de capacidade, falta de vontade de administrar um país !

    • walter.nobre disse:

      A DILMA FARÁ DE TUDO, PARA APOIAR O MADURO; ELES SÃO FARINHA DO MESMO SACO; NÃO SE PODE ESPERAR NADA DESTE GOVERNO.
      A DILMA NÃO APITA NADA SOZINHA, TODAS AS VEZES QUE DECIDIU COMPLICOU; ELA NÃO TEM COMPROMISSOS COM O BRASIL.
      ALIÁS, O LULA NUNCA RESPEITOU AS INSTITUIÇÕES; PORTANTO NEM O PAÍS; AGORA, DIANTE DAS DIFICULDADES MACRO, O GOVERNO FAZ O QUE A DILMA ADORA; IMPROVISAM, COMO SE FOSSEM EXCEPCIONAIS…
      O BRASIL, ESTA NAS MÃOS DE AMADORES, NÃO SE PODE ESPERAR NADA QUE NÃO SEJAM CONTAS; A TROCA É INEVITÁVEL, COM IMPEDIMENTO OU NÃO; OS CAMINHONEIROS VÃO PARAR O PAÍS.

    • LUIZ CALABREZA disse:

      ..não acho isto não…muito bem orquestrado para ser coisa dela ou o PT..prefiro acreditar que é pura incompetência mesmo…

    • aderson frança disse:

      Uma pessoa que mente descaradamente pra chegar ao poder é capaz de tudo. Em relação a Venezuela, o problema é interno. Em relação a execução do traficante ela quiz se intrometer nos assuntos soberanos daquele País.

      • jotagc disse:

        Li e reli o artigo e continuo me perguntado: porque Dilma teria que agir como o jornalista quer? Qual seria o motivo? Tem algum brasileiro sendo perseguido na Venezuela? O conflito deles ultrapassou as fronteiras com o Brasil? A comparação com o caso do narcotraficante é ridícula. O traficante era brasileiro, estava condenado a morte e o governo do Brasil usou um dispositivo da própria constituição da Indonêsia, o pedido de clemência, não para perdoar o bandido, mas preservar sua vida. Afinal, o Brasil como nação é contra a pena de morte.

    • Ela e infelizmente sem nenhuma competência e segue uma linha de raciocínio dos anos 1950 colocando o pais já com o PIB negativo em 2014 antes mesmo da aplicação das politicas referentes ao ajuste economico

    • Waldemar disse:

      Você provavelmente deve acreditar em Papai Noel também!

  2. Emmanuel barros disse:

    Morreu Chávez mas ficou Quico. Coitado do povo venezuelano que, como outros povos da América do Sul não sabe votar.

  3. trower disse:

    O desastre da politica externa brasileira vem desde os tempos do Lula. Ou você esqueceu de episódios como o que ocorreu em Honduras (2009) quando depuseram Zelaya (Bolivariano de carteirinha) de acordo com a constituição daquele País. Lula e Chávez incitaram a guerra civil com Zelaya liderando a ação abrigado na embaixada brasileira. Nesse caso dane-se as questões internas. O mesmo ocorreu no Paraguai quando o Presidente foi afastado legitimamente do cargo e Dilma não reconheceu o novo Governo. Os Bolivarianos podem podem tudo, amparados por uma ideologia torta e ultrapassada. Os restantes mortais a espada na cabeça.

  4. CARLOS disse:

    Com o PT no poder o Brasil vai de mau a pior…..

  5. enyvaldo disse:

    Me explique uma coisa Kennedy a Dilma ou quaisquer outro presidente não pode interferir no governo de sp ou quaisquer outro estado e você e os coxinhas querem que ela vá interferir na Venezuela, tenha paciência.

