aki

cadastre-se aqui
aki
Política
12-09-2016, 22h19

Com quórum alto, Câmara deve cassar Cunha

Cármen Lúcia assume STF com prioridades diferentes de Lewandowski
2

Kennedy Alencar
BRASÍLIA

A Câmara dos Deputados vota nesta noite a cassação do mandato de seu ex-presidente Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Os 444 deputados presentes no plenário às 22h eram um indicativo de que Cunha dificilmente escaparia.

Se a cassação se confirmar, aumenta a possibilidade de eventual delação premiada do peemedebista. As acusações contra Cunha são graves. Ele já responde a dois processos no STF (Supremo Tribunal Federal). Somente uma colaboração premiada poderia reduzir a dureza de sentenças condenatórias.

*

Nova presidência

São três as principais diferenças entre a nova presidente do STF e seu antecessor, Ricardo Lewandowski. A ministra Carmén Lúcia deve dar prioridade a casos relacionados aos direitos humanos e minorias, uma área da qual ela gosta.

Cármen Lúcia também deverá enfrentar uma dura agenda de julgamentos de corrupção, sobretudo da Lava Jato.

E perde força o lobby do Supremo pelo reajuste para seus ministros. Esse aumento salarial, que teria efeito cascata sobre as contas de União, Estados e municípios, não é uma prioridade para Cármen Lúcia como era para Lewandowski.

Ouça o comentário na rádio CBN feito às 22h e assista aos temas do “SBT Brasil” desta segunda-feira:

*

Comentários
2
  1. Essa Carmen Lúcia é uma mulher de fibra.

  2. walter disse:

    Kennedy, o Cassação do Cunha, se faz necessário, este réu deve e muito…nada do que diz, faz qualquer sentido…se permitissem, tal qual fez o senado, no caso da dilma; estariam criando um precedente negativo, para a lisura do congresso de forma geral.
    Quando a Ministra Carmen Lúcia, tomará que seja assim, que não forcem para aumentos próprios; considerando o momento triste que vivemos; precisamos saber de fato, ate´que ponto, terá esta capacidade, de controlar seus colegas ansiosos por reajustes…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-30 15:53:15