aki

cadastre-se aqui
aki
Política
27-01-2016, 9h14

Decisão deve vir de Dilma, não do Conselhão

Cunha e Picciani fazem defesa ruim de Marcelo Castro
22

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

Esperar uma grande decisão do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, que não se reúne há um ano e sete meses, é uma ilusão. O Conselhão, composto de empresários, sindicalistas e outros representantes da sociedade civil, terá encontro amanhã, no Palácio do Planalto.

A bola está com a presidente da República. A notícia virá do que a presidente Dilma Rousseff tiver para apresentar ao país. É o governo que tem de propor medidas realistas para melhorar a nossa economia.

Óbvio que é importante ouvir, como aconselhou o vice-presidente da República, Michel Temer. Mas esse trabalho de escutar deve acontecer no cotidiano, em conversas individuais ou com grupos menores. O importante da reunião do Conselhão será medir a recepção às medidas _se elas serão vistas como suficientes ou como paliativas.

Um importante auxiliar da presidente diz que esta e a próxima semana serão decisivas para o governo. No Conselhão, a missão seria começar a recuperar a confiança dos agentes econômicos. Na semana que vem, a presidente poderá ir ao Congresso levar a mensagem do Executivo.

O governo estuda essa possibilidade. Dilma foi aconselhada a ir pessoalmente à reabertura dos trabalhos do Congresso a fim de levar argumentos para tentar emplacar a recriação da CPMF e criar um clima para dar alguma chance de realizar uma reforma da Previdência.

Essas duas medidas vão precisar de apoio de uma base política do governo que está em processo de reorganização e também de alguma boa vontade da oposição.

O complicador é que o primeiro tema da volta do Congresso será o pedido de impeachment da presidente. Enfrentar o impeachment e dar início às negociações para criar a CPMF e realizar a reforma da Previdência são batalhas diferentes.

Outro obstáculo é a Lava Jato, que, nesta quarta, colocou mais uma fase na praça. A depender do que a investigação de hoje revelar, surgirão dificuldades numa semana em que o governo tenta dar respostas à crise. Se esperar algum refresco da Lava Jato, a presidente não vai governar. Logo, é melhor agir.

*

Esperar para trocar Castro é erro

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha, e o líder do PMDB na Casa, Leonardo Picciani, fizeram uma defesa ruim da permanência de Marcelo Castro no Ministério da Saúde.

Em linhas gerais, Cunha disse que o PT tenta achar um culpado pelos problemas criados pelo mosquito transmissor da dengue, do zika vírus e da chikungunya. Picciani afirmou que Castro faz um bom trabalho e precisa de tempo para mostrar resultados, porque está há pouco tempo no cargo.

Cunha e Picciani estão errados. Apresentaram argumentos fracos. O ponto principal é a falta de condição técnica do atual ministro para dar conta do desafio que tem pela frente.

De fato, Castro não tem culpa pelo crescimento dos casos de zika vírus, por exemplo. Era uma crise que já estava contratada. Mas Marcelo Castro já deu provas, com um arsenal de declarações desastradas, que não tem compreensão do problema, que não sabe enfrentá-lo e que acaba atrapalhando.

A presidente Dilma Rousseff comete um erro ao esperar para trocar um ministro que é inadequado para função tão delicada. Esperar esse problema virar uma bola de neve é um equívoco que só vai tornar mais penoso resolvê-lo.

A defesa que Eduardo Cunha fez do ministro tem o objetivo de atacar o governo e o PT, dizendo que querem arrumar um culpado. É uma forma de Cunha desgastar Dilma. As palavras de Leonardo Picciani devem ser vistas no contexto da disputa em que ele está metido agora para continuar líder do PMDB na Câmara. A saída de Castro atrapalharia os planos de Picciani.

No fundo, Castro recebeu uma tarefa da qual não tem como dar conta porque Dilma precisa de votos contra o pedido de abertura de processo de impeachment e Picciani necessita ter apoio da bancada do PMDB para se manter na liderança. Foi uma decisão que priorizou a pior política fisiológica e deixou a difícil agenda do Ministério da Saúde em segundo plano.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

Comentários
22
  1. Edi Rocha disse:

    Mais uma vez um ótimo resumo dos fatos.

  2. antonio barbosa disse:

    Há um antigo ditado que diz: “Só pode assumir uma chefia aquele que já foi subordinado do cargo”. Dilma simplesmente por ser da “turma” assumiu cargos da qual nunca na vida teve competência para tal e em todos os lugares aonde passou só fez lambança. Então por que na presidência seria diferente? Ela é uma pessoa truculenta, incompetente ao pé da letra e absurdamente desarticulada. Nunca foi prefeita, nem governadora, nem deputada, nem senadora, ou seja, nunca foi nada, a não ser ministra que afundou a Petrobrás. Dilma faça um bem para o Brasil, pede demissão, por favor. Quanto o ministro da saúde, bem, isso ai é um caso perdido.

