aki

cadastre-se aqui
aki
Política
09-06-2017, 8h32

Pós-TSE, conflito entre Temer e Janot deve ter escalada

Parte do Congresso quer que presidente confronte procurador-geral
15

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

Com a provável vitória do presidente Michel Temer no julgamento em curso no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), a tendência é que haja uma escalada do conflito entre o governo e o procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

No cenário de derrota de Temer no TSE, haveria possibilidade de recurso. Mas o presidente se enfraqueceria muito politicamente. Perderia margem de manobra para enfrentar uma provável denúncia de Janot.

Com a provável vitória na Justiça Eleitoral, Temer ganha fôlego em meio à maior crise de sua administração. Uma parcela considerável do Congresso apoia a decisão do presidente de confrontar o procurador-geral da República. Para um grupo expressivo de deputados e senadores, boa parte deles também na mira da Lava Jato, a vitória de Temer no TSE permitiria ao presidente aumentar a chance de permanecer no poder até o fim do ano que vem.

Essa vitória daria ao governo apoio suficiente na Câmara para barrar a autorização de dois terços dos deputados federais para que uma denúncia por crime comum siga adiante no Supremo e para impedir a tramitação de eventual processo de impeachment.

Temer recebeu ontem ajuda importante de Gilmar Mendes, presidente do TSE, que disse que “aparentemente” teria havido uma combinação do Ministério Público Federal com delatores da JBS para que falassem que todas as doações da JBS eram propinas. Também ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Gilmar Mendes se referiu indiretamente a um vídeo de Ricardo Saud, no qual o delator da JBS se corrige perante depoimento a procuradores ao falar de doação, dizendo que, na verdade, tratava-se de propina.

Um fôlego político para Temer e essa fala de Gilmar Mendes são música para um grupo de congressistas.

Mas o Ministério Público Federal deverá reagir em relação à acusação de Gilmar Mendes. Também deverá fazer uma denúncia dura contra Temer. Há rumores em Brasília de que Janot teria mais munição contra o governo. Ou seja, mais um sinal de escalada da crise.

*

Tendência clara

O TSE entra hoje no quarto dia de julgamento da chapa Dilma-Temer. Pelo que se viu até agora, só uma reviravolta mudaria o resultado e provocaria a cassação da chapa.

Ontem, no terceiro dia, todos os ministros falaram. Foi possível então mapear a tendência de uma decisão favorável ao presidente Michel Temer. Provavelmente, votarão contra a possibilidade de cassação da chapa os ministros Gilmar Mendes, Napoleão Maia, Tarcisio Vieira e Admar Gonzaga. E deverão optar pela punição os ministros Luiz Fux e Rosa Weber, além de Herman Benjamin, que ainda não concluiu seu voto, mas já pediu a condenação.

*

Reparo necessário

O ministro Luís Roberto Barroso teve uma atitude digna e necessária ao pedir desculpa ontem por ter dito anteontem, numa homenagem no STF, que o ex-ministro Joaquim Barboso seria “um negro de primeira linha”. É um gesto raro na vida pública.

Quando alguém com o peso de um ministro do STF admite ter um racismo inconsciente, isso ajuda o país todo a debater um problema grave. É importante a discussão sobre um racismo não admitido. Existe o mito da democracia racial brasileira.

Barroso acertou ao fazer o mea culpa. Acertou ao não deixar o tema de lado, sob o argumento de que só aumentaria o dano causado. Fez o correto. Procurou reparar o dano que causou. E o fez com rapidez e contundência. Ninguém deve ter compromisso com o erro.

