aki

Kennedy Alencar

cadastre-se aqui
aki
Política
03-12-2014, 9h26

Costa demoniza política e dá dimensão de citados no escândalo

51

Postado por: Daniela Martins

Em depoimento à CPI mista do Congresso, Paulo Roberto Costa deu dimensão concreta, do ponto de vista político, ao escândalo de corrupção na Petrobras. O ex-diretor de Abastecimento da estatal confirmou publicamente que “algumas dezenas” de parlamentares foram citados por ele na delação premiada.

Segundo relato da “Folha de S.Paulo”, reservadamente, Costa teria dito ao deputado federal Júlio Delgado, do PSB de Minas, que seriam entre 35 e 40 parlamentares do PP, PMDB e PT.

Costa surpreendeu ao falar na CPI, comportando-se de modo diferente do que havia dito seu advogado. Como personagem central de um escândalo de corrupção, ele tem muito a revelar. No entanto, suas palavras possuem o exato valor do que ele pode provar.

Dizer que há indicações políticas desde o governo Sarney faz sentido. Isso é sabido. Mas é também uma forma de tentar diminuir a gravidade do atual escândalo e culpar o sistema político. Costa demonizou os políticos e a política.

Como a imagem dos políticos é ruim, isso é fácil, mas é perigoso. O ex-diretor diz que virou corrupto somente depois que aceitou indicação política. Antes, seria honesto.

Também afirmou que em 2009, quando enviou um e-mail à Casa Civil, então chefiada pela hoje presidente Dilma Rousseff, estava sentindo nojo do que acontecia na estatal.

No entanto, ele permaneceu lá até 2012, praticando os crimes que agora confessa na delação premiada. Se estava enojado, poderia ter deixado de ser corrupto em 2009, não depois de ter sido preso.

Outro ponto importante foi a reafirmação de que a compra da refinaria de Pasadena só aconteceu porque foi aprovada pelo Conselho de Administração da Petrobras, presidido à época pela então ministra da Casa Civil, a hoje presidente Dilma.

Não é novidade, porque Dilma disse que votou a favor da compra baseada em parecer falho. Mas Costa e Nestor Cerveró, juntos, reafirmaram responsabilidade do Conselho de Administração, que também tinha empresários importantes além de Dilma e da cúpula da Petrobras. Costa e Cerveró tentam se eximir de culpa por um negócio que deu prejuízo à estatal. Jogam a conta pra cima.

Não se pode esquecer que Paulo Roberto Costa é um criminoso confesso. Na delação premiada, citou pessoas e circunstâncias para obter um benefício bem objetivo: uma pena menor. O arrependimento, a afirmação de que tinha um sonho de presidir a Petrobras, a declaração de que delatou para “deixar a alma mais pura” são questões de foro íntimo, subjetivas.

A delação traz um benefício concreto para ele e a família. Costa pediu às filhas que destruíssem provas. Há acusação de que um genro obteve recursos da propina.

Ao dizer que caiu nas garras dos políticos, Costa procura concentrar nesse grupo uma responsabilidade que também é dele, de funcionários da Petrobras que se corromperam e de empresários e executivos que pagaram propina para obter contratos.

Sua afirmação sobre propinas em ferrovias, portos, aeroportos e rodovias em todo o Brasil é outra generalização. Faz sentido, porque não se imagina que grandes corruptores só corromperam na Petrobras.

No entanto, é preciso prova disso tudo. Jogar para a plateia a ideia de mar de lama no Brasil e demonizar a política pode ajudar Costa. Mas não ajuda a democracia. Também não contribui para elucidar esse grande escândalo de corrupção.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

Comentários
51
  1. Brasileiro disse:

