aki

cadastre-se aqui
aki
Política
17-03-2014, 9h20

De novo, Dilma deve enfrentar Eduardo Cunha

12

A presidente Dilma Rousseff orientou seus negociadores a dizer ao líder do PMDB, Eduardo Cunha (RJ), que não abre mão de aprovar o princípio da neutralidade no projeto do Marco Civil da Internet. Para Dilma, esse princípio barateia o custo para o internauta. Cunha defende posição de operadoras de telefonia. Nova batalha na Câmara pode ocorrer nesta semana.

Comentários
12
  1. zelinda de castro cardoso disse:

    Firmeza e dignidade sem medo de ser feliz,deputado, confiamos!!!

  2. JFG disse:

    Uma personalidade dos anos de chumbo disse que o quê é bom para os EEUU é bom para o Brasil.Agora vem esse lacaio das operadoras dizer que o quê é bom para elas é bom para nós .
    Quinta-coluna colonizado.

  3. Kennedy, hoje fica claro que a discussão sobre obtenção de mais Ministérios no Governo Dilma foi a forma encontrada pelo grupo que segue a orientação nefasta do Deputado Eduardo Cunha, representante do empresariado brasileiro, notadamente daqueles que exploram a mídia,tendo por objetivo alterar o projeto do Marco Civil da internet,apresentado pelo Deputado Alexandre Molon, de real interesse para o país.

  4. Victor Barbosa disse:

    Espero que o Governo vença essa batalha contra esse megalobista chamado Eduardo Cunha. Sinceramente, qualquer pessoa deveria se envergonhar de encampar uma proposta (fim da neutralidade) que é um golpe contra os usuários da internet.

  5. marco disse:

    essa vai ser uma luta ingloria pra Cunha…kkkk vai dar moral pra Dima….kkkkk

  6. Pascoal disse:

    Nada,absolutamente nada que vier acontecer,poderá dar moral a Dilma.Carcomida já pelas vaias e protestos nas ruas,a velha guerrilheira agora luta desesperadamente,para conseguir que a inflação caia,que chova etc…

  7. Ricardo Alencar Ribeiro disse:

    Esse é um (des)governo que joga pra torcida, sempre jogou, há 12 anos. Só não vê quem não quer. Num ano de eleição, então, todo assunto é um prato cheio pra todos eles. O que não é correto é o PMBB, sendo partido de aluguel, como sempre foi, justamente agora querer fazer oposição. Nesse sentido, faz o mesmo jogo do PT.

  8. Alonso Bezerra Lima disse:

    Eu só espero que o povo, principalmente o internauta que estão lutando como um Leão nas rua, não votem como Jumentos nas próximas Eleições…

  9. Carlos disse:

    Mais uma forma de nos controlar.

    Como é AMARGO o gosto da sensação DA IMPOTÊNCIA. O crime está liberado. A lei não existe. Um mundo de faz-de-contas. Governo que finge cuidar do cidadão. Justiça que finge querer justiça. Polícia que brinca de pegar ladrão. Mundo de ilusão, mas o sofrimento é verdadeiro, dói. Corrompendo a moral e a esperança do cidadão de bem. Essa falsa democracia. Falsa liberdade. Somos algemados e massacrados sob formas de impostos. Todos são controlados. O governo sabe o que faz com nossa gente, mesmo porque tudo é intencional, mas enquanto ficarmos só nas palavras nunca seremos uma ameaça pro ‘’sistema’’. A diferença do bandido é que ele te assalta a mão armada e o governo mete a mão no seu bolso sob forma de leis.

  10. Rogério Machado Lima disse:

    Esse Eduardo CUnha é um fisiologista de marca maior! FAz jogo a favor de grupos lobistas em troca de dinheiro para a reeleição! Safado no máximo grau! è o pior que temos em termos de política no nosso país!

    Ele não luta contra o Marco civil no que no nível ideológico. Não está a favor da sociedade, sendo contra ou a favor! Só trabalha a favor de grupos lobistas e querendo fazer guerra contra o governo na luta por ministérios, cargos e verbas!

  11. edvaldo r trindade disse:

    faço minhas as palavras do meu amigo Rogério Machado lima, o PMDB é o partido que mas bancada tem no congresso Brasileiro pois não tem a capacidade de lançar um nome pra lutar e conquistar a Presidência do Pais então o partido que entrar o PMDB vai na aba pra mamar nas tetas do governo veja ai esse Eduardo Cunha é o típico salafrário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-30 06:16:15