O racismo quando admitido, como fez com todas as letras o ministro Barroso, dizendo que dedicou parte da vida a lutar contra o preconceito e se viu reproduzindo uma visão racista, contribui para uma sociedade melhor e mais justa.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

Comentários
15
  1. Hermógenes disse:

    Acho que o ministro fez a coisa correta ao pedir desculpas, mas deveria ser explícito quanto ao motivo do pedido: a maldita onda do “politicamente correto”. Uma FATIA da sociedade que tem MUITA coisa errada com que se preocupar dedica tempo e energia excessivos a coisas banais. Investindo desse modo contra o SUPOSTO racismo, criam-se rapidamente condições propícias ao racismo. E é digno de nota que não é o povo quem se incomoda com essa questão, mas, no grosso, a mídia e os intelectualóides. O povo prossegue seu cotidiano com as mesmas expressões e costumes que os ativistas tentam combater. E prossegue tranquilo, desprovido de más intenções, como coisa que não incomoda nem deve incomodar.

  2. João disse:

    Gilmar nunca foi juiz… sempre foi político e com lado muito claro. Pior que a degeneração do sistema político é a degeneração do sistema de justiça… e é isso que estamos assistindo… não que seja de agora.. apenas, com as novas tecnologias de comunicação, vamos conhecendo como funcionam por dentro o tal judiciário….uma caixa nem tão preta… não resiste a um raio de luz…

  3. Adnen disse:

    Se o TEMER vencer é a prova mais concreta de que o crime compensa, basta saber administrar os peões do tabuleiro.

  4. walter disse:

    Caro Kennedy, não há conflito e sim, verdadeiras revelações do Janot, contra o Temer; se fosse esperto de verdade, já teria feito um acordo com data de saída; certamente o Brasil o “aplaudiria” apesar de tudo; bastava deixar as reformas aprovadas…poderia imitar a Teresa May, que esta dando a volta por cima, com muita ousadia…manter o poder, não é uma opção; não pode manipular todos; serve como argumento ao lula, deve fazer leniência…o TSE é uma vergonha nacional; precisamos rever qual constituição eles seguem; ignoram provas cabais!!!

    • Maria Aparecida Ramos Tinhorão disse:

      Walter, caríssimo
      Tua cultura geo-política é invejável. Entretanto é vela boa em meio a tanto defunto ruim. Basta uma olhada ao redor e verá a miopia política, social e cultural que faz de você um oásis !

      • walter disse:

        Cara Maria Aparecida, é sempre muito bom, tentarmos passar o melhor ângulo possível por sensibilidade; calcular as sacanagens, quando já vimos outros filmes neste país, que não é uma super potência, por termos governos incompetentes e corruptos a muito tempo…
        Quanto ao Temer, acaba de “comprovar” a utilização sas mesmas armas da dilma; segundo a VEJA, acaba de convocar a ABIN, para investigar o ministro FACHIN, como retaliação; como diz a própria ministra Carmén Lúcia, “não passa de um ato semelhante a ditadura”…esta apavorado, já que vem por aí, o depoimento do Funaro, e do homem da mala que não tarda…esta cavando a união das forças do judiciário para acabar com esta podridão…precisam prender o RENAN e o Aécio, para começar, e em seguida o lula…enquanto o Judiciário não entrar em cena de verdade, continuaremos dando motivos, para armarem chantagens, ameaças as testemunhas, sabe Deus mais o que…o Brasil precisa reagir, e só tem um jeito; total transparência das sacanagens..

  5. Analista Alpha disse:

    Não está justo o julgamento no TSE pois o Temer tem seu advogado dando voto e interrompendo os demais a toda hora, seu advogado Gilmar Mendes.

    Nós brasileiros estamos f…… , teremos de aguentar esse presidente vagabundo até o fim o ano que vem, isso se não arquitetar outro golpe.

  6. Jonas disse:

    Onde estão agora os paneleiros revoltados que gritavam contra “a corrupção”?
    Estão escondidos e em silêncio, já que massa de manobra manipulada só se manifesta quando é chamada pela imprensa golpista e paga por empresários corruptores e incompetentes.
    Agora o presidente golpista e corrupto, gravado em flagrante, vai continuar destruindo e entregando o país com o aval do PSDB, o partido mais hipócrita, corrupto e oportunista da história do Brasil, que agora vai ficar feliz e contente num governo comprovadamente corrupto depois de ter destruído o país num golpe de estado.

