aki

Kennedy Alencar

cadastre-se aqui
aki
Política
12-09-2016, 9h11

Cassação reforça possibilidade de delação de Cunha

Temer acerta ao criticar projeto que eleva salário de ministro do STF
22

KENENDY ALENCAR
BRASÍLIA

Apesar de negar a intenção de fazer delação premiada, a provável cassação do mandato de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) reforça a possibilidade de uma colaboração com a Justiça. As acusações contra o ex-presidente da Câmara são muito graves.

Já há dois processos em tramitação no STF (Supremo Tribunal Federal). A perda do mandato e a eventual transferência desses processos para a primeira instância tendem a tornar mais provável a possibilidade de prisão e acelerar eventuais condenações. A forma de suavizar punições seria fazer uma delação premiada.

Pelo papel que teve no PMDB e na Câmara dos Deputados nos últimos danos, Cunha detém segredos que podem ser do interesse dos investigadores da Lava Jato. O peemedebista já vem substituindo o tom cordial dos últimos dias por alguns recados incisivos.

Em entrevista à “Folha de S.Paulo” publicada hoje, ele fez críticas ao PSDB e ao DEM. Disse que o governo Temer cai na armadilha de tentar implementar ideias que são dos tucanos e dos democratas, que perderam a eleição de 2014. Afirma que, se for cassado hoje, outros deputados estarão no lugar dele amanhã.

Eduardo Cunha sempre teve uma atitude agressiva e ousada em sua carreira política. Se for cassado, deverá cair atirando. Já a Câmara e o governo Temer não têm como salvá-lo. Se o fizerem, o preço político será alto demais. Melhor enfrentar a ameaça de eventual delação.

*

Tiro certo

A declaração do presidente Michel Temer contra o projeto de reajuste salarial dos ministros do STF tende a ser suficiente para barrar essa proposta.

Ao jornal “O Globo”, Temer afirmou: “Isso daí [o aumento dos ministros do STF] gera uma cascata gravíssima, porque pega todo o Judiciário, outros setores da administração, todo o Legislativo”.

Temer passou uma mensagem clara ao próprio partido, o PMDB, e a outras legendas que analisam o tema no Senado. Ele acertou ao ficar do lado correto nesse debate, o da opinião pública.

Não há dinheiro para dar esse aumento, porque ele iria muito além do reajuste para ministros do Supremo. Teria efeito cascata sobre as contas públicas da União, Estados e municípios, dando início a uma corrida entre categorias para equiparação salarial.

Tanto isso é verdade que o presidente da AMB (Associação dos Magistrados do Brasil), João Ricardo Costa, criticou a declaração de Temer. O presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República, José Robalinho Calvacanti, também. Costa e Robalinho usaram um argumento absurdo, o de que Temer é contra o reajuste em retaliação ao combate à corrupção.

É um argumento falso e mistificador. Tenta jogar a opinião pública contra o governo para a obtenção de vantagem profissional. Todas as categorias têm direito de fazer reivindicações. Isso é da democracia. Mas é preciso que a elite do funcionalismo público, na qual os juízes estão incluídos e alojados bem no topo, tenha mais responsabilidade com o país.

Seria importante uma manifestação pública da ministra Cármen Lúcia, que vai assumir hoje a presidência do STF, a respeito dos argumentos dos presidente da Associação dos Magistrados do Brasil e da Associação Nacional dos Procuradores da República.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN’:

Comentários
22
  1. Maria Aparecida Ramos Tinhorão disse:

    Experimente depender do judiciário para obter qualquer tipo de reparação… é um circo de horrores ! Especialmente quando entra em cena o “serventuário da justiça”, figura arrogante e prepotente cuja missão é infernizar as pessoas com os mais legítimos direitos.

    • walter disse:

      Exatamente cara Maria Aparecida, o Temer carrega a maldição do partido, que carregou o PT nas costas, que se beneficiou, por treze longos anos; imaginem o Cunha falando tudo, será uma ameaça, semelhante pelo menos, ao Delcidio, ou odebrescht, vai pesar;São Bilhões desviados,para cá e para lá; nosso dinheiro..
      Quanto ao apoio no congresso, que o governo interino precisa,vai depender de muitos acertos; não há consenso, sobre nada; aliás, estas cassações, são os “panos de fundo”, para ganharem tempo, nas reformas; o POVO sempre espera; quem de fato liga, se o País precisa reagir…o lula esta forçando uma tal de diretas já; tudo para se candidatar, enquanto pode…

