aki

cadastre-se aqui
aki
Política
05-10-2013, 18h54

Chavismo seria partido à margem da lei

19

É compreensível a frustração de Marina Silva. E foi ousado e surpreendente o gesto de se filiar ao PSB de Eduardo Campos. Taticamente, deu um troco no PT ao adensar o projeto de Campos, tornando-o mais oposicionista.

No entanto, a Rede nem ela foram “cassados” pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral) como disse hoje a ex-senadora. Muito menos houve “aviltamento da democracia”. Seu partido fracassou porque não cumpriu uma regra do jogo democrático.

No discurso de filiação, o tom de ressentimento de Marina sinaliza que caberá a ela bater duro na presidente Dilma Rousseff. Isso será útil a Campos.

Indagada se confirmava a versão de que havia dito numa reunião ver risco chavista no Brasil, Marina saiu pela tangente, mas deixou no ar insinuações de que o PT e o governo Dilma Rousseff jogaram para inviabilizá-la. Comportou-se como vítima de um complô e não de suas próprias falhas de organização.

É um discurso ruim. Não existe chavismo no Brasil. Expediente chavista seria querer aprovar a criação de um partido à margem da lei.

 

Comentários
19
  1. Lucia Lustosa disse:

    Maravilhosa colocação ! Perfeito !!!!! VOCÊ é o melhor em analise política! ADORO!

  2. marisa isabel da silva disse:

    ACREDITO ser bom para politica pois precisamos de gente com politicas novas de governar de maneira mais transparente

  3. Denis Alves Ferreira disse:

    Ora Kennedy, não se pode analisar este caso ponto a ponto. E obvio que o TSE tem motivos legais para rejeitar a Rede, porém, havia problemas de legalidade nas assinaturas de outros partidos. Também é evidente a falta de agilidade e cuidados na montagem do partido, mas foi prejudicada pelos cartórios.
    No contexto, considero que ela foi vítima de um complô e das falhas de planejamento. Com certeza, todos aprendem com isto, afinal, o desfecho deste imbróglio resultou na possibilidade de formação de uma terceira via fortíssima se os conteúdos programáticos forem mantidos e entendidos pela população. Só espero que não vire uma nova decepção, como foi o PT após consolidação do poder.
    Até.

  4. roberto disse:

    Com um discurso de ódio e não de alternativa,será bom para o país eles no poder????

  5. Gustavo disse:

    Houve aviltamento da democracia sim senhor. O Lula, com certeza ABSOLUTA, mexeu seu dedo podre para fazer com que os cartórios do ABC paulista e mais dezenas brasil afora recusasse as assinaturas de apoio ao registro da Rede.

  6. sergio eduardo de carvalho disse:

    Uma nova maneira de fazer política? Toma lá da cá? Partido de aluguel?

  7. nelson sampaio disse:

    na verdade o que marina que e criar um fato pra chamar a atenção do eleitorado o problema que ela nao teve competência nem para criar seu partido a tempo para concorrer em 2014 ai ja começa mentindo que o pt impediu que o brasil vive a era do chavismo para com isso marina porque e feio seu nariz vai crescer em

  8. Foi uma jogada de mestre…….achou que vai azedar pro aecio.

  9. Valeria disse:

    Concordo com sua análise. Acho, inclusive, temerária uma candidatura que se inicia com tanto ressentimento. Lembra o vale tudo do Serra, em 2010, cuja pauta era aborto, homossexualidade e correlatos. Temas oriundos das trevas.

  10. Renio Quintas disse:

    Achei ótimo, vão tirar muitos votos do Aecio e Serra e afogar-se-ão abraçados ainda no primeiro turno…Escrevam isso, quem viver verá!

  11. Rodrigo disse:

    Acredito que um segundo turno para a nova dupla vá enterrar o PSDB em SP, e aos poucos transformá-lo em um DEM.

    A Marina só não pode entrar na viagem de herdar o discurso de ódio do Serra, ainda mais por que tudo que ela conquistou até hoje foi pelo PT e Campos é a mesma coisa.

    Quem sabe finalmente vejamos em uma eleição ideias diferentes e não o papo fraco e estúpido de Comunismo, Aborto, Chavez, etc.

  12. Guido Chiniara Batuta disse:

    E Este sr Kennedy comenta mas não explica. não gosto de suas opiniões

  13. Marcos Paulo Morais disse:

    Até um ex-vereador do interior de São Paulo consegue a aprovação de um partido. Em menos de 15 dias o Brasil que já conta com umas dezenas de partidos aprova duas novas legendas. E quando a própria Marina Silva tenta aprovar sua Rede de Sustentabilidade, é reprovada por “n” classificações contidas da lei tal do estatuto tal, do TSE. Isso “fede” e MUITO. Ousado seu gesto é pouco, foi um golpe de MESTRA, e com certeza não ficará só nisso. A disputa de quem encabeçará a chapa já está nas mãos de quem teve cerca de 20 milhões de votos na última eleição. Parabéns Marina Silva pelo deslumbrante plano C.

  14. Tereza Maria disse:

    Apesar de ter havido problemas na legalidade de assinaturas de outros partidos é bom lembrar que mesmo assim eles tiveram mais de 492 mil assinaturas válidas, o que atende as exigências legais.

  15. graça disse:

    O PSDB assim nem vai chegar no segundo turno.

  16. Nilo disse:

    Acredito que a manobra visando dificultar a criação da REDE com objetivo de fortalecer a polarização PT X PSDB para 2014 e o forte aparelhamento do estado remete às praticas do Chavismo.

  17. francico lana disse:

    CHEGA DE PT 3 ANOS JA CHEGA VAMOS VOTAR AECIO NEVIS

  18. Carlos J Aregedo disse:

    Um dos poucos jornalistas sensatos da imprensa nacional: parabéns Kennedy!
    Com relação ao “risco chavista” no Brasil é puro delírio da ex-candidata. Esse país é o paraíso da liberdade: todo mundo fala o que bem entende, não há o menor pudor de se levantar insinuações ou acusações a quem quer que seja. Até altas autoridades fazem isso, ministros do STF por exemplo( leia-se: Gilmar, Marco Aurélio, Barbosa ). Ora, e porque não uma ex-candidata frustrada?

  19. Antonio Freitas disse:

    Caro Kennedy, chavismo eh claramente um exagero retorico, talvez pelo calor da hora. Nao nos esquecamos, porem, que a bancada do governo patrocinou no Congresso projeto para inviabilizar a Rede. Nao da para ficar ai fazendo cara de paisagem fingindo que nada aconteceu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-21 11:54:32