aki

Kennedy Alencar

cadastre-se aqui
aki
Política
12-12-2016, 9h06

Delação de Melo Filho ameaça sobrevivência do governo

Executivo fez as revelações mais devastadoras sobre PMDB
26

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

A delação de Cláudio Melo Filho, ex-vice-presidente de Relações Institucionais da Odebrecht, foi a mais devastadora revelada até hoje contra a cúpula do PMDB no governo e no Congresso. Os detalhes da delação de Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro, já haviam feito um estrago nesse grupo. Mas a de Melo Filho foi ainda mais forte e mais detalhada a respeito de grandes figuras do PMDB. É também um retrato do modus operandi da corrupção no Brasil.

Pela frente, haverá mais delações da própria Odebrecht que atingirão outros partidos políticos de forma contundente. Essa delação é apenas o começo de uma piora na crise política, que volta a ganhar força e ameaçar a sobrevivência do governo.

Dirigentes do PMDB e também do PSDB, que sofreu e sofrerá com detalhes de delações da Odebrecht, deverão fazer pressão sobre Teori Zavascki, ministro relator da Lava Jato no STF (Supremo Tribunal Federal). Em conversas reservadas, o presidente Michel Temer lembrou a auxiliares que há ainda um longo caminho a percorrer para que a delação de Melo Filho seja validada.

Houve agora um vazamento de um acordo de delação que precisa ser reconfirmado com novos depoimentos e a homologação do STF. Um ministro diz que, em tese, poderia ser pedida a anulação da delação de Melo Filho.

O próprio procurador-geral da República, Rodrigo Janot, já pediu para investigar o vazamento. Ora, do jeito que foi vazada a delação, a suspeita principal recai sobre o Ministério Público. A delação de Cláudio Melo foi vazada na íntegra e repassada em grupos de Whatsapp na semana em que o Supremo Tribunal Federal tomou uma decisão que manteve Renan Calheiros na presidência da Senado.

O Ministério Público foi um dos grandes perdedores desse acordo entre STF, Senado e Palácio do Planalto a favor de Renan. Da forma como ocorreu, o vazamento é muito grave, porque traz risco de invalidar provas e joga o governo numa crise política que tem efeitos econômicos ruins para o país. Politicamente, o PMDB e o governo tomaram um tiro quase mortal. Mas, juridicamente, abre-se espaço para contestar a delação.

*

Economia e PSDB

Em reuniões no fim de semana, o presidente Michel Temer e ministros discutiram uma estratégia de reação que envolve o reforço da aliança com o PSDB e um pequeno pacote de medidas para estimular a economia.

É a única saída possível, se vai dar certo é outra história. O PSDB é um dos pais do impeachment e, portanto, do governo Temer. Os tucanos não têm como abandonar o governo, até porque três presidenciáveis do PSDB são citados em delações: o senador Aécio Neves, presidente do partido, o ministro das Relações Exteriores, José Serra, e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin.

A Lava Jato chegou a uma fase em que está atingindo mais fortemente tucanos e peemedebistas. O PT voltará a sofrer danos, mas já perdeu o poder. Já pagou um preço político alto e, agora, perde mais quem está no poder.

Para Temer, a principal saída sempre foi pela economia, que seria a única forma de o governo tentar se legitimar. Esse pacote econômico é paliativo. Dilma também tentou pacotes assim sem sucesso. Eles têm mais efeito político para demonstrar alguma reação numa hora de crise.

As medidas mais fortes são a PEC do Teto, a queda dos juros e a reforma da Previdência. A PEC será aprovada amanhã no Senado, mas o efeito econômico positivo será de longo prazo. Uma queda dos juros terá efeito no médio e longo prazo. E a reforma da Previdência, que é de longuíssimo prazo, já começa a ser bombardeada, com o Palácio do Planalto admitindo mudar o texto duríssimo que enviou.

Portanto, a economia não dará boas notícias no curto prazo. Para atravessar 2017 e esperar alguma boa notícia econômica lá pelo terceiro trimestre do ano que vem, Temer terá de manter o apoio do Congresso no meio de uma tormenta política. Não será fácil.

*

Lula resiste

Ontem e hoje, foram divulgados dados de pesquisa Datafolha mostrando queda da popularidade do governo Temer e cenários eleitorais para a Presidência da República.

