aki

cadastre-se aqui
aki
Política
30-10-2015, 9h39

Datafolha sinaliza guilhotina para Cunha

Situação de Dilma é confortável, mas é melhor se preparar para batalha
17

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

Pesquisa do Datafolha mostra que 35% dos deputados federais entrevistados votariam a favor da cassação de Eduardo Cunha. Isso deixa evidente que o presidente da Câmara está destinado à guilhotina política.

Apenas 13% votariam a favor dele. E 52% não se posicionaram. Ora, numa eventual votação aberta, a tendência é quem não se posicionou apoie a cassação.

Como foram entrevistados 324 deputados, 35% correspondem a 113 votos certos pró-cassação. Faltariam obter 144 votos entre 400 deputados. É mais do que provável uma eventual cassação se a recomendação for ao plenário. Daí a luta de Cunha para ganhar tempo, alongando cada etapa.

Entre os entrevistados, 45% defenderam a renúncia à presidência da Câmara. É uma taxa alta, mesmo levando em conta que o Datafolha não falou com todos os 513 deputados federais.

Para complicar a situação de Cunha, houve retaliações de aliados a dois críticos dele, os deputados federais Chico Alencar (PSOL-RJ) e Silvio Costa (PSC-PE). Contra Chico Alencar, Paulinho da Força (SD-SP) fez um pedido de cassação de mandato amparado em acusações já descartadas pelo Ministério Público. Silvio Costa foi objeto de uma moção de censura.

Ações desse tipo fragilizam Cunha e expõem o uso do poder de presidente da Câmara. Tal atitude pode acabar por engolir o peemedebista, dando motivo para seu afastamento do comando da Casa.

O Datafolha também entrevistou deputados e senadores a respeito da possibilidade de impeachment da presidente Dilma Rousseff. A pesquisa mostra que Dilma corre menos risco do que Eduardo Cunha.

Para aprovar a abertura de processo de impeachment, é necessário o apoio de 66% dos 513 deputados federais. Os dados mostram que a oposição está longe de obter dois terços de suporte ao impedimento da petista.

A opinião dos senadores tem apenas peso político, porque a abertura de processo é decidida na Câmara. Mas a situação de Dilma também não é confortável. Um pontapé de Cunha no impeachment poderia abrir um debate público que jogaria pressão sobre deputados a favor do impedimento.

O governo, portanto, deveria se preparar para enfrentar uma eventual votação sobre impedimento, porque, se a situação de Cunha se agravar ainda mais, é possível que ele tire o pino da granada do impeachment.

Comentários
17
  1. Maria Aparecida Ramos Tinhorão disse:

    O Instituto Datafolha é o mesmo que subestimou as passeatas da avenida Paulista. Não é uma instituição confiável, é apenas mais um porta-voz pelego da ditadura sindical.

  2. César disse:

    Existem 9,3 milhões de motivos para cassar o Presidente da Câmara Eduardo Cunha.
    E existem 117,8 Bilhões de motivos para o impeachment da Presidente da República Dilma Rousseff.

  3. Iran disse:

    Se 45% dos deputados defendem sua saída 65% defendem sua permanência, portanto, democraticamente Cunha deverá permanecer no cargo.

    • Wilson disse:

      Portanto, 65% é igual ou pior que ele, essa é a conclusão muito óbvia, sem muitos rodeios.

    • Soletrando disse:

      O entendimento do texto é fundamental para tomar posição frente ao assunto.

      Então, vamos ler de novo: “Apenas 13% votariam a favor dele. E 52% não se posicionaram. Ora, numa eventual votação aberta, a tendência é quem não se posicionou apoie a cassação.

      Como foram entrevistados 324 deputados, 35% correspondem a 113 votos certos pró-cassação. Faltariam obter 144 votos entre 400 deputados.”

  4. marcos disse:

    PT e PMDB ja fizeram acordo . vc esta atrasado … nem dilma nem cunha vai cair . brasil acabou rumo a guerra civil .

  5. walter disse:

    Bom Dia caro Kennedy, o que mais impressiona no Brasil “varonil”; apenas um deputado, no meio de tanta podridão, passou a ser o “problema do País”; somos impotentes, estamos parados…FALTA AÇÃO; TEREMOS UMA VIRADA A PÃO E ÁGUA…
    A dilma tem um deficit das pedaladas monstruoso, estamos nas mãos do cunha; como havia comentado anteriormente, o congresso é forjado, com o perfil semelhante; este cunha vai dar trabalho.
    Enquanto isso o lula faz suas ameaças veladas, e a dilma intimida os sem NADA, dizendo que não cortará verbas do bolsa, e do nossa casa…é uma forma de intimidar também…a velha formula do “comigo tudo ficará bem”; a venezuela faz a mesma coisa; o tal “maduro, e podre”; quando tudo não dá certo, ele manda prender; este poderia ter sido o destino do brasil, por pouco muito pouco; estaríamos a merce de uma ditadura.

