aki

cadastre-se aqui
aki
Política
16-08-2017, 21h26

Denúncia contra Geddel antecipa ataque de Janot a Temer

Ministério Público tenta estabelecer elo entre doleiro e presidente
1

KENNEDY ALENCAR
BRASÍLIA

Na avaliação do governo, a denúncia do Ministério Público Federal contra o ex-ministro Geddel Vieira Lima antecipa, de certa forma, a acusação que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, deverá fazer em relação ao presidente Michel Temer por obstrução de Justiça.

A acusação de tentar impedir a delação premiada do doleiro Lúcio Funaro fundamentou a denúncia contra Geddel. A defesa do presidente já se prepara para contestar Janot no Supremo, argumentando que Temer nunca teve ligação com Funaro. Mas o ex-ministro Geddel deverá ser usado por Janot para tentar estabelecer um elo entre o presidente e o doleiro.

*

Orquestra desafinada

No dia seguinte à fixação de novas metas fiscais, há um clima ruim na base do governo no Congresso. Senadores e deputados se queixam do ministro Henrique Meirelles (Fazenda) e de promessas que não teriam sido cumpridas.

Uma atmosfera de rebeldia na base está preocupando o governo. Cresceram os sinais de resistência à reforma da Previdência e à aprovação de medidas que garantam receitas para que o governo cumpra as novas metas fiscais.

Temer tentará acalmar a base em meio à discussão da reforma política e na expectativa de nova denúncia de Janot. O próprio presidente deverá ser reunir com líderes partidários insatisfeitos.

Assista aos temas do “SBT Brasil”:

Comentários
1
  1. UTÓPICA, PORÉM “ESPERANÇA”! VIVA A LAVA JATO! disse:

    Quanta vergonha: ex-presidente da república Lula, réu, cheio de processos por corrupção; ex-presidente dilma sofre impeachment e a maioria de seus auxiliares de governo envolvidos com a justiça, vários presos; atual presidente da república gravado em conversa não republicana, criminosa, sem governar, luta com unhas e dentes para não sofrer impeachment, ser processado etc etc etc. Número absurdo de políticos, governantes, ( DE QUASE TODOS OS PARTIDOS), grandes empresários, investigados por crimes, muitos já presos!
    E para agravar tudo isso os crimes continuam acontecendo, deixando claro que a corrupção está “institucionalizada” no país! Seria a hora de serem dobradas as penas para os crimes de corrupção mas, como? Com esse congresso dominado por corruptos? Com esse governo composto por maioria de “investigados” pela justiça? Só há uma utópica solução: o povo mudar tudo isso, em 2018, pelo voto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-10-27 04:23:43