aki

cadastre-se aqui
aki
Política
25-05-2015, 22h29

Cunha pode pôr na Constituição financiamento privado

20

Postado por: ISABELA HORTA

Na votação da reforma política nesta terça, é provável que o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), consiga colocar na Constituição a regra do financiamento privado para as campanhas eleitorais.

Se aprovada, a medida bloqueará uma decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) que proíbe a contribuição empresarial em campanhas políticas. A decisão do STF só não foi adiante porque o ministro Gilmar Mendes fez pedido de vista há mais de um ano, o que adiou a conclusão do julgamento.

Outro ponto que tem gerado polêmica é o “Distritão”, defendido pelo PMDB. A proposta cria um novo sistema para eleger deputados federais. Segundo os apoiadores, eliminaria o “efeito Tiririca”, que ocorre quando um puxador votos elege junto com ele candidatos que tiveram votação inexpressiva.

O Distritão prevê que sejam eleitos os candidatos mais votados até o número limite de vagas por Estado. Por exemplo, São Paulo tem 70 vagas. Seriam eleitos os 70 mais votados.

O PT e o PSDB são contra essa proposta.

Os especialistas dizem que o “Distritão” tira poder dos partidos, aumenta a influência dos financiadores de campanha e dificulta a representação das minorias.

Ou seja, a votação da reforma política pode piorar o que já está ruim.

É provável que oito pontos deverão ser votados de maneira fatiada nesta terça. Como não há consenso, a maioria das propostas deverá ser rejeitada.

Haverá uma batalha na Câmara nesta semana.

*

Depois de mandar um recado ao governo com a sua ausência no anúncio do corte de gastos na última sexta, o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, acalmou hoje o mercado ao negar divergências internas.

Não há chance de Levy deixar sua pasta. Mas a sua relação com o governo não vai bem. O ministro acha que falta apoio do Palácio do Planalto e do empresariado ao ajuste fiscal.

Nesta segunda, Levy foi claro: a arrecadação de impostos está baixa e será um ano duro para fechar a meta fiscal.

*

Comentários
20
  1. Prof. Gumsão. disse:

    O Levy é a única salvação deste Governo, ruim com ele, pior ainda sem ele. O Levy é o único nessa equipe medíocre que tem credibilidade, os companheiros querem continuar a gastar nosso dinheiro como se fosse uma fonte inesgotável, mas o mercado sabe que a farra tem que acabar, caso contrário, tiram o dinheiro daqui, param de financiar o endividamento do pais. Chegou a hora do PT parar de ser irresponsável, olhar para frente, assumir seus erros de planejamento, não existe almoço grátis, o cobertor é curto, precisam abrir mão dos milhares de cargos comissionados, diminuir os ministérios, o estado tem que ficar menor, não podemos pagar tantos impostos para financiar a irresponsabilidade de um partido, de uma crença de vagabundos, ou os PTralhas mudam, ou não sobrará muita coisa pela frente.
    Pensem, reflitam.

  2. Jorge disse:

    NADA É PIOR DO QUE O SISTEMA ATUAL, que elege tiriricas, e, os fatos provam, não fortalece os partidos.
    Os gastos de campanha são estratosfericos, dentre outras razoes, pela absurda quantidade de candidatos, a maioria deles contando com uma vaga de “legenda”!
    Com menos candidatos, o controle dos excessos e fraudes fica muito mais fácil.
    O “distritão” não é a melhor opção, mas pode levar ao Distrital, que me parece o mais adequado.
    Minoria, seja de direita ou de esquerda, conservadora ou liberal, é minoria! Eu sou minoria desde que nasci, me adaptei ao mundo e sobrevivi!

  3. Marco Túlio Castro disse:

    Somente financiamento público de campanhas só ajuda o PT que controla todas as empresas publicas e o Estado. Se é bom para o PT é ruim para o Brasil. Qualquer coisa que seja uma barreira para as aspirações do PT é um bem para o Brasil.

  4. Jonas disse:

    O problema não é o tamanho do corte, mas a qualidade do corte. Cortar programas sociais, seguro desemprego, investimentos, aposentadorias etc. atinge justamente quem não teve nada a ver com as lambanças desse governo fraco na gestão pública. O corte fundamental deveria ser nos cargos comissionados. Eliminação completa dos cargos para os “apaniguados” e “cumpanheros”. Aí sim o apoio da sociedade seria total. Mas isso a nossa “incompetente mor” jamais fará pois a única base que ainda existe em seu governo é aquela composta pelos “amiguinhos” aparelhados.

