aki

cadastre-se aqui
aki
Política
16-02-2015, 9h10

Cardozo acerta ao lidar com advogados da Lava Jato

75

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, acertou ao se reunir com advogados das empresas acusadas na Operação Lava Jato. É uma atitude correta e que deve ser feita com transparência.

Nesse sentido, é um exagero o pedido de demissão de Cardozo feito numa rede social pelo ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Joaquim Barbosa. Numa democracia, Barbosa tem o direito de emitir a sua opinião, mesmo que ela seja exagerada.

Barbosa comentou reportagens que mostraram que Cardozo recebeu advogados das empresas acusadas na Operação Lava Jato. Exemplo: representantes da Odebrecht.

É tarefa de um ministro da Justiça receber advogados, ainda mais de uma grande empresa citada na operação Lava Jato. Cardozo chefia a Polícia Federal, órgão do Ministério da Justiça e que faz parte da força-tarefa da Operação Lava Jato.

Até hoje, Cardozo tem recebido mais críticas do PT e de colegas do governo por dar liberdade à Polícia Federal do que por uma eventual intromissão na investigação.

O ministro tem agido corretamente ao não tentar controlar a Polícia Federal. Receber advogados de uma empreiteira não é crime. Um ministro da Justiça tem de estar informado sobre o que acontece na sua área. O fundamental é dar transparência a esses encontros. Deixar claro na agenda oficial que recebeu tais pessoas, para evitar suspeitas e teorias da conspiração.

É legítimo o governo se preocupar com os efeitos econômicos da Lava Jato. Na semana passada, funcionários de uma obra interrompida pela Petrobras fecharam a ponte Rio-Niterói. Uma grande empreiteira demitiu boa parte de seu pessoal de escritório. As empresas devem responder por seus erros, com as multas e a responsabilidade penal devidas.

Mas a simples destruição das companhias não interessa ao país. É preciso ter uma visão equilibrada dos fatos e de suas consequências. Desmantelar um setor da economia vai resultar em desemprego desnecessário.

*

Qualquer intervenção indevida tentada pelo governo se tornaria pública rapidamente. Não duraria o segredo de um eventual acordão por baixo dos panos. O escândalo é grave demais para ser tratado na sombra.

O correto é o governo tratar com transparência a sua preocupação com os efeitos econômicos da Lava Jato e com a sobrevivência das empresas. Um acordo teria de envolver o Executivo, a Justiça, o Ministério Público e o TCU (Tribunal de Contas).

Sobre a versão de que Cardozo teria dito que depois do Carnaval poderia haver uma guinada na Lava Jato, isso se deve à expectativa em relação à manifestação do procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

A presidente Dilma Rousseff tem a esperança de que Janot, ao eventualmente acusar uma fornada de políticos, divida os desgastes da Lava Jato. Janot também fará o primeiro grande filtro do trabalho do juiz Sergio Moro.

Ao longo da Lava Jato, houve vazamentos e divulgação oficial de alguns depoimentos. Temos uma visão parcial dos fatos. Com Janot, saberemos quais políticos com foro privilegiado poderão responder a inquérito ou processo no Supremo Tribunal Federal. Nos bastidores, há rumores de que nomes de peso da oposição também estariam na lista de Janot. O escândalo não feriria apenas partidos governistas. Será preciso aguardar o fim da Carnaval para matar a curiosidade.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

Comentários
75
  1. Sidney de Almeida Soares disse:

    Prezado Kennedy ,

    Me parece um pouco deslocado seu argumento quanto a atribuição de um Ministro , independente da área de atuação deste.

    Não é correto , nem tampouco ético , um Ministro de Estado se reunir com representantes de uma empresa que , por vias indiretas ,está em litígio com a União.

    Pois seria natural , o Ministro da Fazenda ou o Presidente do Banco Central , receberem a visita de representantes de um Banco que irá entrar em processo de liquidação ??

    Por este viés , o Sr. Eike Batista deveria ser recebido por vários ministros ou mesmo pela Presidenta , para demonstrar sua contrariedade com a CVM.

    Um Ministro é um executor de Planos Estratégicos baseados em agendas politicas ,determinadas pelo presidente da republica. Se for atender advogados de litigantes da União , Deu nos proteja !!

    Gostaria de dividir , com o Sr. , minha visão ética e moral desta ação do Sr.Cardozo.
    A questão técnica de legalizada ou mesmo estratégica me parece secundaria neste caso especifico , visto que nada pode ser provado ou comprovado quanto ao que se falou a 4 paredes.

    Mas como dizia um grande Gaucho , – Segredo a dois , só matando um…

    Abraços Cordiais

    Sidney de Almeida Soares
    vosso leitor

    • vagner disse:

      Me desculpe Kennedy , mas dessa vez voce pisou na bola !!!!!

    • Cláudio Cesar de Lima disse:

      “Segredo a dois, só matando um” – o senhor cita em boa hora. O ruim será, no entanto, um (ou vários) segredos a três, cinco, quinze…

    • Jânia Paula disse:

      Segundo o Banco Mundial e o ICIJ, aproximadamente, 8 mil brasileiros desviaram para a Suíça o equivalente a 45% do PIB do Brasil no ano de 2007, dados que consideram apenas o montante de dinheiro depositado no HSBC da Suíça.

      “O apoio que o governo espanhol forneceria ao sistema bancário suíço [HSBC] deve ser considerado como um crime contra a humanidade, porque esse sistema empobrecida o povo e enriquecia seus algozes”. (MAKT, 2014)

      #MagistraturaBr #SistemaJurídicoBr #EuFaçoOposição

  2. antonio moraes disse:

    Se a agenda é aberta, porque o ministro negou à princípio os encontros?
    Infelizmente, da verdade, sabemos muito pouco!