  6. Rubens Prado Jr disse:

    Isso prova a cambada que tem lá dentro, não é porque 45% aprova a cassação para Cunha que só 65% é desonesto, na minha opinião, se tiver uns 3 ou 5% honestos é muito, igual aquela música “Se gritar pega ladrão, não fica um meu irmão”, é só ver a situação do país e tirar as conclusões, eles querem é “se fazer”, eles gostam de mordomia, agora o povo, o povo que se lixe.Na próxima eleição vamos fazer greve e não votar, aliás a urna eletrônica já é uma falcatrua. ACORDA BRASIL

  7. Eduardo Feijó disse:

    Parabéns Kennedy pela imparcialidade no seu Jornalismo. Acho que como dizia as músicas da década de 80:
    São 300 picaretas com pinta de doutor. Ou NO Congresso, no Senado, o lixo cheira para todo o lado.
    Temos que fazer uma reforma política urgente. Bastam 213 deputados na Câmara, eleitos por votos diretos sem direito a voto de legenda ou proporcional. Fim dos suplentes para senadores. Poder Executivo cumprindo a lei e não fazendo leis. Poder Legislativo fazendo as leis e não tentando executar através de emendas. Poder Judiciário rápido e imparcial. POr fim um Ministério Pública sem engavetar e selecionar quem investigar. Equidade da Justiça. Vamos mudar o Brasil através das instituições e não através de nomes. Vocês da imprensa tem uma papel importante, devendo ser imparcial.

  8. MAURICIO JOSE DA SILVA disse:

    Prezados Senhores (as) como esta difícil viver neste pais, onde nos brasileiros não acreditamos mas em nenhum dos poderes, todos eles julgam em causa própria, salários e tantos outros benefícios, estamos vivendo num mar de lama, hoje tenho 54 anos, quando atingi a maior idade sempre que podia participava de movimentos políticos e sempre ouvia falar da boca de alguns políticos em comícios em época de eleição sobre CPI das empreiteiras e bancos, digasse de passagem época da ditadura militar, e nunca se realizava tal anseio. Hoje nos deparamos com pessoas que foram eleitos pela vontade do povo e são os nossos representantes no congresso nacional ( câmara e senado ) querendo de uma forma ou de outra chegar ao mais alto poder, pessoas estas que de vez enquanto chega aos nossos olhos e ouvidos pela imprensa falada e escrita atos ilícitos praticados por eles e nada e feito para que os mesmos sejam punidos. É preciso se fazer uma varredura e por fora das instituições estes maus exemplos eleitos para nos representar. Chega de corrupção em nosso país, é preciso que surja urgentemente um representante eleito pelo povo para tomar as rédeas do nosso pais, e o mesmo volte a crescer, gerando emprego e conseqüentemente haverá melhoria na qualidade de vida de nos brasileiros os setores, estejamos na ativa ou não.

  9. Pasquale disse:

    O melhor é uma renúncia premiada , para a Dilma.
    Ela denuncia todo mundo e sai limpa.

  10. Wilson disse:

    Dado que existe acordo nos bastidores para não sair nem Dilma e nem Cunha, porque PMDB e PT são aliados, não se sabe até quando, mas o são de fato no momento.
    Então o jeito é pensar em 2016, porque 2015 já terminou.

  11. Diógenes Luiz Farinha disse:

    Uma dica pra PF // STF // MPF.
    Já é sabido que cunha movimentou 411 milhões entre 2007 e 2012 segundo extratos já fornecidos, e que parte dessa grana teria sido dividida entre 50 a 70 parlamentares, pois ninguém faz nada sozinho.
    Dedução lógica: Pega a relação desses 13% que apoiam Cunha, e dá um Par de Algema pra cada um.
    Conclusão: esses 13% que apoiam Cunha, além de Corruptos, são bem inocentes.

  12. julio cesar paes disse:

    “45% dos deputados defenderam a renúncia à presidência da Câmara” aava?!
    para que ? para ficar com a parte dele ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-27 08:07:58