    Na Petrobras existe uma prática bastante salutar. Guarde sempre uma cópia do documento que pode gerar dúvida no futuro. Isto serve para qualquer coisa. Até a compra de algum sobressalente barato que passou por licitação correta. Quanto a Paulo Roberto Costa, se ele se arrependeu de ter aceito uma indicação política porque isto o tornou corrupto, ele também podia receber a mesma indicação e andar sempre de cabeça erguida. Porém ele preferiu o primeiro e, todos sabemos que, o dinheiro caindo na conta é o melhor (para eles) remédio para a dor na alma e eles ficam muito felizes em enxugar suas lágrimas com notas de US$ 100,00. Quanto aos políticos, isto não é novidade. Político não é gente. Deve ser considerado algo que fica entre um monte de B.O.S.T.A e a M.O.S.C.A que posa em cima. E não precisa culpar esta ou aquela sigla. Aos que defendem os políticos do PSDB/DEM, estes também levaram vantagens no caso de corrupção no Metro de São Paulo, nas Privatizações a preço de bananas de FHC, na compra de votos para a reeleição e etc, etc, etc. A única salvação é pena de MORTE para estes monstros. E se possível, morte sem pena. Esta corrupção desenfreada no Brasil fazem as pessoas que trabalham honestamente pagar mais impostos. Fazem as pessoas que dependem dos serviços públicos terem cada vez mais serviços de péssima qualidade e fazem a desesperança crescer de forma ininterrupta. E o pior, pagamos os maiores salários para estes traidores do povo. Pagamos para o lobo acabar com o galinheiro. Não interessa a sigla. o congresso deve ser fechado, todos os deputados e senadores devem ficar encarcerados e, depois da devida apuração dos fatos pela Polícia Federal, estes devem receber a PENA CAPITAL. Tenho pena somente do chão que deverá cuidar do apodrecimento destes inúteis, que nem para adubo servirão.

    • Jorge L Costa disse:

      Estou 100% de acordo com o que escreveu “” Brasileiro disse “” acima. Todos estes ladrões deveriam ser presos, tudo o que eles tem deveriam ser confiscados, e depois fuzilados. É realmente nojento, ver a cara destes canalhas na TV. A “ilha da fantasia” deveria ser explodida.

    • Rodrigo disse:

      Parabéns pelo comentário.

  2. Leonardo disse:

    Ele fez isso (apresentar provas e dar nome aos bois) na delação premiada kennedy, na CPI ele foi somente jogar para a plateia mesmo. Afinal, essa CPI é fajuta como você bem sabe.

  3. Santos disse:

    Grande parte deste problema está explicado no “Mensalão”: Enquanto os políticos se beneficiam de TODAS as inúmeras brechas nas nossas “leis” aprovadas pelos próprios e logo estarão todos soltos para fazer novas bandalheiras, os não políticos cumprem cana dura, mas apenas para dar alguma satisfação a sociedade brasileira, também infestada de malandrinhos que se acham espertos. São 2 pesos e 2 medidas na nossa “justiça”: as “excelências” sempre vitimas inocentes e os que corrompem nossos puros e angelicais políticos.(ATENÇÃO IDIOTAS DE PLANTÃO: PARA MIM TODOS, ABSOLUTAMENTE TODOS, OS PARTIDOS BRASILEIROS não merecem meu voto) A IMPUNIDADE é o problema nº 1 do Brasil e o 2º a falta de EDUCAÇÃO da maioria da população (tanto ricos como pobres) que se acham cheios de direitos, mas sem nenhum dever.

  4. Robson Lopes disse:

    A ideia dele é, fiz porque todo mundo fazia. Ele não era corrupto, foi corrompido, isso, após a nomeação política. Depois de ter enriquecido, roubado mais dinheiro do que poderia gastar, aí se arrependeu?
    O e-mail que enviou foi um meio “inteligente” de se livrar de um problema se ele surgisse, afinal, ele havia avisado, no entanto, acredito que ele não imaginasse que toda a sujeira viesse a tona, apenas um pouco da poeira.
    O cara é um safado, um criminoso declarado, sabem o que é pior que uma pessoa má? Uma pessoa com medo, o Paulo Roberto está com medo, e fará qualquer coisa, ou dirá qualquer coisa pra se livrar de penas mais pesadas, principalmente livrar sua família.
    Até agora falou, falou, não apresentou uma prova sequer, só que roubava para seu próprio benefício, mas na mídia em geral é tratado como um homem santo, que a qualquer momento fará a próxima profecia ou milagre. Na política não há santos, mas nesse caso da Petrobras se tem algum demônio, ele tem nome e é Paulo Roberto da Costa.