    • ISSO É MAIS UMA VERGONHA! disse:

      É UMA VERGONHA ATRÁS DE OUTRA VERGONHA!
      ESSE GOVERNO PERDEU TODA A CREDIBILIDADE, NINGUÉM TEM MAIS VERGONHA DE NADA!
      QUE PÉSSIMO EXEMPLO VEM DE CIMA PARA O POVO, TUDO É PERMITIDO EM NOME DOS INTERESSES DO GOVERNO!
      ATÉ QUANDO PERDURARÁ ESSE ESTADO DE COISAS, ESCÂNDALOS ENVOLVENDO MINISTROS, A PRESIDENTE, O EX-PRESIDENTE, POLÍTICOS ALIADOS DO GOVERNO, ALTOS FUNCIONÁRIOS INDICADOS PELO GOVERNO, TUDO SEM JUSTIFICAÇÃO LÓGICA, TUDO SEM PUNIÇÃO EXEMPLAR!
      QUANDO TENTAM JUSTIFICAR ALGUMA COISA, É BUSCANDO APONTAR COISAS DO PASSADO, DE OUTROS GOVERNOS, DE OUTROS TEMPOS, SEM PROVAS, SÓ NA FALAÇÃO, COMO SE ISSO JUSTIFICASSE ALGUMA COISA!

      • isso e mais uma falta de vergonha,um excandalo,quem gem que ouvir os advogados é o Juiz, e não a parte interessada em livrar o governo do PT das acusações que está envolvida. Quanto a esse papo durado dela dar liberdade à Policia Federal para apurar os fatos, afinal ele e dono de alguma coisa?

  3. LEANDRO disse:

    Esta certo o ministro da justiça receber advogados de réus em um caso tão escrachante como esse e esses encontros não estarem protocolados na sua agenda oficial, muito menos terem ata do assunto tratado? Pelo amor de Deus!

  4. acmb a disse:

    O escriba se engana redondamente. Como que um ministro da justiça se reúne com advogados de criminosos????? Não é função do ministro e revela a mais desaforada forma de fazer acertos para que os rabos petistas, notadamente de Lula e Dilma n fiquem presos nas delações. Ora, fica mais claro ainda a participação de ambos. IRRA

  5. Antonio Medeiros Amorim disse:

    Meu caro Kenedy, discordo do seu posicionamento.
    Não acho que seja atribuição do ministro receber
    advogados defensores de empresas envolvidas em uma operação como a Lava Jato, cujas denúncias passam primeiro pelo partido dele que é, sem dúvida, o grande gestor de todos esses desvios, inclusive o mensalão, é claro. Entendo que os advogados têm de argumentar pelos seus clientes nos tribunais perante o juíz e não em conversa particular com quem faz parte da denúncia
    e não lhe cabe decisão jurídica alguma, a não por influência política junto à CORTE, que é na realidade o que buscam os tais advogados.A demais, o fato de o Ministro dar transparência anunciando o encontro não garante lisura alguma em conversas reservadas. Pior ainda é você condenar a iniciativa do Ministro Barbosa. O país não deseja só sua demissão mas também dessa incompetência chamada Dilma e a punição do chefe maior; Sr.Lula.

  6. Sandy disse:

    Este não é papel de Ministro da justiça. Advocacia administrativa é crime. Ainda mais quando não se advoga pela sociedade, mas articula esquemas para livrar meliantes graúdos. Advocacia administrativa de servidor público é crime contra a administração pública e passível de impeachment de Ministro de estado por improbidade. Ainda mais que a Cúpula do partido do Ministro é o principal articulador do esquemas criminosos arraigados e institucionalizados nas entranhas do poder: mensalão, petrolão, bancos oficiais, correios, estatais, BNDS… Chegou-se a tal nível de hipocrisia: falácias que tentar fazer do errado certo.
    Chegamos ao nível que Rui Barbosa, em célebre discurso, vaticinou: “DE TANTO VER TRIUNFAR AS NULIDADES, DE TANTO VER PROSPERAR A DESONRA, DE TANTO VER CRESCER A INJUSTIÇA, DE TANTO VER AGIGANTAREM-SE OS PODERES NAS MÃOS DOS MAUS, O HOMEM CHEGA A DESANIMAR-SE DA VIRTUDE, A RIR-SE DA HONRA E A TER VERGONHA DE SER HONESTO”

  7. Cecília de A. Villar disse:

    Quero ficar por dentro dos comentários políticos .

  8. Marcus Cesar Rios disse:

    Decerto não há nada demais no Ministro da Justiça receber advogados das empreiteiras investigadas por corrupção. Agora o Sr. esqueceu de comentar se também é “normal” o mesmo Ministro “desaconselhar” esses advogados a assinarem acordos de delação premiada, já que o mesmo acredita que a investigação daria uma guinada, após o carnaval!! Isso foi o que a imprensa divulgou. Isso é correto? Não estaria o Ministro interferindo na investigação? Visto que o mesmo seria Ministro da “Justiça”, e não “Ministro do Governo”, não estaria o mesmo agindo indevidamente aconselhando os advogados sobre como deverão proceder nas próximas semanas. Isto foi ético?

  9. gilson luiz dos santos lima disse:

    ELE COMO MINISTRO DE ESTADO ELE TERIA QUE FICAR A PARTE DO PROCESSO,MAIS COMO OPT SEMPRE AGE DESTA MANEIRA E TENTA LIVRA OS PETISTAS ENVOLVIDOS NA ROUBALHEIRA NA PETROBRÁS E ELES ACHAM QUE VÃO CONSEGUIR ENGANAR TODOS OS BRASILEIROS,MAIS SÓ CONSEGUE ENGANAR OS TROUXAS DOS PETISTAS QUE ALIENADOS E NÃO TEM OPINIÃO PRÓPRIA E TEM MAIS DILMA E LULA ARMARAM ESTA ROUBALHEIRA TODA NA PETROBRÁS PARA UTILIZAR O DINHEIRO NA CAMPANHA DA DILMA E 22010 E 2014,AGORA DIA 15/03/2015 VAMOS TODOS PARA RUA PARA PEDIR O AFASTAMENTO DA DILMA E SUA CURIOLA OU QUADRILHA.