    • Ricardo disse:

      Eu concordo contigo. A Dilma não é uma “política”. Ela é uma “técnica” que trabalhava com “políticos”. Ela foi escolhida pelo Lula sabe-se lá por quais motivos. Claro que a Dilma também tem culpa, porque se ela aceitou a missão é que ela se julgou capaz. Nem sei dizer quem é o mais culpado. Mas de qualquer forma todos os demais “políticos” também não ajudam em nada. Nos países desenvolvidos os políticos da oposição tentam encontrar soluções. Aqui eles trabalham e torcem pelo pior (pior para nós, é claro).

    • Ises Ramos disse:

      Espero que o Conselhão,lhe dê um grande conselho.Renuncie e diga que foi para se tratar
      da saúde nos Estados Unidos.Ninguém vai acreditar mas não tem importância,porque a Nação
      agradece.

  3. caio disse:

    Esse conselhão é so mais uma enrolação pra mostrar serviço….Dilma não possui mais credibilidade para governar o país…a lava jato não vai parar tão cedo….e a CPMF não vai passar

    • pedro disse:

      Caio. você, de certa forma caiu na realidade, mas apenas parcial. O Lava Devagar tem a duração que o impeachment da Dilma venha a ocorrer. Não há preocupação com o que contém a denúncia – advinda de réus confessos – e sim com o fato de denunciar. A mídia, associada ao Lava Devagar, é um instrumento político de que se valem os tucanos, capitaneados pelo Aedes Aegypti Neves. O homem é um animal racional, mas está mais levado ao emocional, aos interesses e às paixões exacerbadas.

    • Ricardo disse:

      A CPMF não vai passar enquanto a Dilma e o PT estiverem no poder. Assim que eles caírem, a CPMF vai passar. É um queda de braço: a oposição não quer dar mais dinheiro para o PT, mas eles sabem que do jeito que está também não tem como salvar o navio. Então, quando o Temer assumir, ou sei lá quem, a CPMF vai passar. Eu até sou a favor da CPMF por ser um imposto “inssonegável”. O que eu conheço de gente que sonega IR e de estabelecimentos comerciais que sonegam outros impostos… No fundo no fundo é tudo culpa do povo brasileiro. Afinal, os políticos não nascem políticos, não é mesmo?

  4. Maria Aparecida Ramos Tinhorão disse:

    Cortina de fumaça … esse é o nome mais adequado ao “conselhão”. Ninguém é bobo a ponto de acreditar nas boas intenções desse desgoverno. É uma forma pouco sutil de dividir o fracasso com a sociedade civil, até agora solenemente ignorada !

  5. João Alberto Afonso disse:

    O Brasil é o País que arrecada mais impostos no mundo, penalizando o Povo num todo. Agora, criar a execrável CPMF é jogar mais dinheiro público na lata do lixo em função da Dilma ser totalmente incompetente, uma ANTA completa e acabada, e, do jeito que deixou o País, sua credibilidade é ZERO. Resumo da ópera, a solução é essa cidadã, com seus incompetentes Ministros, pedir desculpas e sair pela porta do fundos.

  6. Sônia Ribeiro disse:

    Esta sra., que se diz presidente do país, não tem iniciativa para qualquer decisão. Não tem competência nem pra administrar a economia doméstica e afunda, a cada dia que permanece no poder, mais e mais o Brasil na mais profunda crise já vista – já que crise institucional, política e econômica. O país se afunda no marasmo, no ostracismo. Sem investimentos, principalmente pela inércia deste (des)governo de tomar medidas visando estancar o sangramento social. O desemprego bate recordes, a violência galopante, a saúde na UTI. Quando este partido dizia ter eliminado a pobreza, etc, deveria ter feito as reformas tributária, política e penal e não fez. Quando era oposição (e não estou aqui defendendo qualquer partido político – todos farinha do mesmo saco), vivia atirando pedras, agora se vitimiza. A corrupção mata literalmente. A epidemia da dengue e esta sra. dizendo besteiras à respeito. O povo morrendo e esta sra., nada fazendo….Chegamos ao fundo do poço.

  7. Alberto disse:

    No império romano o ” panem et circenses”.No (des)governo na terra brasilis o “aedes et corruptio”.

  8. Santos disse:

    Dilma e Cunha: vivem de ganhar tempo para se manterem no poder em detrimento do país. Lamentável.