  5. antonio barbosa disse:

    Ok. Li tudo, entendi tudo, mas… É então, nós meros mortais continuamos a pagar a conta. Agora para o “ajuste das contas” vai subir tudo: luz, gasolina, retirada do incentivo do IPI, não vai dar aumento para os aposentados, não vai atualizar o valor do Imposto de Renda, IPTU e por ai vai. Quer dizer: “Classe média (aquela odiada por Marilena Chauí) vai entrar pelo cano outra vez”. Que beleza!!! Dizer que botar a boca no trombone não ajuda a democracia é uma hipérbole. Se assim o fosse jamais haveria mensalão. Aliás chamar o nosso sistema político de democracia é uma patacoada. Talvez poderíamos chamá-lo de “sistema de comércio popular”. Creio que seria mais apropriado uma vez que nada mudou e continuamos o toma lá da cá como sempre foi. O único problema é que neste comércio o “popular” só vota e não se beneficia de nada, pelo menos aqueles que produzem a riqueza deste país. Sabe de uma coisa, a cada dia estou mais e mais enojado de ter nascido neste pedaço de mundo. Desde que era menino ouvia meu pai dizer que o Brasil seria o país do futuro, porque aqui haviam riquezas em abundância. Meu pai só se esqueceu de dizer que também haviam ladrões na mesma proporção. Pobre Brasil.

  6. Antonio Ferreira disse:

    É a estratégia de que ” um erro justifica outro “. Se o supremo não der jeito nessa gente corrupta o pais fica a deriva e como efeito cascata para o desmando, corrupção e criminalidade, é o momento único para corrigira tragédia desenhada.

  7. josé maria de souza disse:

    Os jornais escondem que a família inteira dele é praticamente uma firma de aproveitamento de sua corrupção!
    Será que agora todos estão arrependidos?
    josé maria

  8. antonio, Palmas-TO disse:

    Pelo menos uma análise mais sensata na grande mídia. Porque nojo é o que ser nos grandes portais sobre o caso.

  9. Paulo Cesar Diderot disse:

    COSTA ISENTA DILMA E LULA, MAS OS JORNAIS ESCONDEM
    A informação está no décimo sétimo parágrafo da reportagem da Folha de S. Paulo sobre o depoimento de Paulo Roberto Costa. Uma reportagem, diga-se de passagem, com 19 parágrafos. Ou seja: no antepenúltimo.
    É lá que surge um dado interessantíssimo. Segundo Paulo Roberto Costa, ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, o ex-presidente Lula jamais foi informado sobre qualquer esquema de desvios na Petrobras. O mesmo se aplica à presidente Dilma Rousseff.
    “Nunca”, pontuou Paulo Roberto Costa, ao ser questionado pelo deputado Izalci Lucas (PSDB-DF).
    O ex-diretor da Petrobras também negou que Lula o tratasse como “Paulinho”, algo que vem sendo repetido à exaustão por colunistas renomados. “Isso é folclore”.
    Nada disso, no entanto, pareceu relevante para os jornais da imprensa familiar. A notícia, escondida pela Folha, foi ignorada pelo Estado de S. Paulo. O Globo também noticiou a declaração de Costa no décimo-sétimo parágrafo de uma reportagem de página inteira, com 18 parágrafos – o penúltimo. “Costa negou que seja tratado pelo ex-presidente Lula como ‘Paulinho’, dizendo que isso é folclore”, informa a reportagem.

    • Robson disse:

      Costa disse que enviou no passado, a pedido da própria Casa Civil, um e-mail a então ministra, Dilma Rousseff, apontando irregularidades indicadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU) em obras da Petrobras. Dilma nomeu muitos dos que estão sendo acusados com indicações de Lula, Zé Dirceu e dela própria. Afirmar que ela não sabia nada é tapar o sol com a peneira.

      • Barroso disse:

        O e-mail citava irregularidades contatadas pelo TCU, mas não havia uma linha sequer com denúncias de suborno ou propina. O e-mail é vago, mas mesmo assim, foram tomadas as providências que o caso requeria. Inclusive na CPI ele foi enfático ao desmentir a revista semanal quanto ao conteúdo, o motivo do e-mail e seu destinatário.

    • e sobre o e-mail enviado a casa civil ,endereçado a chefe naquele momento? O que comentar?

    • Albertino da Silva disse:

      Vc tem o Lula e Dilma,são vitima da mente prolífica da oposição que falou tanta mentira na campanha politica.

