aki

cadastre-se aqui
aki
Recomendo
31-10-2014, 13h13

Dia D – Dia Drummond

Data especial para celebrar um de nossos maiores poetas
2

Daniela Martins
Brasília

O dia 31 de outubro é a data de aniversário de Carlos Drummond de Andrade. Para celebrar o poeta, o Instituto Moreira Salles comemora, desde 2011, o ‘Dia D’. O IMS guarda o acervo pessoal de Drummond e os 4 mil volumes de sua biblioteca.

Diversas instituições, pesquisadores e artistas se unem, a cada ano, para difundir a obra de Drummond. A comemoração tem como inspiração o ‘Bloomsday’, data em que se homenageia o escritor James Joyce na Irlanda.

Drummond merece ganhar festa em seu dia especial. O ‘Dia D’ é uma ótima iniciativa. Que funcione como ponto de partida para que sua poesia seja sempre revisitada. Sem dia certo ou hora marcada.

Ouça aqui 34 poemas lidos pelo próprio autor.

Poema de Sete Faces

Quando nasci, um anjo torto
desses que vivem na sombra
disse: Vai, Carlos! ser gauche na vida.

As casas espiam os homens
que correm atrás de mulheres.
A tarde talvez fosse azul,
não houvesse tantos desejos.

O bonde passa cheio de pernas:
pernas brancas pretas amarelas.
Para que tanta perna, meu Deus, pergunta meu coração.
Porém meus olhos
não perguntam nada.

O homem atrás do bigode
é sério, simples e forte.
Quase não conversa.
Tem poucos, raros amigos
o homem atrás dos óculos e do bigode.

Meu Deus, por que me abandonaste
se sabias que eu não era Deus
se sabias que eu era fraco.

Mundo mundo vasto mundo,
se eu me chamasse Raimundo
seria uma rima, não seria uma solução.
Mundo mundo vasto mundo,
mais vasto é meu coração.

Eu não devia te dizer
mas essa lua
mas esse conhaque
botam a gente comovido como o diabo.

Comentários
2
  1. Diva Duarte disse:

    Maravilhoso, é tudo que eu precisava para começar esse dia, depois de saber que o PSDB quer o terceiro turno.

    • mario machado disse:

      Senhora Diva Duarte: Concordo plenamente ser o universo de Drummond um dos melhores de nossa literatura poética, mas dizer que o PSDB, que a mim não fede nem cheira – sinto-me livre de suspeitas políticas – deseja terceiro turno não chega a ser uma “verdade” incontestável. O PT, que nasceu grande e batizado aos sonhos trabalhistas, se perdeu em meio ao gosto amargo do Poder pelo Poder. Destrambelhou como se diz popularmente. Carece urgentes reformas de base e reinicio de suas metas, porém, sem os atores dessa versão malversada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados

Não serão liberados comentários com ofensas, afirmações levianas, preconceito e linguagem agressiva, grosseira e obscena, bem como calúnia, injúria ou difamação. Não publicaremos links para outras páginas devido à impossibilidade de checar cada um deles.

2020-09-26 10:50:35