aki

cadastre-se aqui
aki
Política
20-08-2014, 15h58

Com ideias de nanico, Pastor Everaldo não é de direita

Candidato do PSC repete bordões usados em outras campanhas
18

kennedy alencar
Brasília

O candidato do PSC à Presidência, Pastor Everaldo, tem sido saudado nas redes sociais como um verdadeiro candidato de direita. Considerá-lo um representante dessa corrente é uma ofensa ao pensamento conservador.

Com raras exceções, a direita brasileira não se apresenta abertamente como tal no debate público. A maioria das ideias de direita não é popular. Elas não rendem votos aos políticos. Por isso, quase todos os partidos tentam se posicionar do centro para a esquerda.

Com a guinada do PT ao centro na eleição presidencial de 2002, moderando seu discurso na economia e na política, o partido assumiu uma feição de centro-esquerda e empurrou o PSDB para o centro.

Na atual campanha eleitoral, quando o candidato do PSDB, Aécio Neves, fala em gastar mais com as pessoas e menos com o governo, ele transmite uma mensagem classicamente liberal. Coloca o indivíduo no centro do seu discurso político.

Já o Pastor Everaldo repete bordões que outros candidatos nanicos usaram em eleições passadas. Exemplos: Estado mínimo, redução de impostos, privatização até da Petrobras etc. Simplista, afirmou no “Jornal Nacional” que, por ser um empreendedor, poderia governar o Brasil como se administra uma empresa. Há métodos da iniciativa privada que podem ser utéis à gestão pública, mas administrar um país é uma questão de Estado, não apenas uma questão gerencial. A entrevista expôs claramente a fragilidade do ideário e da prática do PSC e do seu candidato.

A defesa da família pode ser encontrada nos programas sociais em curso. Sem o Bolsa Família, mais de 10% dos jovens de até quinze anos de idade estaria na miséria. Com o acréscimo de renda dado ao Bolsa Família pelo Brasil sem Miséria, essa taxa caiu para cerca de 2%, igualando-se à das demais faixas etárias. Essa é uma política de centro-esquerda que o governo implementa e que a oposição promete continuar.

Na questão do aborto, o governo Dilma Rousseff não moveu uma palha para mudar a lei, justamente para contemplar setores religiosos conservadores. A direita merecia um representante melhor. O Pastor Everaldo é uma aventura do PSC. E olhe lá.

Comentários
18
  1. A Dilma não terá novamente meu voto, ela não passa de uma subserviente aos interesses dos medievais, dos fanáticos religiosos. Dizia que o aborto é uma questão de saúde pública, e posteriormente se posicionou com frouxidão perante estes obscurantistas que querem transformar o Brasil em uma horrenda teocracia. Marina jamais terá o meu voto por motivos idênticos.

    • edson aires disse:

      Prezado Nelson, desculpe a sinceridade, mas medieval, fanático e obscurantista, é quem não aceita a liberdade de opinião, especialmente se ela é contrária à sua. Esse país é hoje uma democracia porque muitas pessoas derramaram o próprio sangue para isso, para que o outro lado também pudesse ser ouvido, ou melhor, para que pudesse falar. Não sei a que religiosos vc se refere e admito que vc pode até ter razão quanto a uma pequena minoria, entretanto, generalizar mostra desconhecimento do que fala. Por outro lado, não lhe parece que matar uma criança que nem nasceu é que é um crime horrendo? Será que esse feto merece ser morto apenas por ser fruto de uma relação sexual irresponsável (excluídos os casos de estupro, obviamente)?

  2. Márcia disse:

    A pessoa se capacita,passa em um concurso público,tem sua estabilidade profissional e financeira,para depois ficar á merce dos empreendedores,candidatos á política,com essa conversa de privatizar.O certo é disponibilizar más vagas de concursos públicos.pois o candidato tem quer estudar para ser aprovado.já em uma empresa privada,a pessoa tem quer ter aparência,ou conhecer alguém que,o indique ao cargo.ou seja:muitas vezes não tem capacidade,más é indicado por alguma pessoa.