  10. Arnaldo Sobrinho disse:

    A visão do cronista está equivocada. Errou o Ministro ao receber os advogados de empreiteiros que estão sendo investigados pela Polícia Federal e que estão com prisões determinadas pela Justiça Federal. O que está em jogo é o destino de uma empresa nacional, que foi atingida mortalmente pela corrupção de tais empreiteiros, com a ajuda de funcionários da Petrobrás e de maus políticos. Portanto, não cabe ao Ministro fazer juízo de qualquer valor, pois ele é Ministro do Brasil. Está ali para defender os interesse de nossa pátria. Quanto às empresas, elas serão substituídas normalmente, como em qualquer situação e os empregados serão aproveitados. Não se pode admitir que haja perdão e que se passe a mão pela cabeça de quem comete crimes. Dessa maneira, o Brasil nunca será sério. Quem errou que sinta o peso da Justiça em toda a sua extensão pois a lei tem que ser linear, tem que ser para todos, sem exceção.

  11. Eduardo disse:

    Kenedy, em primeiro lugar, realmente deveria haver transparencia nesses encontros, coisa que não há, uma vez que o ministro Cardozo não divulga sua agenda de gabinete ha mais de 2 meses. E o que levaria um ministro de estado se reunir com defensores de acusados na operação lava jato? Seria muito mais util se encontrar com o juiz do caso e obter as informações que considera importantes. Se não for assim, a democracia exigira que daqui para frente ele se encontre com todos os advogados de defesas de todos os casos considerados de relevancia. Será que ele fará isso???

  12. Aury de Sá Leite disse:

    É muito estranho que, até o momento, muito pouco se saiba sobre quais os políticos envolvidos. Todos estão posando de vestais, de anjos imaculados, fazendo discursos ‘do bem’… Creio que a revelação deste listão – pois deve ser uma lista hiper grande – vai modificar a opinião pública e detonar as principais lideranças políticas. Resumo: estão todos envolvidos até o teto.

  13. Marcos disse:

    eu acho que as grandes empresas tem a mesma concepção, acreditam na impunidade com base no poder econômico que possuem, se todos seguirem por essa linha, fica uma certeza, independente do crime que voce cometer, se tiver poder econômico, não sofrerá as mesmas consequências de um ladrão de galinha… ou seja, o crime, ao menos para os ricos, compensa..

  14. Edmar disse:

    Desculpe Knnedy mas, todas as empresas denunciadas cresceram na sua maioria roubando dinheiro público e principalmente fraudando licitações. Sou empresário e todos sabem que o apenamento administrativo mínimo por fraude em licitações é de 5 (CINCO) anos de proibição de licitar com governos federal, estadual ou municipal. NÃO É JUSTO que as demais empresas que foram descartadas e vem perdendo licitações para esta cartel há várias décadas assistam agora, mesmo depois da comprovação em juízo dos crimes, um perdão generalizado a estas empresas e seus representantes legais.

    Quem tem problemas para vender serviços ao governo devido a impostos atrasados ou que foram penalizados com o impedimento de licitar até por outros motivos que não são criminosos, partem para prestar serviços na área privado, que o façam estas empresas criminosas.

    O que não vale é o mau exemplo da antiga SIEMENS que foi proibida de participar de licitações a nível nacional pelo apenamento no caso Correios, muda de nome para UNIFY e continua a fazer contratos e aditivos com o governo, inclusive na RENEST.

    Com relação a Cardozo receber advogados de Marcelo Odebrecht, ninguém sabe por que até hoje a Odebrecht não foi citada explicitamente na Lava a jato e outras safadezas como a Arena Pernambuco mas, desconfia-se que a Odebrecht é que vai levar a Lava Jato a subir a rampa do Palácio do Planalto é de um certo apartamento em São Bernardo dos Campos.

    Se isto não for passado a limpo, todos os empresários brasileiros vão se sentir no direito e porque não no dever de rasgar a Lei 8666, mandar o pessoal do TCU se lascar e partir para a bandidagem empresarial pois, VAI VALER A PENA USAR O COLARINHO ENCARDIDO.

    • Karl Richter disse:

      Perfeito o seu comentário. Fortunas imensas foram feitas pelo donos dessas empreiteiras fraudando licitações. Esse é o verdadeiro “custo Brasil” que tem que acabar. É uma oportunidade única de moralizar o setor e abri-lo à competição externa

  15. Nobre disse:

    O Senhor JOAQUIM BARBOSA pede a Presidente DILMA a exoneração do Ministro da Justiça JOSÉ EDUARDO CARDOSO, nessa mesma linha o Senhor JOAQUIM deveria também solicitar ao Judiciário Brasileiro que seus pares que falam fora dos autos também seja exonerados, até porque a própria lei Orgânica da magistratura proíbe que os magistrados falem fora dos autos. Então vamos deixar de HIPOCRISIA.

  16. pedro luiz lorençon disse:

    Pensei que estivéssemos livres desta figura. Joaquim Barbosa é um dos maiores pau mandado da história política deste país. Enfim, José Eduardo é a bola da vez. As revelações de que opositores estão envolvidos em propinas da Petrobrás e que este esquema é pré PT, assim como o mensalão, estão arrepiando as penas de Tucanos. Se limpou a barra de psdebistas paulistas , na propinotrem e de mineiros no mensalão original, mas a sorte (ou a perniciosa permissividade da Polícia e da Justiça) uma hora terminará. O esquema de tirar o ruim para voltar o pior, pode não funcionar desta vez.