    • p/Maria Aparecida Ramos Tinhorão. disse:

      Você disse uma verdade: é mais fácil sermos bem tratados por um juiz do que pela maioria dos serventuários da justiça. Comumente são, como você disse, “arrogantes, prepotentes”! Digo mais: julgam-se o “umbigo do universo”!
      Estagiários do Direito e advogados penam nas mãos dessas figuras ridículas que, pelo menos, para o bem geral, não são 100% do quadro de serventuários.
      Tais atitudes demonstram, com certeza, um complexo de inferioridade, comprovado pelo que se vê em outras repartições públicas: Delegacias de Polícia, Hospitais Públicos, Previdência Social etc.
      A forma de agir de delegados de polícia, médicos, chefes, geralmente é diferente da forma como agem seus subordinados, a maioria “arrogantes e prepotentes”!
      Uma necessidade de “auto-afirmação” que satisfazem através da “arrogância e prepotência” – não levando em conta que somos os pagadores de seus salários!

      • Joaquim disse:

        Só para complementar, isto é um padrão em todo o serviço publico, a ordem é criar uma dificuldade para vender uma facilidade. Despachante só existe no Brasil. E o espírito de corpo, funciona otimamente quando o assunto é aumento de salário, redução de carga de trabalho, criação de feriados ( dezenas para o funcionalismo ). Quando se fala de aumento de eficiência, sai até xingamento. Nós que pagamos impostos já estamos cansado disto.

    • Edi Rocha disse:

      Uma dúvida, o que acontece se Cunha renunciar no último instante ?

  2. Joaquim José da Silva Xavier disse:

    1º) Eduardo Cunha é e sempre foi parceiro de Temer em tudo;
    2º) todos os que ajudaram no impeachment/golpe foram retribuídos com cargos e indicações proporcionalmente ao seu grau de ajuda;
    3º) Eduardo Cunha foi quem mais ajudou no impeachment/golpe

    conclusão 1.: se todos os que ajudaram no impeachment/golpe receberam retribuição, justamente o que mais ajudou não vai ser retribuído?!? sendo que, justamente este, que mais ajudou é parceiro de sempre, do atual Presidente?!?

    conclusão 2. se a base aliada de Temer não votar pela cassação de Cunha, só vai estampar mais ainda a obviedade: Governo Temer é na verdade, Governo Temer/Cunha.

  3. Sônia Ribeiro disse:

    Nós precisamos sair deste marasmo! Esta crise política tem que ser resolvida com urgência, com a cassação deste Eduardo Cunha, o que já se estendeu por tempo demasiado, a derrocada deste Renan Calheiros, a limpeza geral do Senado, Congresso e STF; entretanto, as reformas têm que ser implementadas emergencialmente, ou seja, a reforma política, fiscal, tributária, previdenciária, trabalhista, penal; sob pena de perdermos de vez o trem da história e nos tornarmos uma Grécia. Há que se colocar o Brasil acima dos interesses e mordomias pessoais desta corja política nojenta. O povo tem que exigir isto, afinal, o país não pertence a meia dúzia de mafiosos e inescrupulosos!

  4. Leonardo Gama disse:

    a ausência de manifestação do poder judiciário contra esse pérfido possível aumento, só demonstra a notória falta de compromisso e o desinteresse da elite brasileira com o país… sempre foi assim!!!
    pois apesar de que todos sentirão os impactos, quem realmente pagará essa conta, mais uma vez, são os pobres do país!!!

  5. Sonhos de um brasileiro verde, amarelo, azul e branco! disse:

    O Cunha poderia pelo menos ter um gesto nobre, em relação ao país ao qual não soube servir como verdadeiro “representante do povo”: fazer a “COLABORAÇÃO PREMIADA” (não delação), ajudando a justiça a colocar toda a ladrãozada dos cofres públicos na cadeia e dando mais condições de parte da roubalheira voltar aos cofres públicos. Fazer o que o Sé Dirceu está fazendo, segurando a barra do “chefão corrupto” é simplesmente mostrar convicção em ser corrupto, vontade de morrer corrupto!
    Quanto à ministra Carmem Lúcia, ela já vem dando exemplo de correção: nem veículo oficial usa, embora tenha esse direito.
    Poderia sim manifestar-se contrária ao aumento do judiciário, neste momento crítico do país, onde o judiciário é, sem dúvida, uma classe privilegiada – afinal ganhar mais de 1 mil reais por dia, que é o atual salário, não é para qualquer brasileiro!