O governo Temer perdeu cacife rápido demais. Isso é preocupante, porque estimula especulações sobre a queda do governo e de cassação da chapa Dilma-Temer, abrindo espaço para uma eleição indireta em 2017.

Seria péssimo para o país. Nesse caso, haverá pressão para antecipar a eleição direta para presidente.

A respeito dos presidenciáveis, surpreende a força do ex-presidente Lula. Mesmo sob bombardeio, o petista lidera nos cenários de primeiro turno.

Na simulação de segundo turno, perderia para Marina Silva se a eleição fosse hoje por uma diferença de nove pontos percentuais. É uma diferença pequena e que não dá segurança de vitória.

Mas o principal desafio de Lula nem é o político, apesar do desgaste que sofreu nos últimos anos. É manter as condições jurídicas para estar apto a concorrer.

Ouça o comentário no “Jornal da CBN”:

Comentários
26
  1. Maria Aparecida Ramos Tinhorao disse:

    O pior de todo esse desgaste é nivelar por baixo pela absoluta falta de alternativas, pela falta de quadros políticos.
    Resumindo: Marina Silva, Ciro Gomes é o que de pior poderia acontecer com essa pobreza de oferta… Tiririca, talvez ?

    • walter disse:

      Então cara Maria Aparecida, é exatamente o quadro no Brasil de HJ. Os grandes lideres não suportam exposição, como candidatos políticos, o que sobra, se sujeita; quando dizem, que se você não acompanha as decisões do País, passamos a não poder reclamar, é fato…permitimos por longos anos, uma gestão conveniente, e covarde; acreditávamos na “boa Fé” dos “nossos” políticos…Quanto as delações Kennedy, todos lá em Brasília, já sabiam, que quando viesse a tona, de forma direta ou indireta, as acusações seriam demolidoras; este “boato” de que o Janot quer comprometer a homologação por ter vazado…nem o teori pode mais segurar; tem aproximadamente 8 BI de motivos, para ser deflagrada na integra; “não dá mais prá segurar”…

    • Joaquim José da Silva Xavier disse:

      se o papo for corrupção, os dois são ficha limpa, ora!!!

      e diferente de Dória, Justus e outros ditos “não políticos,” Ciro Gomes e Marina já ocuparam cargos públicos.

      uma coisa é nunca ter se envolvido em escândalos, nunca tendo ocupado cargos públicos . . . outra coisa é ter ocupado diversos cargos públicos e nunca ter se envolvido em escândalos!!!

      e se o papo for competência… bem, aí Ciro Gomes, indiscutivelmente sai na frente. lembre q todos os presidentes desde a redemocratização, com exceção de Collor, o convidaram, insistentemente, para ser Ministro. isso quer dizer algo . . .

    • Romanelli disse:

      A VERDADE é como um punhado de diamantes dados de presente ..se embrulhados e dados com poesia cativa ..se jogados na cara do presenteado, OFENDE ..é assim com Ciro Gomes ..diz verdades ..tem visão, experiencia ..inteligência e até certa sabedoria ..mas não sabe colocar pra sociedade de forma factível, política, harmônica ..então passa a impressão de ruptura, violência ..uma pena ..um talento jogado desperdiçado (por ora)
      .
      agora..

      pelalmordedeus ..compara-lo com Bla_blarina ..a menina verde que só escapou do escândalo das empreiteiras pq sua grana veio dos banqueiros (ao contrário do Eduardo Campos q levava a grana tb da Petroleira) ..francamente ..esta sim seria uma TRAGÉDIA pro país

    • roney jose ferreira disse:

      Pois é o impedimento da Presidente Dilma foi sem duvida uma articulação do poder verdadeiro dos coronéis e do quarto poder ou seja os Velhos Políticos (diga Temer Aécio e Gedel e outros) e seus herdeiros e dos Jornais, da grande mídia e dos watzap contratos para fazer a difamação daquela que verdadeiramente lutou contra a corrupção e daquele que fez um governo aberto e para o povo (Dilma e Lula)que o povo já esta com saudades, pois a cada dia são vitimas de políticas reacionárias e medidas que tiram seus direitos. Ainda bem que começa vir a aparecer os verdadeiros corruptos e mais estes não tem nada a oferecer ao povo, somente encher os bolsos deles.