    • cemy vargas fraga disse:

      Kennedy, você está certo! Concordo também com Pedro luiz lorençon. Quem discorda é porque já foi atingido pela lava-cérebro, operação essa que, desde que o PT assumiu as rédeas do país, vem sendo insistentemente realizada pela grande imprensa, comprada pelo PSDB e demais opositores, contra o Partido dos Trabalhadores. O plano é combater ao máximo os governos do PT até chegar o momento calculado de pedir o impeachment de Dilma. Esse pedido já foi feito, mas creio que não vão conseguir, nem com os exageros de Joaquim Barbosa.

      • Reinaldo Pompeu disse:

        Cemy, permita-me discordar.
        O que importa é o Brasil, não importa o nome dos ladrões, não importa a filiação partidária, importa é a clareza e a liberdade na investigação.
        Quem estiver envolvido (e certamente são muitos), deve pagar pelos crimes.
        Agora, Ministro de Estado auxiliar na linha de defesa de uma investigação sendo realizada por equipe subordinada a este, me desculpe, não se trata de imprensa golpista, trata-se simplesmente de crime e como tal deve ser punida, exemplarmente por sinal.

        Por favor, não inverta o caso, os culpados são os investigados, não os que desejam que os princípios básicos de ética sejam cumpridos.

  17. Epaminondas Ferreira disse:

    Achei um pouco de parcialidade sua, ao fazer sua resenha crítica.

  18. charles Silva disse:

    Me explique senhor kennedy, se o que ele fez foi correto, por que o assunto da pauta não foi divulgado? A pizza está chegando, mas dessa vez a conta vai ser cara, e quem vai pagar é o trabalhador brasileiro. Estamos cansados, e daqui para frente as coisas começarão a ficar feias, acredite.

  19. Liander Michelon disse:

    Kennedy, você está correto em tudo que disse sobre transparência. Só tem um problema que vejo nesse encontro: ele não foi transparente, não foi oportuno e muito menos isento de qualquer interesse e jamais se imaginaria um Ministro tendo conversas a portas fechadas com representantes de investigados em uma questão tão complexa, grave e tão pública. Não vejo onde isto seria lícito, prudente ou moral para um Ministro da Justiça. Me desculpe descordar. E que sejam todos os envolvidos, políticos ou não e a qualquer partido que pertençam, devidamente julgados e punidos. Está mais do que na hora de uma limpeza desse nosso quadro político e da Justiça fazer seu papel dentro de nossas instituições afastando da vida pública aqueles que só pensam no privado!!!

  20. Marco disse:

    Joaquim Barbosa era conhecido por, enquanto ministro do STF, se negar a receber advogados em seu gabinete, embora a Lei 8906/94 estabeleça justamente o contrário.

    O que ele está fazendo é “jogar para a torcida”. Aliás, se não fosse o julgamento no mensalão, ninguém saberia quem é Joaquim Barbosa, pois, como jurista é bem medíocre.

    • P/Marco. disse:

      JOAQUIM BARBOSA MOSTROU QUE AINDA HÁ BRASILEIROS COM VERGONHA NA CARA, NESTE PAÍS, ENFRENTANDO UMA QUADRILHA DE BANDIDOS, ESPECIALISTAS EM ROUBAR COFRES PÚBLICOS, ENGANAR O POVO ATRAVÉS DO FAMIGERADO “VOTO OBRIGATÓRIO” E AFUNDAR O PAÍS NUM LAMAÇAL DE CORRUPÇÃO!
      TIVÉSSEMOS 100 BRASILEIROS TIPO JOAQUIM BARBOSA E 100 TIPO ALDO MORO ESPALHADOS NO JUDICIÁRIO, MAIS 100 NO CONGRESSO E ALI BABÁ E SUA MALDITA QUADRILHA JÁ ESTARIAM MOFANDO NA CADEIA!

  21. Sandra disse:

    É a sua opinião e respeito, porém discordo de você, integralmente. Kennedy, mesmo você sendo Jornalista e gozar do livre pensamento, há determinadas conclusões que sabiamente devemos guardar pra nós. Na minha opinião fostes muito infeliz com esse texto.

  22. Bob Dias disse:

    Lamentável a visão do jornalista que acha correto um ministro da justiça se reunir com empresas envolvidas na lava a jato, de forma escondida, sem constar na agenda oficial, poucos dias depois do Lulla receber a missão de salvar o governo Dilma e o PT. Pior, o ministro negou o encontro. Mais um mentirinha do partido da estrela vermelha.
    Conhecendo a forma de agir do PT, não é dificl imaginar o teor da conversa. Arrumar um jeito de livrar a cara das empreiteiras e salvar a pele do PT. Só resta saber quanto isso vai custar aos cofres públicos. Ah vale ressaltar que os empresários presos estão desconfortáveis em passar tanto tempo na cadeia, enquanto os chefões ficam livres, leves e soltos, pagando de paladinos da Justiça. O PT conseguiu que pessoas que eu antes admirava fossem mostrando seu verdadeiro caráter.

  23. Anafilófio disse:

    Bem, lendo os comentários feitos até agora chega-se à conclusão que nem sempre a unanimidade é burra. Trata-se de Ministro da Justiça, não do PT ou das empreiteiras. Suas únicas tratativas deveriam ser com agentes públicos. O nome disso é conchavo, o negócio é “aliviar”, a chantagem é o desemprego, falso argumento. Rei (empresa) morto, rei posto. Ministro da Justiça se mancomunando com advogados de criminosos confessos. Muito infeliz sua defesa do Ministro.