  5. Getulio disse:

    Esse quadro politico brasileiros tá complicado!
    O partido coadjuvante PMDB fazendo ponte entre PT e PSDB está roubando a cena, querendo ser o astro principal , tem que rasgar os roteiros de Cunha e Renan e Temer já, não duvido que essas raposas em reunioes nos batidores as escondidas a planejar o assalto ao “galinheiro”, abram os olhos …

  6. Wilson disse:

    43% de todo imposto arrecadado é usado para pagar os juros da divida externa, que durante os governos Fernando Henrique, Lula e Dilma já pagaram 23 trilhões, isto é, esta divida já foi paga várias vezes. Independente do partido o Brasil tem sido obrigado a enviar cada vez mais dinheiro para os tais credores, que pagam a mídia para ameaçar os nossos governos com impitimam, fizeram isto no governo do PSDB e PT, como o ministro Mantega diminuiu a quantidade que foi enviado para fora, pediram sua cabeça. este são os verdadeiros corruptos, agora querem obrigar o governo a cortar os gastos na educação, saúde, e infra estrutura para que este dinheiro dos cortes seja enviado para eles que são verdadeiros abutres da nação.

  7. Matos disse:

    Hoje nós creditamos tudo o que está errado política, na conta do PT. O PT mudou este país para melhor e isto é fato e notório no mundo inteiro. A corrupção, os desmandos, a falta de responsabilidade com o erário público é normal em todo político e é assim desde o descobrimento deste país. Nós brasileiros somos corruptos desde o berço, mas só olhamos os erros dos políticos. O PT acabou com a miséria deste país, acabou com a inflação ou reduziu a apenas Hum dígito, criou centenas de milhares de vagas em faculdades, construiu milhões de casas para os Sem-teto e a classe baixa passou a ter o direito aos produtos de luxo, tais como: Yogurte, queijo, passagens aéreas, etc.

  8. David Dias disse:

    O sr Levy vai ter o que merece pois foi fazer parte da turma do sapo barbudo e seus asseclas que em 12 anos acabaram com a Petrobras, envergonharam o Brasil e deram uma magnifica rasteira nos que vivem no Brasil, A turma toda deveria ser enforcada e não ajudada. A própria Bíblia nos diz AJUDA TE QUE TE AJUDAREI, e esta gangue toda além de prejudicar à tudo e à todos não reconhece os erros , as incompetências, principalmente do sr MANTEGA e as roubalheiras que proporcionaram e de não fazerem nada de sua parte, como reconhecer os erros, cortar o numero de Ministérios e de cargos em comissões, fica ainda se considerando os donos da verdade e culpando os outros, logo burro é e são os que os querem ajudar a não ser os que os seguem e os que vivem mamando nas tetas do Governo. O se LEVY quer fazer nome e vai se queimar pois é o que merece. Não deve cutucar a fera com vara curta ou dize-me com quem andas que direis quem tu és, um PANACA de galocha.

    • rebeca disse:

      camarada, o foco aqui é a pilantragem do Eduardo Cunha. é por alienado como você que coloca tudo na conta do PT é que as ratazanas dos demais partidos estão fazendo a festa. acorda!

  9. Washington disse:

    Kennedy é impressão minha ou depois de todo a polêmica em torno do fim do financiamento eleitoral pelos empresários, algo que aparentemente seria mudado com a reforma política, esta agora sendo sabotado pelo Cunha (PMDB) e ao invés de mudar irá é se tornar lei constitucional? Enquanto a turma dos “Prof. Gumsão” da vida viaja na maionese o congresso (liderado pela turminha do Cunha) dá o golpe final na reforma política que já havia sido iniciado por Gilmar Mendes e sacrifica de vez com a ela, que se vingar não terá nenhuma mudança prática na questão do financiamento privado de campanha e nem nas pautas importantes, sendo ao final apenas uma reforma política para inglês ver, acertei? Realmente, este país não tem jeito, enquanto isto continua o estardalhaço em torno do petrolão para distrair os coxinhas e tucanóides e o suiçalão como fica? E o julgamento da privataria tucana heim, sai um dia? Talvez no dia que a vaca tossir né…

  10. André Carvalho disse:

    Pessoal não sei que este cunha ta fazendo a frente da Câmara do Deputados já deveria estar afastado das funções afinal suas Ações serão sempre suspeitas ja que o mesmo esta sobre investigações. Agora é brincadeirinha este tipo de reforma… Necessitamos sim de representantes legítimos da sociedade e tudo deve realmente começar com reais representantes regionais ou seja distritais que devem possuir notoriedade a prestações de serviços as comunidades sociais que estão envolvidas. Sendo assim não precisarão de muito dinheiro para se eleger, pois serão reconhecidos pelas sociedade e pelos seus feitos. Com financiamento privado continuaremos a merce da politica do “toma la da cá” que gerar disputas de cargos públicos ou de poder que geram favores e receita fraudulentas para doações legais….