    • Sônia Ribeiro disse:

      Vdd! Não há que se falar em aumento, para uma categoria que já ganha extremamente bem, numa fase como esta! Quanto a este Cunha, não creio que tenha o mínimo de pudor; mas está preocupado com as mordomias e desvios que perderá. Esta classe política brasileira é demoníaca, egoísta, maldita mesmo! Haja oração!!!

  6. Mauro disse:

    Ninguem duvida de que Eduardo Cunha é um poço lotado de segredos, e resta saber se isso será revelado e principalmente se será de forma seletiva ou será uma metralhadora giratória.
    Eduardo Cunha tem motivos e com certeza pode…eu disse pode… querer destruir de vez o PT e deve saber muitas coisas desse partido, mas tambem pode querer prejudicar o PMDB e resta saber quem o prejudicou mais e se o PMDB pode ainda fazer algo por ele.
    De qualquer modo, muito embora eu acredite que Eduardo Cunha tenha de pagar pelos seus erros, parte deles já está pago pelo enorme bem que ele fez para o pais e para mim será sempre aquele que propiciou que se jogasse as excrecências no esgoto.

  7. Edi Rocha disse:

    Realmente, se o ajuste ao judiciário não for aprovado, será um acerto do governo.
    Qualquer outra coisa que não seja a cassação do mandato de Eduardo Cunha, significaria que teríamos que aprovar o fim da câmara dos deputados.

  8. walter disse:

    Kennedy, o Cunha, será uma “pedra no Sapato”,pela Ordem; do PT, que deu maior espaço, do PMDB, PSDB,e todos os nanicos do pedaço…são “cartas marcadas”; metade pelo menos deve algo.
    Se fizer delação, já que tudo indica, que será cassado mesmo; vai causar um reboliço tremendo; deve sobrar, para todos os pmedbistas, da base; ninguém se salvará, nem mesmo o Temer…podem ocorrer manobras; se até com a dilma, fizeram isso, imaginem…Somos previsíveis demais; muita sujeira…
    Quanto ao aumento do Supremo; sempre sai a forceps, sob ameaças veladas; quem não tem medo deles; infelizmente, vão conseguir o tal aumento, já que o Renan, tem o rabo nas mãos deles…e joga para se manter,no comando do senado;”uma faca de duas pontas”.

    • p/Walter. disse:

      Renan, Cunha, Lula, Jucá, Paulo Bernardo, Gleisi Hoffman e dezenas de assemelhados, se houver justiça, terão o fim que merecem!
      Não tem cabimento o STF se vender a corruptos, por aumento de salário ou qualquer outro motivo. Já basta Executivo e Legislativo dominados por quadrilhas de ladrões, corruptos, todo o tipo de lixo fétido!
      O Judiciário é a salvaguarda da Constituição, das leis, e se chegar a compactuar com essas quadrilhas do Executivo e Legislativo, será o caos. Depois não adianta chorar!
      Há uma grande esperança representada pela operação Lava Jato, juiz Sergio Moro, Deltan, e centenas de brasileiros com vergonha na cara, dentro da PF, MPF. RF, TCU etc.
      Um grande reforço à luta contra a corrupção será essa mudança da presidência do STF, graças a Deus!

  9. ANDRE disse:

    Quem foi o mais beneficiado com as manobras de Cunha? Temer.
    Quem anda se encontrado ultimamente com Eduardo Cunha? Temer.
    Quem foi citado nas gravações de Eduardo Cunha? Temer.
    O que pensa Michel sobre a cassação de Eduardo Cunha? Teme e como Teme.

  10. Marconi disse:

    Vamos ser realista, a justiça partidária desse país é a mais culpada pelo fato de Eduardo Cunha está livre, leve e solto. Vejamos: O supremo julgou e prendeu Delcídio do Amaral em apenas uma semana.O senado cassou seu mandato em menos de uma semana. Pergunto: porque o que fizeram com o ex senador Delcídio não se faz com Renam, Eduardo Cunha e com mais de uma dezena de processados do STF???????

