aki

cadastre-se aqui
aki
Política
28-09-2015, 9h06

De novo, governo tenta ajudar Kassab a enfraquecer PMDB

Movimento pode trazer tensão política na hora de reforma ministerial
13

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

Na semana em que precisa realizar uma reforma ministerial que acalme o ambiente político, o governo voltou a alimentar, nos bastidores, o projeto do ministro Gilberto Kassab (Cidades) de recriar o PL a fim de fazer contraponto ao PMDB no Congresso.

O curioso é que esse movimento foi feito no início do segundo mandato, quando a presidente Dilma montou um ministério para tentar diminuir a dependência do PMDB e impedir a eleição de Eduardo Cunha para a presidência da Câmara.

A presidente perdeu as duas batalhas. Hoje, sua dependência do PMDB cresceu. Cunha preside a Câmara colocando cascas de banana toda semana para o governo escorregar. E o PSD de Kassab vive votando dividido em relação ao governo.

Entrar noutra briga entre Kassab e o PMDB só trará mais dor de cabeça à presidente Dilma Rousseff. Mas a capacidade do governo de cometer erros nunca pode ser subestimada.

Há ainda um entrave a superar. Desatar o nó que a presidente criou na semana passada ao negociar diretamente com as bancadas do PMDB na Câmara e no Senado, especialmente com os deputados federais. A presidente caiu na armadilha de ter candidatos demais para cargos de menos na reforma ministerial.

Dilma elevou a expectativa da bancada de deputados federais ao prometer duas pastas, Saúde e Infraestrutura, que seria resultado da fusão das secretarias de Portos e de Aviação Civil. Acertou com um lado e deixou outro contrariado.

*

Apesar da tensão política, é alta a chance de sucesso na manutenção dos vetos presidenciais na votação do Congresso prevista para quarta. Há um consenso mínimo no Congresso, sobretudo no Senado, de que esses vetos não podem ser derrubados neste momento pelo efeito negativo que teriam sobre a economia.

Os dois principais vetos presidenciais são ao reajuste médio de 59% para os servidores do Poder Judiciário, que seria pago ao longo de quatro anos, e à extensão para todas as aposentadores da correção prevista na fórmula de ganho real do salário mínimo. Esses dois vetos, somados a outros que estarão em análise, teriam potencial de dano às contas públicas de criar um rombo de R$ 63 bilhões nos próximos quatros anos.

A realização da reforma ministerial, se bem feita, ajudaria a facilitar a manutenção dos vetos. Mas, hoje, o mais provável é que os vetos sejam mantidos. O Congresso, que viu o dólar disparar na semana passada, não vai querer ser responsabilizado por uma nova alta da moeda americana na comparação com o real. De qualquer forma, é importante tentar realizar uma reforma ministerial que acalme o cenário político e não aumente resistências.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

Comentários
13
  1. PEDRO ENEAS DO NASCIMENTO NETO disse:

    Como diz o Delfim Neto: a Dilma não passa de uma trapalhona!

    • walter disse:

      Grande exemplo Pedro Eneas do Nascimento Neto; o Delfim “matava a cobra” e mostrava o pau”; com ele a coisa andava, suas atitudes eram claras,corrigia distorções ou mal humor do mercado.
      Caro Kennedy, como este Guilherme “Boulos”, é tendencioso, primário e enrolado; o sujeito mora nos jardins, e posa lider dos sem teto; um grupo comprado, que em dose anos só ganhou migalhas..
      Caro Kennedy, o kassab só legisla a favor dele; não esta nem, ai, com a dilma, “quetinho, quetinho”; esta fazendo suas manobras, em silêncio….A DILMA DE FATO ESTA SOZINHA; TODOS SABEM, INCLUSIVE O LULA, VAI SOBRAR TUDO PARA ELA NO FIM…

  2. Flavio Seno disse:

    Bom dia Kennedy,

    O que você sugere a presidente? Capitular diante do pmdb?

  3. César disse:

    Que o Deputado Leonardo Picciani preste bastante atenção, para não cometer o mesmo erro que está cometendo o Ministro Gilberto Kassab. Que jogou na lata do lixo o seu eleitorado ao se juntar com o PT. Em São Paulo não ganha eleição nem para sindico de prédio.

  4. Santos disse:

    Esta senhora afunda cada vez mais o país com sua arrogância e incompetência monstruosa. Tanto na política como na economia fica andando em círculos, errando sem parar e fazendo mais do mesmo. Enquanto isso, fora do mundinho colorido do Planalto, + INFLAÇÃO, + JUROS, + DESEMPREGO, + IMPOSTOS, …Até o criador da criatura, que tem tanta culpa quanto ela, está jogando a toalha…

  5. Alberto disse:

    Como vendeu os anéis para salvar os dedos e o fêz com a peculiar incompetência,está perdendo as
    mãos. Mais um sinal do afastamento do PMDB é a filiação da dona Marta.O toma lá dá cá de madame Vana tá indo pro brejo.

  6. Elaine disse:

    A presidenta precisa mostrar ao PMDB que ele não é o último pacote da bolacha.
    Eles fizeram um programa na TV de oposição ao governo.
    Quem eles pensam que são? Traidores, esse é o nome de alguns deles.

    • Pasquale disse:

      A Presidente não sabe nem mais onde mora, outro dia ia entrando no lugar errado.
      Ela só tem condições de falar,nós acabamos com tudo.
      É o fim…..

    • César disse:

      Elaine, traidores são o ex-Presidente Lula e a Presidente Dilma e os Deputados e Senadores do PT. Que foram eleitos para defenderem os trabalhadores e fazerem política de forma honesta. Rifaram o Brasil aos aliados, entregando cargos em empresas estatais aos apadrinhados pelos partidos da base aliada e ministérios para políticos sem compromissos com o país. Acabaram com a Petrobrás e com o país! De onde retiraram 3% de cada obra e dividiram com os partidos que os ajudavam na empreitada criminosa. O ex-Deputado Pedro Correia já está fazendo a sua delação premiada e vai dizer quem sabia e quem não sabia, do esquema criminoso de desvios de dinheiro público nos governos Lula e Dilma. Aguarde!

    • Marco Túlio Castro disse:

      Pensam que são do PMDB ! E para dizer a verdade acho que são do PMDB. Este governo já acabou e o PT também.

  7. Kennedy, nunca vi um governo e principalmente a presidenta tão atrapalhado como esse, e erro em cima de erro, são muito amadores, ou burros mesmos fico na duvida…..A Dilma não come ovos de pascoa no palácio, acho que vai dar tempo de comer Peru…KKKKK

  8. Marcos disse:

    Boa tarde Amigos do blog ontem no programa canal livre da bandeirantes o entrevistado foi o renomado economista Raul Velloso uma das observações feitas por Raul sobre a atual crise econômica possui um diferencial sobre todas anteriores não houve nenhuma interferência ou oscilação na economia mundial que possa justificar a atual crise que é muito mais politica do que econômica, portanto posso concluir que se alguém disser o contrário disso pra mim é MENTIRA!!!!!!!

  9. Cleber Silva disse:

    Brasil = Circo
    Políticos = Trapezistas, “PT” = Domadores não de feras mais de ratos
    Povo = Palhaços

    E assim inicia a semana

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-28 15:51:51