    • Não se esta discutindo intervenção na Venezuela,mas a manifestação da presidente Dilma apoiando ou desaprovando o comportamento do pais:
      -Indonesia,nao recebeu as credenciais do embaixador na ultima sexta feira porque o presidente daquele pais não aceitou a intervenção tentada pelo Brasil,
      -Venezuela,recebeu as credenciais do embaixador ou seja sendo coerente aceitando plenamente a atitude do governo Maduro,
      A verdade portanto e que a presidente Dilma somente respeita as intervenções ou seja o ato de não intervir seja por atos e/ou palavras se o governo for amigo de filosofia dela.Nos não temos nenhuma politica de diplomacia

      • Juan Cordovez disse:

        Sebastião, sugiro que se informe além da velha mídia. O que o governo brasileiro fez foi utilizar um instrumento previsto na constituição da Indonésia, o pedido de clemência (que não significa perdão) para tentar evitar a morte de um brasileiro. Não sei se o senhor sabe, mas o Brasil como país é contra a pena de morte e um ser humano não deixa de ser humano por cometer um crime. Tentar salvar uma vida humana dentro da lei não é intervencionismo, é humanismo. Já na Venezuela não há notícias de brasileiros perseguidos, o conflito deles não chegou nem perto da fronteira com o Brasil. Porque, então, o governo brasileiro teria que atuar mais duro com Maduro que foi eleito democraticamente? Francamente. O golpismo da direita brasileira ultrapassa fronteiras.

        • Júlio Lima disse:

          Não estão sendo perdidas vidas brasileiras, mas ainda sim são vidas.
          O que o Maduro tem feito na Venezuela é desumano. Autorizar o uso de armamento contra o povo não tem explicação, nem tão pouco defesa.
          Citam a Constituição da Indonésia, para defender a intervenção brasileira no caso do traficante, mas esquecem, ou desconhecem, que em nossa CF há artigos que deveriam compelir o Brasil a se manifestar oficialmente contra o governo Venezuelano. Um dos fundamentos previstos em nossa CF é a dignidade da pessoa humana. Note que não fala em vida brasileira e sim humana. Além disso entre os princípios que regem nossas relações internacionais estão a prevalência dos direitos humanos, a defesa da paz e a solução pacífica dos conflitos.
          O Brasil como maior força dentro do continente tem o dever de se manifestar e repudiar as ações de um governo que é tudo, menos democrático.
          É incontestável que temos nossa política externa movida a base de ideologia, o que nos alinha ao que há de pior no mundo atual.

  6. WIlson disse:

    Nossos governantes precisam ter mais ambiçao politica nao e com Cristina(argentrian/Maduro/Evo Morales/etc que seremos respeitados, ja nao basta a roubalheira interna e ainda prestigiamos essa corja de incompetentes

  7. rafael andrade disse:

    jornalista vive criando padrões éticos e morais para os outros. Depois quem é q vai lá levar energia eletrica em rondonia, pois ela vem da venezuela. Nas bancas de Caracas vc encontra El Nacional, El universal etc todos com opiniões contrárias a de Maduro e seu governo mas vc não encontra na imprensa escrita brasileira espaço para opinião q não seja conservadora ou contraria ao dos patrões, dos donos dessa mídias. Ou seja, Maduro em que pese todas as críticas q mereça é mais democrático q a imprensa escrita do Brasil q o critica.Irônico, não?!

  8. Alex Silva disse:

    Referendo com as urnas fraudadas. Ai fica fácil, né?

  9. Fábio de Oliveira Ribeiro disse:

    Discordo. Quem faz a política externa do país é o Itamaraty e não os jornalistas. E o Itamaraty deve levar em conta os interesses nacionais de longo prazo (a integração econômica e energética é com os vizinhos é um deles) e não os preconceitos veiculados pelos neoliberais e pelos militantes jornalísticos da extrema direita. Entendeu ou terei que ser mais didático?

    • Juan Cordovez disse:

      Perfeito Fábio. O seu é o único comentário sensato de todos os que minha paciência me permitiu ler. Li e reli o artigo e não encontrei um único motivo para o governo brasileiro se imiscuir nos assuntos internos da Venezuela. Não tem brasileiro sendo perseguido, o conflito deles não ultrapassou a fronteira como Brasil e, que eu saiba, Maduro foi eleito democraticamente. A preocupação do jornalista com o fato de a oposição venezuelana ter que esperar até 2016 para tentar o poder pelas vias democráticas é, no mínimo, antidemocrática, para não dizer golpista. Pior ainda, sugerir que nossa presidente faça algo para encurtar esse prazo. Ridículo, patético. É só mais uma forma da direita pressionar Dilma, mais um pretexto para justificar suas ânsias golpistas aqui no Brasil. Nada além disso.

