aki

Kennedy Alencar

cadastre-se aqui
aki
Economia
25-11-2015, 20h47

BTG sofre, mas não há risco sistêmico

Prisões de Delcídio e Esteves tiram fôlego político do governo
5

KENNEDY ALENCAR
SÃO PAULO

As prisões do senador Delcídio Amaral (PT-MS) e do banqueiro André Esteves causaram abalo hoje no mercado financeiro, sobretudo a do acionista do BTG Pactual. O dólar subiu. A Bolsa caiu. Ações do banco BTG despencaram.

É um efeito inicial que acerta em cheio o BTG e se reflete nas ações de outros bancos. Mas é uma onda que deve ser amenizada nos próximos dias.

O mercado financeiro avalia que não há risco para o sistema bancário. Ou seja, inexiste possibilidade de quebra do BTG, que tem solidez financeira, ou de sufoco maior de outros bancos.

Além dos fatos que levaram Esteves a ser preso, já ocorrem investigações sobre negócios do BTG com a Petrobras na África. Esteves é um empresário que tem atuação agressiva. Aproximou-se do PT no governo Lula. É amigo do poder, mas também tem laços com políticos da oposição.

O problema do banqueiro é maior na pessoa física do que na jurídica.

*

Paralisia administrativa

O governo, que havia ganhado fôlego para retomar votações importantes no Congresso, voltará a ter dificuldade para aprovar projetos. A prisão do senador Delcídio Amaral (PT-MS) atrapalha a articulação política e alimenta a paralisia administrativa.

O Palácio do Planalto sempre procurou se distanciar da Lava Jato, dizendo que era um problema maior para o PT e o ex-presidente Lula. Mas a prisão de Delcídio traz dano à presidente Dilma Rousseff.

Delcídio é um dos políticos mais próximos da presidente. Era líder do governo até ser preso.
A decisão do ministro Teori Zavascki, com apoio unânime da segunda turma de ministros do Supremo, mostra que outros políticos investigados na Lava Jato poderão ter o mesmo destino. O Supremo endureceu o jogo.

Assista aos temas do “SBT Brasil”:

Comentários
5
  1. Gilmar Santos disse:

    Viva a justiça brasileira !!!!

    • walter disse:

      Caro Gilma Santos vc tem razão, Viva a “justiça”, por linhas tortas, prenderam um envolvido de peso; este Andre Esteves, vai pagar por tabela, por ter se filiado a incompetência e ganância
      Estará a mercê da justiça,em todos os processos; pagará muito caro; terá que explicar, que deu os detalhes do processo criminal do Cerveró…qual a sua ligação…enfim, mais um “peixão”…
      Estes caras, confiaram tanto, que sairiam impunes, que ‘afundaram o pé na lama”; um “País nas mãos dos corruptos e ladrões”…quanto ao banco, perderá credibilidade, e seus acionistas se forem espertos, vão se afastar deste cara; nada que venha dele, pode ser isento; finalmente, o País respira um pouco mais; esta semana, as coisas estão caminhando a favor do Sergio Moro; facilitará as delações, inclusive do delcidio”…se ele não fugir…kkkk.

  2. Marco Túlio Castro disse:

    Temos pena, mas a vida é assim. Lugar de ladrões, corruptos e quadrilheiros é na cadeia mesmo.

  3. Marco Túlio Castro disse:

    Pelo andar da carruagem a festa de Natal deste ano do PT vai ser na Papuda !

  4. Alberto disse:

    Nenhuma novidade.Mais uma delinquência partidária.Outras virão,afinal o slogan foi “os fins justificam os meios”,portanto…….

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-11-26 01:05:01