  7. mano disse:

    pezados: Depois dessa, aliás previsível, o TSE deve ser extinto. Com juízes agindo dessa forma não há como moralizar o Brasil. Os juízes agem dessa forma em sintonia com a democracia estabelecida no Brasil, ou seja, “democracia” que pereniza desigualdade social. Infelizmente o Poder Judiciário não contribui para elevar a democracia brasileira ao nível das democracias dos Estados Unidos e da Europa Ocidental. Inspirado em Santo Agostinho eu diria: ” Nunca se praticou tanta corrupção e se produziu tanta riqueza ilícita e ao mesmo tempo tanta falta de escrúpulos e de moral e tanta miséria”. Não há DEMOCRACIA que suporte isso!

  8. Geraldo Gomes Pires disse:

    1) grandes corporações empresariais financiaram figuras públicas e
    legendas em troca de atendimento a seus interesses, como privilégios
    em licitações nos Executivos, e aprovação de leis facilitadoras de
    seus negócios nos Legislativos; 2) candidatos e autoridades cobraram
    apoio financeiro de empresas para colocar-se a seu serviço, sendo que
    isso permitiu ilícito aumento patrimonial a vários e fartura de
    recursos – muitas vezes pelo caixa 2 – nas campanhas, desequilibrando
    a disputa.

    Poderosos corruptos e corruptores cederam ao poder dissolvente do
    dinheiro. O sistema político está apodrecido e precisa ser
    substancialmente modificado. Na minha visão, só uma Assembleia
    Nacional Constituinte exPoderosos corruptos e corruptores cederam ao
    poder dissolvente do
    dinheiro. O sistema político está apodrecido e precisa ser
    substancialmente modificado. Na minha visão, só uma Assembleia
    Nacional Constituinte exclusiva para a Reforma Política, com intensa
    participação popular, será capaz de avançar

  9. Carlos Scandaroli disse:

    O ministro Gilmar Mendes presta um desserviço ao país com manobras políticas,mancha o judiciário.

  10. Eduardo Krause disse:

    Acompanhando João e Adnen, digo que não duvido de votos a favor da cassação sejam apenas encenação.
    Realmente, “Pior que a degeneração do sistema político é a degeneração do sistema de justiça…” (frase do João acima).

  11. Roque disse:

    Entendo que toda essa cena foi armada pelo ministro; tudo para que houvesse, mesmo que de forma discreta, uma mudança de foco; porque o que esses ministros do STF comem nos mesmo prato dos políticos; prova disso são as conversas na calada da noite entre ministros do STF, que foram revelada por exemplo entre Aécio Neves e um desses “todo poderoso”.

  12. Rui Barbosa falava do “Disenteria verbal e decrepitude moral”! disse:

    “Disenteria verbal e decrepitude moral” é uma única pessoa: figura grotesca, sem vergonha na cara, arrogante, prepotente, vaidosa, invejosa (odeia que alguém “brilhe” mais que ela).
    Abertamente muito chegada à “tchurma” do PSDB, apoiou quando o PSDB entrou com ação no TSE contra a chapa Dilma/Temer. Apoiou claramente. Só que o PSDB que era oposição ao governo passou a apoiar o governo Temer. Mas a ação andava no TSE. Não é preciso falar mais nada, a coisa tinha que ser “ajeitada” e então agiu o “Disenteria verbal e decrepitude moral”! E alguém tem dúvida sobre quem falava Rui Barbosa em sua célebre frase: “DE TANTO VER TRIUNFAR AS NULIDADES, DE TANTO VER PROSPERAR A DESONRA, DE TANTO VER CRESCER A INJUSTIÇA, DE TANTO VER AGIGANTAREM-SE OS PODERES NAS MÃOS DOS MAUS, O HOMEM CHEGA A DESANIMAR-SE DA VIRTUDE, A RIR-SE DA HONRA, A TER VERGONHA DE SER HONESTO”.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 
2019-10-21 09:46:15