  11. Itamaraty Em Chamas disse:

    Pois tem de cassar o mandato sim. Está mais doque provado de que ele mentiu para a comissão de investigação no congresso, e há dinheiro demais em contas no exterior que foram alimentadas por fontes obviamente ilegais, desvio de verba.
    E se ele quiser delatar o PSDB, o PDMB, o DEM, o raio que o parta, por favor, que o faça e que apresente as provas, que quanto mais rápido tirarmos safados e ladrões do congresso e do governo, melhor as coisas vão ficar. E se puder delatar também mais trambiques do PT e da sua cambada, faz um pacotão que ganha até um sorvete de brinde…

  12. Itamaraty Em Chamas disse:

    Quanto às sugestões sobre as “idéias” do PSDB que perdeu as eleições, isso é só parte da farsa que essa politicalha teme em manter. O fato é que toda a eleição é um concurso de popularidade, aonde quem convence que vai gerar mais benefícios ganha. Se a vitória se deu sobre um monte de mentiras, ou de idéias doces que não funcionam nem na teoria, isso não importa, é problema para a eleição seguinte… É justamente por isso que políticos contratam marqueteiros, especializados em manipular o público para vender idéias. Ao contrário de produtos, idéias tem milhares de desculpas para não funcionar, e podem ser re-embaladas indefinidamente. A gestão econômica heterodoxa, ou socialista, ou bolivariana, é oque vemos na Venezuela, e em Cuba, e na Coreia do Norte: Um desastre completo. A Grécia caiu nesse canto de sereia do caminho heterodoxo e progressista, e agora amarga a realidade. A Dilma mentiu sobre a economia, a sugestão do Cunha é que a mentira é o caminho certo???

    • Marc disse:

      Ótimo post, e deixe-me acrescentar o seguinte: o que as investigações estão mostrando é que o PT fez campanha nas eleições de 2014, 2010 e possivelmente 2006 com dinheiro ROUBADO DO TESOURO. Além de mentir para se eleger, ainda compraram voto com dinheiro roubado do próprio contribuinte / eleitor. O que não impede a cara de pau de sugerirem que “o resultado das urnas” blinda uma presidente de sofrer impeachment. Primeiro que a lei não diz isso; segundo que a eleição em si pode ter sido um crime ainda mais grave do que as pedaladas.

  13. J K disse:

    A mudança de estratégia para a limpeza seguida de retomada de Poder foi sutil mas suficiente para reajuste da factibili dade da ação.
    A remoção dos escombros da saída do PT do executivo seria impossível se tivesse m insistido em arrancar os 2 juntos, por isso “fatiada” a estratégia para que pudesse ser alcançada em etapas. Saiu a Dilma, deve sair o Cunha e ele próprio vai ser induzido a desbancar o MT. Depois disso, o chefe do STF vai ter uma surpresa. Penso que se ele não tiver pecados a serem confessados , e escondidos, ele nAo vai conseguir convencer a sociedade que uma nova leitura da Lei não estaria correta. Logo vão aparecer novas leituras da CF que vão impedir assumir o cargo, obrigando a uma nova eleição. Uma possibilidade é que o poder central seja entregue ao min. da justiça do momento.

  14. Stanislaw: PARABÉNS, MINISTRA CARMEM LÚCIA, MAIS UMA ESPERANÇA DA NAÇÃO! disse:

    A MINISTRA CARMEM LÚCIA SEMPRE DEMONSTROU, NOS JULGAMENTOS NO STF, SER UMA PESSOA EQUILIBRADA, CONSCIENTE, SEM ESTRELISMO.
    QUEM ASSISTIU A UMA ENTREVISTA COM ELA, FEITA PELO JORNALISTA ROBERTO D’ÁVILA, FICOU IMPRESSIONADO COM A DEMONSTRAÇÃO DE SOBRIEDADE, SIMPLICIDADE, CONHECIMENTO, INTELIGÊNCIA: TUDO ISSO NA FIGURA DE UMA DAMA!
    CHEGOU NO MOMENTO CERTO – MOMENTO EM QUE A POLÍTICA TEM JUDICIALIZADO TUDO, FRUTO DA INCOMPETÊNCIA, DESPREPARO E ALTO GRAU DE CORRUPÇÃO, PRINCIPALMENTE NOS PODERES EXECUTIVO E LEGISLATIVO.
    SE NÃO USAR CARRO OFICIAL NO SEU DIA A DIA JÁ É ALGO ADMIRÁVEL, DISPENSAR “FESTA” EM SUA POSSE, ALEGANDO QUE NÃO ESTAMOS EM MOMENTO DE “FESTAS”, SÓ DEMONSTRA QUE A NAÇÃO AINDA DEVE TER ESPERANÇA DE QUE SAIREMOS DESSE “NINHO DE COBRAS” EM QUE OS CORRUPTOS COLOCARAM O PAÍS.

  15. Se o Cunha fizer a delação quero ver o PT se safar dessa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-11-23 16:31:19