  10. Antonio Carlos disse:

    Tomar como verdadeiras as palavras de um criminoso confesso como absolutamente verdadeiras, sem que haja até o momento nenhuma prova, é no mínimo uma canalhice.
    As demonstrações do candidato derrotado à Presidência da República, o mineirinho do Leblon, que nunca trabalhou, ou melhor, que era assessor do papai em Brasília ao 17 anos, sem nunca ter ido lá e recebendo as custas do povo brasileiro, que não respeita a democracia, a não ser quando ela coincide com os seus interesses, que incita a desordem, deixa claro que a Dilma não venceu apenas uma eleição, mas que venceu, ela sim, uma organização criminosa, que compactua com uma Mídia Golpista que manipula informações e com parte do Judiciário, este sim, devida e obscuramente aparelhado há algum tempo.
    O que o Aécio ainda não entendeu é que ele não tem voto, pois se tivesse, baseado na competência e na capacidade de governar, teria ganho no seu estado, MG. A grande maioria dos que votaram nele, eu diria no mínimo 70%, votariam em qualquer candidato que fosse contra o PT. Ele não será o candidato do Partido numa próxima eleição, primeiro porque o PSDB não vai repetir o erro e segundo porque outros políticos de maior expressão vêm tendo uma postura mais equilibrada e condizente com um regime democrático.
    O que esse idiota pretende? Quer transformar o Brasil numa Venezuela onde existe uma Direita Radical que também não consegue conviver com uma democracia?
    Tudo isso tomando como base uma corrupção que sempre existiu e que nunca foi apurada como está sendo hoje?
    Circula na internet um depoimento de um grande empresário brasileiro, declaradamente tucano, conhecedor dos meandros da corrupção, que tem o seguinte título: “NUNCA SE ROUBOU TÃO POUCO”.
    Vale a pena ser lido para se ter uma ideia da realidade da corrupção no Brasil e da dimensão da manipulação da informação que é feita pela Mídia Hegemônica, que tem um poder extremamente grande quando se tem uma população despolitizada, que apenas lê manchetes ou assiste telejornais ou entrevistas previamente direcionadas.
    É assim no Mundo todo, mas aqui é pior e lamentavelmente, por desinformação, a população brasileira vai se deixando levar.
    Acordar para a realidade não é concordar com o que eu digo, mas sim, sem nenhum tipo de preconceito, buscar fontes alternativas de informação. É fácil, a internet oferece a opção de blogs que são escritos por jornalistas altamente conceituados, que já trabalharam em grandes empresas de comunicação no Brasil e que são pessoas da maior credibilidade. Lá são entrevistadas pessoas, também da maior seriedade, que não só apoiam o governo atual, mas que fazem criticas sérias e construtivas, mas que são capazes de reconhecer coisas boas quando elas existem.
    O contraditório é fundamental, principalmente quando temos a intenção de sermos corretos para formar uma opinião abalizada sobre determinados assuntos.
    Tenho comigo que existem duas maneiras de sermos vencedores numa discussão. A primeira é quando todos acham que estamos certos e a segunda é quando reconhecemos que estamos errados o que possibilita corrigir a nossa atitude e forma de pensar.

    • Daniel disse:

      Meu caro Antonio Carlos. Não tente mudar de assunto não.
      É bem típico de Petista ficar contando os “causos” e dramatizações para desviar a atenção do verdadeiro problema tratado aqui.
      Que o cara é um bandido é fato. Mas ele vai levar junto os demais para benefício proprio.
      Ele não esta lá para provar nada pra ninguem. O negocio dele é delatar e a policia que se vire com as provas.
      Nessa altura do campeonato, o que ele ganha mentindo? Ja esta na “M” meu caro. Só lhe cabe contar o que sabe.
      Com certeza a PF já tem muitas provas nas mão, mas esse é um prato que se come frio.
      Vieram da Suiça com uma lista recheada de provas.
      Vamos ver se o Brasil está disposto a mudar quando começar a pipocar políticos na cadeia.

      • walter.nobre disse:

        Caro Daniel, a hipocrisia destes parasitas e a cegueira, não tem cura…são GOLPISTAS, e tem passar isto aos outros…eles vão fazer cursos, nas barraquinhas do PT; sofrem lavagem cerebral, quando tem!…são anti Patriotas…deveriam seguir para Cuba ou Venezuela, mas não, ficam aqui sacaneando.
        Este Antonio Carlos e o Gesiel, eles são míopes, adoram as mentiradas do Lula; o maior enganador do País…
        Não sou contra o petismo…o que não dá para aceitar, são os critérios de coitadinhos, quando as coisas não rolam a favor deles…enfim por estas e por outras; impedimento já!!!