    • Juscelio Silva disse:

      Olá Márcia, discordo de seu pensamento, tenho que cortar um dobrado aqui para conseguir um reencaixe profissional(conciliando os estudos e a matéria relativa a meu trabalho) e vejo seu comentário seguindo na contra-mão, a imagem que tenho dos concursados é justamente a de que se empenham só até alcançar seu objetivo e depois tranquilizam.

    • Rogerio Vilas Boas disse:

      Me desculpe Márcia.. mas em empresas privadas não olham a aparência e sim competência. A carreira em empresa privada é competitiva pois o que manda é resultado. Nas empresas privadas estão os melhores profissionais sim. Empresas publicas existem pessoas que só buscam estabilidade e na maioria das vezes estabilidade = desinteresse = relaxo = descaso. Porque tudo que depende de serviço público é demorado?

      • Chico disse:

        Isso é uma bobagem…

        Nem tudo que é privado é bom !

        Nem tudo que é público é ruim, muitas vezes é muito melhor é por isso que o Brasil está melhorando e se desenvolvendo. Só cego não vê…

        Por isso mesmo o Brasil precisa continuar com MAIS MUDANÇAS, PARA TER MAIS FUTURO !!!

      • luiz carlos wilcke disse:

        Na empresa privada quem manda realmente o QI. Quem Indica. O resto e conversa.

    • Vanderlei Brenno disse:

      MARCIA
      Simples assim, para entrar em empresa privada tem que provar que tem capacidade e produtividade todos os dia, na publica é passar no concurso depois saber enrolar, usufruir e esperar a aposentadoria INTEGRA, que nos da privada somos obrigados a mantelos.

  3. Leonardo Fontes disse:

    Caro Kennedy, leio e acompanho seu blog e geralmente gosto muito do que leio, mas nessa discordo frontalmente de você!
    O Pastor Everaldo é sim um candidato de direita e dizer que outros defendem ideias próximas a dele não o torna menos de direita, mas mostra que existem elementos conservadores e de direita em todas as demais candidaturas.
    Sim, a Dilma não fez nada para mudar a legislação do aborto e isso foi uma atitude de direita, sim o Aécio é liberal em termos econômicos e isso é de direita, sim o bolsa familia parte de um principio conservador da familia como centro da sociedade e isso é de direita.
    O pastor Everaldo é sim de direita e acho ótimo q ele assuma isso, que a direita brasileira mostre sua cara e deixe de se esconder em perfis falsos de redes sociais ou em palavras vazias de programas de governo. Está na hora da direita vir para o debate sem subterfúgios para podermos finalmente politizarmos mais as eleições no Brasil. Ainda bem que ele é apenas um nanico e isso mostra que a direita quando mostra sua cara tem muito menos votos do que quando se esconde atrás de um discurso gerencialista como faz em São Paulo há 20 anos!

  4. Estas pessoas que se dizem empreendedoras e confundem o público com o privado tem mania de privatização. Será que não vê que muitas privatizações são financiadas com dinheiro público? O BNDES é o órgão que financia a privatização no Brasil. Assim até eu que não sou empreendedor gostaria de comprar uma empresa pública.Não quero a Petrobras porque é muito grande.

  5. Marcus disse:

    Meu prezado Kennedy.
    Vou ser sincero com vc, assisti à entrevista do Pastor e, gostei – ele falou uma coisa corajosa, O PETRÓLEO É PATRIMÔNIO NOSSO, A PETROBRÁS NÃO, com toda certeza – dizer em plena campanha que irá vender esse empresa de mafiosos, aonde gera prejuízo aos cofres públicos, aonde gera milhares de empregos fantasma e cargos de confiança, apoio com todas as letras, apesar de ser ateu e não concordando com outras ideias, mas para mim, a principal é essa, VENDER A PETROBRÁS e acabar com esse monopólio do petróleo.