  10. luiz de oliveira disse:

    Engraçado que o senhor fala que “o prefeito de Caracas, Antonio Ledezma, tem histórico de golpismo. A oposição na Venezuela tem currículo golpista e não é flor que se cheire.”, MAS QUE EU SAIBA QUEM DEU UM GOLPE FOI O TAUAL GOVERNO DA VENEZUELA.

    Tipico pensamento esquerdista, de que quando estão no poder, a oposição quer apenas cometer um golpe

  11. Eliana disse:

    Se nem do próprio país ela consegue cuidar, só faltava ela querer cuidar do país dos outros.

  12. Família Buscapé disse:

    Vamos supor uma situação hipotética:

    Há uma casa. Na sala, latinhas de cerveja vazias e formas de pizza com restos em decomposição estão por toda a parte. O tapete está repleto de detritos e as cortinas estão necessitam lavagem. O pó está por cima de todos os móveis e os quadros da parede estão tortos, quase caindo. Na cozinha o piso está engordurado, assim como o fogão. A pia está repleta de louças e há copos usados por toda parte. Na tábua de cortar carne há sangue coagulado e lascas de gordura onde pousam moscas. As facas não tem fio, os talheres estão tortos e sujos. Na área de serviço há pilhas de roupa para lavar e a máquina de lavar está quebrada. Nos quartos, as camas estão desfeitas, mas pode-se notar piolhos caminhando sobre fronhas ensebadas. Os lençois estão manchados por fluídos sexuais e por resultado de restos de fluxos menstruais. Há percevejos na parede. As roupas estão roídas por traças dentro de guarda-roupas infestados de baratas. A calha está furada, há goteiras e o piso está solto. O jardim, perdido no mato e o cãozinho da família tem sarna. Nas paredes a pintura desbotou e em alguns lugares o reboco está descolando. O banheiro… ah! o banheiro. O teto está mofado, a torneira pinga, o chuveiro tem entupimentos que só deixam passar alguns fios de água, fria, pois a resistência está queimada. E é fétido, tal como os banheiros das rodoviárias. Exala cheiro forte de urina. O assento quebrado.

    Mas quem são os donos de uma casa assim? Onde estão?

    Estão no fundo do quintal, debruçados sobre o muro, fofocando a vida dos vizinhos.

  13. Como eu já havia dito, este governo petista faz uma comissão da verdade para apontar os crimes cometidos pela ditadura militar no Brasil e apoia estes governos ditadores pelo mundo a fora. A Venezuela é uma falsa democracia que censura a imprensa persegue os seus opositores, e culpa os Estados Unidos por tudo de errado que acontece por lá. Talvez não seja culpa dos Estados Unidos, pode ser que a culpa seja do Fernando Henrique Cardoso, da Rede Globo, da revista Veja, da oposição brasileira, um complô contra as esquerdas Sul Americanas tramado pelas elites, que nunca antes se viu. Para os que defendem o petróleo que nos fará ricos, nos transformará em super potencia, olhem o que esta acontecendo na Venezuela, que tem muito petróleo, é país membro da OPEP(Organização dos Países Exportadores de Petróleo), e esta em uma crise sem fim, inflação alta, desabastecimento (falta tudo, até papel higiênico), os venezuelanos estão indo embora do país por falta de condições de permanecer vivendo sem ter o básico para se sobreviver. É nesta situação que se encontra a Venezuela que ficam todos os países que não respeitam os direitos civis, que não respeitam o direito a propriedade, que não respeitam a democracia, que retiram a liberdade de imprensa, que tem governos populistas que sobrevivem a custa de compra de votos, que perseguem a oposição para aniquila-la, que não deixam haver alternância de poder, que odeiam o capitalismo, que se alinham a esquerda, e que acham que o estado tem que mandar em tudo e ser pai e mãe de todos os seus cidadãos, que como pai e mãe, devem ter poderes irrestritos sobre todos os seus filhos. O filho do Raul Castro já percebeu que isto é um erro e disse: Coca-Cola, Mc Donalds,”Welcome”.

  14. Cleber Costa disse:

    Farinha do mesmo saco. A especialidade do PT é a falcatrua. O pensamento dos líderes petista é tomar conta do Brasil durante muitos e muitos anos. É uma pena que vivemos num País Tupiniquim desvairado, mas com o olho em locupletar cifras altíssima dos Órgãos governamentais. Só pensam neles e mais ninguém. Do tempo de Lula para cá o que vimos foi corrupção, falcatruas e estreitamento de amizades com Países que não dizem nada em relação de importações de grande importância para o Brasil.Países como Bolívia, Venezuela e Cuba. Estamos num mato sem cachorro. A minha preocupação não é comigo, pois o que tenho dá para viver até o final da minha, mas me preocupo com os filhos dos brasileiros, o que esperar de um País que está no fundo do poço.

