aki

Kennedy Alencar

cadastre-se aqui
aki
Política
19-09-2013, 9h39

Cármen Lúcia e Barroso devem decidir sorte de Dirceu

3

Comentário no “Jornal da CBN” sobre ministros Cármen Lúcia e Roberto Barroso serem fiéis da balança na reavaliação da condenação de José Dirceu por formação de quadrilha. Sorteio de Luiz Fux para relatar embargos infringentes é má notícia para os réus. E análise sobre saída do PSB do governo Dilma. Consolida candidatura presidencial de Eduardo Campos, cujo principal desafio é responder qual projeto alternativa quer para o país.

Comentários
3
  1. jose mauricio saldanha alvarez disse:

    Estimado Kennedy:
    O voto do ministro Celso nos leva a ler novamente o belo e celebre texto de A. de Tocqueville a respeito do Antigo Regime e a Revolução Francesa. É preciso reler a página sobre a cegueira da justiça real e sua dureza para que depois não nos queixemos da violencia da justiça popular. A voz das ruas é o que muda a lei. Assim procede a justiça inglesa atenta à essa voz.

  2. Zé da Silva disse:

    Pois é Zé Dirceu, você deveria repensar bastante sobre esses embargos infiringentes que os seus advogados vão impetrar. Ocorre que se eles conseguirem a sua absolvição do crime de quadrilha, você deixará de ser o supremo “Chefe da Quadrilha” dos mensaleiros. Você passará a ser apenas um politicozinho de merda, pego e condenado em atos de corrupção ativa. E com essa epígrafe ninguém entra para história. Tenho pena de você… pois até a sua melhor chance de deixar uma marca você desperdiça… É verdade, 10 anos de cana brava não são do seu feitio, mole, mas, com bom comportamento você saia em 2 anos no máximo, e entrava para a história como o político que mudou o curso da justiça deste país. Mas agora, tudo ficou na mesma (embargos, embargos, embargos), e você se deu mal, Zé Dirceu: ficará para sempre com a alcunha de corrupto, e nada mais.

    • swamy disse:

      E você, cretino, ficará com a pecha de imbecil, que é o que já deve constar de sua carteira de identidade.
      Além do mais, não tem coragem nem de dizer o próprio nome. Como pode querer desqualificar quem colocou a própria vida à serviço da democracia?

      Seria demais perder mais tempo discutindo com quem tem cérebro de ameba e não deve ter estudado a história política do Brasil. Se é que estudou alguma coisa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-11-24 14:35:30