  24. Alexandre Machado Alves disse:

    Brincadeira esses argumentos seu Kennedy! Há uma esfera para ser feito isso, e isso é na Justiça e com o Ministério Público, é certo que Cardozo está usurpando a função destes agora qual é o motivo para isso?

  25. Marcelo Moura Baptista disse:

    Na minha opinião, você Kennedy está muito equivocado ao dizer que o Cardozo está correto, ele como o falecido e ex Min. da Justiça do governo Lula, Marcio Thomaz Bastos no caso do mensalão, está advogando em pro do PT e seus aliados, será que se o PT e seus aliados não estivessem atolados até o pescoço no petrolão, ele faria o mesmo?
    Ele sim deveria mandar o exercito e a aeronáutica patrulharem nossa fronteira seca!!!

  26. SIDNEY B. SAADE disse:

    Prezado Sr. KENNEDY ALENCAR,
    Lamento imensamente pelo seu enorme erro de julgamento ao usar um espaço tão importante como este para avaliar a atitude “certamente com objetivos escusos” do Ministro da Justiça ( vereador do PT-SP) como um “ACERTO”. Creio sim que devem estar sendo feitos alguns “acertos” com estes advogados no sentido de se remendar e esconder uma série enorme de atos promovidos pelos gangsters das empreiteiras e os políticos envolvidos nestes roubos descarados. Mais uma vez, tudo caminha para “acertos” e esquecimento. É tudo o que o PT, PMDB e os demais partidos envolvidos no esfacelamento do Poder Público brasileiro querem. Como os roubos, NUNCA ANTES NA HISTÓRIA DESTE PAIS, e as falcatruas não param, creio que repórteres e jornalistas sem um minimo de principio moral avaliam de forma errônea o que realmente está acontecendo (não me entenda mal pois sempre há EXCEÇÕES). Ao justificar ou defender os absurdos de posicionamentos daqueles que se “apropriam” de “posição pública” (agentes públicos) ou cargos de confiança, na verdade está se dando carta branca para verdadeiros estelionatos e roubos sem precedentes, agravando a confiança nas instituições que, atualmente, estão porcamente representadas por estes canalhas nos diversos níveis de poder. Pense bem antes de usar um espaço destes já que muitos leitores (infelizmente, a minoria da população) sabem exatamente o que está acontecendo.
    Saiba também que com o recrudescimento das condições econômicas do país, logo o povo procurará entender o que realmente levou a economia a este ponto (inflação alta, poder aquisitivo cada vez pior, queda do número de empregos,tudo aquilo que já vimos no passado).Aí o povo vai querer saber quem estava “escondendo ou avalizando os atos dos agentes públicos” que, no final, se beneficiam e ganham com isso.
    Cordiais saudações.

  27. lcvc disse:

    Acho estranho que se avente a possibilidade de acordo em matéria criminal. Acho ainda mais estranho que se clame à Polícia, ao Ministério Público e ao Judiciário por “preocupação com os efeitos econômicos da Lava Jato e com a sobrevivência das empresas”. Essas agências de persecução criminal têm que se preocupar em erradicar a criminalidade, não com o fomento da atividade econômico e sua continuidade saudável. São tarefas que de modo cristalino fogem do escopo das ciências criminais, bem como das instituições responsáveis por sua aplicação. Quem atua em discordância com aquilo previsto em lei tem que arcar com todas as suas consequências. O contrário revela apenas patrimonialismo, filhotismo, favoritismo e o incentivo ao pior dos males: a impunidade. Mas essa é apenas minha estreita visão, de um desconhecido bacharel em direito como milhões pelo país, sem qualquer maior amplitude de conhecimentos jurídicos que alcancem algo além daqueles necessários para o provimento da própria subsistência. Já que o jornalista Kennedy – que respeito demais – fala na possibilidade de um acordo (“Um acordo teria de envolver o Executivo, a Justiça, o Ministério Público e o TCU”), gostaria que informação fosse melhor desenvolvida, aqui mesmo no blogue, em outro post, quem sabe com direito à palavra de algum especialista em direito penal econômico. Há alguns no mercado, que com certeza dariam alguma contribuição a este espaço para levar o assunto ao conhecimento do grande público, a pessoas que, a meu exemplo, querem estar melhor informadas dos assuntos de nossa república.a

  28. Eu acho que esse Juiz já esta passando dos limites porque , o que ele tem que fazer é determinar que quem roubou devolva tudo. não é prendendo e quebrando as empreiteiras que vai ajudar esse país .porque as leis desse país deixam muito a desejarem .com as obras paradas só vai ficar pior para a economia como vamos pagar as dividas sem trabalho.com as demissões dos funcionários.

  29. juciano mendes disse:

    Totalmente equivocada sua analise , Kennedy.
    Como as delações já comprovaram quem são os agentes econômicos culpados, não e função do ministro da justiça ficar em conluio com advogados de criminosos .
    O ministro tem que defender os interesses do Estado e não Partidario .

    infelizmente , sua analise demostra realmente as suas orientações poliicas esquerdizadas, descomprmetidas com os interesses altruístas da Nacao .

  30. Maria Aparecida S.Sousa Bezerra disse:

    Depois de tudo que acabei de ler aqui, me atrevo a incluir mais alguma coisa. Fiquei estarrecida ao ler que o Ministro da Justiça ao conversar com advogados das empreiteiras os aconselhou a conversar com seus clientes e aconselhá-los a não aceitarem a delação, que iria dar em Lula e Dilma, porque deu a entender que haverá, depois do carnaval, uma costura com a oposição e que a Lava A Jato acabará e então estariam todos livres e tudo encerrado. Pergunto: Essa é a função do Ministro da Justiça? Será que entendi errado? Se estou errada peço que me corrijam pois não acredito em mais nada de bom neste pobre país.

  31. Renato disse:

    Vindo de você não me surpreende essa opinião. Tentando por panos quentes..