  15. Cleber Costa disse:

    Farinha do mesmo saco. A especialidade do PT é a falcatrua. O pensamento dos líderes petista é tomar conta do Brasil durante muitos e muitos anos. É uma pena que vivemos num País Tupiniquim desvairado, mas com o olho em locupletar cifras altíssimas dos Órgãos governamentais. Só pensam neles e mais ninguém. Do tempo de Lula para cá o que vimos foi corrupção, falcatruas e estreitamento de amizades com Países que não dizem nada em relação de importações de grande importância para o Brasil. Países como Bolívia, Venezuela e Cuba. Estamos num mato sem cachorro. A minha preocupação não é comigo, pois o que tenho dá para viver até o final da minha vida, mas me preocupo com os filhos dos brasileiros, o que esperar de um País que está no fundo do poço.

  16. O ex-presidente Hugo Chaves(já falecido), ficava a repetir: os EUA é o Diabo, os EUA é o Diabo, os EUA é o Diabo… Agora o presidente Maduro fia a vociferar: Os Estados Unidos da América são o Diabo, os EUA é o Diabo, os EUA é o Diabo… Os Estados Unidos era o maior comprador do petróleo da Venezuela. O que os EUA fez? Parou de comprar petróleo deles. Antes ele(Presidente Maduro) que achava que comia o pão que o “DIABO” amassou, cuspiu no prato que comeu. E agora vai faltar até este pão. Cada um puxa a brasa para a sua sardinha, mas os EUA como são bonzinhos, primeiro estão assando a sua batata Presidente Maduro. E o fogo não é aquecido com o petróleo nem com o gás venezuelano. Agora você entende porque o inferno está cheio de boas intenções?

  17. Delmo Oliveira disse:

    Caro Kennedy;
    O Mercosul está desmoralizado(acabou). A Dilma Rousseff “A MENTIROSA” sempre foi simpática ao desequilibrado Nicolás Maduro, tanto assim, que deixou de ir a DAVOS previamente agendado, para estar com seu parceiro de projeto de poder, em sua posse em Caracas. Hoje a imprensa divulga que a polícia bolivariana de Maduro invadiu em Caracas a sede do partido de oposição, bem como em outras localidades. Mostra bem o perfil bolivariano que infelizmente a Rousseff admira, aliás quem tem como conselheiro Marco Aurélio Top Top Top Garcia, não poderia ser diferente. E pensar que nossa Diplomacia já foi tão respeitada no mundo. Teremos uma Manifestação aqui no RJ no dia 15/03 visando o IMPEACHMENT da Rousseff. PT NUNCA MAIS!!!

  18. Tratando da politica interna, como o PT vem tratando os que mais contribuíram para a Previdência Social, os celetistas que pagaram sobre mais de 10 salários mínimos e estão sentindo na pele o arrocho salarial nas suas aposentadorias, tirando de quem mais contribuiu para pagar a quem nunca contribuiu ou contribuiu sobre 1 salário mínimo. ISTO É PERVERSIDADE INSTITUCIONALIZADA, e quem defende isto é porque talvez não saiba que o teto máximo da Previdência Social é de R$ 4.689,00, correspondente a 5,9 salários mínimos. INJUSTIÇA SOCIAL PARA COM OS APOSENTADOS – A PARFTE MAIS FRAGIL DA SOCIEDADE CHEGA A SER COVARDIA.

  19. Carlos Schramm disse:

    Os comentários sobre a repressão na Venezuela têm um ponto de vista dos amigos da America. Aqui no Rio a repressão contra nós que lutamos por nossos direito e proteção do nosso estado e cidade, levamos porrada a toda hora. Lembro do primeiro protesto, em que uma menina segurava um cartaz contra o aumento de ônibus(2012) tomou uma descarga elétrica (taser) de um PM do 5º BPM-RJ. O ataque a Aldeia Maracanã, foi outra truculência GRATUITA !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-30 22:04:40