  9. Vamos Nós de Novo disse:

    Este Conselhão é um salão de cabeleireiro. No desgastado estilo petista, um executivo do PT lança animadoras palavras de ordem, tentando “fazer a cabeça” dos presentes. Animá-los, agitá-los, encorajá-los, alinhá-los, e por que não dizer “penteá-los”. O PT busca neste estilo multiplicar a fala animadora e encorajadora dos líderes de seu partido. Lula trabalhava muito com isso. Mas assim que saem do salão com seus lindos penteados, aqueles que assistiram à hipnótica e energizadora sessão Castrista tem que enfrentar os ventos da realidade. Então percebem que estão sozinhos na luta pois constatam que a fala dos petistas é sempre vazia. Daí os penteados todos se desmancham e eles caem de novo na realidade. Esta “animação” pós declarações petistas tem durado cada vez menos. Basta que se desfaça a montagem do palanque para que já morram as ideias. Visto que são efêmeras, insustentáveis, falaciosas, pura enganação.

  10. Marx disse:

    hummm, Dilma tomar decisão?!, já viu no que vai dar né?

  11. Ricardo disse:

    Incentivar a construção civil é “mais do mesmo” que não vai levar a lugar algum. Claro que essa ideia só pode ter partido das empreiteiras, que estão com a corda no pescoço. Mas vamos ser sinceros: essas empreiteiras “doam” dinheiro para o PT e para o PSDB também! Elas acendem uma vela para Deus e outra para o Diabo e esperam pra verm quem chega primeiro ao altar para então pedir “graças”. O Brasil precisa de alguém que REALMENTE pense no Brasil, e não em atender seus aliados políticos, em quam financiou a sua campanha eleitoral, etc. Precisamos de um nacionalista, um estadista de verdade!

  12. JACKSON FIGUEIREDO disse:

    Ora, ora! Querem “tapar o sol com uma peneira!”. “É tão somente o que um bom
    analista poderá concluir! Aliás, nem precisa ser bom, frente à simplicidade
    da causa, ou melhor do “causo”! DILMA, MINHA GFNTE, não oferta a menor que
    se possa ou pretenda impor,uma condição austera e séria, que conduza a opinião
    pública, “engulir”! O ENGASGO SERÁ FATAL! PEÇAMOS AOS CÉUS UM MILAGRE, onde
    o melhor será afastamento de DILMA! De preferência, voluntário! Falta o que,
    que argumentos? ! Aqui ouso sugerir, às lideranças, não políticas, mas de todo
    PATRIÓTICAS! QUE DEVEM ECLODIR!!! O PAÍS, não suporta mais! será que ninguém
    enxerga isso? Pelo amor de DEUS! Chegamos às raias da incredibilidade!

  13. Marcelo disse:

    E Dilma tem algum conhecimento, sobre algo qualquer? (excluindo assuntos relacionados a corrupção)

  14. Carlos Alberto de Oliveira disse:

    É óbvio que a presidente tem que decidir. Se fosse o conselho, nós estaríamos em um regime conselhicialista. KKKK

  15. Gabriel P. disse:

    Quase perfeito Kennedy, faltou dizer quem são exatamente os integrantes do tal conselhão (nome e atuação de cada um). E como bem disse, é apenas conselhão, nada mais por enquanto.
    Quanto a Dilma deveria ser aconselhada pelos assessores a estar mais presente, não só no congresso, mas também na mídia com pronunciamentos e informações de governo a população diariamente. Principalmente na TV, Informar população até ela aprender. (obs. Quem não quer saber e “bate panela” mostra claramente que é burro e quer continuar assim, sem saber de nada)
    Se esses políticos (Cunha e Piscciani) tivessem um mínimo de vergonha na cara, em vez de defenderem, apoiariam a troca.
    Outra coisa, Dilma deve também deixar claro quais são os Ministros do PMDB(pelo menos para se isentar)

  16. NETO DE PRESO POLÍTICO disse:

    Sugiro os seguintes membros para o conselhão:
    Papai Noel;
    Coelhinho da Páscoa;
    Saci Pererê;
    Curupira;
    Mãe D’água;
    Ali Babá;
    Sete Anões…

  17. cesar sanches disse:

    A dona dilma e sua trupe petista lesa-pátria já deve ter bolado novas despesas para os recursos advindos da tão sonhada CPMF.

  18. wanderley santos ferraz disse:

    o que o brasil precisa é de um modelo político eficiente e comprometido com a nação, a perspectiva de reformas sempre esteve embasada, a classe política composta por indivíduos maus intencionados, que só defendem seus interesses doentios, não admitem mudanças consistentes no modelo…, os três poderes estão com o prazo de validade vencidos a muito tempo!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-24 17:25:24