  6. Leandro Vianna disse:

    Este Pastor chama servidores publicos de vagabundos, vagabundo e ele que vive as custas dos dizimos de crentes nesta fe do tempo que homen sequer sabia que a terra era redonda.

    • Lima disse:

      Caríssimo Leandro, entendo que o atrasado aqui é o senhor, ao confundir um blog de política com religião.E por falar nisso, a Bíblia inspirada ou não declarou que a terra é redonda séculos antes da ciência (Isaías 40.22). Independente da religião somos todos políticos e esse é o momento para o debate inteligente e a divulgação das boas idéias que forjarão o BRASIL que precisamos. Ainda não escolhi candidatos, mas certamente não dá pra continuar como está.

  7. Jandir Jesimiel Jardel disse:

    A verdade está no Centro.A esquerda retrógrada que tem como exemplo Cuba não quer o bem do brasileiro,vide Venezuela.Ontem nos Jornais da Venezuela,Universal,La Razon e El Nacional o assunto era a precariedade da Saúde Pública falta de equipamentos em todos os hospitais,não foi na Venezuela que um enxame de médicos cubanos aportaram muito antes do Brasil?Então não era para estar nessa situação.Gostaria que o Brasil seguisse a linha da Social Democracia como da Alemanha,Noruega,Dinamarca onde ganha os empresários e ganha o povo,ou seja,O famoso Ganha X Ganha.Ideologias que já foram testadas e não deram certo em lugar nenhum não podem renascer.Vamos nos espelhar no que há de melhor no mundo e não no que há de pior.

  8. Paulo disse:

    Sou engenheiro e mestre em engenharia de estruturas pela USP. Nanico ou não vou votar no Pr Everaldo. Sou empreendedor na area de construção civil e concordo totalmente com ele.

  9. Lílian disse:

    Acho que foi muito válida a entrevista de Pr.Everaldo, pois já passou da hora de ideias de economia menos estatizantes serem debatidas nesse país. Precisamos de menos Estado e mais liberdade.

  10. Warney Silva disse:

    O governo não moveu uma palha na questão do aborto? Que planeta vocês estão? Sancionar uma lei que permite que o aborto seja praticado na rede pública somente com a afirmação da mulher de ter sido vítima de um estupro (sem necessidade de registrar ocorrência nem nada), isso é o que então? Vamos prestar mais atenção aos fatos…

  11. Joaquim Xavier disse:

    Numa empresa privada, a gente tem é que ter estudo, muito estudo e constante atualização na sua atividade para permanecer competitivo e manter-se no emprego.
    Numa empresa privada, somos cobrados por resultados efetivos e consistentes.
    Quanto ao funcionalismo público, é ineficiente e ineficaz com a mais absoluta certeza, é claro que respeitando algumas pouquíssimas exceções.
    O funcionário público tem aposentadoria integral e em algumas situações recebe aumento ao se aposentar <<>> empregado do setor privado é escorchado na aposentadoria e o “benefício” paulatinamente achatado a cada ano até se tornar ínfimo.
    O povo constituiu o “estado” para exercer funções muito específicas e o que aconteceu???
    O “estado” foi tomado por parasitas que montaram feudos e legislam em causa própria.
    Tomaram de assalto o estado enquanto o povo… ora o povo !!!
    É um mero detalhe!!!
    Então Márcia, sua colocação é totalmente equivocada!!!
    O que precisa haver urgentemente é uma total alteração dos critérios do funcionalismo público.
    Tem que ser implementada a meritocracia [URGENTE]e acabar de vez com a estabilidade, que perdeu totalmente o sentido de preservar o funcionário de atos de perseguição, e tornou-se âncora segura para aproveitadores, tal qual o povo vê no seu dia a dia tentando sobreviver a este estado maldito que só olha para seu próprio umbigo e nada vê a seu redor.
    Quem faz o Brasil crescer é o trabalhador que põe a mão na massa, enquanto o estado, respeitando as devidas exceções, vive é encostado, mamando nos impostos que o povo é obrigado a pagar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-28 15:30:40