    • Paulo Santos disse:

      Eu penso exatamente a mesma coisa. Senti o mesmo nas eleições para prefeito em São Paulo este ano – nenhum candidato me convenceu – e será ainda pior para as eleições presidenciais (Marina, Ciro, Bolsonaro? Medo!). A coisa está feia, mas ainda pode piorar muito.

    • AMALIA disse:

      Pior que que voce está certa.

  2. João disse:

    E quem acreditava nos “bons cenários” traçados pelos golpistas ao concatenarem o golpe???? Eles mesmos, os ingênuos, e os sem escrúpulos. A constituição??? Essa, conquistada a duras penas, atirada ao mar pelo stf. Golpes são assim. Tem um custo elevado.

  3. Ted Camp disse:

    O nome da Dilma não apareceu em nenhuma delação até agora, parece que foi GOLPE mesmo !

  4. João disse:

    E os golpistas seguirão impunes…..

    • AMALIA disse:

      Tomara que não João, temos que torcer pelo Brasil, independente de partidos ou de golpistas, nos iremos à luta…..Lutar sempre por um país com menos corrupção, mais educaçao, mais saúde, mais segurança, mais emprego etc…………….

  5. Alberto disse:

    Muita água ainda vai passar debaixo da ponte.Até que ela caia de vez.Quem viver verá,ainda que no Uruguai.

  6. Santos disse:

    Fico impressionado que ninguém comente a necessidade de se resgatar a moralidade no país em todos os níveis, mas principalmente na coisa pública, que está totalmente podre. Nossos políticos e governantes se preocupam ÚNICA e EXCLUSIVAMENTE em se manter no Poder, mesmo que isso signifique acabar de vez com qualquer resquício de honestidade e seriedade no país, assumindo de vez o papel de republiqueta corrupta de terceiro mundo. Se continuarmos nesse ritmo, será o fim da linha para uma pessoa honesta querer continuar a viver aqui.

  7. Joaquim José da Silva Xavier disse:

    “surpreende a força do ex-presidente Lula. Mesmo sob bombardeio, o petista lidera nos cenários de primeiro turno.”

    apenas uma correção Kennedy, Lula não só lidera como subiu nas pesquisas…
    agora imagine um cenário de um governo Michel Temer/PSDB fracassando, e Lula sendo absolvido na lava-jato?!?

  8. Márcio Osório disse:

    Até o nosso honrado presidente se envolveu, até ele, um cidadão muito acima de qualquer suspeita, com foro mais que privilegiado e de ilibadíssima reputação, recebeu propina. Que podemos nós, com nossas pequenas contas bancárias e com pouca ou nenhuma poupança, dizer diante das vastas fortunas guardadas indébita e secretamente pelos nossos honestos parlamentares? Uma pergunta que (não) quer calar: Por que eles não as aplicam na construção de escolas e hospitais para os pobres?

    Se os nossos parlamentares tiverem de ir para a prisão, construamos para eles prisões espaciais que orbitem a Terra ou a Lua, pois não há prisões suficientes aqui para todos.

  9. Ray Magno disse:

    Muito cedo para especulações sobre presidenciáveis. Lula será julgado e é dado como certo levar pelo menos uma sentença. E não temos nomes de peso, pois nossa pobreza de estadistas é de fazer chorar.
    .
    Se o vazamento veio de dentro do MP foi efeito calculado tal como as arrasadoras escutas sobre conversas Dilma-Lula e Correligionários. Foram então abertas as comportas das incontroláveis ondas populares.
    .
    Quem duvida que o povo venha de novo às ruas para expressar fortemente seu sentimento e visão de justiça se o senhor Teori Zavascki não aceitar as delações de Claudio Melo Filho e outras 76?
    .
    Atenção senhores autoridades: NÃO SUBESTIMEM OS CLAMORES POPULARES. Esperamos o bom senso de v.sas para que não se apeguem aos meandros protocolares.
    .
    Saudações.

  10. Albis J Oliveira disse:

    Claudio Melo apenas delatou o que 99% dos politicos fazem!!! Só que a justiça é cega e faz com que o judiciário tampe os olhos.