  32. olavo gil da silva neto disse:

    Só lamento seu posicionamento neste caso, não tem cabimento Ministro da justiça ficar de conversa com advogados de corruptos! Vc perde um leito.

  33. Delfin Canideia disse:

    Você disse que não há crime nenhum, que é do ofício receber e dialogar com agenda e ata, conforme o ministério da justiça esclarece em nota à imprensa. Os jornalistas ficaram sabendo destas reuniões através da agenda do ministro publicada no site…. e por isso o ex-ministro Barbosa quer a destituição do Zé Dudu. (Me recordo de um outro encontro que gerou alguma polêmica: o jantar do FHC com o Daniel Dantas, nos dias precedentes a entrega das telecomunicações nacionais).
    Mas me tire uma curiosidade: na tua opinião, porque o Joaquim, do apartamento em Miami, comete essa exagerada?

  34. Cesar Augusto Coelho Amano disse:

    A ética da renuncia ou a renuncia da ética? Será que se um jurado de concurso de miss universo fosse visto jantando com uma das candidatas uns dias antes do concurso seria errado? Será que se um juiz de futebol que vai apitar um clássico e encontrasse com o presidente e o técnico de um dos clubes envolvidos no jogo na véspera seria errado? E se houver um lance polemico durante a partida que favoreça o clube dos que o procuraram? Será que um jogador da NBA se encontrasse com o dono de uma casa de apostas antes de um jogo colocaria suspeita sobre o resultado da partida? É tudo suposição, porém o mesmo que todos os envolvidos nos casos fictícios citados sejam honestos ainda fica a suspeita no ar. O ministro da Justiça não deveria se expor desta maneira sabendo que todos os holofotes estão apontados para a operação lava jato. At´t porque tem o áudio (O áudio está no YouTube) de um destes advogados de empreiteira ameaçando uma testemunha do caso (Meire Poza) em um shopping de São Paulo. Lamentável! A ética da renuncia ou a renuncia da ética?

  35. valdecir carlos trindade disse:

    Sr. Jornalista, conquanto eu já tenha enviado uma mensagem a Vossa Senhoria, não me contive e entrei no seu blog, especialmente para dizer-lhe que seu posicionamento é afrontoso para a transparência da coisa pública. Acho risível o senhor elogiar o petista Cardoso e vociferar contra o ex-ministro Joaquim Barbosa. Não esperava que o senhor repetisse em sua coluna a mesma cantilena petista. Só falta o senhor defender o controle da mídia. E porque não, né?

  36. fabio pereira disse:

    “É tarefa de um ministro da Justiça receber advogados, ainda mais de uma grande empresa citada na operação Lava Jato”….. ainda mais de uma grande empresa????????? O que o senhor quer dizer com isso???? Imagino a mãe de um marginal batendo na porta do Ministro…

  37. Toninho disse:

    Esse povo do PT me enoja !

  38. Sidney B. Saade disse:

    Infelizes estes comentários do jornalista. Parece que não tem noção de moral e do que é correto. Aparentemente deve ganhar alguma coisa ao proteger estes bandidos que tomaram o poder público. Nenhuma pessoa neste país, da mais simples ou a mais analfabeta, iria defender esta ação deste Ministro do PT (EX VEREADOR DO PT-SP).
    É gente como esta que tenta confundir a opinião pública utilizando-se dos espaços na Midia para “ganhar pontos” com este governo corrupto e, talvez, ganhar mais alguma coisa.
    Aliás, o Sr. Kennedy deveria estudar mais sobre as atribuições dos agentes públicos (principalmente dos Ministros de Estado) e o que é crime. Aliás, crime é o que não falta nestes governos.

  39. Hadevigues dos Santos disse:

    Prezado Sr. Kennedy
    Lembro que num de seus programas na TV, onde entrevistava o Min. Gilberto Carvalho, ele confessou que conversou com o candidato a vaga no STJ, Luiz Fux, e que ele dizia que era partidário das teses do PT no men-salão e reclamou efusivamente, de sua postura no julgamento. Isso é REPUBLICANAMENTE IMORAL, pois a conduta correta era avisar o presidente que aquela pessoa não era correta para o cargo, mas não o fez.
    A explicação do Sr. Sidney de Almeida Soares tem toda razão, especialmente depois que os repórteres receberam diferentes versões sobre o assunto tratado, ou seja, não queriam que nós soubéssemos.
    A alegação do Sr. Edmar ( 16 de fevereiro de 2015 às 12:06 ) é também bastante plausível, que deve ser parti-lhado por outros empresários que ficaram excluídos por não darem propinas. Há muitos anos entrevistavam o presidente de uma das maiores agência de publicidade do Brasil e ele confirmou que a política da empresa proibia negócios com o governo, ou seja, os acionistas definiram de onde queriam receber seus lucros. Há poucas semanas um comentarista dizia que uma revista especializada apontou a herdeira do dono da Camargo Correa como uma das maiores fortunas do Brasil. Fora Odebrecht, Mendes Jr., etc.
    Lembro que essa operação nasceu de um trabalho pequeno, do que a PF suspeitava ser peixe pequeno e deu no que deu.
    A única coisa que admiro no Lula é a sua sorte, diferente da maioria do povo brasileiro que acreditou nele e agora vai começar a derramar mais lagrimas, suor e sangue. Não consegui ainda definir de quem foi a sorte quando divulgaram aquela gravação do encontro dele com o Chaves, quando iniciou a trambicagem da refinaria de , onde ele garantia que elegeria a Dilma e viraria presidente da Petrobras e o Gabriele ia ser seu “assessor especial.”essa ESTÓRIA de preocupação com a sorte dos empregados é uma balela, PI se as empresas são estratégicas para o Brasil, faz-se a expropriação sob a égide da segurança, afasta-se os acionistas, vende-se as empresas para empresários que assumam trabalhar sob um regime de “administração aberta” ( onde os atos são de conhecimento dos funcionários, que podem saber se a diretoria está cometendo atos ilícitos, como pagar propinas). Depois de tramitar em julgado ao penas e multas impostas aos acionistas faz-se os ajustes financeiros; Simples.
    Agora a coisa é muito séria, pois envolve as maiores e mais poderosas pessoas desse país. Essas empresas dominam a vida desse país há décadas, comandando a destruição do Brasil, tudo o que tocam viram atrasos e aditivos, esmagam quem tenta furar o cerco, impedem entrada de empresas internacionais. Faça uma plani-lha com as 100 maiores obras brasileiras nos últimos 30 anos, coloque o valor, o prazo inicial e quem ganhou. Depois a data da entrega e o custo final. Inclua uma coluna de comentários sobre quando começaram os reparos das mesmas, que executou e quanto custou. Tem obra dos anos 70 que está funcionando mal e com reparos constantes até hoje.
    Um dos mecanismos simples para solução, que eu utilizei na iniciativa privada, que o Gerdau e outros que foram do conselho da Petrobras NÃO deixam de usar em suas empresas é a exigência de um “PERFORMANCE BOND”, com o expos o advogado Modesto Carvalhosa, no programa Roda Viva 15.12.2004.