    • Anderson disse:

      Realmente todo petista é um bom recalcado! Afinal de contas, tinham que ser bons ao menos em algo!

    • Aparecido disse:

      Amigo.Vc falou,falou e não disse nadica de nada.Corrupto,Ladrão tem que ir pra Cadeia e tirar tudo que ele tem .Seja do PT,PSDB e os cambau.Este seu papo é o que enche nosso “saco”.Por isto este Pais esta esta “beleza”.se o cara é ladrão então a denuncia dele não vale.Ora,amigo faça-nos um favor.Não tenho partido.Pra mim .Ladrão é ladrão.Se ele estiver mentindo a verdade aparecera.Mas a verdade que vem por ai é que eu quero ver.

    • João disse:

      Quanta conversa fiada hem cidadão. Tipicamente petista. Muita alegoria e pouca evolução. Ladrão é ladrão. O homem está fazendo o que foi acordado, ou seja, entregando todo mundo. E todo mundo, infelizmente pra você, são membros do seu partido e da base aliada de seu partido. Bando de incompetentes, ineptos e corruptos. Dilma e Lula sempre souberam de tudo, inclusive incentivaram o “roubo” pois isso garantiria a continuidade desse partido de ladrões no poder e o enriquecimento de seus membros e aliados. É nisso que se vai chegar nessa Operação Lava Jato. O resto (assim como seu texto) não passa de elucubração mental de coniventes com o achaque a Nação.

  11. Pois é assim mesmo estamos pagando pelo voto que depositamos na urna aqui no Paraná teremos um aumento de IPVA já tivemos o aumento da conta de luz e agua e mesmo assim o povo votou e elegeu em primeiro turno o governador do PSDB, Sr. Beto Richa. agora é só pagar.

  12. Joaquim disse:

    Nos que pagamos impostos, já estamos cansados de tanta promessa não cumprida e roubalheira.
    Veja o que aconteceu com a condenação do Marcos Valério a 44 anos de prisão, o exemplo fez surgir Paulo Roberto.
    Que o congresso faça a sua parte e não aprove a modificação da LDO, prometeu e não cumpriu que responda pelos seus atos. Era só não prometer, OK.

  13. Pasquale disse:

    Ele avisou a pessoa,e ela diz que NUM SABE DI NADA???????????????
    Alguem explica? Elementar meu caro Watson…

  14. Giovanny disse:

    É sabido que a máfia politica existe, só mesmo que acredita em papai Noel é que acredita que essa turma é composta de pessoas honestas. Todos agora são bonzinhos, querem aparecer na fita como santos. Na verdade eles estão é com muito medo do que vem por ai, a Presidenta disse que vai combater a corrupção, e esta fazendo isso. Oxalá ela consiga se manter a frente do pais até limpar tudo, pois a ideia que estão passando é que tem que derrubar ela antes que eles sejam pegos nas milhares de falcatruas que cometem. ESSA É A VERDADE, TEM QUE TIRAR A DILMA DE LÁ ANTES QUE O NOME DELES APAREÇA. O congresso esta desta vez com medo. Qualquer coisa vai valer para que essas investigações acabem logo e eles escapem.

  15. Orlando disse:

    Há uns 10 anos atrás comentei com um amigo e acertei , ” A Raiz da Corrupção em Brasilia está na doação pra campanha ” todo politico meça devendo , e só se candidata a alguma coisa quem se subeter a tal divida. Não que o Fim da doação acabaria com a corrupção mas seria um ótimo começo )

    • Rodnei disse:

      Prezado Orlando, e colegas comentaristas,
      Considerando que a “propriedade” de cada candidatura é dos partidos políticos, e não do candidato (que tem de ser aceito pelo respectivo partido), entendo que o responsável pelas contas da campanha é o partido, e não o candidato. Portanto quem deve ser preso, em caso de comprovado o delito, é a cúpula (diretoria) do partido político e não apenas o tesoureiro, pois, até em Clube de Futebol, tesoureiro é pau mandado da diretoria… Ou seja, só faz o que a diretoria quer e/ou permite. “Diretor” que diz que “não sabia” deve ser preso junto (de preferência na mesma cela) prá ver se ele aprende a ser menos descuidado (= efetivamente responsável com a coisa pública).
      De quebra, entendo que os candidatos ( e respectivos vice-candidatos) devem ser penalizado também, de alguma forma. Prá aprender a deixar de ser “inocente” e não se misturar com bandidos. Qual seria a pena ? Talvez multa (100 % dos salários e benefícios), por ser incompetente, ou algo parecido a trabalhos sociais (de preferência forçados e gratuitamente), ou um castigo político: o vice-candidato perde o mandato em favor do candidato que ficou em segundo lugar na eleição (Alguém imagina o Aécio vice da Dilma ? Acho que ela deixaria de andar de avião, ahahahah).
      Entendo que o impeachment deve ser apenas quando provarem que o candidato “sabia das coisas”, mas até lá pode ser que o mandato já tenha acabado …

  16. Elizabete Gomes disse:

    É tão patético ver a “indignação” de Aécio, como se ele e o seu PSDB também não. estivesse envolvidos no esquema. Não seja leviano, Aécio

  17. Anafilófio disse:

    É mais do que sabido que na delação premiada só são consideradas informações que levem a delitos verdadeiros, e que possam gerar provas, para que os denunciados sejam processados. Sem estas informações o benefício não é obtido. É claro que há muita verdade no que ele fala, senão porque estaria falando? Assim como a mídia tem a obrigação de repercutir seus depoimentos, ou a mídia só pode falar sobre condenações transitadas e julgadas em última instância? A mídia investiga e denuncia também, é sua obrigação, já ouviram falar de Watergate? Quanta bobagem se lê por aqui, quanta desinformação de petistas desesperados. Se o mundo todo esta contra o PT alguém me explique como estão no poder por 12 anos.

    • Asteriosvaldo Sacristolimotério de Souza disse:

      Claro que a Mídia tem o direito de reproduzir o que ele diz. No Brasil não existe censura à imprensa.
      O que a Mídia não pode é omitir o que não lhe convém e só reproduzir o que é da sua conveniência.
      Você já pensou se ao invés de inocentar a Dilma e o Lula, fato omitido por alguns ou pelo menos reproduzido de forma escondida por outros, ele tivesse acusado a Dilma e o Lula?
      Seriam manchetes de página inteira em jornais, capaz de revistas, horas de noticiários nas TVS, entrevistas direcionadas para a acusação. É isto que não pode acontecer, PARCIALIDADE, INDUÇÃO DA MANADA, TERRORISMO MIDIÁTICO, …
      Os exemplos são vários, todos os dias e o despolitizado vai seguindo com os com antolhos e encapuzados.

      • Asteriosvaldo Sacristolimotério de Souza disse:

        Corrigindo:
        ………página inteira em jornais, CAPAS de revistas, horas de …..

      • Anafilófio disse:

        “…e o povo despolitizado…”, Bem, o Giovanny respondeu minha pergunta aí em baixo, e a resposta dele comprova que o povo não é tão despolitizado assim, e/ou a mídia não tem a influência que vocês pensam que tem.

        Quanto ao fato de Dilma e Lula não terem sido “acusados”, é fato notório, todos sabem, novamente perde tempo que pensa que a mídia consegue esconder fatos como estes. Assim como é notório também que quase ninguém acredita nisso, que tudo aconteceu embaixo do nariz deles e eles não sabiam de nada, não viram nada… Ou é incompetência ou cumplicidade, pode escolher. Amplexos.

    • Giovanny disse:

      Com a maioria dos votos do povo brasileiro. Só por isso.

      • Anafilófio disse:

        Embora sua afirmação desminta a lenda da mídia golpista, porque é óbvio que a vontade do povo esta prevalecendo, merece pequena correção matemática, se me permite.

        Dilma foi eleita por cerca de 27% do “povo brasileiro”, não pela maioria, o que corresponde a 51,64% dos votos válidos, sem entrar no mérito da nossa absurda legislação eleitoral que permite esse tipo de enormidade, sua eleição foi legítima.

