aki

cadastre-se aqui
aki
Política
13-08-2014, 13h30

Campos era político acima da média

6

Postado por: Daniela Martins

A morte de Eduardo Campos, candidato à Presidência da República pelo PSB, é uma notícia muito triste. A política brasileira perde uma revelação no processo de renovação de lideranças políticas. Campos teve a ousadia de tentar quebrar a polarização que se formou nos últimos 20 anos entre PT e PSDB. Foi um governador bem avaliado e um político acima da média. Era um gestor dedicado e um bom articulador político. Uma combinação rara.

Em terceiro lugar nas pesquisas, Campos tentava nacionalizar seu nome. Sabia que era um candidato forte também para a disputa em 2018. Foi deputado federal, ministro da Ciência e Tecnologia no governo Lula e governou o Estado de Pernambuco por dois mandatos. Tinha experiência política e a idade a seu favor. Campos completou 49 anos no último domingo.

É muito cedo para fazer uma avaliação eleitoral com relação à essa perda. Marina Silva, que é filiada ao PSB, poderia assumir a candidatura. Seria uma solução natural. Eduardo Campos e Marina Silva tentavam afinar eventuais contradições. Faziam questão de demonstrar que caminhavam juntos. Apesar disso, todo o projeto da candidatura estava estruturado em torno de Campos. É necessário medir quais seriam os efeitos políticos desta decisão.

Assista aqui a entrevista de Eduardo Campos ao SBT em 07/05 deste ano

 

Comentários
6
  1. CAROS AMIGOS BRASILEIROS,COM PESAR É MUITA TRISTEZA É DOR NESTE MOMENTO QUE TENHO QUE ACREDITAR QUE ISSO ESTÁ ACONTECENDO AGORA NO MOMENTO QUE NÓS BRASILEIROS TINHAMOS Á ALEGRIA E ESPERANÇA QUE ÁS COISAS IRIAM MUDAR NESTE PAIS Á HISTORIA DE EDUARDO CAMPOS NA POLITICA
    É GRANDIOSA MUITO MAIS VIRTUDES DE QUE DEFEITOS HOJE CHORO SEM QUERER ACREDITAR !
    FOI UM HOMEM COMO POUCOS NA POLITICA E SEM FALAR COMO PESSOA. QUERO DIVIDIR MINHA DOR COM TODA SUA FAMILIA ! DEUS À DE SABER POR QUE ? UM DIA DE DOR PRA NUNCA ESQUEÇER MAS DEUS NOS ENSINARÁ O MELHOR CAMINHO.

  2. ANTONINO DE P ÁDUA disse:

    É com muito pesar que que o Brasil, que Pernambuco perde um grande homem:
    seja na honradez, na família, na construção de um país melhor.
    Todavia, os meios de comunicação sujos, sensacionalistas,conservadores vão querer transformar em pouco tempo o LUTO em LUTA pela lacuna que fica entre Marina e Eduardo.

  3. gesiel disse:

    SEM DUVIDA. Sempre achei que o Eduardo Campos era um bom politico, APENAS PRECIPITADO DEMAIS. Achei sempre e continuo achando que era UM ERRO ELE SE CANDIDATAR AGORA A PRESIDENCIA, pois ele teria MUITO MAIS CHANCES em 2018, quando NÃO DISPUTARIA COM UM GOVERNO BEM AVALIADO COMO O DA DILMA do PT, do qual ele fez parte, e que PODERIA ATÉ SE BENEFICIAR COM ISSO NO FUTURO. Apesar disso, o Eduardo Campos representava A MAIOR alternativa ao governo DILMA, pois tinha ao seu lado a MARINA SILVA, uma pessoa que TRANSMITE CREDIBILIDADE, e por isso AGREGOU MUITO A CAMPANHA DELE. E’ de se lamentar mesmo a perda do Eduardo Campos, pois era uma liderança que estava se consolidando a cada dia, que poderia dar muito ainda a politica brasileira. Espero que A MARINA CONTINUE, agora ENCABEÇANDO A CHAPA como a candidata do PSB, para que o Brasil CONTINUE TENDO UMA ALTERNATIVA CONFIAVEL, que represente O ALGO NOVO DE VERDADE, e não o retrocesso, a volta ao passado que ninguém precisa mais. Bom lembrar que A MARINA TEVE 20% DOS VOTOS NA ELEIÇÃO PASSADA, disputando contra a candidata Dilma que TINHA O APOIO DO LULA, um presidente MUITO BEM AVALIADO, e contra o Serra, que AINDA GOZAVA DE MUITA CREDIBILIDADE. Para o bem do BRASIL, MARINA CANDIDATA.

  4. Claudio disse:

    Pode parar Kennedy! O cara não tinha nem 8% dos votos!

  5. douglas disse:

    Esta todo mundo preocupado com os presidenciaveis e estão esquecendo do maior problema do país que é esse congresso nacional, autentico freio emperrado que não deixa presidente nenhum funcionar, raciocinar de vez enquando é bom.

    • Edgardo U F Piriz disse:

      É exatamente isso aí…Com esse Congresso nenhum Presidente vai conseguir fazer alguma coisa de fundamento. Eles ficam reféns dessa corja e os eleitores reelegem sempre os mesmos. A mudança não é na Presidência e sim no Congresso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-10-24 09:01:14