  40. souto disse:

    Prezado, o Sr. Cardoso omitiu a agenda a reunião sigilosa, com os defensores do maior assalto aobpovo Brasileiro, nós contribuinte pagamos ele para mo minimo ético. Parabéns ao Dr. Joaquín Barbosa pelo comentário e acrescento qualquer pessoa com um mínimo de pudor, jamais defenderia uma atitude tão cara dura deste senhor. Att.

  41. Hugo. disse:

    Doa a quem doer, esta é a frase que deve ser seguida ao pé da letra.
    Não importa se vai falir esta ou aquela empresa, tudo deve ser investigado até que não exista mais nenhuma dúvida.
    Doa a quem doer. esta é a frase de efeito dita em todo discurso petista desde o tempo do mensalão….lembram ?
    Portanto eles não tem o que esconder ou temer, tudo é invenção e perseguição política da oposição.

  42. Tania Pella Venturi disse:

    Sr. Kennedy prefiro achar que sua pessoa esteja sendo um pouco sarcastico apenas, se assim não for….lamentável

  43. weslei disse:

    kennedy não concordo com a sua colocação perante aos fatos descritos por você,pois um ministro da justiça não tem o porque de receber advogados de suspeitos de fraudes licitatórios de obras publicas,nesse momentos pois não ouvi nenhuma queixa externada pelos advogados das partes sobre as operações feitas pela a PF que e de responsabilidade do ministro da justiça eu como cidadão mim sinto indignado pois jamais tinha visto isto acontecer em uma investigação em percurso agora as empreiteiras vejo que seja tomadas as devidas medidas extremas a respeito da punibilidade das tal pois não e só elas que empregam no pais e não vem com esses argumento de ações de exceção para empreiteiras.

    • CLIMA disse:

      Inicialmente¸ ministro da Justiça (?), José Eduardo Cardozo, deveria ser convidado a escolhe entre o cargo de procurador e Ministro por acumulo indevido de cargo público, devendo ser acionado pelo órgão competente nos termos da Lei Federal 8112/90, sobre o acumulo indevido de cargo públicos. “SÚMULA N. 246 do TCU: O fato de o servidor licenciar-se, sem vencimentos, do cargo público ou emprego que exerça em órgão ou entidade da administração direta ou indireta não o habilita a tomar posse em outro cargo ou emprego público, sem incidir no exercício cumulativo vedado pelo artigo 37 da Constituição Federal, pois que o instituto da acumulação de cargos se dirige à titularidade de cargos, empregos e funções públicas, e não apenas à percepção de vantagens pecuniárias.”

  44. Banditi disse:

    Tava demorando pra isso acontecer. Nao ha nada de ético, transparente, ou coisa que o valha. Me sinto enojado com tudo isso. Confesso que manobras como esta me fazem perder a esperança nas instituiçoes deste pais, que colocam as cores do partido acima da etica e da lei! Me chama tbl a atençao na questao da puniçao apontada pelo cronista. Se a puniçao nao for financeira, sera como? Nao basta apontar o que acha errado, por favor qponte o que acha certo! Criticas vazias nao ajudam em nada! E ainda tem a questao da puniçao aos politicos, que se quer foram mencionados ate agora… Nao e possivel que depois de tudo isso e da liçao do mensalao, julgamento que condenounpoliricos ha pouco mais de 6 meses de cana, essas coisas ainda aconteçam na barba da populaçao e ninguem faz nada!!

  45. Jose Roberto disse:

    Para proteção das empreiteiras que dominam o país e para evitar a entrada de empresas estrangeiras no ramo da construção civil, usam o argumento de que as obras não podem parar; ou seja, dizem que o país parararia também. Isso é uma grande mentira! Essa empresas devem ser punidas além dos processos penais, com a inidoniedade como fizeram com a Delta Construções.
    O fato de a empresa se tornar inidônia não bloqueia os contratos em andamento e sim novas licitações. Outro argumento é a possibilidade de demissões. A Delta Construções demitiu 30.000 funcionários e ninguém se preocupou com isso.
    Na verdade, eles querem proteger as empreiteiras por interesse próprio, pois estão sujos até o pescoço e sabem que as delações, chegarão aos mesmos. Infelizmente, tudo pode acabar em pizza.