        • Asteriosvaldo Sacristolimotério de Souza disse:

          Cálculo feito segundo o seu interesse.
          Se não houvesse a Mídia Golpista, ao invés de 54 milhões, seria 95 milhões de votos ou 85 ou 78 ou 104, mas é lógico que seriam números maiores.
          É evidente que ela faz a cabeção dos despolitizados, que brigam por ela.
          Vamos tirar os antolhos.

          • Anafilófio disse:

            Eu poderia argumentar que sem o assistencialismo populista os números seriam menores, e seriam sem a menor dúvida, mas isto não é um concurso, tampouco uma discussão, é apenas uma troca de argumentos e de pontos de vista. E este não é o ponto.

            A matemática não pode por princípio ser do interesse de um ou de outro, a não ser que se “torturem” os números, especialidade governista, e que não fiz. Na matemática só existe o cálculo que fiz, não há outro. Continuando:

            Quem faz a “cabeça” dos despolitizados são os populistas assistencialistas distribuidores de migalhas, trocadas por votos, sem oferecer saída deste círculo vicioso, nem qualificação e nem opção para os desvalidos.

            E são os que compõem este enorme neocurral eleitoral os que usam antolhos, e tanto faria se não usassem, por serem analfabetos funcionais, imunes à imaginária mídia golpista. Penso que a “suposta” não estaria à beira da falência se realmente tivesse o poder que tanto se dá a ela.

            O que não quer dizer que não seja tendenciosa, manipulada, sim, assim como toda imprensa é, incluso os veículos autodenominados “progressistas”, e blogs situacionistas em geral, que no Brasil infelizmente só aprenderam a engatar a marcha à ré. Cordialmente.

        • Asteriosvaldo Sacristolimotério de Sousa disse:

          Prezado,
          Tirar 30 milhões de pessoas da miséria, através de um programa considerado pela ONU como o maior programa contra a miséria do mundo e que esta sendo copiado por outros países, como um programa eleitoreiro representa um pensamento de uma insignificância lamentável.
          O “miserável” recebe um valor máximo, de pago pelo Bolsa Família, de R$336,00 e mesmo assim o cara só ganha isso se tiver três filhos matriculados na escola.
          Aí vem um idiota e diz que aquele pai de família deixa de trabalhar pelo valor recebido. Para alguns nada deveria ser pago e seria muito melhor se ainda houvesse a escravidão.
          Se o Programa tem fins eleitoreiro, a ONU não pensa assim, mas é vidente que aquilo que é feito para o bem do povo resulta em aprovação do mesmo.

  18. tobias disse:

    bem isso é assim mesmo! Eles nunca sabem de nada, até porque tem muita coisa envolvida. Como sempre disse a quatro cantos o mensalão nunca acabou, apenas mudou de nome e operador, muitos acreditavam que isso era invenção de algum partido politico ou questões politicas, mas nada a ver o que realmente essa gente nunca teve medo de nada, afinal a impunidade impera em todos os sentidos. Outro fato é que existe um órgão que vai abrandar tudo isso, ou seja, o STF o Teoriza começou abrandar quando o juiz Moro alertou e ele voltou atras com o pedido de relaxamento da prisão, então se pensar que vai ter um fim justo para tudo isso é sonhar com países da Alice. Mas no final das contas como dizem tudo irá ficar como dantes no quartel de abrantes, vamos continuar pagando as contas somos os brasileiros que sempre pagaram a conta de tudo???!

  19. antonio luiz cordeiro goes disse:

    Esse ex diretor da Petrobras esta blefando, esta tentando confundir a opinião pública, suas afirmações são misteriosas e sem comprovação.Não acredito que ele declarou corretamente o valor de todas as propinas que recebe, em algum paraiso fiscal deve ter mais contas secretas dele e ou de seus familiares. É preciso investigar muito mais, não só ele mais todos envolvidos.

  20. francisco de oliveira disse:

    tenho nojo da sala do congresso e da camara dos deputados

  21. roberto disse:

    Do modo como a investigação esta caminhando, com novos depoimentos, acho difícil a Dilma não sofrer um processo de impeachment. Collor com muito menos rodou.

    • Rodnei disse:

      Meu caro, se a motivação (ou desculpa) para um eventual impeachment da Dilma, for a não aceitação das contas da campanha eleitoral. Criminalizando o partido ou os candidatos eleitos, então os outros partidos também deverão sofrer o mesmo tipo de “impeachment”. E, convenhamos, qual deles sobraria ileso / impune ?