  11. Marco Pollo Giordani disse:

    A minha vontade é no sentido de que o governo petista tem de ser arrancado do poder; porém, fala mais alto, em mim, a brasilidade, isto é, o Brasil tem de esta acima de tudo e de todos. Neste sentido, entendo que o Ministro Levy é o único capaz de estancar essa sangria econômica que praticamente acabou com a esperança do povo brasileiro, e, mais do que isso, mantém a classe média permanentemente revoltada. Ora, governar um país é, analogicamente, como governar uma família. Não há como um pai dar tênis novos aos filhos se o orçamento não está à altura desses gastos. Então, esse gastar demais, sem qualquer responsabilidade, com o gravame da roubalheira diuturna que se estabeleceu nos governos de esquerda, tem de acabar! Parece-me que é justamente isso que o Ministro quer e está tentando fazer, em que pese a resistência dos maus políticos, dos que não tem nenhum compromisso para com a sociedade.

  12. Fabio Meirelles disse:

    Levy é tucano e tem as mesmas ideias dos economistas do PSDB, ou seja, corte de tudo e aumento de tudo e retirar direitos.
    Quem lembra da era FHC sabe do que estou falando.
    Se Levy continuar no governo com certeza a sra Dilma leva o PT em 2018 a ruina total

  13. silvana sarmeiro. disse:

    Joaquim Levy é um profissional fantástico e não precisa fazer parte do governo PT.

  14. César disse:

    Esta gente que vota PT e quer que o “Estado Brasileiro” seja pai e mãe de seus filhos, vão aprender da forma mais difícil que o estado não fabrica dinheiro e que o dinheiro do estado é o dinheiro de todos nós. O dinheiro que mantem os benefícios sociais, é o dinheiro produzido com o suor daqueles que trabalham para manter o país. Não dá em arvore! Só se pode gastar o que se tem. Sob o risco de não conseguir pagar as contas e falir, caso não siga, esta regra básica de conduta financeira. Ônibus de graça e passe livre? O motorista e o cobrador trabalham e recebem salario, o combustível que abastece o ônibus tem um custo e deve ser pago, pneus e peças de reposição para a manutenção dos veículos também requerem recursos financeiros para a sua aquisição, mecânicos, trabalhadores da administração das empresas, também recebem salario pelos seus serviços. Casas do Minha casa Minha vida, também tem custos, tijolos , cimento, canos de PVC, telhas, portas e janelas, pedreiros, encanadores, arquitetos, engenheiros, tudo custa dinheiro dos contribuintes. Nada é de graça! Os aumentos de impostos que o governo faz agora, é a conta das despesas dos gastos feitos pelo governo, que nós vamos pagar. O povo agora talvez entenda, que quando um político fala que está dando algo, ele está fazendo caridade com o seu, o meu , o nosso dinheiro, e isto significa que nós teremos que pagar a conta. E não se esqueçam! A conta vai chegar! Não sou contra a diminuição da desigualdade social. Só que ela deve ser feita com responsabilidade fiscal e em um ritmo que a economia suporte. E a melhor forma de se acabar com a desigualdade social e as barreiras entre as classes sociais é dando educação de qualidade à todos. Quando o mais rico e o mais pobre, tiverem o mesmo nível de estudo e aprendizado, teremos um país mais igual. E teremos um povo mais consciente, para eleger políticos que não enganem o povo com promessas populistas e demagógicas, mentiras deslavadas para os que não tem compreensão por falta de estudo. A economia não perdoa que quebrem as suas regras e cobra um preço alto dos que tentam se aventurar com amadorismo e irresponsabilidades, pelo mundo econômico. O Ministro da Fazenda Joaquim Levy, sabe destas regras e tenta fazer o correto para acertar a economia, mas… O governo petista, parece que não aprende!

  15. João Alberto Afonso disse:

    O grande medo dos partidos contrários ao DISTRITÃO é porque irão perder o maldito comando com o tal voto da maioria, claro que com interesses mesquinhos. Tiririca, embora tenha vontade, não tem vez para falar porque só cacique sobe na tribuna. Voto distrital é a grande saída porque aventureiros não poderão buscar votos em todos os lugares com favores medíocres para a casta mais carente.

  16. Maria Aparecida Ramos Tinhorão disse:

    O desgoverno petista deve estar dando gargalhada com todos esses fireworks econômicos; que no final são apenas factóides para tirar a atenção da guerra urbana que vivemos … Tem mais mortes nas ruas das cidades que nas guerras da Ucrânia e Síria juntas. O país precisa de uma reforma jurídica, moral e cívica !

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-24 18:31:51