  11. Luiz DePaula disse:

    Kennedy, a situação política nacional chegou a um ponto preocupante, como você mesmo vem comentando, de maneira exemplar e independente.Que a cultura política brasileira sempre foi na base do TOMA LÁ, DÁ CÁ, já sabíamos, mas, até então, tudo era DISCRETAMENTE acordado e os vazamentos quase não existiam. Acontece que nos últimos anos, a corrupção foi demasiada que explodiu, deixando vir a tona as verdadeiras intenções dos “democratas”, dos “trabalhistas”, dos “republicanos”, dos “socialistas” e pasmem, dos que se intitulam “cristãos”. Nos resta agora, esperar confiantes na próxima geração; desde que não sejam os filhos, nem os netos destes!

  12. ANDRE disse:

    Me perdoe, mas péssimo para o país é continuarmos com este senhor na presidência, que não enfrenta nenhum dos grandes privilegiados e apenas enxerga sacrifícios para a população trabalhadora e que está até o pescoço envolvido em todo este aparato de sangria do país. Pelo bem do Brasil, fora Temer. A pinguela foi feita de madeiras podres e já começa a ruir.

  13. Ricardo disse:

    Na época em que quase todos estavam contra o PT, Sérgio Moro falou que “a democracia em uma sociedade livre exige que os governados saibam o que fazem os governantes”. Espero que isso continue valendo agora. Sinto que estamos em queda livre. Esse poço tem fundo? Eu não levo fé nem no Bolsonaro, porque o Congresso Nacional é quem decide. O próprio Rodrigo Maia falou que “o nosso plenário tem independência para votar todas as matérias, para aprovar ou rejeitar qualquer texto e NINGUÉM PODE SE SENTIR OFENDIDO COM ESSA DECISÃO”. Ou seja, aquela máxima que todo poder emana do povo (e para o povo) realmente passa longe do nosso Congresso e de nossos políticos.

  14. É SÓ GENTE BOA QUE ESSES DELATORES ESTÃO DELATANDO! disse:

    Kassab Caixa 2?!!! Mais um inocente difamado como Temer; Lula Brahma; Romero Jucá Caju; Renan Calheiros Justiça; Eunício Oliveira Índio; Eliseu Padilha Primo; Anderson Dornelles Las Vegas; Moreira Franco Angorá; Eduardo Cunha Caranguejo; Ciro Nogueira Cerrado; Jaques Wagner Pólo; Marco Maia Gremista; Geddel Vieira Lima Babel; Lúcio Vieira Lima Bitelo; Gim Argelo Campari; José Agripino Gripado; Rodrigo Maia Botafogo; Antonio Brito Misericórdia; Delcídio do Amaral Ferrari; Duarte Nogueira Corredor; Inaldo Leitão Todo Feio; Adolfo Viana Jovem; Lídice da Mata Feia; Daniel Almeida Comuna; Paulo Magalhães Júnior Goleiro; Hugo Napoleão Diplomata; Jutahy Magalhães Moleza; Francisco Dorneles Velhinho; Carlinhos Almeida; Paulo Skaf – só gente boa ! Esses delatores devem sentir falta de companhia na cadeia e por isso acusam inocentes! Só falta acusarem gente “mais boa” ainda, tipo Toffoli, Lewandovski, Gilmar Mendes!

  15. João disse:

    Final de feira no “governo” mt, caju, missa, mineirinho, justiça, angorá….. agora Temer pede ao psdb que salve o perú de natal do jaburú.

  16. mano disse:

    este governo acabou. Com base na delação do Sr. Cláudio Melo (Odebrecht), qualquer cidadão com o mínimo de discernimento conclui que o Brasil está sendo governado por uma gang. Em qualquer país sério, o processo de impeachment do presidente já estaria instalado, mas como instalar o impeachment se a maioria do Congresso está envolvida em corrupção, incluindo o presidente da Câmara e do Senado?

  17. juliano disse:

    Até o Vossa Excelência Joaquim Barbosa, concorda, talvez um pouco tarde, que abriu-se uma caixa de Pandora que não dá mais para controlar. A sociedade brasileira é bem mais corrupta e conservadora que a de muitos países e na época o Partido dos Trabalhadores é que deveria ser massacrado e o foi, como se fosse o único com problemas de corrupção. Já sabíamos que a politica, refletindo a sociedade, era corrupta mas o que interessava no mensalão era destruir um partido nascido do povo. Agora temos a impressão que querem destruir o Brasil. Quem ganhará com isso? Esta é uma pergunta sem resposta ainda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-11-23 13:31:07