  22. João Alberto Afonso disse:

    Kennedy, com todo o respeito e muita admiração pelo jornalista isento que você é e sempre foi, efetivamente nosso políticos, nas quase totalidade, são a pior escória da sociedade e lá estão, tão somente, para buscar benefícios pecuniários para si e parentada, o que é fato conhecido pelo povo e, portanto, Paulo não fomentou nada e não falou nenhuma novidade. Agora, delatar, com provas, todo os esquema de corrupção, fez um grande favor para a nação, pouco importando os delitos que cometeu porque isso perdeu a importância. Fato maior, o Lula e a Dilma, como o PT em seu todo, estão atolados na lama da corrupção até depois do pescoço e, a velha desculpa de que FHC é corrupto não cola porque entendo que ele também o é, só que saiu ileso, o que é uma pena e tomara que também seja atendido. Quanto a Sarney e Collor, que não sabia? Injusto foi acusar Itamar Franco, esse sim, grande Presidente.

    • Rodnei disse:

      Sinto muito, Kennedy, te admiro e respeito pelo profissionalismo, mas esta estória de “jornalista isento” não existe, pois é impossível tratar de todos os pontos de vista, ao mesmo tempo. Mas só o fato de liberar comentários diferentes do seu próprio ponto de vista mostra uma atitude democrática (ao respeitar o direito das minorias, expressarem-se no seu blog).

  23. Jose Maria disse:

    Nesse imbróglio não há santo, nem mesmo do pau oco. Vivemos um momento infame, quando já não ha limites para os políticos e os senhores empresários, vale tudo, até roubar merenda escolar, verdadeira vergonha. A ponto da Presidente Dilma e seu partido chantagearem o Congresso Nacional, se os senhores parlamentares vão se deixar comprar, isso não sabemos. Agora, que uma vergonha nacional, ah, isso é!

  24. Maria José Rêgo disse:

    E se aquela Lei que isentou a Petrobras de fazer licitações nos contratos não tivesse sido sancionada pelo FHC, os desvios teriam sido menor?

  25. Rodnei disse:

    Entendo a INDIGNAÇÃO dos comentaristas. Pena de morte só deve ser aceita quando o réu for condenado, com amplo direito à defesa, como é praxe nas democracias de fato.
    Sugestão de melhoria do sistema político: já que parte (minoritária, por enquanto) dos eleitores consideram que:
    1) todos os candidatos apresentados pelos partidos políticos são corruptos, ou serão corrompidos pelo sistema após sua posse e acesso ao poder de fato;
    2) voto nulo significa: “nenhum candidato serve”
    3) voto branco significa: “qualquer candidato serve” (inclusive o Tiririca, palhaço profissional)
    Sugiro: Que tal uma lei para “legitimação de eleição” onde:
    1) será considerada ilegítima uma votação com menos de 50 % dos votos válidos (total dos votos menos votos brancos e menos nulos). Neste caso a eleição deverá ser refeita no prazo de xx dias (o mesmo prazo para acontecer um segundo turno de eleições majoritárias) podendo os partidos políticos manterem os mesmos candidatos (ou não);

    2) será considerada nula uma eleição com mais de 50 % de votos nulos. Neste caso a eleição deverá ser refeita no prazo de xx dias (o mesmo prazo para acontecer um segundo turno de eleições majoritárias) devendo todos partidos os políticos trocarem obrigatoriamente seus candidatos (se quiserem participar da eleição). Serão aceitos candidatos independentes, não necessariamente filiados a partido político, egressos da sociedade civil (ou pelo menos apoiada por sociedade civil, desde que organizada em todo território nacional (tais como CREA’s/CONFEA, SESC, SENAI, SENAC, MST, fundos de pensão, grandes empresas) ou até mesmo egressos de organização militar; até o limite de 1/3 de todos os novos candidatos.

    3) Em caso da nova eleição não ser legitimada pela última votação, pode-se contratar um “síndico internacional” (tal como o Papa, o presidente de Portugal, da ONU, o Rei da Inglaterra, ou até mesmo o representante dos Aliens na Terra) para um período de no máximo 1 ano, com a tarefa específica de organizar a “pensão” e achar outros “malucos”, digo candidatos, adequados à missão de governar/legislar nosso país.

    Saudações cruzeirenses !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-12-03 10:00:52