  46. Pasquale disse:

    Simplificando,seria muito mais fácil divulgar as empresas que não participaram da festança.
    Se é que existe alguma,ou então…estamos condenados a sutentar o monstro da PETROLIXO.
    O povo é que se exploda,o pensamento que prevalece no País do Açaí.
    O que importa é proibir o cigarro e liberar a bebida alcólica,para poder patrocinar o circo.
    Quantas mortes não foram motivadas pelo consumo de álcool?

  47. Levi Oliveira dos Santos disse:

    Partindo do principio em que o estado deve se comprometer com aquilo que é de bem comum, minha opinião é o que o Sr. Ministro de Justiça se preocupe com questões que ainda não têm solução, como exemplo; a morte do Prefeito Celso Daniel e a questão de seus parentes que estão exilados na França, pois no nosso querido pais eles não têm suas garantias individuais garantidas e é uma vergonha, pois o PT, só se preocupa em defender sua continuidade nos esquemas de desvio de valores que poderiam estar beneficiando muitas comunidades carentes e famílias que não dispõe de fórum privilegiando para defender seus interesses.

  48. Aderson Santana de Souza disse:

    Segundo a Contituição, todos são iguais perante a lei. Sendo assim todos brasileiro que estiver preso nas cadeias do Brasil, deveriam ter o mesmo tratamento e ser recebido pelo sr minisstro. oras bolas. Pronto falei.

  49. Mixirica disse:

    Deve ter acertado mesmo, no congresso eles acertam também com as empreiteiras queria alguém que não fizesse esses acertos em Brasília ôôôôô saudades do Joaquim Barbosa com esse não tinha acerto.

  50. Carol m.p disse:

    Seu argumento tenta justificar o injustificável: o ministro está tentando obstruir a justiça debaixo dos nossos narizes. O senhor tem total direito de expressar sua opinião, vivemos num país ainda democrático, porém nos fazer acreditar que os fins justificam os meios é insultar o bom senso que ainda resta aos brasileiros. Que vergonha alheia senti desse texto!

  51. Karl Richter disse:

    Kennedy, “A Velhinha de Taubaté” se tornou uma celebridade nacional por ser a última pessoa no Brasil que ainda acreditava no governo. A Velhinha acreditava em Lula e no PT desde o começo. Você pretende ressuscitar a personagem?

  52. Samuel disse:

    O ministro é da Justiça. Não é crime conversar com esses advogados, não é crime dizer que ele está correto. Pergunto: é ético negar tamanho conflito de interesses?

  53. Iran disse:

    Faço minhas as vossas palavras: “Numa democracia, Kennedy Alencar tem o direito de emitir a sua opinião, mesmo que ela seja escandalosamente exagerada e parcial”.

  54. CLEITON MENDES disse:

    Kennedy, não me lembro de um post tão equivocado quando este, esperava mais de um jornalista como você. Acho que as suas colocações totalmente fora da realidade:Primeiro, isenta o Ministro da Justiça de sua atuação anti-ética e segundo o acordo para facilitar a vida da empresa criminosa por emprego.Qual é meu!

  55. Luiz disse:

    Meu camarada, vc só pode estar “de brincadeira” ao escrever a frase onde diz que o Ministro da Justiça “acertou” em receber aqueles advogados… até lia de vez em quando o blog, mas depois desta…? aí é de doer, né?

  56. Azus disse:

    Esse incompetente esta mais para SINISTRO do que MINISTRO.

  57. caiubi r. costa disse:

    Quem tem a obrigação e o dever de receber advogado na pendência de processo judicial, é o Juiz e não o Ministro da Justiça!!!.

  58. Marcio Palmeiras disse:

    Infeliz comentário Sr. Kennedy.

  59. Jorge Bengala disse:

    É sua opinião. Mas estou com o Ministro Barbosa porque ele não come na mão de ninguém.

  60. Jorge Bengala disse:

    Perceberam que somente duas vozes se fizeram ouvir alto contra o comportamento do Ministro Cardoso? Os dois que por coincidênçia tem o respeito e admiração da maioría do povo brasileiro honesto: joaquim Barbosa e Sergio Moro

  61. sidney bailer disse:

    Caro kennedy!
    O resultado não é aparente, quaisquer encontros a portas fechadas ou, sem conhecimento publico de interesses obscuros, podem sem mal interpretados. Desse prisma obstante (a imprudencia), poderiamos entender que a prova foi imputada ao réu, dai então entende-se que haveriam interesses individuais, sejam aos previamente encarcerados, ou áqueles que eventualmente poderiam ajudar a suspender ou á abrandar suas condenações, e obviamente estendendo se aos dirigentes partidarios do governo, e suas participações diretas e indiretas.
    Mesmo que assim seja direito de um ministro assistir as direções antecipadas ao transito em julgado, o proprio interessado (O Ministro) assim poderia faze-lo por acessores, evitando então á duvida, e suas pifias desculpas.
    Observando então de outra forma, o da manutenção, o proprio ministro poderia convocar uma audiencia entre representantes, procuradores e promotores, que por hora fossem alheios ao processo, e darem seus pareceres imparciais a imprensa e aos veiculos de comunicação.
    Entendo que o sigilo da acusação e o da defesa, são extrategias a serem observadas e ponderadas por seus julgadores, e isso acontece na esfera judicial, e não no gabinete do ministro.
    Defender publicamente alguém, mesmo utilizando das atenuantes da legislação, é ser conivente aos fatos, ou induzir ao erro aquele que não possui formação individual em suas opiniões, ou que fervorosa e cegamente defendem ideais deixados para trás por aqueles que se impuseram no poder.
    Discordo na maneira a qual entendi suas prerrogativas.

    Sidney Bailer

  62. lidio disse:

    O MINISTRO DA JUSTIÇA NÃO AGIU COMO O DONO BANANAL,MAS , DISTRIBUIU BANANAS AOS MACACOS DE PLANTÃO.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2019-06-25 22:44:22